blog

domingo, abril 26, 2015

SL Benfica - FC Porto: 0-0

Fraquinhos.

O jogo que podia decidir o campeonato apenas serviu para demonstrar, novamente, que os azuis estão longe da qualidade que muitos lhe apontam e que Jorge Jesus não dá mais que isto. Mais um jogo decisivo em que o treinador do Benfica mostra-se incapaz de vencer, de demonstrar superioridade e, acima de tudo, não mostrar medo. Sem Sálvio inventa Talisca na ala onde o jovem brasileiro pouco ou nada, naturalmente, conseguiu fazer. Lopetegui fez o básico, reforçou o meio campo e contra o modelo de Jorge Jesus isso é meio caminho para controlar o jogo mas pouco mais fez do que isso. Tinha bola mas não conseguia fazer nada de relevante. As "estrelas" azuis, os laterais de sonho, o melhor doas avançados, simplesmente zero. Do outro lado um monstro chamado Jardel a meter tudo e todos no bolso, um Maxi dono e senhor da sua lateral direita, Júlio César e Luisão a darem tranquilidade à equipa. Nestes jogos costumam aparceer as estrelas do Glorioso a salvar a equipa e o treinador mas sem Sálvio e com Gaitan apagado foi notória a falta de inspiração ofensiva da equipa e o recurso ao sistemático chutão não deixa qualquer margem de dúvida sobre essa situação.

Na segunda parte o Benfica aproveita o desgaste físico do Porto e equilibra a partida, passa a ter mais bola e com isso a baliza de Helton passa a ver mais de perto os jogadores do Glorioso. Jorge Jesus resolve o problema que criou ao meter Fejsa no lugar de Talisca, reforçando o meio campo. Desde cedo com Eliseu amarelado e Gaitan uns minutos depois nunca o Porto foi capaz de aproveitar essa debilidade psicológica da ala esquerda do Glorioso e, por incrível que pareça, nem conseguiu aproveitar a completa nulidade que foi Talisca na esquerda. Este Porto também não dá mais que isto.

Não considerar Jardel o melhor em campo é não perceber nada de bola. Infelizmente o que não falta por aí é malta dessa. Enorme jogo do nosso central a não dar hipóteses a Jackson nem a qualquer outro que lhe apareceu à frente. Maxi, Luisão, Samaris, Jonas a cumprirem. Pizzi talvez demasiado nervoso. Eliseu muito bem após o amarelo a cosneguir ser muito mais tranquilo do que estava à espera. Lima a mostrar as debilidades conhecidas quando o nível do adversário aumenta. Talisca uma nulidade mas a culpa é de quem o coloca numa posição completamente errada para as suas características.

É inqualificável o que Jorge Sousa fez ao não expulsar Jackson Martinez. Uma falta pode ter subjectividade na análise mas um pontapé na bola não. Uma pontapé na bola é matemático, é factual. E a lei é clara naquelas situações: amarelo para o infractor. Jorge Sousa não só ignora o amarelo como segundos depois amarela Júlio César por demora na reposição. Lembro só que Emerson levou amarelo do Proença por dar um simples toque na bola para o lado. Jackson remata para bem longe. Inqualificável.

Não estou nada confortável com este empate e com esta curta vantagem. Faltam apenas quatro jogos mas três pontos podem ser muito curtos. Queria vencer hoje por todas as razões possíveis mas acima de tudo para perder este sentimento de expectativa que algo possa correr mal. Mais uma vez falhamos a oportunidade de arrumar o campeonato. Que não cedam nas próximas jornadas.

PS: Extraordinária entrada na segunda parte dos Rapazes Sem Nome. Enormes no apoio. 


20 comentários:

Anónimo disse...

Na prática são mais de 3 pontos!O que é preciso é calma!

nonameslb disse...

O Jardel tem me vindo a calar e eu posso dizer que esta naturalmente satisfeito por estar errado,o Homem tem feito grandes jogos.

Anónimo disse...

mais um chorrilho de disparates. o costume.

jorge jesus mostrou uma vez mais que é elite. fez o que tinha que fazer, com um plantel limitadíssimo perante um plantel individualmente muito superior e o mais caro da história do futebol português.

com um plantel de terceiro lugar jesus está a operar um milagre. infelizmente, alguns que não têm noções básicas sobre o que é o futebol não percebem isso.

é quinje a jero, porque sim. jesus até devia ser mais defensivo mais vezes. tivesse feito isso em braga, paços e vila do conde e tínhamos 6 pontos de avanço.

quem tinha que ariscar era o porto. não o fez. não eramos nós a ter que o fazer de maneira a facilitar-lhes a vitória. jesus fez o que fariam no lugar todos o grandes treinadores do mundo.

vais aprender da maneira mais dura - quando ele se for embora e acordares para o regresso aos tempos em que em março já estás à espera do defeso seguinte.

Daniel Martins disse...

Que culpa é que o JJ tem de que os seus jogadores somem erros técnicos atrás de erros técnicos na transição ofensiva? E se as "estrelas" do Porto não mostraram serviço, não terá sido pelo trabalho que JJ tem na organização defensiva da equipa?

ALM disse...

Em princípio concordo plenamente com tudo. Digo só em princípio porque não sei até que ponto JJ não fez bem em não arriscar, porque o facto de arriscar não quer dizer que marcasse nem que o adversário num contra-ataque também não marcasse, e temos de pensar que os corruptos têm melhor banco que nós. Podia era ter reforçado o meio campo.

Pedro disse...

Daniel, é muito fácil cometer erros na transição ofensiva quando a táctica é o chutão para a frente. isso dificulta e muito o controle da bola.

Quem coloca Talisca a titular é JJ. A culpa é apenas e só dele. Quem elabora a táctica é JJ, apenas e só ele.

As "estrelas" do fcp não mostraram serviço pq não sabem mais q aquilo. Simples.

Jardel e Luisão dão 10 a zeros aos centrais do fcp. Gaitan é melhor que qqr um do fcp. Samaris e Pizzi são muito melhores que Casemiro e Evandro. Tomara o Lopetegui ter um Amorim e um Fejsa no banco.

É de loucos dizer que JJ está a fazer um excelente trabalho pq o fcp tem um plantel de sonho. É não perceber nada de bola.

Pedro disse...

ALM, se JJ não quer arriscar tem que reforçar o sector onde o fcp será mais forte, no meio campo, por ter mais jogadores. Ao colocar Talisca na ala JJ está a arriscar e muito, infelizmente não está a arriscar para ganhar.

É mais um jogo onde salta à vista toda a inaptidão táctica de JJ.

Anónimo disse...

Quantidade enorme de asneiras, disparates tal e coisas que não aconteceram. Tufo fruto da congénita ignorância do autor do texto.
JJ deu um banho de táctica a Lopetegui. O resto é conversa da treta de adeptos que não pescam nada de futebol mas acham que sabem.

Pedro disse...

Banho táctico. LOLOLOLOL

Dr. Ghozé Pablito disse...

JJ fez uma das melhores leituras de jogo desta temporada. Criticas o Talisca? Não têm andado a criticar o Ola John? Quem é que ele poderia meter? Se tivéssemos perdido por esta tática, ok, a crítica era válida. Mas com este desfecho... O porto fez imensas falta nos primeiros 20 minutos e isso tirou-nos alguma concentração e fluidez de jogo. É nesse período que costumamos ser mais fortes. O árbitro não esteve bem na marcação das faltas e nos cartões. No final, parabéns a todos!

Daniel Martins disse...

A táctica de JJ não é nem nunca foi o chutão e isso é bastante claro. A equipa só o faz quando não consegue sair a jogar, e ainda bem porque há zonas do campo em que não convém perder a bola. Logo aí demonstras estar distraído ou então o teu desamor ao JJ é tão grande que te tolda a vista.

Concordo contigo na crítica à utilização do Talisca, mas os erros técnicos de que falei não foram só dele.

"As estrelas do fcp não mostraram serviço pq não sabem mais". Já eu e qualquer pessoa que saiba apreciar futebol sem os óculos da clubite consegue ver que este plantel tripeiro tem vários jogadores de grande nível. Se eles não brilharam hoje, de certeza que não foi por falta de qualidade. Foi porque do ponto de vista ofensivo e COLECTIVO são algo previsíveis, e porque JJ defensivamente é do melhor que há.

"Jardel e Luisão dão 10 a zeros aos centrais do fcp". Ai sim? Em quê? Fisicamente não são assim tão superiores, tecnicamente muito menos. Será posicionalmente? Lembras-te do Luisão antes do JJ entrar no Benfica? Lembras-te do Jardel dos primeiros tempos? Naquilo em que eles são melhores que os do FCP, são-no graças ao JJ e isso é tão claro como água que nem tem discussão.

"É de loucos dizer que JJ está a fazer um excelente trabalho pq o fcp tem um plantel de sonho". Aqui estamos novamente de acordo. O critério nunca será de comparação com outra equipa. A razão pela qual JJ está a fazer um excelente trabalho é porque, com um plantel muito inferior ao da época passada, à 30ª jornada só tem um ponto a menos. Entre outras razões.

Pedro disse...

Nunca disse que a táctica de JJ é o chutão, digo é que muitas vezes o SLB recorre ao chutão pq a táctica de JJ é engolida pelo adversário como foi ontem. Algo que acontece bastas vezes sempre que o adversário é superior aos Rio Aves e Marítimos desta vida.

Está descansado que nada me tolda a vista. Se assim fosse não falava de factos claros e concretos.

Obviamente que o plantel dos corruptos tem qualidade, simplesmente não tem a qualidade que muitos lhe apontam. É, sem dúvida, o segundo melhor plantel do nosso campeonato.

Jardel e Luisão são superiores em tudo o que um central precisa para ser bom. E ainda temos o Lisandro q é bem capaz de ser melhor que todos os outros.

Se JJ fosse assim tão bom treinador já éramos campeões a esta altura. Assim, como sempre, estamos a fazer figas para não perder pontos. Com esta total ausência de concorrência e é sempre a sofrer até ao fim.

Pedro disse...

"Criticas o Talisca? Não têm andado a criticar o Ola John? Quem é que ele poderia meter?"

Não critico o Talisca, critico quem o pôs numa posição onde ele é uma nulidade. E por andarem a criticar o Ola John? Tb criticam o Talisca e ele continua a metê-lo. Sulejmani, Guedes, Ola John. Tudo opções de alas sem ser preciso inventar. Se quiser inventar e meter o Talisca muda o modelo de jogo para que o Talisca possa jogar no meio, no apoio aos avançados onde ele consegue fazer algo de jeito com a bola nos pés.

Henrique Ponte da Luz disse...

Boas meus caros,
Uma exibição consistentérrima a nível defensivo, um Benfica mais raçudo que os corruptos, o que é de enalteçer!
É indisfarçável com a colocação do Talisca a extremo que o Jota só não queria era o Danilo por ali a cima.
Concordo genericamente com o Pedro, na análise do jogo, e não tenho dúvidas: O Jota destila o "respeitinho medroso" aos jogadores.
Mas alguma vez nestas circunstancias, jogando em casa o empate é um bom resultado? 3 pontos que podiam passar a 6 e sairmos consagrados como Bi-campeões frente ao nosso arqui-rival?
Mamã o monstro vem-nos papar!
Tanga pá! Não menosprezando as individualidades em potência, a verdade é que o FCP tem sido mal orientado e só sobrevive à custa de um Super-Jackson, e que nós em casa temos demonstrado com todas as equipas do caralho do mundo que aqui ganhamos Nós! Nós com o Jota!
Eu nem vi a % de posse, mas deve ser algo confrangedor... já não falo do espetáculo, bestial táticamente, mas decididamente com ordens do balneário tipo Penafiel ("se lá frente chegari alguma coisinha de jeite...)
Pena não termos aproveitado para ter sido já campeões contra uma equipa que vinha "à beira de um ataque de nervos".
ps-dou a mão à palmatória: Não julguei jamais ver o Jardel a ser capaz de travar aquela merda toda sozinho! Parabéns e desculpa mano.
E o Eliseu, mesmo amarelado e com o Porto a carregar sempre pelo seu lado, correspondeu sim senhor.
FORÇA BENFICA!

Frank disse...

Péssimo artigo. É ridículo dizer que o Jorge Jesus não sabe mais, não dá mais, etc. É mesmo ridículo quando o homem está à beira de ser bicampeão, algo que não alcançamos há mais de 30 anos com um plantel muito inferior ao do Porto que tem o plantel mais caro da história do futebol português.
Acho que deves rever essa postura porque te está a impedir de ver a realidade.

Pedro disse...

Jardel é uma máquina. :)
Temi pelo Eliseu mas depois esteve muito bem.

Vai ser bi campeão e depois? Os erros não existem? O fcp não nos deu abébias atrás de abébias?

Vai ser bi campeão. Devia ser hexa com a qualidade que teve ao dispôr e as oportunidades que desperdiçou.

Anónimo disse...

"É inqualificável o que Jorge Sousa fez ao não expulsar Jackson Martinez."

Isto só pode acontecer em dois sítios do mundo, separados por poucos metros: Luz e Alvalade. Um jogador tem um livre para marcar, dá um pontapé na bola, o adversário aproveita a burrice, e o árbitro anula a jogada. Em qualquer lugar do mundo, exceto em Lisboa, a jogada do Jackson era perfeitamente válida. O defesa bate o livre, segue o jogo, tão simples quanto isso. Não era intenção dele? Que não fosse tão BURRO.

E o penalti sobre o jackson? Queres ver que mão na cabeça para impedir de saltar também deixou de ser falta!?

"Não estou nada confortável com este empate e com esta curta vantagem"
Não és só tu, já nomearam o Capela para o vosso próximo jogo. Vai ser uma pouca vergonha até ao último minuto do campeonato.

Anónimo disse...

"JJ deu um banho de táctica a Lopetegui."

JJ deu o mesmo banho tático que deu aos últimos 4 ou 5 treinadores do fcp. Este ano, graças a um lançamento e um ressalto ganhou um dos dois jogos, e pela primeira vez não perdeu nenhum.
às vezes corre bem, outras dá para levar 5. O JJ é uma máquina.

Pedro disse...

Penalty sobre Jackson. hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

Rute Dias disse...

Este título já não foge ao Benfica... São 4 jogos e a diferença é confortável diria. Mais semana, menos semana há festa em tons encarnados ;)