blog

quinta-feira, agosto 16, 2012

Mais uma época de sonhos. Será?

É já amanhã que arranca mais um campeonato nacional com o Sport Lisboa e Benfica a dar início à desejada conquista do 33º título no sábado, no Estádio da Luz, contra um adversário de peso, o Sp. Braga. Mais uma época que começa e mais uma época de ambições e sonhos de grandes conquistas. Mas será mesmo assim?
Infelizmente não estou optimista. Jogamos neste pântano sujo que é a Liga Nacional onde, claramente, não nos sabemos defender ficando vulneráveis aos ataques que o polvo não hesita em fazer contra nós. Veja-se, só para aguçar o apetite, a figurinha escolhida para o embate inaugural da Luz. Mas, para lá de tudo isso, olhando para dentro, para a nossa casa, o pessimismo cresce para lá das garras do sistema. Considero, como considerava o ano passado, que temos, um excelente plantel superior à concorrência. Ás vedetas do ano passado juntaram-se duas aquisições de vulto: Ola John e Sálvio; um regresso bastante saudado: Carlos Martins; Temos ainda Melgarejo que pode ser estrela. Garay, Luisão, Aimar, Witsel e Cardozo, por enquanto, estão de pedra e cal. Tal como Rodrigo. De jogadores estamos conversados, temos muita qualidade e quantidade. Podemos considerar que estamos coxos nas laterais defensivas mas a opção foi (até ver) de Melgarejo e Luisinho na esquerda e Maxi e Cancelo na direita, pelo que, em termos de plantel, temos opções.
Se acho que temos o melhor plantel como posso estar pessimista? Porque está lá Jorge Jesus, que persiste nos mesmos erros, na mesma postura, na mesma dinâmica, que tão maus resultados deu nas últimas épocas. Nesta pré época vi a mesma péssima gestão de plantel com jogadores a fazerem quase os minutos todos de todos os jogos enquanto que outros mal tocaram na bola; vi substituições em jogos a "brincar" aos 90 minutos; vi insistência em jogadores em sub rendimento em detrimento de outros que estão em alta rotação; vi teimosias em adaptações apenas para encher o ego se correr bem, se correr mal que se lixe; vi o mesmo de sempre. E vi, igualmente, uma estrutura que teima em não saber defender o grupo, que não consegue evitar problemas e não sabe reagir quando eles ocorrem. E, apesar de sermos o Enorme Sport Lisboa e Benfica, não vejo como conseguiremos derrotar o sistema e ultrapassar os nossos erros. Não o fizemos no passado recente e não vi mudanças que permitam acreditar que, desta vez, será diferente.
Mas um benfiquista não desiste e, apesar do pessimismo, lá estarei, sempre, ao lado dos bravos que envergam o Glorioso Manto Sagrado. Lá estarei no meu lugar na Bancada Sagres a apoiar do principio ao fim, a gritar com todas as forças "Benfica! Benfica! Benfica!" e a refilar com qualquer um que diga mal do Cardozo e a mandar para casa quem assobia. Naqueles 90 minutos acreditarei sempre na vitória, seja contra o Paços de Ferreira ou contra um qualquer Real Madrid que nos apareça pela frente. E apoiarei sem contra partidas, apenas com o desejo de vencer, de ver honrada a sagrada camisola, de ver o Benfica a ser Benfica, rumo ao 33.

CARREGA BENFICA!!!

14 comentários:

R10 disse...

Concordo e subscrevo quase plenamente... o quase é aquela parte do "lá estarei", porque infelizmente não me é possível

B Cool disse...

basicamente o que disse o R10, verei no café, porque não dou dinheiro aos chulos da sport tv

Águia alentejana disse...

Concordo plenamente com os comentários anteriores.Alguem é capaz de me explicar porque foi dispensado a época passada o Carlos Martins e este ano o Mora
que tem uma margem de progressão
enorme em detrimento do Saviola?
No caso do Luisão como foi possível não vir ninguem defender o jogador,se fosse um jogador do Clube Corrupto,o comportamento da
Direcção era rápida.Somos uns amadores!!!

luis disse...

Pois é, Pedro. Aparentemente, será mais uma época desastrada. Pela enésima vez dizemos o mesmo.

E pela enésima vez esperamos estar erradíssimos.

Jesus é o meu treinador, no sentido em que só desejo e quero que faça a equipa jogar e vencer.

Nos 90' "acarditarei" no homem, nos jogadores.

O resto, ficará escrito nos nossos blogues.

Abraço e que esta seja uma época excelente para o nosso clube.

Anónimo disse...

Os erros continuam. no plantel, há necessidade de contratar 2 laterais, um esquerdo e outro direito. Afinal, vieram mais extremos, sem lógica.
Havia o Melgarejo, o Urreta e o Yartey no quadro de jogadores do clube para suprir a venda de algum extremo.
O treinador vai mandando no futebol, sem que a estrutura faça nada, talvez porque não sabe...
Jesus já deu provas de exaustão táctica, sem capacidade, ou vontade, de alterar as coisas. Gosta de inventar e o clube parece padecer de uma patologia grave por causa dos laterais. Coentrão foi uma excepção.
Para agravar situação, o capitão da equipa lembrou-se de empurrar/agredir/sacudir/encostar-se(escolha múltipla) o juiz de um jogo particular com consequências graves para o clube. Enfim, tudo mt mau. Resta esperar pelas eleições e que uma direcção competente, sobretudo no futebol, área em que o clube tem sido miseravelmente dirigido.
Haja paciência para tanta incompetência.
A.P.

joão carlos disse...

todos os anos, com excepção do segundo ano de artur jorge e de fernando santos, mesmo naqueles em que os planteis não eram grande coisa era sempre com muito optimismo que encarava cada inicio de temporada, muitas vezes vai-se lá saber porque, mas este ano tal como tu e pelas razões que explanas não tenho muita fé porque acho que vamos ter mais do mesmo daquilo que tivemos nos dois últimos anos e isso simplesmente não chega para me deixar optimista.

Coach disse...

Não consigo ser tão optimista quanto á excelencia do plantel. Acho-o desequilibrado e orfão de alternativas em posições chave. Toda a gente diz que o Benfica tem muitos e bons avançados... Deus nos livre de o cardozo sofrer alguma lesão grave. Nessa altura logo vão ver o que valem mitchels, saviolas e kardecs. O próprio Rodrigo ainda tem muito a provar. Não são 4 meses bons que definem um jogador. Lembram-se do Nelson que agora está no Betis? Nos primeiros 3 meses parecia o Cafu...

Pedro disse...

Penso que é um erro ver as coisas dessa forma. O SLB não têm condições financeiras para ter um suplente de Cardozo que garante, claramente, o mesmo número de golos quando chamado à acção. O mesmo para um substituto de Aimar, de Witsel, de Garay/Luisão. Mas os que temos são jogadores que, quando em jogo com os restantes titulares cumprem o seu papel e a equipa, teoricamente, não se ressentirá. Temos que aceitar que competimos, semanalmente, com Olhanenses ou Vitórias ou Sportings e não com Barcelonas e Manchesteres. Os jogadores que temos, teoricamente, chegam para as nossas exigências. Nenhuma equipa do mundo sobrevive aos seus objectivos se perder meia dúzia de titulares. Não se pode exigir isso ao SLB.

Morgado disse...

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=347843 :)

Coach disse...

Pedro,

Eu percebo o teu raciocinio mas não concorco na totalidade.
Se o luisão se lesiona quem é que joga? O jardel? O ano passado todos vimos que o Jardel não é alternativa a coisa nenhuma. Simplesmente não tem categoria para jogar no Benfica. Podes argumentar que um Defesa central de categoria não vinha para o Benfica para ser suplente mas isso não é assim tão linear. Provavelmente a solução passaria por um meio termo, ou seja, um jogador melhor que o jardel e o miguel vitor para que não se sinta tanto a ausencia dos dois titulares. Isso é equilibrar o plantel sem entrar em loucuras. O problema é que a meia duzia de investidores que neste momento controlam o Benfica não estão na disposição de investir num jogador para suplente. Que se lixe a componente desportiva, o que é preciso é valorizar o "gado".
A aposta no melgarejo é a pensar no sucesso desportivo ou é uma tentativa de valorizar um activo para uma camada de abutres dai tirar dividendos?
Ir para a guerra com o Melgarejo e o Luisinho é brincar com os verdadeiros Benfiquistas que ano apos ano sofrem com o "benfiquinhizar" do nosso clube.

Pedro disse...

Coach, estamos em desacordo nesse ponto. ☺

Gosto do Jardel. Cumpre na perfeição o seu papel dentro do plantel do SLB. Para o campeonato nacional serve perfeitamente e é esse o grande e principal objectivo do SLB: ser campeão. Jardel cumpre em campo e não cria problemas de balneário. Mas gosto ainda mais de Miguel Vítor que considero um excelente central. Dele, então, não tenho qqr problema em vê-lo a titular contra qqr equipa.

Acredita que é linear. A posição de central tem pouca rotação. Tirando castigos e lesões a dupla titular, normalmente, é sempre a mesma o que leva a q os suplentes joguem pouco. Se tiveres um terceiro central da mesma qualidade dos centrais esse central irá jogar pouco e, com o tempo, irá pedir mais oportunidades, mais tempo de jogo e eventualmente sair para jogar mais. Tens o caso de Sidnei que é um excelente central mas que não lida bem com o banco, com pouco tempo de jogo.

A aposta em Melgarejo é o alimentar de um ego enorme. Tão simples qt isso. Jesus acha que como "fez" Coentrão consegue fazer qqr um que ele queira.

Pedro disse...

Morgado, excelente resposta de Vieira. Está a aprender.

John Wakefield disse...

Já viram a capa do Correio da Manhã??? Isto é escandaloso...

Vejam então:

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/olivedesportos-da-carros-a-vitor-pereira-e-a-gomes

Pedro disse...

John, é à descarada.