blog

domingo, agosto 25, 2013

SL Benfica - Gil Vicente: 2-1

A loucura irracional do futebol. 
Aos 90 minutos a frustração reinava, aos 94 era a loucura.

Os benfiquistas esperavam uma reacção energética à derrota na jornada inaugural, uma entrada forte do Glorioso demonstrando força, união e vontade de vencer de forma a afastar, rapidamente, fantasmas incomodativos. Infelizmente a realidade é, muitas vezes, diferente do que desejamos e o SLB entrou, mais uma vez, com pouca chama e isso provocou um jogo morno onde as bancadas rapidamente perceberam que o safanão que a equipa precisa de dar ainda não ía ocorrer neste jogo. Pequenos fogachos resultantes da qualidade individual dos jogadores e pouco mais a equipa mostrou aos pouco mais de 37 mil que foram ao Estádio da Luz.

O zero mantinha-se no marcador e o intervalo pouco trouxe de novo. A equipa atacava, tinha posse mas não fazia perigo. Quando conseguia oportunidade o jogador falhava o golo. O tempo ía passando e novamente constatou-se que basta um erro para o Benfica sofrer golo. Maxi falhou e o Gil Vicente marca um golo. O pesadelo na Luz está para ficar, o bruá silencioso das bancadas torna-se ensurcedor. Entram os sérvios numa jogada bastante arriscada. Não me parece que colocar 3 jogadores acabados de chegar com o ónus de resolver a partida seja a melhor opção mas foi isso que Jesus escolheu e foi com a armada sérvia que o Glorioso atacou a recta final. Markovic é daqueles que não engana mal toca na bola, não demorou para mexer no jogo, dar o safanão que a equipa precisava mas a bola teimava em não entrar. Entra-se nos descontos, as bancadas já semi vazias, os lenços a começarem a sair dos bolsos, os patéticos assobios, o bruá instalado e eis que chega o golo do mágico sérvio. Empate na Luz no tempo de desconto. Quase que não dá para amenizar a dor, derrota ou empate quase que é o mesmo. E de repente, num daqueles momentos que ficam para a eternidade, que explicam o porquê de adorarmos este jogo, surge o segundo golo do Glorioso levando a uma explosão brutal nas bancadas e relvado. Aos 94 minutos assiste-se ao melhor que o jogo trouxe ao Benfica e não foi o segundo golo, foram os festejos, os loucos e sentidos festejos de toda a equipa no relvado. Aquilo não se treina, é puro. E pode ter sido o clique que a equipa precisa para o resto do campeonato. Assim seja, que assim seja.

O falhanço de Maxi é imperdoável. Cortez quase que ía repetindo. Quando a cabeça está de rastos tudo fica mais complicado. Markovic é fabuloso, a qualidade salta à vista mal toca na bola, a agilidade, a decisão, a eficácia. Excelente. Quando pegar de estaca nunca mais sai do 11 e por cá ficará, no máximo, duas épocas. É aproveitar enquanto podemos. Quero acreditar que quando fechar o mercado de transferências Matic e companhia voltam a ter mais concentração...se por cá estiverem.

Paulo Baptista é um péssimo árbitro e hoje não quis mudar essa verdade. Não tenho opinião sobre o golo anulado ao Lima, na minha bancada é impossivel ver o lance mas na rádio ficaram com muitas dúvidas mas lances menores, de fácil juízo, foram muitas vezes decididos erradamente, sem qualquer sentido excepto a falta de qualidade. Fora de jogo mal assinalado a Rodrigo que ficava isolado na cara do guardião do Gil. 

No futebol há pormenores, inexplicáveis, que mudam tudo. Que esta vitória, nestes moldes, com aqueles festejos, aquela união final, seja o passo necessário para colocar a equipa no trilho certo. Para a semana há novo jogo, daqueles que podem fazer descolar a equipa ou enterrá-la mais fundo no buraco. Não estou tranquilo nem sequer muito esperançoso mas sou benfiquista e como tal estarei sempre do lado dos bravos. 

7 comentários:

luis disse...

O lance do Lima foi limpinho nesse momento, pois o brasileiro domina a bola claramente com o peito. O problema é que partiu em offside milimétrico o que resultaria numa choradeira interminável dos nossos adversários. Por isso, ainda bem que marcou mão do Lima.

Quanto ao jogo, psicologicamente nota-se que estamos em dificuldades. Nunca hei de entender muito bem isso mas pronto. Ganham balúrdio, num clube da elite mundial, em estádios sempre cheios de adeptos que os idolatram. Precisam de um choque destes? Foda-se.

SLB4EVER disse...

O mais importante foi conseguido mas é bem verdade que faltou chama e convicção durante grande parte do jogo.

A insistencia em Rodrigo está para durar e ele fora da área é raro dar bom seguimento a uma jogada, Markovic e Djuro são 10x melhores a fazer a posição, não sei onde está a dúvida por parte do treinador.
Lima na primeira parte falhou pelo menos 3 boas oportunidades de golo, afinal parece que o ultra goleador que veio de Braga ainda consegue falhar mais que o Cardozo, de positivo o golo decisivo mas tem de melhorar muito tanto a concretizar como a aparecer mais em jogo senão a tal mobilidade não tem grandes vantagens. O golo foi mal anulado porque ele ajeitou com o ombro e não com o braço, como atenuante patiu de fora de jogo.

MAXI mais que imperdoável o erro é colocar em campo um jogador na sua má forma, é a mesma coisa do que andar a esgravatar á maluco sem camisa e depois sair um filho ou apanhar um bicho e dizer que a sorte é madrasta! Com o André e o talento Cancelo é muito mau ver estas situacões a repetirem-se ano após ano no reinado de JJ.
Enzo também em má forma possivelmente é mais a cabeça do que o fisico.

A aposta nos 3 sérios de uma assentad também me pareceu um pouco descabida até porque do Sule ainda não se viu grande coisa.

Artur continua a não inspirar confiança teve duas f´fias de seguida, na 2ª foi salvo pelo Luisão, não sei qual é a dúvida em resgatar Júlio César porque com Artur na baliza nunca vamos ser campeões.

É o quinto ano de JJ no SLB e vejo-o a continuar a cometer os erros de sempre, impressionante, o que ainda impressiona mais é ainda continuar com ma legião de devotos entre eles preidente incluido.

Venha agora o SCP, estou para ver se é desta que o JJ consegue dar a volta ao Jardim, não estou nada confiante...

Antonio Vieira disse...

Pouca vergonha que está este Benfica de jj.. para ganhar ao gil vicente em casa foi preciso chegar aos descontos. Bem enquanto ganhámos já foi uma sorte..

Anónimo disse...

Caríssimos pareceu-me que o árbitro no lance do Lima levanta o braço assinalando livre indireto. Foi-lhe assinalado o fora de jogo. E bem.

Pedro disse...

Vistas as imagens Lima está em claro fora de jogo mas o fiscal de linha nada assinala. Se há braço ou não é complicado de ver mesmo com as imagens de TV logo dou o benefício da dúvida ao árbitro.

Benfiquista no Norte disse...


O desacerto de Lima na 1ª parte comprometeu uma vitória tranquila da equipa.

Faz-me sempre impressão como jogadores profissionais conseguem dar charutões à boca da baliza. Ao menos que façam chegar a bola ao guarda-redes...

Depois, como sempre, o árbitro ajuíza sempre mal contra nós, o fora-de-jogo do Rodrigo, isoladíssimo, é de bradar aos céus, lá está em prejuízo do SLB.

Depois, o normal em futebol, quem não marca sofre...

Finalmente, a conclusão de que não saindo ninguém titular até dia 2 ficamos com um banco fortíssimo.

Ps: depois do trauma da época passada lá me vejo de novo a torcer como um louco pelo Glorioso, apesar de na casa dos 50, com filhos e outras responsabilidades, a ficar emocionadíssimo por termos ganho à equipa de Barcelos. Que doença é este clube!

Anónimo disse...

se n ganha... ja tinha ido de vela...


http://www.jesusaindaetreinadordobenfica.com/