blog

quinta-feira, julho 03, 2008

As modalidades

Um dos temas da actualidade do Sport Lisboa e Benfica é qual o futuro a dar às modalidades ditas amadoras falando-se em cortes radicais no orçamento na maior parte delas.

A minha opnião sobre as "amadoras" é a mesma de sempre: têm que ser autosuficientes. Se não são, paciência. O argumento de que "o futebol também dá prejuízo e ninguem fala em "fechar" o futebol" não faz qualquer sentido porque o Benfica é, acima de tudo, um clube de futebol. É o futebol que nos move, é o futebol que nos apaixona, é o futebol que fez o Benfica. Fomos campeões em Futsal no domingo e ninguem foi para o Marquês festejar. Portanto esse argumento que alguns usam é simplesmente ridículo. Mas, admito, gosto de ver o Benfica triunfar no Andebol, Basket, Futsal, etc e acho que o clube faz muito bem em estruturar e dar autonomia às modalidades para que elas possam existir e manter-se em competição. A quota suplementar para as modalidades é uma excelente medida e pelo seu sucesso (ou insucesso) pode-se aferir da real vontade dos benfiquistas em suportarem essas mesmas modalidades.

Mas se as modalides acumulam prejuízos atrás de prejuízos, se não há patrocinios, se não há público, alguma coisa tem que ser feita. Se o clube tem disponibilidade financeira para dar ajudas suplementares acho que o deve fazer mas sempre tendo atenção à competitividade que a modalidade apresenta na sua competição. Fazer um estudo junto dos adeptos para saber quais as modalidades preferidas, quais as modalidades que mais público geram, etc etc.

Digam de vossa justiça.

53 comentários:

nando disse...

Muito bem. Se não há dinheiro não há palhaços ou Palhaço (Aimar). Apostem no futsal que é a a modalidade mais popular em Portugal a seguir ao futebol e no ciclismo. O resto, excepção feita à final que deu o campeonato em Andebol, para ter o pavilhão às moscas não vale a pena.

Será que o Adu vai ser vendido para o Mónaco?
Quem é o Urreta?
Será que o Miccoli fica no Palermo, como eu já tinha escrito aqui, quando até o director desportivo do clube demitiram à conta disso?
Será que o Aimar vai assinar pelo Everton ainda hoje?
Etc, etc. A bomba do antitripa saíu ao lado.

NSC disse...

Eu concordo que é complicado ter pavilhões às moscas e modalidades que não se auto-sustentam...

Para mim, analisava quais as modalidades que o conseguiam e apoiava apenas essas... E já estou a ver quais são... Futsal, Andebol, Ciclismo e talvez Basquetebol (nos novos moldes...) O resto é fechar...

P.S.: Espero bem que o Adu não seja vendido. O Urreta é considerado um dos jovens mais promissores da América do Sul, mas já estamos fartos de ouvir dizer essas coias e depois... Não me parece que o Miccoli venha, mas o Aimar é ainda uma grande possibilidade... Deixem o Rui trabalhar... :)

Telmo disse...

Quando o preço de um jogador de futebol, que muitas vezes não vem fazer nada para o Benfica, serve para pagar a manutenção de várias das modalidades ao mesmo tempo, todos os argumentos contra as modalidades caem por terra, ainda por cima quando as modalidades dão mais motivos de orgulho nos últimos tempos que o futebol...

Veja-se um exemplo: Quantas modalidades podiam ter sido pagas com o preço+ordenado do Makukula?

A história do Benfica é feita de ecletismo, se lhe tirarem isso tiram-lhe a sua essência e glória.

Alma Benfiquista disse...

Quanto às modalidades, não concordo que fechem. Não vejo as coisas tão "preto e branco" como se dão prejuízo, então fechem-se.
O que é necessário fazer é encontrar formas de rentabilizar essas modalidades e de tornar as nossas equipas cada vez mais competitivas. Uma equipa competitiva leva pessoas aos pavilhões (veja-se as fabulosas equipas de basket de Carlos Lisboa, Pedro Miguel, Henrique Viana, Jean Jacques, Mike Plowden, Guimarães, Steve Rocha, etc. ou a de hóquei de José Carlos, Vítor Fortunato, Luís Ferreira, Paulo Almeida e Rui Lopes, etc.).

A quota suplementar foi (é) uma boa medida, mas de certeza que existem outras mais.
Para levar público aos pavilhões, nada melhor que colocar os jogos dessas modalidades em dia de jogo de futebol, antes (ou depois) de começar a bola.

O que me parece que existiu em relação ao hóquei, ao basket e ao andebol foi que as pessoas se começaram a afastar dessas modalidades quando o clube começou a perder competitividade nas mesmas.

O Benfica é um clube de futebol, mas não só! A nossa popularidade nacional (e também a dos viscondes) deve-se, em boa parte, ao ciclismo. Aliás, um dos grandes motivos da rivalidade Benfica x lagartos foi a rivalidade existentes entre dois ciclistas: José Maria Nicolau (pelo Benfica) e Alfredo Trindade (pelos lagartos).

Cumprimentos

T disse...

Não concordo nada com encerramento das modalidades.
Pedro não achas estranho que estes assuntos venham à baila quando o futebol está "em crise"? Assim foi por alturas do 6º e 4º lugares (não fomos à Europa, desinvestiu-se nas modalidades).
E é assim agora que não vamos à Champions.

Americano disse...

Concordo com a auto-sustentação das modalidades, ou no máximo haver uma verba do orçamento geral (pequena, obrigatoriamente) para ajudar a sustentar as que têm mais dificuldade. E acho hipócrita defender-se o contrário já que os pavilhões estão quase sempre às moscas.

P.S. - nsc, já tinha gostado do teu comentário anterior, agora que defendeste a continuidade do Adu estás ma minha lista "branca" :))

Anónimo disse...

Resta-nos sempre os matraquilhos, o berlinde e o saltar à corda.

Pedro disse...

matraquilhos? Vamos a isso.
Eu e o Hugo batemo-nos com qqr um!!!!
:)

t, estes assuntos vêm sempre à baila qd o dinheiro aperta...

John Billy disse...

As modalidades amadoras são as poucas que têm trazido alguma alegria. Sempre valem um esforço financeiro.
PS: Em relação à notícia do Adu como ela vem no "ONojo" pode ser que seja só mentira.
Se for verdade, dou já um cartão vermelho ao Rui Costa e fico já a espera das eleições.

Alma Benfiquista disse...

Estou com o john, é uma notíca d'ONojo, por isso vale o que vale.
Aliás, ontem dizia esse mesmo pasquim que Rino Foschi (ex-DD do Palermo) tinha sido afastado desse cargo pelo presidente do clube, porque considerava o Miccoli negociável e o presidente diz que ele é inegociável. Falso!
Tenho estado em Itália nos últimos meses e nada disso é verdade, nenhum orgão de comunicação italiano levantou sequer essa hipótese.

Claro que se o Adu for vendido é uma péssima notícia, pois acredito que o Benfica deve criar condições para que durante esta época se afirmem Adu, Di Maria e David Luiz (as nossas 3 pérolas).

Americano disse...

A notícia também vem na bola

nando disse...

"Anónimo disse...
Resta-nos sempre os matraquilhos, o berlinde e o saltar à corda."

O Futebol Corrupção e Putedo consta que é muitas vezes campeão em bilhar. Tacos, bolas e buracos. Carago, porque é que tudo gira sempre à volta das meninas, das orgias sexuais e do alterne?...

Alma benfiquista do que tenho lido e não é só de ontem e hoje, é que o presidente do Palermo não quer vender o Miccoli a clube nenhum. Mas já é assim há muito tempo. Os jornalecos cá é que são sempre a mesma merda a alimentar a expectativa.

"Para levar público aos pavilhões, nada melhor que colocar os jogos dessas modalidades em dia de jogo de futebol, antes (ou depois) de começar a bola." Concordo. Por aqui se vê mais uma vez como as Sport TVs do Oliveirinha prejudica o Benfica de mais de uma maneira.

Luís disse...

"
URETA SEGURO

JÁ ASSINOU CONTRATO DE 5 TEMPORADAS
Falou-se no Chelsea e Ajax, mas é no Benfica que Jonathan Urretavizcaya vai jogar. Record sabe que avançado uruguaio, de 18 anos, também conhecido por Urreta, já assinou contrato com os encarnados, válido para as próximas 5 temporadas
"

Alma Benfiquista disse...

Mudando de assunto: http://dn.sapo.pt/2008/07/03/desporto/acordao_cj_mantem_punicao_a_pinto_co.html

Amanhã poderá ser um dia importante no CJ da FPF. Se este acordão foi aprovado, quero assitir ao espectáculo degradante de todos os tentáculos do polvo. Aguardemos pelos próximos capítulos.

João Bizarro disse...

Eu acabava com o ciclismo. Hoje em dia é só doping.

Quanto às outras têm que se sustentar a si próprias pois têm jogadores que ganham ao fim do mês e quem não tem dinheiro não tem vícios.

nando disse...

Enfim Urreta, mais um miúdo de 18 anos a juntar ao Di Maria, Adu, Fábio Coentrão e André Carvalhas, com o Benfica, ou muito me engano, mas a não dar 10 milhões pelo Aimar que deve acabar por assinar pelo Everton e isto quando o Quique Flores já disse que gosta de juventude mas que também precisa de jogadores experientes. Assim não vamos lá.

João Bizarro disse...

Escudero no Villareal.

Depois do Urreta vem o Arroto.

Pedro Vagos disse...

Como já disseram anteriormente, não nos podemos esquecer que a história do Benfica é feita de ecletismo... só por isso, acho mal ue se acabem com modalidades ou que não se façam equipas competitivas...
Depois há também a grande questão... quantas modalidades tinham pago, Luís Filipe, Zoro, Butt e Companhia?

Quanto à falta de público, descontando uma parte que é provocada pela falta de competitividade de algumas das nossas equipas, acho que devemos analisar a situação sob uma perspectiva mais alargada... é que, se pensarmos bem... a falta de público é um mal geral... não afecta apenas o Benfica, afecta todas... em todos os campeonatos e em todas as modalidades.
Pegue-se no exemplo do Basquetebol: Não foi só na Luz que eso campos estiveram vazios... aqui onde eu vivo, o Pavilhão do Illiabum só apresentava molduras humanas decentes, porque as entradas eram à borla! Exceptuando alguns Derby's, o pouco publico é REGRA e não excepção.
Continuando a falar no Basket do Benfica, também me parece que de há largos anos a esta parte, deixou de haver a preocupação de formar uma equipa com jogadores que sentissem o clube... e isto tem acabado lentamente com a ligação que sempre houve com o público. Os próprios regulamentos da competição profissional, que permitiram anos a fio que o campeão não tivesse + do que 1 português no 5 base, deram outra machadada no interesse da população.
Também é de alguma forma questionável o tipo de divulgação televisiva que é feito dessas modalidades... é imcompreensivel que sejam os clubes a ter que pagar para verem os jogos transmitidos! (Acontece(ia) no hóquei, pelo menos). Isto faz com que cada vez haja menos divulgação da modalidade... fazendo diminuir o interesse, afastando público... etc, etc, etc.
Acho que o Benfica devia aproveitar as modalidades para servirem como base também para o seu novo Canal Televisivo (nem que seja necessário transmitir algumas vezes em canal aberto!!!) - com isso divulgaria as modalidades e atraíria novos patrocinadores! Mas claro, para isto tudo, é necessário ser competitivo!

André Leal disse...

O Benfica quando começou não tinha nada e vivia à custa da boa vontade. Deixavam usar a Farmácia para as reuniões, a CP emprestava o campo para os treinos (apesar de depois ter retirado a autorização sem razão aparente) e assim o Benfica ia conseguindo atingir as massas. Com as modalidades tem que ser o mesmo. Não concordo que se acabem com elas, mas apenas mantê-las nos mínimos, fornecendo campos, balneários, equipamentos, etc., por forma a que os atletas sejam novamente jovens oriundos do povo e que, se tiverem vontade disso, possam ajudar a torná-las mais fortes, quer através da prática , quer através do dirigismo desportivo.

Foi o Futebol que fez do Benfica um grande clube e não o contrário, por isso as modalidades têm que percorrer o mesmo caminho, com a vantagem de já terem um grande clube com infraestruturas para apoiar o seu crescimento sustentado.

André Leal disse...

Percebo a tua ideia, Pedro Vagos, mas as casas não se fazem a partir do telhado. Vê lá se o Futsal não está a desenvolver-se por si?

É que o nosso futebol dá prejuízo porque além das nossas modalidades amadoras temos que andar a sustentar todos os clubecos amadores da Liga através dos contratos televisivos nojentos que temos. Só concordo em canalizar verbas a sério para as amadoras, caso o Benfica faça o que deve, eventualmente até com o apoio do Paços de Ferreira, se os castigos da Liga não se confirmarem, ou seja, não jogar até que este futebol se limpe e deixar todos esses clubes morrer à fome.

Anda o Benfica a sustentar meio mundo...

nunivs disse...

ena ena ... agora fomos buscar o urreta lol ! epa e os juniores PORTUGUESES ?! quando é que vao ter oportunidades ?!

tanta merda com o seixal, agora é k vai ser só frutos da cantera, rivalizar kos lagartos e dpois é disto ! LOL que paródia de clube.

enfim...

João Bizarro disse...

nunvis, a equipa de juniores liderava a 1ª volta do campeonato quase só com vitórias.
A meio da época entraram n estrangeiros que descaracterizaram a equipa toda.

O 3º lugar final já foi muito bom.

Pedro disse...

" mais um miúdo de 18 anos a juntar ao Di Maria, Adu, Fábio Coentrão e André Carvalhas"

Pois...engraçado é q ainda recentemente debateu-se aqui no blog a questão de Aimar e Miccoli já serem "velhos" e por isso não darem retorno financeiro.
:)

É mesmo muito dificil ser padre nesta freguesia!!!
:)

nunivs disse...

joao bizarro, eu n critiquei a classificaçao dos juniores, alias aí até so me estas a dar razão com o facto de preferirem estrangeiros que sabem la um krlho do que o Sport Lisboa e Benfica representa...

eu só falei no facto de se ir gastar dinheiro num gajo de 18 anos, ( ou é d mim ou ja temos ai o di maria e o adu ?! ) estrangeiro que ninguem conhece, em vez de se dar lugar aos juniores portugueses, tipo os lagartos, que se ainda nao fecharam as portas foi á custa dos jogadores que têm saido de la ...

tanta merda com o aimar, andaram as voltas com esse assunto... e agora deixaram fugir o escudero que é mais novo (21) foi uma das revelaçoes do campeonato e nao tem tantas lesoes ... pelo aimar pediam 8 milhões, ( já deve tar a voar para inglaterra ) e sabem quanto custou o escudero ao villareal ?! pois é, nem 5 milhões de euros...

lol é incrível como determinadas pessoas ainda n limparam a areia dos olhos ...

João Bizarro disse...

nunvis, por acaso até te estava a dar razão.
E estava a ser irónico em ralação à classificação final!

T disse...

nunivs, o Escudero custou mais de 5 Milhões de Euros, aos quais se juntam o metade do passe de um jogador que vai do Villareal para o Velez.

Fora o ordenado, e o aliciante do campeonato espanhol.

Pedro Vagos disse...

André Leal, o futsal é o que é desde que o Benfica entrou para a modalidade... e lá está, para além de ser um "derivado" do futebol, portanto passível de ter mais adeptos, também tem a popularidade que tem graças à cobertura mediática de que beneficia - e mesmo nos contratos de televisão, o cachet é diferente para os jogos em que um dos intervenientes é o benfica! Outro aspecto importante para o ter ou não publico, acaba por ser o nivel de competitividade... hoje em dia, nem o Basket (o da Liga) nem o Hóquei apresentam competitividade que puxe público aos pavilhões! Uns porque tinham uma competição com 8 clubes... qual deles o mais fraco, com excesso de estrangeiros, etc,etc. No hóquei, onde o campeão (com ou sem fruta) é o mesmo há 7 anos, temos assistido a um completo desinvestimento generalizado por parte dos restantes clubes! Que diabo, a Oliveirense, com quem discutimos a passagem à final, t~em vários jogadores a rondar os 40 anos!!! E deram a luta que deram! Isto diz tudo!
Claro que podemos depois discutir porque é que se deixou chegar as coisas a este estado e de quem é a culpa... mas isso são contas de outro rosário.

Eu pessoalmente (partindo do pressuposto que o futsal é autosuficiente), preferia que o futebol sustentasse 4 modalidades amadoras (Basket, Hoquei, Voleibol e Andebol)(4x1 Milhão de Euros = 4 Milhões) todos os anos, do que andarmos a comprar certos marretas para encher os bolsos a alguns comissionistas! Acho que se fizéssemos isso durante 2/3 anos, conseguiríamos criar condições (Boas equipas, Bons espectáculos e um canal de televisão próprio para os rentabilizar!) para tornar também essas modalidades auuto-suficientes. É preciso é vontade de quem manda!

nando disse...

Pedro, falei em jogadores que são miúdos também por causa daquilo que o Quique Flores já disse, que a equipa também precisa de experiência. Cada vez mais se vê necessidade que foi a contratação de um jogador como o Carlos Martins.

Falas de se ter falado aqui que o Miccoli e o Aimar serem velhos e não darem retorno financeiro no futuro, mas eu nunca comentei nada sobre isso até porque é um disparate enorme. Os jogadores que podem dar dinheiro numa venda futura são jogadores como o David Luiz, Coentrão, Adu, Di Maria, etc. Que dinheiro dá a venda de um Karagounis, Katso, etc? Nada ou quase nada. Agora o Aimar ser um jogador "velho" quando tem menos de 30 anos... Minha nossa, não sei quem disse isso. Lol. E o Benfica neste momento tem que ter preocupações com retornos financeiros claro, como sempre, mas do que precisa neste momento imediatamente é ter resultados desportivos, com troféus ganhos e ir longe nas competições europeias. Esses resultados é que vão fazer aumentar as receitas com o público e a publicidade. Concretamente quer isto dizer que eu pagava os 10-12 milhões pelo Aimar, porque tem qualidade para garantir resultados desportivos e vinha para uma posição onde não há muitas alternativas além do Adu e do Carlos Martins. Mas se em Inglaterra lhe oferecerem o triplo do salário máximo que é praticado aqui, não há nada que o Benfica possa fazer.

MFQ disse...

“A ausência na próxima edição da Liga dos Campeões ditou a elaboração de um «orçamento de contenção» para a época 2008/09.”

É por isto que me agradavam as contratações de Zé Castro e Seitaridis ao abrigo da cláusula de cedência de Simão mas sinceramente não acredito nessa possibilidade.

A confirmar-se a contratação de Urreta pelos valores que vieram a público seria uma boa opção. Acho estranho “A Bola” não se referir ao assunto, é um mau prenúncio.

MFQ

T disse...

mfq, a notícia vem n'A Bola de hoje, também.

Pedro disse...

nando, não foi uma critica a ti. Foi constatar q é impossivel agradar a todos. Eu sou daqueles q defende q a contratação de um jogador tem q ter como principal objectivo o retorno desportivo. Contratar apenas esperanças, por muito potencial q tenham, é errado. Jogadores experientes como Aimar ou Miccoli, para se juntarem a Luisão, Quim, Petit ou Nuno Gomes são importantíssimos.

estrangeiro disse...

ao abrigo da cláusula de cedência

eu duvido na existencia da clausula.

nando disse...

Pedro, e quem será este Urreta? E não é que é mais um ponta-de-lança a juntar ao Nuno Gomes, Makukula, Cardozo e Mantorras? Quem vai saír? Deve acabar é emprestado, é o mais certo. Ou seja, efeitos práticos deste reforço para a próxima época são zero.

André Leal disse...

Pedro Vagos, eu não defendo acabar com as amadoras. Defendo é acabar com as amadoras na teoria, mas profissionais na prática... Se são amadoras são para os sócios do clube as praticarem, sem salários. Se são profissionais já se pensa em fazer uma equipa a sério. Mas mesmo as modalidades profissionais deveriam ter equipas amadoras.

T disse...

Vamos ver se o Makukula fica no Benfica... ;)

John Billy disse...

"Pedro, e quem será este Urreta? E não é que é mais um ponta-de-lança a juntar ao Nuno Gomes, Makukula, Cardozo e Mantorras? Quem vai saír?"

Por mim só ficava o Cardozo e o Adu.

João Bizarro disse...

MFQ, a noticia vem n'Abola. Formato papel.

Estrangeiro, isso seria muito grave pois no comunicado à CMVM isso estava especificado.

Mas já estou por tudo. Vindo do LFV tudo é possível!

Carlos disse...

Mas com que bases é que se faz esta discussão? Ao sabor dos títulos ou não títulos de cada ano? Pela "impressão" do que tem ou não público? Das modalidades que agradam mais ou menos a cada um?
Desculpem lá, mas só vale a pena discutir isto a sério quando os responsáveis pelas amadoras forem capazes de apresentar um estudo sustentado sobre as questões que interessam: que custos efectivos cada modalidade tem e que prejuízos dá? qual o seu peso no orçamento do clube (lembremo-nos que o ordenado de um só jogador de futebol dá para o orçamento de duas ou três modalidades!!!)? o que é feito para encontrar financiamentos (desde patrocínios e publicidade, a receitas televisivas, quotas suplementares, prática de lazer pelos associados, etc., etc.)? quanto custam as birras e os maus planeamentos dos dirigentes, que levam a constantes mudanças de técnicos, à remodelação de equipas inteiras de um ano para o outro - em modalidades que, tantas vezes, depois de abandonam - e outras más práticas de gestão? o que se considera como estratégico para a relação do Benfica com os adeptos (equacionando a visibilidade, a probabilidade de êxitos, a captação de miúdos, que se tornam sócios mais as suas famílias, a responsabilidade social do clube, a presença pelo país fora, etc.)? como se pode tirar partido das modalidades enquanto estratégia de comunicação?
Enfim, sem isto e outros aspectos importantes, a discussão apenas será uma manifestação de intrigas e humores, o desviar das atenções de problemas a sério, o andar atrás das inconsistências de direcções e de gostos pessoais!

hernan crespo disse...

só de pensar que a verba gasta em maxi pereira dava para colocar 3 destas equipas a lutar seriamente por todo e qualquer título, só dá mesmo para uma pessoa não perceber esta direcção...

Anónimo disse...

Ser benfiquista e ter na alma a chama imensa !

John Billy disse...

Muito bom comentário Carlos.

MFQ disse...

João e T, obrigado pela correcção. Compro todos os dias A Bola, hoje optei pela concorrência exactamente pelo destaque dado na capa do Record à aquisição do Urreta. Pesquisei on-line e não encontrei nada.

Agradaram-me as referências às qualidades deste jogador, assim como a sua idade, o interesse de grandes clubes europeus e o preço do passe. Tratando-se de um jovem de 18 anos, posso estar enganado quando à sua evolução mas é para já uma aposta que eu quero catalogar como sensata. Compro.

Actualmente o Benfica conta com 31 jogadores no plantel. Se vier mais alguém terão de sair uns seis ou sete jogadores e não vai ser fácil colocá-los todos noutros clubes.

MFQ

T disse...

Eu até vejo com bons olhos a aquisição deste Urreta. O problema é que nao o vejo fazer nada que o Nélson Oliveira (1 ano mais novo) não faça. E entre um uruguaio ou um produto da casa, prefiro claramente um "produto" da casa.

MFQ disse...

T, o Nelson Oliveira é uma promessa a seguir de perto mas ainda não deu o salto. Vamos ver como evolui na próxima época entre os juniores.

MFQ

MFQ disse...

Sobe a contestação a LFV. Entre ameaças de sócios e escoltas policiais um orçamento aprovado por uma maioria pouco convincente.

MFQ

T disse...

mfq: o problema é o Nélson evoluir com o treinador que vai ter...

nunvis disse...

lolol o orelhas teve de ser eskoltado hoje ... ahaha eu n digo que o gajo é um cagãozinho de merda ?

começam a pedir explicações e ele põe.se lgo a andar. Se ele não aguenta uns insultozinhos, então que va pra real put* que o pariu que nós também já aguentamos muita coisa dele... falem agora da estabilidade e bla bla bla... pq se isto se passasse em guimaraes ou no porto, ele nem 4 anos duraria a frente do clube... erros atras de erros. 7 anos 3 titulos ! 3 deles ganhos ao poderoso setubal.

MFQ disse...

Não tenho uma opinião formada sobre João Alves. Não me entusiasma mas posso estar enganado.

MFQ

nunivs disse...

lol obviamente que ali eram 2 titulos ganhos ao setubal, ah ... e já agora tambem falta um titulo perdido para o setubal ( taça de port. )

T disse...

nunivs, foram 2 títulos ganhos ao porto :P 1 ao setubal...

NSC disse...

Sobre os acontecimentos de ontem à noite, na minha opinião, são uma vergonha, não para o LFV mas para as proclamadas claques do SLB... Eu detesto o homem, mas nisto das claques apoio-o mais do que o condeno...

Hoje é dia Aimar, ao que parece... Mais um dos dias...

Alexandre disse...

Aquilo de ontem à noite não aconteceu, foi tudo invenção do jornal o jogo. E os poucos que saltaram cá para fora como cães atrás do LFV eram capangas contratados pelo joquim oliveira para fazer barulho e bater nos jornalistas.
Ou então eram mesmo socios benfiquistas... e auqilo é normal em democracia.

Mas como já apagaram aqui comentarios... se calhar estou enganado. Deixem o homem trabalhar pá!!

dexter disse...

olha olha o regresso do artista JACO-ALEXANDRE