blog

terça-feira, janeiro 03, 2012

V.Guimarães - SL Benfica: 1-4

Depois das férias natalícias o regresso à competição na estreia do menor troféu da época mas que é para ganhar.

E começamos bem com uma boa vitória, num terreno sempre complicado apesar de defensivamente não termos estado tão bem como é exigido ao SL Benfica com demasiados espaços e oportunidades de golo permitidas ao adversário. Luisão regressou mas, principalmente na defesa de lances de bola parada, a defesa esteve frágil. Felizmente o ataque esteve muito bem e compensou o menor acerto da defesa. Chegámos cedo ao golo e podíamos também rapidamente ter aumentado a vantagem mas tal não aconteceu e num dos tais lances de bola parada logo no início da segunda parte o Vitória chegou ao empate. Mas estava Cardozo em campo e o resto foi natural. E o que é o resto com Cardozo em campo? Golos é claro. Evidente que o facto de o Vitória ter ficado reduzido a 10 teve influência mas com Cardozo em campo todo o futebol do Glorioso foi diferente. Podemos pedir oportunidades a outros jogadores menos utilizados mas depois, entra Cardozo, e a diferença é abissal.

Esta vitória folgada é muito importante para manter a moral em alta mas, acima de tudo, para garantir a liderança no grupo uma vez que, parece-me, que o vencedor do nosso grupo irá defrontar o vencedor do grupo dos corruptos e, se formos um dos melhores primeiros, jogaremos em casa as meias finais. Agora resta vencer os dois jogos em casa e aproveitar o jogo seguinte, com o Santa Clara, com o devido respeito, para cimentar o número de golos marcados e segurar o tal melhor primeiro classificado.

Aimar é um artista e nem sequer concebo a conversa de Vieira em que o nosso melhor jogador tem que baixar o ordenado para renovar. Cardozo entrou e fez o que todos vimos. Jogou, fez jogar, marcou, deu a marcar. Nélson Oliveira teima em mostrar serviço nas oportunidades que tem enquanto que Rodrigo não deixa escapar nada. Jesus parece ter toda a razão para apostar mais num do que no outro. Emerson fez um jogo muito mau e pela primeira vez senti que a sua exibição influenciou negativamente a equipa pois por mais que uma vez Aimar escolheu jogadas mais dificeis do que colocar a bola num Emerson isolado. Nolito com uma alma muito boa a mostrar que tem de ser, claramente, titular nesta fase. Witsel é fabuloso. Porquê? Num jogo onde não joga nada, marca um golo. Os grandes jogadores são assim.

Bruno Paixão. Só rir os comentários dos histéricos da SIC. O homem erra ao assinalar um canto contra nós, há penalty claro sobre Nolito e é assinalado erradamente fora de jogo a Nélson Oliveira (acho que era ele) que se isolava na cara do guarda redes do Vitória. Erros claros e óbvios. Mas os comentadores da SIC queriam um penalty de Maxi em que o contacto (que é permitido em futebol) acontece fora da área; Queriam uma expulsão de Javi que apenas procurou passar pelo braço do jogador do Vitória que o estava a impedir de passar onde apenas eles viram uma cotovelada; Queriam um penalty de Garay onde é ele que está a ser agarrado e passa-se fora da área. Enfim. Expulsão de Pedro Mendes acertada e dúvidas no golo anulado a Cardozo.

Agora é pensar no Leira numa jornada que pode ser muito importante para o campeonato. Lagartos, façam algo de jeito.

CARREGA BENFICA, rumo à quarta!!!

PS: Ricardinho de volta ao SLB. Há alguns blogs lagartos que deve estar com uma azia...LOL..as coisas que aqueles pobres coitados acreditam..

12 comentários:

Pedro disse...

só discordo de uma coisa: o Witsel fez uma GRANDE segunda parte, no miolo do terreno.

e uns elogios ao Jesus, que transformou a equipa ao intervalo?

Jotas disse...

Finalmente o Benfica voltou a jogar, que saudades.
Vitória justa, num jogo complicado, contra um adversário que como todos os outros fez do jogo contra o Benfica o jogo de uma vida, que se jogasse sempre assim, certamente a sua classificação seria outra, e com o enorme Tacuara, mais uma vez a dar um bofetada a uns quantos parvalhões que insistem em assobiá-lo e a mal tratar um goleador que é apenas indispensável.
Aos zés do assobio só posso dizer que não sendo eu um entendido da bola, eles certamente nem sabem o que é uma bola.
Venha agora Leiria, um jogo de enorme importância.

Manuel disse...

E os elogios ao Emerson, ao contrário do que dizes, que foi apenas um dos melhores? Já é o segundo jogo seguido que joga bem. O resto da conversa sobre o Emerson são apenas desculpas e tentativas de encontrar defeitos e argumentos contra o rapaz. Conversa típica de pessoas que têm preconceitos contra alguém.

De um benfiquista, acho inconcebível. É mais próprio de um andrade ou lagarto. Eles é que são especialistas em encontrar defeitos em jogadores benfiquistas.

Rearviewmirror disse...

Tribunal d'OJOGO

26' Toscano cai à entrada da ára após disputa com Maxi. É falta?

Jorge Coroado
Toscano sente o contacto do braço de Maxi Pereira e atira-se para a piscina. A ser sancionada, uma infracção devia ser por simulação, com o correspondente cartão amarelo ao vimaranense.

Pedro Henriques
Toscano, depois de ganhar posição, é impedido de prosseguir a sua acção por Maxi Pereira, já no interior da área. Uma infracção passível de grande penalidade e cartão amarelo.

Paulo Paraty
Toscano é agarrado fora da área por Maxi Pereira, que impede a progressão de ataque prometedor. Justificava-se o livre directo.

OU seja, 3 ex-árbitros, no mesmo lance, conseguem ver uma simulação, um penalty, e outro uma falta fora da área.
Que credibilidade é que isto merece?

www.averdadedaliga.blogspot.com

Mr. Shankly disse...

Só uma coisa: o Nolito foi o melhor em campo (talvez em igualdade com o Cardozo). Já achava que devia ser titular, pelos golos e pela raça que demonstra, e também pela queda do Bruno César. Mas foi a primeira vez que me convenceu, e fez um grande jogo.

Mr. Shankly disse...

"E os elogios ao Emerson, ao contrário do que dizes, que foi apenas um dos melhores?"
Achas mesmo? Eu achei sofrível, e que foi sem dúvida o pior da equipa.

Dr House disse...

Parece que o Sr Eusébio Ferreira foi de novo internado, o que me preocupa.

De igual modo me preocupa a Irina Shayk. Sempre em pelota por aí! Ainda vai ficar doente a miúda.

Manuel disse...

"O pIor da equipa" foi o Nelson Oliveira. Sabem quem é? Mas isso é o que menos interessa, "o pior da equipa"! O QUE É ISSO?

Eu acho que o Emerson tem sido um dos melhores nos dois últimos jogos. Tem sido o jogador que mais tem evoluído o que prenuncia boas coisas para o futuro. E isso é o que me interessa mais.

O resto é conversa de andrades!

Mr. Shankly disse...

Certo, Manuel. O Emerson é um craque de nível mundial. Eu critico porque sou andrade. Poupa-me a essas baboseiras, pode ser?

Pedro disse...

Shankly, para alguns está sempre tudo bem. Não há nada a fazer...mesmo quando estás a 30 pontos do primeiro classificado numa época desastrosa os do costume defendem que está tudo bem. Já nem vale a pena discutir seja o que for...

O Emerson é claramente o elo mais fraco da equipa mas ele não tem culpa pq dá tudo em campo. Não se pode pôr em causa a sua entrega e profissionalismo. Ele é vítima de uma teimosia inexplicável do treinador.

Mr. Shankly disse...

Pedro, é isso mesmo. Não falto ao respeito ao Emerson, e é óbvio que não lhe falta entrega, dá o que tem. Agora, falta talento. Nem sei se o Capdevila seria melhor, só sei que o Emerson não está ao nível que eu gostaria que estivesse. E dizer isto não implica que embirre com o homem, simplesmente constato um facto. Se lhe vou dizer isto pessoalmente ou assobiá-lo? Claro que não. É jogador do Benfica e vou apoiá-lo sempre. Isso não significa que esteja satisfeito.

John Wakefield disse...

Emerson é limitado e irregular, isto é, tem fases positivas e negativas. Nunca foi titular indiscutível no Lille e sempre foi 1 jogador de rotação no clube francês, apesar de ter ganho aí títulos.
A defender até se desenrasca e revela um posicionamento habitualmente adequado, mas no apoio ao ataque é muito fraquinho, lento e previsível. Ganha uns lançamentos e uns cantos quando as coisas lhe saem menos mal, senão veremos cruzamentos em direcção à bancada e passes denunciados para o adversário.
Contudo, é uma opção útil no plantel mas não é jogador para ser titular indiscutível neste clube.
Todavia, se o é, é pura e simplesmente por falta de concorrência, visto que Capdevila não conta para Jorge Jesus e por isso, nem alinhou no jogo da taça da liga.
O espanhol é uma carta fora do baralho na Luz e espero que saia em Janeiro porque é o melhor para todos. Birra do Jorge Jesus que sairá cara, contudo também é verdade que o espanhol está sem ritmo físico e, por isso, também não pode ser, neste momento, uma alternativa à altura dos pergaminhos do Benfica.
E se não roda sequer na taça da Liga para ganhar ritmo físico, então só jogará quando o Emerson apanhar o quinto amarelo ou se lesionar o que espero que não aconteça porque o Capdevila, sem a forma física adequada, não passará também dum jogador completamente banal.