blog

sexta-feira, junho 25, 2010

Quanto?!?!?!!?

"A Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD... blá blá blá ... vem informar ...blá blá blá... transferência, a título definitivo... blá blá blá... Roberto Jimenez Gago por ...blá blá... 8.500.000 de euros".

Quanto? Oito milhões e meio de euros? A sério? Ao Atlético de Madrid aquele clube que ainda nos "deve" dois jogadores e a quem comprámos 25% do passe do Reyes??? Não sei o que dizer...

44 comentários:

M disse...

!?!!??!?!?!?!?!!!?!??!?!!?!?!?!?!?

será o valor do gajo e nos pagamos....1/4?

?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!

João Bizarro disse...

Incrível... Nem tenho palavras para comentar mais esta palhaçada.

Que grandes negócios faz este Vieira.
Eram os 2 jogadores fantasma do negócio Simão, são os 25% do Reyes... Enfim!

John Billy #32 disse...

Querem ver que o Vieira é accionista do Atlético?
Fo**-se, fomos comidos em todos os negócios com eles.
Os FDP acham que o Tiago vale 5 milhões e vendem o guarda redes suplente por 8,5? Mas finos são eles. Burro é quem compra!

João Bizarro disse...

AH, e diz que a opção de compra do Saragoça era de 1M€!! Brilhante!!!

José Vieira disse...

O quê?!
Mais de 8 milhões por Roberto?!
Não dá para acreditar, até porque depreendi da entrevista de JJ que o alvo seria Eduardo mas o preço (4 milhões) proibitivo...
E fazem sempre "isto" aproveitando a cortina de fumo dos jogos de Portugal: vendem metade do passe de Ramires no dia do jogo com a Coreia e comunicam agora este "negócio" no jogo contra o Brasil.
Eu que encarava os dias dos jogos da selecção com relativa serenidade vou passar a ter medo, muito medo...
É que no próximo jogo é bem provável que tenhamos conhecimento dos valores envolvidos na transferência de Di Maria para o Real.

Anónimo disse...

Javi Garcia all over again!
"viva o movimento beiga veiga veiga"
Os Eversons e Dos Santos desta vida é que eram bons!

Pedro disse...

E pronto...o Javi Garcia vai servir de alibi para toda e qqr contratação. Esta incapacidade de alguns conseguirem pensar um bocadito faz-me confusão. Mas alguem está a pôr em causa a qualidade do gr ou sequer não o desejar no clube?

O q se questiona é o valor elevadíssimo da transferência. Espero ansiosamente pela explicação que tal valor se deve ao valor de transferência mais o valor dos ordenados durante os vários anos do contrato.

Anónimo disse...

PARA ALEM DAS COMISSÔES DA PRAXE O SIMÂO DEVE ESTAR DE ALGUMA FORMA ENVOLVIDO NESTE NEGOCIO...

Abraço
Daniel

sigmund disse...

«E pronto...o Javi Garcia vai servir de alibi para toda e qqr contratação. Esta incapacidade de alguns conseguirem pensar um bocadito faz-me confusão. Mas alguem está a pôr em causa a qualidade do gr ou sequer não o desejar no clube?»

Já no ano passado foi a mesma coisa. "Ah, eu nao coloquei em causa o Javi, apenas o preço pago." Pois, lamento informar que o preço pago até foi bastante em conta.

O que muitos nao percebem, por muito que tentem, é que o valor pago por um jogador só pode ser avaliado depois de se constatar o seu rendimento desportivo. Antes disso podem perfeitamente fazer uma previsao... Nao passa é disso, uma mera previsão. E, que eu saiba, uma previsão perfeitamente arbitrária nao justifica "pileques" histéricos.

Ainda nao li ninguém dizer que o Roberto valia 8.5M pq o Javi tinha valido os 7M. Isso seria ridículo. O que leio é muita gente, com razao, a dizer que, ASSIM COMO ACONTECEU COM O CASO DE JAVI, só depois de se constatar o real valor de Roberto NO BENFICA é que será possível avaliar COM O MÍNIMO DE RIGOR se os 8.5M investidos sao exagerados ou nao. No caso de Javi, 7M foram perfeitamente injustificados. No caso de Roger, os mm 7M foram exagerados. Como saber o que se passará com Roberto? Aguardando e esperando por um conjunto de exibiçoes que permitam sustentar uma avaliação minimamente precisa.

Estou farto de histerias, de ataques brutais a tudo e a todos à primeira contrataçao contestada. Cresçam.

Miguel Lopes disse...

O que é capaz de estar envolvido é o passe do Luisão. Não me admirava nada que o Benfica tenha rejeitado 6 ou 7 milhões pelo Luisão e que agora aceite 15 para a semana, num encontro de contas. É que Luisão não está no fundo de investimento e o Roberto se calhar vai lá parar. A ver vamos. Haja fé no Jesus!

John Billy #32 disse...

Foi comprado pelo Atlético, o ano passado, por 1 milhão e 250 mil euros.
Faz 3 jogos é emprestado (dispensado) ao Zaragoza onde fez 18 jogos e valorizou-se em 7 milhões e 250 mil euros?
Esta história cheira muito mal.
Não está aqui em causa o valor do jogador. Está aqui em causa é a capacidade negocial do Benfica.

Anónimo disse...

Enfim... é isto que me irrita profundamente neste benfica gerido pelo Vieira.

Manuel disse...

Por vezes, pensar mais e especular menos é a atitude mais inteligente.

Já pensaram que no valor da transferência podem estar colocados uma substancial fatia dos ordenados apagar durante o contrato, poupando o Benfica, com isso, parte dos impostos directos e indirectos?

TRAMONTANO disse...

Gosto muito de ser CAMPEAO mas tambem gosto muito de uma gestao rigorosa e equilibrada e isso e tudo o que o BENFICA nao tem.

Ninguem de bom senso arrisca hoje ser candidato a presidencia de um clube que apresenta um passivo assustador na ordem dos 400M€, muito superior ao dos clubes com muito maiores receitas na Europa.

Apesar disso o saco continua a nao ter fundo e foi-nos sendo dito que 2 ou 3 jogadores renderiam 100M€.

Infelizmente nem para la caminha mas continua-se a passear a cenoura na ponta do pau e o burro vai a tras.

Ainda ha gente que defende que isto e um bom negocio e que espera ver para crer. Isto e um mau negocio por muito bom que o jogador venha a ser.

Neste momemto ele era o terceiro do A.M. e defendia um clube do fim da tabela e e por ai que se deve aferir o seu valor e nao num hipotetico futuro.

Para aqueles que se defendem com o Xavi lembro as dezenas e dezenas e mais dezenas que esta direcçao ja contratou, uns que ja foram e muitos outros que andam por ai emprestados e a quem andamos e andaremos a pagar.

O saco continua roto, ate um dia.

Anónimo disse...

Ao ler a fantástica notícia que o Benfica pagou 8.5 milhões de euros por Roberto fiquei a imaginar como serão as conversas entre o presidente do Atlético Madrid e o seu director desportivo e julgo que não fugirão muito disto...

- Estamos com problemas financeiros e precisávamos de reforçar a equipa...
- Mas não há dinheiro...
- Liga aos gajos do Benfica.
- Para quê? Queremos alguém deles?
- Mais ou menos, escolhemos o melhor jogadores deles pagamos um valor muito mais baixo do que a cláusula e prometemos 2 jogadores em troca que nunca lhe havemos de dar...vai por mim, eles aceitam...
- E que tal emprestarmos um jogador, obrigá-los a comprar 25% do passe por quase 3 milhões e depois fazemos regressar esse jogador (valorizado) e eles ficam a arder desse dinheiro porque nós não precisamos dessa percentagem para o transferir...
- Essa é boa, realmente...
- Ou, espera, melhor...os gajos dispensaram o guarda-redes, podemos vender-lhe um...
- És doido, o De Gea é bom demais para o vender e o Ansejo é um jovem valor que nos dá muita segurança...
- Nada disso, vendemos aquele o...o que emprestamos...o Rodrigo...
- Roberto, pá.
- Esse mesmo.
- Ok, achas que fazemos 2, 3 milhões nele?
- Oh, tu és doido, eu falo com os gajos, digo que ele é isto e aquilo (apesar de nunca jogar no 10º classificado da liga espanhola) e conseguimos chegar quase aos 10 milhões...
- Quero ver isso...


P.S: não está em questão o valor do guarda-redes, que espero que seja fantástico, mas toda esta relação com o Atlético Madrid é de loucos...só não vê quem não quer. É isso e aversão que o Benfica de Jesus tem a jogadores Portugueses ou a jogar em Portugal...

Tiago Pinto

José Vieira disse...

"Não está aqui em causa o valor do jogador. Está aqui em causa é a capacidade negocial do Benfica".
Parece que esta ilação óbvia não foi compreendida por alguns, a julgar pelos seus "achaques".
Dito de outra forma, até podemos ter contratado o tal "guarda-redes que dá pontos", não nos livramos foi do estigma da "direcção que não dá ponto sem nó", e não tinha necessariamente que ser assim.
Da mesma forma que o crescimento de uns não deveria necessariamente conduzir ao atavismo de outros.

Anónimo disse...

Sigo Halliche desde que chegou a Portugal. Recordo-me que veio rotulado de misto de Pepe e Bruno Alves. Não me surpreendeu portanto a sua prestação neste Mundial, surpreendo-me, isso sim, que o Benfica continue a privilegiar determinadas contratações, envolvendo muitos milhões, e não dê uma oportunidade a este jogador.

Helder disse...

Mais uma contratação á Vieira!! Simplesmente vergonhoso!! Acho que ainda vamos chorar muito pelo Quim e pelo.......................Eduardo!

Helder disse...

Este "só" custou mais 100 mil euros que o Gaitan!!

Chama Imensa disse...

O pior é que as pessoas continuam a pensar que o Vieira é parvo. Imagino as comissões que o gajo ganha metido com o Atlético. O Simão vai por 20M e fala-se em dois jogadores fantasma. Agora o Eduardo era caro e custava metade do preço. Eu nem gosto dele mas não acredita que este Roberto valha 2 Eduardos senão já alguém tinha reparado e ele não era emprestado pelo Atletico de Madrid.

Acho esta transferência muito estranha e as datas são muito bem observadas por alguém que falou em cima.

PS: Se temos 25 por cento do Reyes por que carga de água não foi usado para abater na transferência? Só falta dizer que o Roberto custava 10 milhões e "só" ficou 8,5 porque vendemos os 25% do Reyes.

Anónimo disse...

John Billy, junta a isso o facto do Atletico ter contratado para titular um guarda-redes que custou 5,5 milhões. Eles acham o Asenjo melhor que o Roberto e vendem o pior 3 milhões acima do que compraram.

Ai o Javi custou 7...
Pa, tenham juízo. Comparem o que ambos os clubes gastam em aquisições, comparem o número de jogos feitos por cada jogador no clube a que pertencem, comparem o que por norma custa um médio e o que por norma custa um guarda-redes.
Sigmund, se foi assim tão barato aguardo a lista de guarda-redes negociados acima deste valor. Vá, vamos lá ver quantos são.

Anónimo disse...

O Everson, o Karadas, o Dos Santos e o Fyssas é que eram bons jogadores!

José Marinho disse...

Em relação a esta contratação, gostaria que o mais inquietante de tudo isto é ver que ainda há demasiados benfiquistas para os quais esta direcção faz tudo bem feito e por muito dinheiro que se gaste, está sempre tudo bem, porque se a direcção fez, então fez bem. Não se observa uma análise serena, fria e completa às operações que são feitas. Não vou discutir a contratação e os seus valores. Por mim, que conheço o jogador, das várias transmissões que fiz de jogos em que Roberto defendeu a baliza do Atlético de Madrid, primeiro e Saragoça depois, é que está ainda por provar que seja o guarda-redes que ganha pontos. Há um ano atrás, contra a generalidade das opiniões, defendi, neste blogue, a qualidade e a conveniência da contratação. Agora, não farei o mesmo. Acho que se foi longe demais e bastaria que a situação do Benfica não estivesse tão próxima da anestesia geral, para que os adeptos se levantassem contra este desmiolado esbanjamento de dinheiro. Porém, a direcção é soberana, o dinheiro é dos bancos e a maioria apoia. Pois então, contrate-se.

José Marinho disse...

Agora, sobre a contratação em si. O que me parece chocante, além dos oito milhões e meio - até a escrever custa a acreditar - é que na mesma semana em que o Benfica gasta este dinheiro todo num guarda-redes que não cabe no plantel do Atlético de Madrid - um clube que não tem nenhum guarda-redes de topo, de qualidade indiscutível - dá, por outro lado, noutros negócios, um sinal à indústria do futebol uma imagem que contrasta claramente com esta, de palhaço rico. É que o anúncio desta contratação segue-se ao anúncio de que o Benfica vendeu metade do passe de Ramires por seis milhões de euros. OK? Ramires, aquele rapaz franzino, que está no Mundial, joga na selecção brasileira e encantou os benfiquistas e meia Europa, na primeira metade da época passada. Quer dizer, para o Benfica, um jogador destes vale doze milhões de euros, enquanto um guarda-redes que o Atlético de Madrid não quer para segundo guarda-redes sequer, que não é internacional A, que não é um jogador valorizado, que tinha no contrato de empréstimo com o Saragoça uma cláusula de opção de um milhão de euros, esse, para o Benfica, vale oito milhões e meio. E mais, para o Benfica, metade do passe de Kardec, avançado, titular da selecão de sub-20 do Brasil, melhor marcador do torneio sul americano de selecções, vale três milhões de euros. Ou seja, o Benfica não acredita na valorização dos seus activos e, por outro lado, anda a valorizar os activos dos outros. Fantástico.
O que mais choca é que o presidente do Benfica vá a Madrid negociar o Di Maria, quando prometeu que o jogador apenas sairia pelo valor da claúsula. Pois bem, se é assim, porque vai a Madrid? Não teria de ser ao contrário, o Real se quer o jogador, vem a Lisboa e nem é para negociar, é para trazer os quarenta milhões de euros e levar o jogador. As clásulas é assim que funcionam. Ou também vamos ficar com direito de opção sobre dois jogadores do Real que nunca vamos exercer? Mas insisto, o que é chocante é ver que há benfiquistas para quem vale tudo. Até ao dia.

José Marinho disse...

No meu primeiro post, onde se lê...Há um ano atrás, quando defendi a contratação....deve ler-se...Há um ano atrás, quando defendi a contratação de Javi Garcia...

José Marinho disse...

E será normal que o Benfica já tenha gasto mais de 20 milhões de euros em reforços, quando ainda não transferiu ninguém de um plantel campeão e que precisava apenas de pequenos acertos?

TRAMONTANO disse...

Jose Marinho, se bem leste o meu comentario eu nao vou na corrente.
E para ser breve, direi so que:

Ha muito tempo, ha muita coisa que

NINTENDO.

So espero um dia nao ter um pesadelo...

Mentiroso disse...

O mais lastimável disto tudo é que o José Marinho, o intransigente defensor da qualidade de alguns flops da nossa praça: Cardozo, Quim e outros quejandos, está coberto de razão.

Passa-se algo muito esquisito com as sucessivas decisões desta direcção. Desde logo o valor pago pelo GR Roberto. Pelo que vi dele, e foi muito pouco, parece ter qualidade para ser titular do Benfica, mas é muito dinheiro por um GR.

Também não se percebe esta indefinição à volta de Di Maria. Estamos a rastejar aos pés do poderoso Real quando deveríamos ser intransigentes quanto ao valor da cláusula. Ou 40 milhões ou nada. Di Maria é o melhor jogador do Benfica, se necessitamos de realizar dinheiro, há outras alternativas desportivamente menos penalizadoras. E além disso só nos toca 60% do bolo o que é desde logo bastante desmotivador para quem vende.

Parece-me mais consensual que se venda parte dos passes de Ramires, Kardec e Airton. O importante é sermos bastante criteriosos nas futuras aquisições para que não se repitam os péssimos negócios (Shaffer, Adu, J. Ribeiro, Balboa, Patric, Felipe Meneses, etc. etc.).

Anónimo disse...

Já estava com saudades destes comentários..iguais aos do costume e sempre vindos dos mesmos do costume!!
Os do costume que criticam durante o inicio da época, os do costume que arrasam durante o decorrer da época, e os do costume que festejam e elogiam no fim da época!!
Saudações benfiquistas aos do costume.

Mário Lopes disse...

MENTIROSO,

esqueceste na 1ª frase de citar pelo menos + o LUIS FILIPE... Esse o J.Marinho também acha mto bom...

José Marinho disse...

Meu caro Mário Lopes, não tão bom como o Dudic, o Amoreirinha, o Patric e outros...hummm, esses é que eram bons.
Quanto aos anónimos do costume, é sempre bom ver que existem adeptos crédulos, para quem está sempre tudo bem, mesmo quando a realidade insiste em dizer-nos o contrário. Mas isso também já sabemos, são os adeptos do costume. E anónimos, como convém.
E já agora, uma noticia em primeira mão...o Benfica está a tentar contratar um jogador brasileiro, além do Rodrigues, e já fez uma oferta de oito milhões de euros...acabou de contratar o Jara mas não chega...Mas como o FC Porto está também a tentar contratá-lo, a tentação de o desviar é mais forte...A primeira oferta do Benfica foi de oito milhões de euros, o FC Porto apenas chega aos 3,5 milhões. Há petróleo no beato. Agora, venham daí os anónimos do costume.

Anónimo disse...

Passem á frente o negócio esta feito agora é apoiar,renovar o res pass e pagar as cotas...já chateia essa conversa do 8 m e meio...irra calem-se já chega...
Paulo Chagas sócio do SLB

Helder disse...

A ser verdade o que diz o José Marinho só deixo esta pergunta: para onde caminha este Benfica???????? Se é para rebentar então que rebentem tudo de uma vez!!!

JS disse...

De facto, a preocupação é grande.
Ainda por cima, estamos na "primeira parte" de uma grave crise económica Mundial. Nos próximos anos, dificilmente as vendas dos jogadores se farão pelos valores exorbitantes do passado recente. (só se for em negócios menos claros, as épocas de crise até são propicias a essas "lavagens")

E se até ao fim de Agosto, o Benfica vender alguns dos muitos jogadores que se tem falado (DiMaria, Luisão, David Luiz, Coentrão, Cardozo e Ramirez) abaixo das clausulas de rescisão, o mais certo é a SAD ter um baixo ganho liquido (entre as receitas das vendas e os gastos das compras) e JJ ter um problema: uma "revolução" no plantel com muitos jogadores novos, perdendo-se muito da competitividade da época que passou.

Muitas dúvidas nesta altura, de facto.

iBenfiquista disse...

Eu, que não conheço o guarda-redes, dou o benefício da dúvida, pois tenho total confiança em quem escolhe, ao JJ e ao Rui Costa. Mas, se formos ler os comentários de benfiquistas em vários jornais portugueses, que conhecem o guarda-redes por seguirem o campeonato espanhol, verifica-se que todos são unânimes em dizer que é um grande guarda-redes, havendo mesmo alguns afirmar que é o melhor guarda-redes espanhol.

Nós precisávamos de um guarda-redes que nos desse garantias para os próximos 10 anos, muito alto e forte nas saídas e com reflexos muito rápidos. Pelo que li, parece que reúne todos essas características. Penso que irá ser um sucesso. Mas isto é apenas a minha impressão.

Para além disso eu, que sou um leigo na matéria, e não tenho vergonha de o dizer, considero a posição de guarda-redes a mais importante numa equipa. Porquê? Porque cada bola que vai à baliza é golo. Se o guarda-redes não a defender.

E podia dar aqui alguns exemplos de guarda-redes que estão no Mundial e que já provaram que foram eles que colocaram as suas respectivas equipas nas eliminatórias seguintes. Vejam os guarda-redes do Ghana e da Alemanha.

Quanto aos pontas de lança, só são mais caros porque os golos marcados notam-se mais, e são mais glorificados na imprensa, do que os golos sofridos. Dá-se mais valor aos golos marcados do que aos golos defendidos. De outro modo, garanto-vos, os guarda-redes seriam, justamente, os jogadores mais valiosos numa equipa.

Mas isto é apenas a minha opinião, a opinião de um ignorante na matéria.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Sim, pois err, o Marc Zor(r)o é que é bom e come não sei quantos mil euros por mês (100 mil ou por aí, mais as centenas de milhar de prémio de assinatura). E depois nem no Setúbal consegue ser titular, um gajo que tem umas pernas parece o Ben Johnson depois de ingerir hormonas durante 15 dias seguidos... Nem sequer jogador de futebol é, não me venham com merdas.

Afino mais pelo comentário do camarada iBenfiquista. Apenas discordo de uma coisa: qual é o clube com ambições que vende o seu guarda-redes titular? O Buffon custou à Juventus, saído do Parma, 55 milhões de euros ou lá próximo.

Casillas, Buffon, Júlio César, etc, etc, são intransferíveis. Não há dinheiro que os compre.

Quanto ao nosso Roberto, não o conheço o suficiente. Mas tem um potencial enorme, isto parece-me evidente. Prefiro-o ao argentino Romero, por exemplo, e de longe.

Os valores envolvidos são elevados? Pois claro que são, alguém compra bom, e por poucos dólares, no futebol? (Sei que vão já gritar e dizer "mas então o X e o Y e o Z, e não sei quê" - digo-vos em antecipação: são excepções que confirmam a regra!)

Jogadores caros são aqueles que não rendem, não contribuem para nada e que não se valorizam pessoalmente nem o próprio clube. Parece-me óbvio.

Por exemplo: o Quaresma, para o FC Porco, foi baratíssimo mas e para o Inter? Um prejuízão. O Patric, que agora joga no Avaí (emprestado, Série A do Brasileirão), está a ser caríssimo, é um atleta sem classe, sem escola, sem bases e arrisco que sem futuro...

E o Bossio? Deve ter custado 1 milhão de dólares mas e o que rendeu a vários níveis? Zero. Zero. Zero. E o Freddy Adu? 1,5 milhões de dólares e agora, faz-se o quê com o rapaz? Mandamo-lo para a escola?

Por outro lado, todos sabemos que o Di Maria está vendido - daí que não compreenda certas opiniões. Só falta saber por quanto, situação que será revelada no final da participação da Argentina no Mundial. E, se fizermos as contas por alto, o valor minímo que o Benfica receberá pelo Di María paga quase todas as contratações feitas até agora.

Também não vale a pena fazer outras conjecturas em relação à minha pessoa - não votei Vieira nas últimas eleições (também não o farei em todas as vezes que recandidatar) e disse-o na altura (podem ir aos arquivos), mas sou da opinião que este é um não-caso.

Roberto vai valer aquilo que se paga por ele e por um contrato longo, de 5 anos.

P.S. Há uma coisa que me deixa em ebulição: houve dirigentes no Benfica dos últimos 20 anos que fizeram asneira-atrás-de-asneira na contratação de jogadores. Não vale a pena citar nomes, porque seria fastidioso. Mas o guru do nosso amigo José Marinho (já aqui escrevi anteriormente a minha opinião sobre as suas participações no blogue, por isso não vale a pena entrar em considerações pessoais), e falo de José Veiga, também não é propriamente um astro na escolha de atletas. Fez alguns bons negócios, sim, mas também fez outros desastrosos. São factos - acima citei o Zor(r)o, que é uma aberração ao nível do Devanir King... Mas infinitamente mais caro. Ora, o José Marinho nunca, mas nunca, refere esses momentos infelizes de Veiga - sectarismo que me deixa irritadíssimo, desculpe que lhe diga.

Mário Lopes disse...

Meu caro Mário Lopes, não tão bom como o Dudic, o Amoreirinha, o Patric e outros...hummm, esses é que eram bons.

A sua pseudo-frase ou pseudo-ironia ultrapassa o ridículo. Porque nunca leu-o nada onde eu dissesse que esses eram bons ou mesmo um pouco melhores que o L.Filipe (o que até nem era difícil)...

E é ridicula tb, porque defender a valia do L.Filipe comparando-o com outros colegas mediocres, não faz dele um jogador sequer razoável...

...Mas é daquelas coisas... O Quim também era uma espécie de "afilhado" do JM aqui no blog. Todos criticavam a saída do Moreira e permanência do Quim... Afinal quem é que acabou por sair?

Anónimo disse...

Edson, o Buffon custou 30 e tal milhões, mas numa altura em que o merdado estava louco!! O Florentino inflaccionou-o, com Figo e Zidane, e foi tudo atrás. Agora, apesar de Ronaldo e Kaka, há maior contenção.
Mas diz-me uma coisa: achas normal o Atletico preferir o Roberto ao Asenjo e sacar mais 3 milhões do que o que gastou? Não deveria ser ao contrário? No fundo desconfio que estes valores também te causam algum espanto.
Um abraço aí para as Áfricas! ;)

Continuo à espera que o sigmund apresente a lista de guarda-redes transacionados acima do valor deste Roberto.

José Marinho disse...

Caro Paulo Chagas: o calem-se passou-me ao lado, como me passa sempre ao lado qualquer tentativa de silenciamento, só porque não estamos de acordo com alguma coisa que se faz ou se que diz. Não gosto de unanimismos, nem mesmo no futebol, onde a tendência para o "carneirismo" intelectual é, de facto, assustadora. Portanto, recomendo-lhe que diriga esse "calem-se" a outra pessoa, ou, em alternativa, a si próprio, se não encontrar nada de mais relevante para escrever.
Meu caro Edson, podia responder-lhe, utilizando um relambório semelhante ao seu, mas acho que seria perda de tempo. O seu e o meu. Se os meus comentários o irritam tanto, a solução está do seu lado, não está do meu. Basta não ler, porque eu não vou parar de escrever e sobretudo o que acho que está certo e não aquilo que a propaganda oficial gosta de impingir. Sobre a questão do Veiga, é recorrente, em alguns comentadores, quando pretendem dimunuir os meus comentários, aludir a uma pretensa autoridade moral do José Veiga sobre as minhas ideias. A única autoridade que permito sobre os meus comentários, é apenas a que resulta da minha visão das coisas. Umas vezes coincide com José Veiga, outras vezes não. O que não está certo é fazer aquilo que o meu caro faz e outros fazem, quando reconhecem que os actuais gestores desportivos do Benfica só acertam nas contratações e quando se referem a Veiga é sempre para o denegrir, esquecendo as condições financeiras que uns têm e outros nunca tiveram. Não discuto quem é o seu guru, o problema é seu, mas o meu guru, sabe, sou eu. O Veiga é meu amigo e por muito que isso custe a alguns comentadores vai continuar a ser. E isso é que, pelos vistos, o irrita, não é um suposto sectarismo, que não existe.
Sobre o Luis Filipe, defendi-o, como pessoa e como jogador, e defendi-o em alternativa a Patric. Nunca defendi que o Luis Filipe era o melhor lateral direito do Mundo, mas como a memória das pessoas é selectiva, depois lêem estes desconchavos intelectuais, atribuindo às pessoas comentários que, em boa verdade, não estão completos nem contextualizados. Por isso, devolvo ao seu remetente as graçolas escritas sobre o Luis Filipe e sobre o que eu tenha escrito sobre o assunto, por manifesto desconhecimento do que está a escrever. Tem bom remédio, vá pelos seus dedos, veja o arquivo deste blogue e consulte o que está escrito por mim sobre o Luis Filipe e em que contexto é que foi escrito.
Quanto ao resto que tenha sido escrito, dada a irrelevância dos assuntos, acho que nem devo dar resposta.

Miguel Lopes disse...

Acho muito precipitado estarmos a condenar a contratação do Roberto. Se o Atletico vendeu o Roberto, é bom recordar que quem dirige o Atletico tem acertado pouco nos últimos anos. Este valor é muito alto e gera desconfianças mas agora não adianta nada criticar a decisão tomada. Não sabemos se havia outro clube na corrida, o que sabemos é que foi Jorge Jesus que o escolheu e está escolhido e ele tem acertado muito nas escolhas que fez. Se Roberto for decisivo num jogo da champions a segurar um resultado crucial para o apuramento, o investimento está recuperado.

Mário Lopes disse...

Ambos sabemos bem o que o José escreveu a respeito desses jogador(es) (Luís Filipe / Quím)... E ambos sabemos, embora queira dar agora a entender outra coisa, que o José nunca disse que esse sr era o maior do mundo (na sua posição)...

Basicamente dizia, ou dava a entender que era(m) jogadores que serviam bem para o benfica...

Ninguém aqui insinuou sequer que tenha dito tamanha barbaridade («Nunca defendi que o Luis Filipe era o melhor lateral direito do Mundo»)...

Bastou dizer isso sim, como também dizia do Quim e outros, que eram na realidade bons jogadores, ou pelo menos o suficiente para representar o SLB...

...E não eram. Mas posteriormente viemos a descobrir que o José conhecia-os além da espera publica...

Não tente é agora arranjar argumentos desonestos e dar a entender que não sei o que escreveu, porque ambos sabemos que pode ser muito bom com as palavras, mas ao escrever o que escreveu nos seus dois últimos comentários, a respeito desta questão, está apenas a ser intelectualmente desonesto!...

Anónimo disse...

E ainda mais em relação a este atlético - foi para onde fugiram 2 jogadores nossos (o Edgar e o Hugo Leal) - tendo a uefa condenado-o a pagar as respectivas indemnizações, que eu nunca li ou ouvi terem sido cumpridos

Anónimo disse...

No valor desta contratação estão incluidos os salarios do jogador pelos anos de contrato... Para o jogador é mais vantojoso fiscalmente receber o dinheiro por Espanha... Assim se passou com Javi Garcia...Assim se passou agora com Roberto...

MS disse...

Nao me acredito nessa dos salarios. Nao acho que o Benfica lainhasse numa de burlar o Estado Portugues, especialmente com o seu passado recente com Vale.