blog

quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Carrega Benfica!!!

David Luiz faz parte do passado. O presente do Sport Lisboa e Benfica passa agora por Luisão, Sidnei, Jardel e Roderick em quem confio totalmente. E o presente do Glorioso passa pelo importantíssimo jogo de logo à noite no covil da corrupção para a primeira mão das meias finais da Taça de Portugal. Logo joga-se mais que uma qualificação, logo joga-se o resto da época onde uma exibição convincente do campeão nacional colocará uma pressão extrema em cima do clube corrupto que aliado às paupérrimas exibições que tem tido nos últimos jogos, safos apenas por decisões arbitrais polémicas, pode influenciar em muito o resto da temporada. Claro que no reverso da medalha teremos, no caso de uma exibição igual à última, o deitar a toalha ao chão no que ao coampeonato diz respeito pois a moral que sair deste jogo será determinante para as futuras prestações das equipas.

Ganhar ou perder faz parte do futebol, podemos ganhar jogando mal, podemos perder jogando bem, mas uma grande exibição, com garra, com dinâmica, com qualidade dirá muito mais do que o resultado que se obtiver. Uma exibição à Benfica demonstrará que estamos cá até ao fim e que ao mínimo percalço não perdoaremos. Hoje temos que ser Benfica que depois o Estádio da Luz fará o resto.

7 comentários:

André Leal disse...

AO JAMOR!!!!!!!!!!!!!!!!!

João Bizarro disse...

GARRA, QUERER, AMBIÇÃO. É o que eu quero.

Dylan disse...

Concordo consigo. Pior do que uma eventual derrota, é o simbolismo que isso pode acarretar no futuro e no resto da temporada. Mas acredito no valor desta equipa e que Jesus não tornará a errar tacticamente.

Jotas disse...

Confesso que já tenho imensas saudades da romaria ao Jamor, de ver o meu Benfica no jogo que para mim é o mais belo do ano, ciente das dificuldades, espero que seja agora, porque eu quero ir ao Jamor e se os jogadores do Benfica, tiverem a mesma vontade que eu, será meio caminho andado.

John Wakefield disse...

Gostaria de voltar ao Jamor. Sei que vamos jogar uma final antecipada contra uma equipa de nível alto. Será uma espécie de final antecipada a duas mãos.
É importante que os jogadores sejam fortes perante o ambiente hostil que lhes espera. E sim, estamos mais fortes, mas temos de o demonstrar em campo. Não podemos entrar com medo.

Deixo os 11 últimos confrontos entre fcp-Benfica (no Dragão) desde 2000 até 2011.

2000/01
FCP-Benfica 2-0

2001/02
FCP-Benfica 3-2

2002/03
FCP-Benfica 2-0

2003/04
FCP-Benfica 2-0

2004/05
FCP-Benfica 1-1

2005/06
FCP-Benfica 0-2

2006/07
FCP-Benfica 3-2

2007/08
FCP-Benfica 2-0

2008/09
FCP- Benfica 1-1

2009/10
FCP - Benfica 3-1

2010/2011
FCP-Benfica 5-0

Conclusão: Em 11 jogos, o Benfica contabiliza apenas uma vitória e dois empates. Mas existem 2 derrotas por 3-2 que em eliminatórias a 2 mãos, estão longe de ser decisivas. Hoje uma vitória, um empate ou no pior dos casos uma derrota por 2-1 ou 3-2, servem para manter intactas as nossas esperanças de pisar a final no Jamor.
Rapazes coragem e dignifiquem a camisola. Queremos a taça!

Pedro disse...

Só de pensar que com arbitragens honestas essa estatística seria completamente diferente...

Pedro Vagos disse...

Pelo menos desta vez não corremos o risco de ver o David Luiz na esquerda... LOL.

Sinceramente, para lá de todas as incidências do jogo que são causadas pelos bois do apito, o que me parece é que os azuis, nestes jogos, correm sempre mais (e têm sempre mais vontade de correr) do que os nossos.
Compreendo que é o eterno síndrome das equipas pequenas, que se agigantam quanto defrontam os grandes, mas acho que já falta ao Benfica (e é de há muito tempo) ter no seu staff técnico um bom "preparador psicológico"... alguém que saiba expremer a parte psicológica aos nossos jogadores! É que hoje em dia, os mind-games também ganham jogos - ou contribuem decisivamente para isso. Basta ver as equipas do Mourinho. Ou o Benfica de José Veiga.