blog

terça-feira, janeiro 06, 2015

O adeus de Enzo e o olá de Mukhtar


"Obrigado por esperarem seis meses" - Foi esta declaração dita por Enzo Perez na apresentação do seu novo clube que fez incendiar os benfiquistas. Os mesmos benfiquistas que defenderam a venda por ela ser irrecusável, quer pelos valores envolvidos, quer pela idade do jogador. É esta bipolaridade que torna o adepto de futebol uma coisa maravilhosa. Não encontro nestas palavras nada de ofensivo para o SL Benfica e acho-as tão normais como as recentes declarações de Júlio César a elogiar as condições que o clube tem. São declarações para agradar o novo clube e adeptos, perfeitamente normais. 

Enzo Perez foi vendido por 25 milhões. Não se pode afirmar que é uma má venda, um mau encaixe financeiro. Se é um bom negócio só o futuro dirá com o impacto desportivo que tal venda irá provocar. Analisando friamente 25 milhões por um jogador com 28 anos que pretende obter um bom contrato para si é um valor bastante interessante mas, como sempre, nunca podemos ignorar o contexto. E o contexto é um clube cujo dono tem bastante dinheiro, está muito interessado no nosso jogador e o qual tem uma cláusula de 30 milhões de euros que o nosso Presidente disse não abdicar. E, claro, não podemos esquecer a necessidade financeira do clube onde tal encaixe financeiro será bastante útil.

Desportivamente será sempre uma incógnita mas não podemos negar que perder um jogador de tamanha qualidade é sempre dar um passo atrás. Resta esperar que os que irão ocupar o lugar vago consigam fazê-lo esquecer o que significará sucesso para a equipa.


Uns saem outros entram. Parece ser o caso de Hany Mukhtar que veio a Lisboa assinar um pré acordo. Mais um jovem cheio de potencial cujas referências são todas bastante elogiosas. Nada tenho contra o clube estar atento a estas possíveis estrelas, mas custa-me ouvir sempre a mesma conversa quando chegam estes jovens estrangeiros e depois nenhum ser aproveitado para a equipa principal ou quando é, rapidamente ser descartado perdendo-se o rasto numa série de empréstimos a diversos clubes. Por isso só espero que Mukhtar seja uma agradável excepção, que se revele um tiro certeiro e que possa, envergando o Manto Sagrado, alcançar o máximo sucesso possível.

3 comentários:

Anónimo disse...

Pedro
São 25 milhões mais 5 milhões por objectivos, o que, tendo em conta a liga espanhola, o Benfica terá mt dificuldade em garantir essa verba...
a.p.

Benfiquista no Norte disse...


Depois de ver uma glória a quem tanto o clube deve, como o Sr Mário Coluna, ajoelhar-se em público, perante uma vasta plateia, a agradecer tudo o que o clube fez por ele, deixei de dar grande importância aos jogadores modernos.

Quero que ganhem, que se esforcem pelo SLB, mas depois cada um vai à sua vidinha, e se no final ainda nos derem a ganhar uns belos trocos melhor.

Não lhes chamo mercenários, apenas acho que há uma relação profissional mútua, e pronto.

Há depois algumas, poucas, excepções, como o Luisão ou o Maxi, em que realmente os jogadores poderão via a ficar definitivamente ligados à nossa história. Se tudo correr bem...

chakra indigo disse...

Os jornais bem tentam inquinar a opiniao dos Benfiquistas, mas vamos ler o que disse hoje Enzo Perez numa rede social
Até sempre Enzo, tu ficas no meu coração!
Amigos benfiquistas, son días con sensaciones encontradas. Siento la alegría por el nuevo desafío que me espera en Valencia, pero también la tristeza de dejar al club que me permitió llegar a Europa, crecer, salir campeón, ser elegido el mejor jugador de la liga portuguesa y jugar un Mundial. Fueron tres años y medio fantásticos, que nunca olvidaré porque ya quedaron grabados en mi memoria y en mi corazón. El cariño que recibí de parte de ustedes, los hinchas, me hizo sentir como en mi casa. Y Benfica es mi casa, no tengo dudas de eso. Porque aquí dejo amigos más que compañeros, con los que conseguimos cosas importantes para el club, porque sin el aporte de cada uno de ellos hubiera sido imposible ser campeones. Porque ahí conocí a un entrenador y a un cuerpo técnico que me dio toda la confianza y eso me permitió seguir aprendiendo y ser cada día un poco mejor. No fue fácil el comienzo, pero nunca dejaron de creer en mí y eso fue fundamental para que regresara y pudiera rendir como Benfica se merecía que yo respondiera. Hoy a todos, cuerpo técnico, compañeros e hinchas, cuerpo médico, ayudantes, nutriciónista y demás me toca decirles adiós. Hoy es imposible decir si tendré la oportunidad de volver a vestir la camiseta de Benfica, pero más allá de eso, yo puedo decir con mucho orgullo que defendí esos colores, que fui campeón y festejé en ese estadio magnífico, y que me llevo para siempre el cariño de toda esa familia que es Benfica. Por todo eso les digo eternamente gracias!!!

Saludos Enzo Perez y familia