blog

domingo, outubro 06, 2013

Estoril - SL Benfica: 1-2

Regresso às vitórias do SL Benfica (algo me diz que vou repetir esta frase algumas vezes durante esta época) na Amoreira frente a um aguerrido Estoril que vendeu bem cara a derrota.

Regresso às vitórias mas ainda não foi desta que foi um regresso às vitórias convincentes e bem jogadas. Nem por sombras. O jogo do Glorioso foi o que tem sido ao longo desta época, apático, sem chama, com muita falta de inspiração sendo "abanada" apenas por fogachos individuais que, felizmente desta vez, resultaram em golos e na conquista dos três pontos. Não faltou o golo sofrido da ordem nem o sofrimento até ao apito final do árbitro. Este Benfica está longe, muito longe, de afastar este cenário. Precisa de vencer para ir ganhando confiança mas precisa que os seus jogadores demonstrem mais atitude, mais vontade. 

Continua, igualmente, a saga das lesões. Sei que muitos acham que nada se deve comentar mas há algo aqui que é estranho. São vários os jogadores que se lesionam "sozinhos", várias vezes o mesmo tipo de lesão. Há que perceber o que se passa e resolver. Rapidamente. Hoje Jorge Jesus procurou rodar o plantel e não critico isso porque sei que temos plantel mais que suficiente para poder ser rodado e mesmo assim ganhar qualquer jogo em terreno luso. Cardozo ficou no banco, Rodrigo foi titular com Lima ao lado. Até acho que o espanhol não esteve nada mal mas apagou-se na segunda parte como o resto da equipa e depois, verdade seja dita, Rodrigo não é Cardozo e Tacuara não perdoa. Valha-nos isso.

Finalmente a expulsão que todos os anti desejavam: Maxi Pereira viu o merecido vermelho. Ainda bem que o penalty não deu golo porque tenho sérias dúvidas neste lance. A bola bate no braço sem qualquer dúvida mas vem da cabeça de um outro jogador do Estoril e não desvia a bola do seu trajecto. A expulsão do jogador do Estoril é acertada.

Depois de Paris este foi o jogo esperado. Não tinha grandes ilusões em relação a uma excelente exibição e/ou vitória robusta até porque o Estoril está a jogar muito mais do que nós. Era importante ganhar por todas as razões e mais alguma mas sem ilusões, o Benfica está longe de dar confiança aos seus adeptos. É preciso mostrar mais, muito mais, do que o que foi mostrado esta noite. 


11 comentários:

Ribeiro dos Santos disse...

Tudo certo.
Só faltou dizer que houve dois lances para vermelho directo, que o árbitro viu, e mostrou amarelo.
Parece a do Mangala contra o Arouca...

Como é possível??

Anónimo disse...

O maxi foi expulso? Fixe! isso quer dizer no próximo jogo vamos ter um lateral direito em campo, tem sido complicado até hoje jogar sem nenhum.

Anónimo disse...

Um pequeno detalhe irrelevante: Le-se e parece que o Benfica jogou sozinho. So ha demerito e demerito. Entao do outro lado nao estava a equipa sensacao? Entao o super Marco Silva?

Antonio disse...

Anónimo, ia comentar o teu post mas ..., deixa estar, não vale a pena!

Pedro disse...

O Benfica nunca joga sozinho. Aliás, normalmente até jogámos sempre contra duas equipas.

Do outro lado estava a equipa sensação do super Marco Silva que com 10 conseguiu fazer frente ao plantel dos 130 milhões do Catedrático que acabou o jogo a suspirar pelo apito final.

Vamos comparar a matéria prima que o super e o catedrático têm ao dispôr ?

Gritinhos da Sharapova disse...


O jornal Record titulou que "Vieira foi ao balneário"

Quererá isto dizer que o homem estará com uma adição a "cheirinho a sovaco"?

Fica no ar a pertinente questão...

M disse...

Pedro , estou totalmente de acordo com teu ultimo comentário.

Tenho pena é ver que assim é efectivamente, mas quando jogamos contra...PSG's e Chelsea's desta vida( e sendo específicos, contra orçamentos que deixam os nossos 130M a km's de distância) isso já conta para nada e nós já temos a obrigação de jogar taco a taco..

não estou a dizer que o dizes, mas que é pensamento transversal ao universo benfiquista....e nacional diga-se!

abraço

Anónimo disse...

Folgo em saber que o estoril só uma vez na sua história precisou de vender um jogo em campo neutro e desde então tem recebido todos os adversários em casa.

O facto de ter deixado de ser gerido por ex-dirigentes do benfica e já não ter um funcionário do benfica como sócio maioritário é apenas uma coincidência.

João Bizarro disse...

Mais um jogo fantástico. Assim dá gosto ver. Dá gosto ver a alegria dos jogadores a correr pelo Querido Lider.
Correr pelo clube é coisa de antigamente e ultrapassada. Vivemos nos tempos modernos e é bom de ver que a equipa se adaptou...

Os norte-coreanos também não se queixam do Kim Jong-un!

Gonçalo D. S. disse...

Olá amigos gloriosos.

Escrevo este comentário de maneira a informar que o Escolta Vermelha mudou de endereço e para Wordpress.

Neste momento encontra-se em http://www.escoltavermelha.net

Assim sendo, agradeço que se puderem actualizem o link na vossa blogroll, e, se ainda não nos tiverem lá, adicionem que a simpatia será retribuida.

Um abraço benfiquista e obrigado!

Gonçalo (www.escoltavermelha.net)

Pedro disse...

Bem lembrado...coincidência ter sido o SLB o clube obrigado a fazer 600 kms quando podia apenas ter feito 50. Coisas deste futebol tuga.