blog

terça-feira, setembro 02, 2014

Último reforço


No fecho do mercado de transferências o SL Benfica assegurou a contratação de mais um médio, o jovem italiano Cristante, por seis milhões de euros, ao AC Milan. Era um jogador já referenciado pelo Benfica e que aumenta o leque de opções de Jorge Jesus para o meio campo após a grave lesão de Amorim e a ainda recuperação de Fejsa.

Não conheço o jogador mas os elogios que lhe são dados criam expectativa. Espero que se torne um dos melhores do Mundo e que alcance todo o sucesso desportivo no maior clube do Mundo. Bem vindo ao Enorme.

Não ponho em causa a qualidade do jogador mas questiono a coerência da política desportiva. Cristante, pelo que pude saber, jogou apenas 4 jogos na época passada pelo clube de Milão, tem 19 anos. Qual a diferença entre este jovem italiano e os nossos jovens quer da formação quer da equipa B? Faz sentido dar 6 milhões de euros por um jogador com pouco tempo de jogo neste actual Milão ao mesmo tempo que se afirma que os nossos jogadores ainda não estão preparados para o salto para a equipa principal?

12 comentários:

RS disse...

A diferença é que nem todos os jogadores têm o mesmo potencial ou nem a todos se reconhece o mesmo potencial. Essa conversa irrita.

Pedro disse...

O que me irrita é ver os nossos jovens serem sempre preteridos por outros de qualidade duvidosa que custam milhões. Isso sim é que me irrita.

Não há na nossa formação potencial para ocupar os lugares de Benito, César, Luis Filipe, Victor Andrade, Djavan, Candeias só para citar os mais recentes?

Gandhy disse...

Pedro, quando este Italiano for vendido por 25 milhões daqui a dois ou três anos, a conversa vai ser outra. Quem se recorda de Rodrigo e das críticas a gastar 5 milhões num jovem da equipa B do Real.

Calma pá, não façam filmes onde não existem. Alguns jovens até têm sido lançados, outros não, ou por embirração ou por falta de qualidade.

Quem lançou André Gomes e André Almeida? Nélson Oliveira, até teve algumas oportunidades à três épocas, desperdiçou.

Tentaram lançar Roderick, e o Cavaleiro também jogou, mas neste momento precisa de ser titular, o que no SLB atual estava longe.

Os únicos casos que se pode apontar é o Cancelo, por falta de qualidade, opinião minha particular, e Bernardo Silva por embirração.

E como já se viu não é o BI que conta, nem idade, nem nacionalidade, é a qualidade. Markovic era velho! 19 anos, mas mais futebol num é que o Cavaleiro no corpo todo. Rodrigo, Oblak, não eram velhos!!

Isto de jogar com 4/5 promessas não é para clubes que tentam conquistar títulos. Ou querem ser os lagartos, campeões do 2.º lugar com Paulo Bento, onde lançava putos.

Nem o Barça, o clube que lança mais putos, conseguiu aguentar-se assim. Perdeu a hegemonia espanhola e europeia que tinha e teve de se virar para fora. Contratou que se farta esta pré-época.

Nem oito, nem oitenta.

ps. Daqui a 5/6 anos, vamos ver onde andam estes putos que todos falam.

Pedro Manuel Anastácio disse...

Pedro..
Este miudo é um médio defensivo de raiz, forte fisicamente muito evoluido no passe e com uma qualidade técnica semelhante a Matic, é mais posicional que Matic isso é certo.
Ou seja o Benfica acaba de contratar um jogador que não tem igual nem no plantel nem na equipa B, os nossos médios defensivos são fracos fisicamente e ainda precisam de muito trabalho.

O Benfica na sua formação tem jogadores para o futuro, mas para o momento actual nenhum ainda oferece capacidade de imediato para singrar a na equipa A, o Teixeira por exemplo é demasiado "leve" fisicamente, e para um meio campo que trabalha como o do Benfica é precisa algo mais que saber dar 2 toques na bola, o Talisca neste momento oferece mais que o Teixeira porque fisicamente é mais forte é mais alto e sabe o que é a pressão de jogar ao mais alto nivel..

Vamos com calma ao que parece o Benfica estava na duvida no caso dos pontas de lança..
Ou vinha o Campbell pelos 10 milhões, ou então o Guedes assumiria já a subida aos A's, e parece que a recusa do Arsenal em vender o Campbell pelos 10 milhões falados veio ajudar o Guedes, a ver vamos se o miudo pega...

Uma coisa é verdade, o Benfica para lutar em Portugal e se quiser fazer algo de interessante lá fora não lhe chega ter um bom 11...tem de ter pelo menos 23 jogadores de bom nivel, e parece que o conseguimos, temos neste momento um excelente plantel algo que à 1 mês atrás todos nós duvidavamos, vamos agora esperar pelo estabilizar do 11 (agora irão acabar as experiências com Jara e Talisca) e ver o que é que esta equipa nos pode dar...

Arsène Lupin disse...

O que é engraçado é que os adeptos do Milan dizem exactamente o mesmo refrindo-se à venda do Cristante, que se está por lá a dar lugar a estrangeiros preterindo os jovens da formação.

Aparentemente, por lá têm o jogador em grande conta, vamos ver como se sai.

Pessoalmente tinha preferido contratar um avançado, uma vez que já contratámos o Samaris para o meio campo e o Enzo ficou.

Pedro disse...

Ghandy, e quem sabe se um Bernardo ou um Cancelo, se fossem apostas sérias (e apostas sérias não é só serem titulares sempre!) não podiam ser tb vendidos por 20 milhões daqui a uns anos.

O que me custa é ver os putos não terem oportunidades pq elas são dadas a jogadores em que facilmente se verifica a pouca qualidade. Esta pré época é um bom exemplo disso. Tosco por tosco prefiro os nossos.

A questão com Cristante vai mais na argumentação usada para não apostar nos nossos. Se Cristante tivesse muitos jogos de série A nas pernas não teria dito nada.

Milton Friedman disse...


Há que ter em conta a economia do futebol enquanto negócio:

* um jovem da formação fica registado nos activos das SAD por um valor de custo baixo;
* um jovem da formação não gera receitas directas de facturação e de comissões para os agentes (e outros...).

Para manter o futebol vivo e interessante, o dinheiro tem que circular entre todos, logo é preciso comprar e vender.

Às vezes creio que as compras de jogadores sem nexo que SLB e outros clubes fazem servem apenas para manter liquidez no negócio, para que os pequenos clubes também tenham receitas perante os seus credores. E para vender jornais.

Custa mas é a verdade. O futebol hoje é mais um negócio que um desporto.

Pedro disse...

Milton,

Sem dúvida. E há outros casos em que para comprares um jogador de top tens que comprar um tosco. Por exemplo, para teres o Markovic tens que ficar com o irmão, para renovares com Matic tens que contratar o irmão. Ok, aceito isso.

zorg disse...

"Qual a diferença entre este jovem italiano e os nossos jovens quer da formação quer da equipa B?"

A diferença é que as pessoas que gerem o futebol do Benfica acreditam que este rapaz tem talento e potencial e não acreditam que exista alguém na equipa B capaz de desempenhar o mesmo papel, com a mesma qualidade. No fundo, é a mesma razão pela qual o Markovic seria impossível de substituir pelo Cavaleiro (que até é mais velho), ou por qualquer outro extremo da equipa B.

O facto de haver um jovem de 19 anos com qualidade, não significa que tenha de existir um equivalente na formação do Benfica.

Anónimo disse...

Relativamente ao investimento por um jogador c 4 jogos na equipa principal para a liga: Quantos jogos tinha o ano passado para o campeonato o André Gomes até ser anunciada a sua venda por 15M?

Pedro disse...

E foi por isso que muito se discutiu a veracidade desses valores pelo André Gomes...

DIácono Remédios disse...

Milton Friedman, estás a ofender a memória de um grande economista pois conseguires num pequenos comentários dizeres quase 10 disparates. Especulação e insinuação não é sabedoria, é burrice e ignorância.

Os miúdos da formação do Benfica actualmente nenhum serve para os A como muito bem disse o Anastácio e o Zorg. E eu tenho visto os jogos todos.
Mesmo o Guedes a quem eu prevejo um bom futuro, se não se estragar o que pode acontecer com toda esta pressão precoce, penso que é ainda muito cedo. Talvez na Taça da Liga.

Os treinadores que os treinam e convivem com eles todos os dias sabem melhor do que os ignorantes trauliteiros da internet.