blog

domingo, outubro 24, 2010

Portimonense - SL Benfica: 0-1


O magro resultado obtido esta noite explana bem a qualidade do futebol que o campeão nacional está a practicar actualmente porque fosse este adversário um pouco melhor e a equipa teria imensas dificuldades em vencer.

Após a péssima imagem deixada em Lyon era de esperar uma reacção mais enérgica dos nossos jogadores para provar que na quarta feira tinha sido uma noite má e mais nada do que isso. Infelizmente não foi isso que se verificou com a equipa a apresentar os mesmos erros de França com imensos passes falhados e pouca alma na disputa da bola que permitia que o Portimonense respirasse um pouco. Como não é um Lyon esta equipa algarvia pouco incomodou mas o Benfica não conseguia ligar o seu futebol e criar lances de golo. Parece que o que se alcançou o ano passado perdeu-se totalmente e não consigo encontrar justificação para isso pois mantemos a estrutura da equipa, mantemos o treinador, não houve revolução nenhuma. É dificil de perceber. Na segunda parte entrámos um pouco mais fortes e chegámos ao golo rapidamente demonstrando que com mais garra e velocidade este jogo tería sido um passeio. Depois do golo mais alguma oportunidades que podiam e deviam ter sido concrectizadas para dar mais conforto no marcador e poder descansar os corações dos benfiquistas.

Não estou a conseguir perceber a gestão do plantel de Jesus, ora convoca e utiliza uns na Champions para logo a seguir os deixar na bancada a apostar noutros totalmente diferentes. Tudo bem que mostra confiança em todos e que todos terão oportunidades mas pelo menos dois ou três deviam ter uma pouco de mais consistência na utilização para assim poderem estar melhor quando chamados a jogar. Com o plantel reduzido por arreliadores lesões Jesus colocou o 11 de Lyon com a substituição de Coentrão por Peixoto que rubricou uma excelente exibição dando-me uma total tranquilidade que Maxi não me está a dar. Não houve nenhuma exibição que se possa dizer que foi má mas a equipa como um todo não esteve bem. Kardec a sofrer do mal de Cardozo com pouco jogo para dizer presente e quando teve não aproveitou. Gostei da dupla de centrais, Roberto bem na sua única intervenção, Javi a marcar mas a falhar muitos passes tal como Martins, Aimar e Saviola um pouco mais em jogo mas sem a eficácia de outros tempos. Jesus lançou Menezes, Jara e Airton com o argentino a falhar dois golos de forma escandalosa. Menezes mostra que sabe tratar bem a bola mas irrita a lentidão que dá ao jogo e Airton foi para segurar o resultado. Jesus procura não arriscar mas a equipa precisa de mais do que isto até para se galvanizar e ganhar moral.

A arbitragem foi patética. Não houve penaltys nem golos anulados mas qualquer queda de um jogador do Portimonense era falta, continuamos na senda dos amarelos claramente cirurgícos com Maxi e Martins a levarem o quarto amarelo por faltinhas de nada, principalmente a de Martins. Vai ser giro o jogo com o Paços...

Ganhámos e conquistámos os desejados 3 pontos. Mas esta equipa vale muito mais do que isto, vale muito mais do que está a demonstrar, basta existir ambição, desejo de vencer porque quando correm e imprimem velocidade o perfume do seu futebol rapidamente salta à vista de todos. A jogarmos assim seremos presas fáceis para as manhas e nojeiras do futebol luso.

21 comentários:

Rearviewmirror disse...

Sinceramente, acho que fizémos um bom jogo.
Fomos pragmáticos, soubemos ter a bola, tivémos paciência, salvo erro tivémos uns 12/13 cantos a favor, tivémos entreajuda, os jogadores correram e tivémos solidez defensiva. Enquanto o jogo esteve 0-0 o Portimonense não faz um remate á baliza, e depois dele (uma excelente jogada de Luisão, David Luiz e Javi) só tenho a anotar um remate de candeias, que Roberto tira mas penso que a bola iria para fora.
É pouco? Eu também queria goleadas todos os jogos, mas tal não é possivel. Ah, e eu contei 8 oportunidades de golo (Jara duas vezes, Luisão duas vezes, David Luiz uma, Kardec duas, Saviola uma). Se não as tivéssemos é que eu ficava preocupado...
Venha o Paço.s

Bruno disse...

Péssima análise.

Dylan disse...

Noto alguma preocupação sobre o estado emocional/exibicional da equipa e que também partilho.

VHugo disse...

A equipa tem algum problema interno, não é normal a forma como o Saviola saiu do campo!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/10/taca-de-portugal.html

Pedro disse...

VHugo estás a falar do q?

VHugo disse...

A equipa a ganhar 1-0, ele sai a correr nem para o banco olhou, entrou no balneário e foi por lá dentro a correr sem parar!
Se tu achas normal, eu não acho.

Pedro disse...

Não reparei.

DeVante disse...

Os benfiquistas continuam a dizer mal do Maxi e a malta dos conselhos matrimoniais até agradece.

Lá foi mais um amarelo mostrado ao uruguaio, com o beneplácito dos encarnados, perfazendo já 4. Antes de irmos ao Ladrão, jogamos com o Paços e tenho a certeza que o 5º lhe será mostrado com as bancadas da Luz a aplaudir e os comentadores avençados a justificarem o injustificável.

Assim fica mais fácil aos gajos. Até porque muitos contribuiram para o ordenado de Ventura e Candeias...boa!

Anónimo disse...

O Aimar também sai directo para o balneário de vez em quando. Se querem encontrar problemas à força, pelo menos sejam honestos e queixem-se dos "problemas internos" que desde o ano passado existem por certos jogadores saírem directos para o chuveiro, essa atitude criminosa...

De qualquer forma, nunca percebi quem se indigna por um jogador sair chateado. Desde que não seja mal-educado, não percebo o drama. O Saviola não teve nenhum acto/gesto de indisciplina, saíu aborrecido e ainda bem! Se calhar saíu tão aborrecdio com o JJ como com ele próprio por, mais uma vez, ter dado motivos ao treinador para ser substituido.

NT

Eagle84 disse...

Chique espertice ou não o nosso clube não sabe gerir de forma inteligente a gestão dos amarelos. Pelo menos o Javi ou Luisão já deviam ter limpo os amarelos para o próximo jogo. O ano passado lixamo-nos contra o Porto nesta questão e este ano vai ser igual para não variar.

Agora desculpem lá mas os cartões amarelos mostrados ao C. Martins e ao Maxi são limpinhos. Este último então foi de uma burrice tal!

Helder disse...

O União de Leiria fez esta manhã, na Bidoeira de Cima, o derradeiro treino antes da partida para o Norte do país, ao qual se seguiu a divulgação da lista de 18 convocados para o jogo de amanhã, frente ao FC Porto e que apresenta grandes novidades.

A principal novidade é mesmo a ausência de Silas. O médio internacional português, habitual titular, falha pela primeira vez uma convocatória... por opção técnica. Pelo mesmo motivo ficaram de fora Paulo Vinícius, habitual dono da lateral direita, e ainda Hugo Gomes, Diego Gaúcho, Ruben Brígido, Renato Saldanha, Mika e Arthuro. O médio Obradovic falha também o jogo do Dragão, mas por lesão."

Retirado d´A Bola.

Que é isto?!?!?!? Depois ainda acreditam que podemos ser campeões?!?!?!??

Vasco disse...

Concordo!
Eu não vou discutir tácticas nem os homens que ele mete porque isso não me compete (porque de futebol percebemos todos blbala) mas porra Carlos Martins não defende como o Ramires, o Javi faz piscinas p/ os lados. Não ganharíamos músculo e controlo se o airton jogasse nessa posição?

Vasco, saudações benfiquistas

Rearviewmirror disse...

Hoje vi 22 minutos do jogo do FCP. E porquê que só vi 22 minutos?
Porque foi o tempo que o U.Leiria demorou a fazer a 1ª falta...
Nunca vi uma equipa estendar tanto a passadeira como esta esticou...

Papi Chulo disse...

"A jogarmos assim seremos presas fáceis para as manhas e nojeiras do futebol luso."

Sim, e europeu. As manhas são fodidas para justificar insucessos.

Entretanto o fc porto sentiu tanta pressão que até rebentou. 5 vezes na baliza do Leiria. Aquele Hulk... meu deus... o que é aquilo!?!?

Anónimo disse...

http://www.lpfp.pt/liga_zon_sagres/pages/jogo.aspx?epoca=20102011&jornada=8&jogo=6289


Afinal n foram 20.000, nem sequer 15000 espectadores, foram exactamente 12.373. O que representa 41% da lotação do estádio.

O que mais dizer da imprensa que temos?

Próximo boicote Beira-Mar.

Saudações,

Xenrik

Anónimo disse...

eu não sei porque continuo a ver jogos do porco, mas pronto lá vi, uma convocatória no mínimo estranha do leiria, e para quem não viu o jogo vejam apenas os lances dos golos principalmente do hulk e do varela simplesmente patetico... contra nós até comem relva, não admira que o povo de leiria não queira saber do clube para nada, que patéticos são, adorava que descessem.

Anónimo disse...

Helder, é no mínimo estranho que alguns dos jogadores que "ficaram de fora" tenham sido titulares, mas enfim...

Mr. Shankly disse...

"que patéticos são, adorava que descessem."

Ainda não percebeste que não descem precisamente porque são patéticos?

Anónimo disse...

Não descem porque o presidente Bartolomeu que se adora pavonear por Leiria c/ a sua "big" limosine branca, (daquelas que só estamos habituados a ver em filmes) é mais um daqueles ligados ao poder obscuro e à máfia do corrupto.

iBenfiquista disse...

Eu acho que o boicote foi um sucesso. Porquê? Porque em condições normais, sem boicote, estariam no estádio mais de 20 mil pessoas. Assim estiveram apenas 12000, e isto apesar de terem baixado o preço dos bilhetes para quase metade! Numa região que tem o 2º maior poder de compra em Portugal, a seguir a Lisboa. Por isso, uma diminuição da assistência superior 40% tem de ser sempre um sucesso. Tendo em atenção vários factores:

1. O facto de se ter batido o recorde de receitas não significa nada. Comparado com há quantos anos? Se tivessem estado 20000 pessoas, sem a diminuição do preço dos bilhetes, a receita teria sido pelo menos o dobro. E isso dói, pois significa uma perda de 50% de receita!

2. Os jornalistas, de má-fé, estão interessados em diminuir a importância do boicote e ridicularizar a direcção do Benfica. Utilizam todos os argumentos, mesmo alguns que se vê logo que são mal amanhados, como falar no recorde de receitas ou dizer que havia muita gente com camisola do Benfica.

3. Grande parte da informação sobre o boicote corre na blogosesfera. Ora, em Portugal é uma pequena minoria de benfiquistas que se informa nesta. Uma grande parte nem sequer compra os jornais apesar de estes, por razões óbvias, tentarem calar o boicote.

4. Como muito bem diz o JJ, os benfiquistas são mesmo MUITOS, por isso é practicamente impossível fazer um boicote que tenha eficácia superior a 40%-50%.

5. Eu acho que uma redução da receita acima dos 40% (diminuição do preço dos bilhetes associada a uma diminuição da assistência acima dos 40% preenche os requisitos para se considerar o boicote um verdadeiro sucesso. Uma redução da receita superior a 40% no jogo mais importante da época para os pequenos clubes, que iriam aí buscar entre 30% e 50% da receita total da época, é um grande golpe! Ora façam as contas.

Apesar das tentativas frustradas dos jornalistas em dizer o contrário. Mas os dirigentes dos clubes sabem a verdade. É só fazer contas!

VHugo disse...

É isso mesmo.

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/10/regra-de-nao-se-defrontarem-os-grandes.html