blog

quinta-feira, fevereiro 17, 2011

SL Benfica - Estugarda: 2-1

Os benfiquistas cometem sistemáticamente o mesmo erro quando analisam os jogos do seu clube: acham que jogamos sozinhos.

Nas bancadas ouvia-se coisas como não estamos a correr como contra o Guimarães, estão nervosos, estão desastrados, não acertam um passe, etc esquecendo-se que do outro lado está um adversário que dificulta a vida à nossa equipa. E não é uma equipa qualquer, o facto de estar em penúltimo no seu campeonato apenas mostra o quão fraca é a nossa liga nacional e o porquê de muitas vezes ser difícil às nossas equipas apresentarem um ritmo e concetração competitiva na Europa equivalente às exibições internas. Não tenhamos ilusões, este Estugarda é uma equipa forte tacticamente, rápida, possante e que sabe tratar bem a bola e o nosso jogo menos conseguido na primeira parte deveu-se a isso mesmo, ao valor do adversário. E só um super Benfica é que foi capaz de realizar uma segunda parte a um ritmo endiabrado e capaz de dar a volta a um resultado adverso e permitir sair para "intervalo" da eliminatória em vantagem.

Jesus apostou em Jara para substituir Saviola e acho que ganhou a aposta. Não percebo o porquê de tantas críticas ao argentino no jogo de hoje pois foi ele quem imprimiu mais intensidade de jogo ao Glorioso e era ele que mais lutava e mais pressionava os adversários. O "problema" na primeira parte foi que o jogo não saía bem dos pés do Aimar e todo o futebol da equipa ressente-se disso, na segunda parte tudo foi diferente o que permitiu o vendaval ofensivo que se assistiu asfixiando a equipa alemã mas que sempre que tinha a posse da bola conseguia ataque rápidos perigosos e sempre intencionais. O jogo do Benfica era intenso e rápido mas era, igualmente, cerebral, bem feito, com rápidas mudanças de flanco e que resultavam em sucessivas oportunidades de golo. Novamente o SLB tem um caudal ofensivo que permitia, numa noite "normal" arrumar a eliminatória mas, infelizmente, a bola só quis entrar duas vezes mantendo assim a eliminatória totalmente em aberto.

Se Aimar esteve mal na primeira parte na segunda esteve muito bem e com isso impulsionou todo o jogo da equipa com Coentrão (aquela arrancada no final do jogo é qualquer coisa de fantástico) a imprimir a velocidade que Sálvio não estava a conseguir. Luisão esteve excelente no centro da defesa e Sidnei subiu bastante na segunda parte. Ao rever os golos na TV fico com a sensação que Roberto podia ter feito melhor no lance do golo pois o chapéu é feito na entrada da área pelo que talvez, repito, talvez o nosso guarda redes não precisasse de se ter adiantado. Gaitan enquanto teve pilhas foi muito activo mas no final estava esgotado e penso que Jesus terá falhado quando tirou Jara e não Gaitan. Cardozo muito lutador, muito batalhador e a conseguir abrir o marcador (que celebração é aquela Tacuara???) e a confirmar o golaço de Jara.

Bolas...é impressão minha ou temos muito azar nas arbitragens? Mas o que é que se passou esta noite na Luz? Três penaltys por assinalar? Numa competição europeia é muito penalty..empurrão a Javi Garcia, derrube de Coentrão e falta sobre Jara que é assinalada fora da área...assim é muito complicado. E até começou bem quando amarelou um "alemão" por falta sobre Jara mas logo de seguida deixa passar um empurrão que se viu do Colombo a Gaitan mesmo nas barbas do fiscal de linha e de todos os que estavam no estádio...

A eliminatória está no intervalo e estamos em vantagem mas 2-1 é dos resultados mais perigosos nas competições europeias pois a equipa que está a ganhar muitas vezes procura defender o resultado e basta um simples golo, que pode acontecer aos 90 minutos, para mudar completamente o rumo da eliminatória. Por isso temos que dar seguimento aos segundos 45 minutos, se conseguirmos acredito que é desta que matamos o borrego alemão e seguimos em frente da Liga Europa.

Palavra para os adeptos presentes na Luz que estiveram fantásticos após o golo sofrido dando aquele apoio brutal que empurrou a equipa para cima do Estugarda. Bravo!

13 comentários:

Anónimo disse...

considero que nao ha penalty sobre o conetrao.

e digo-te... fico furioso com ele nesse lance! o coentrao quando é tocado pelo guarda redes ja vai de joelhos no chao! o jesus devia dar-lhe uma sapa! so tinha que continuar a correr normalmente... mas "desfaleceu". os outros 2 sao penalty.

marley disse...

Eu acho que é penalty sobre o Coentrão como também acho que é panalty sobre o Jara.Sobre o Gaitán não consegui ver porque levantaram-se todos á minha frente e fiquei sem qualquer visibilidade. O benfica podia ter goleado. A 2ª parte foi muito boa ,a 1ª nem por isso. Pareciam cansados. Mas venceu e tenho esperança que seja desta que vencemos os alemães.
Viva o Benfica!

John Billy #32 disse...

Pedro, esses alemães são uma equipa banal, como deu para ver na segunda parte.
O maior problema do Benfica tem a ver com um grande defeito do Jesus: a mensagem para o exterior.
Acho que o Benfica nunca teve um treinador tão mau nesse aspecto. Nem o Fernando Santos.
Já neste fim de semana tinha dito que não entendia certas declarações do Jesus envolvendo-se com o Villaboas.
E agora não percebi que raio de declarações foram aquelas antes do jogo de hoje.
"O Estugarda deve estar assustado."
Acompanho o futebol português, espanhol e inglês e nunca ouvi um treinador efectuar tais declaração antes de um jogo.
Mas o que o Benfica ganha com isso?
Nada!! Pior do que isso só serve para espicaçar o adversário e amolecer os nossos.
A entrada do Benfica reflectiu mesmo isso: somos os maiores e eles não valem nada por isso nem vale a pena correr.
Acho que havendo no Benfica um João Gabriel e um homem batido como o Rui Costa é altura de dar um toque no Jesus. Que se dedique a treinar (e nisso é excelente) e que fale o menos possível a imprensa (nisso é um zero).

João Bizarro disse...

Hoje voltamos a ver o pior Benfica. Aquele que pode ser sodomizado por qualquer merda por essa Europa fora. VERGONHA de 1ª parte

Pedro disse...

John tens razão na questão das declarações de Jesus antes do jogo. Ele tem que se deixar dessas merdinhas e falar apenas na importância do jogo e q a equipa vai respeitar o adversário e dar tudo para ganhar. Em contra partida esteve muito bem no pós jogo, elogiado a equipa de forma correcta. Detestei antes do jogo, adorei depois do jogo. É só corrigir como dizes o antes do jogo e temos o discurso perfeito.

Já não concordo nada qd dizes q o Estugarda é uma equipa banal. Os homens não se atrapalhavam com a bola, a dita rolava de pé para pé, de jogador para jogador, em velocidade e em controlo. Agora acho que somos superiores a eles, e qd assentamos o nosso jogo dominámos totalmente e podíamos ter goleado...mas os contra ataques deles foram sempre perigosos, sempre.

Fisgas disse...

"O Estugarda deve estar assustado."

20 minutos, golo da equipa mais patética do campeonato alemão... tou farto da conversa de charlatão e estou a 200% com o john billy

John Wakefield disse...

1- caro Pedro, o Estugarda forte de que falas já não existe... o tempo dos meiras, bordons, kuraniys, balakovs, hildebrands, hlebs já terminou apesar de terem sido campeões alemães há 5 ou 6 anos. Neste momento são uma equipa bem mais fraca. A defesa se for pressionada, treme por todos os lados. A prova disso é o registo que têm no campeonato - 43 golos sofridos em 22 jogos - quase uma média de 2 golos sofridos por jogo. Em relação, ao ataque são perigosos - 38 golos marcados no campeonato. Mas, a meu ver, Benfica na primeira parte não fez melhor mais por demérito seu.

2- Em relação ao Jara, concordo. Só o Carlos Manuel é que diz que a sua exibição foi apagada. Eu não achei. Quando as coisas não corriam bem, era ele o que mais batalhava e se mexia. Era o que procurava mais desmarcações... Quando a equipa brilhou, foi compensado com um brilhante golo.

3- A culpa do golo do Estugarda deve-se a uma fragilidade dos centrais do Benfica - a falta de mobilidade. Podem ser excelentes nos jogos aéreos e na disputa de bola, mas ambos são um pouco lentos. Teremos que viver com isso. Roberto pouco podia fazer (devia era ter perdido menos tempo para a reposição da bola)

4- A arbitragem cedeu mais aos interesses forasteiros.

5- Brilhante o apoio da massa adepta - 0 12º jogador foi decisivo na inversão dum resultado negativo.

6- Em Estugarda, temos que marcar e creio que o conseguiremos. No entanto, não podemos entrar apáticos e com receio, preservando o 0-0.

Anónimo disse...

Só eu é que vi o jogão do Maxi Pereira ontem?! Não tem a "fama" do Coentrão, não tem a "nota artística" das estrelas argentinas, mas corre, corre, corre, luta, luta luta, que até cansa só de ver... Para mim foi o melhor. Sobretudo na segunda parte, levou a equipa para a frente e cortou muitos ataques do adversário. E ainda teve tempo para oferecer de bandeja o terceiro ao Filipe Meneses, que este desperdiçou incrivelmente.

Manuel disse...

Estou 100% com o John Billy. Essas declarações antes de um jogo são próprias de um fanfarrão. E isso é inadmissível.

O Estugarda foi campeão alemão em 2007, portanto há menos de 4 anos.

A táctica deles, para anular o nosso jogo, foi fazer um pressing terrível, o que conseguiram, emperrando totalmente o nosso jogo. Enquanto tiveram forças, que eram muitas, foram bem sucedidos, mas na 2ª parte era impossível continuar com tal ritmo, e foram-se abaixo. Isto é uma táctica que começou nos anos 80 com Sven-Goran Ericsson nos "Anglarna" (Os Anjos) de Gotemburgo, e que lhes deu notoriedade e títulos europeus. Não tem nada que saber: não deixar jogar o adversário.

Em Estugarda vai ser um jogo completamente diferente.

MS disse...

Entretanto Elvis foi emprestado ate Dezembro ao Atletico Goianense ao abrigo de um protocolo, diz o clube brasileiro, que por coincidencia vai construir um novo estadio e complexo desportivo.

John Billy #32 disse...

Pedro, é uma equipa banal nos parâmetros das competições europeias. Tem claramente qualidade, mas não há comparação possível com o City, o Bayer, o Nápoles ou o Villareal por exemplo.
Na 2ª parte deu para ver a diferença existente entre as duas equipas. O Benfica é muito superior.
Infelizmente entramos no jogo como se viu e acordamos a tempo da vitória mas já tarde para alcançar um bom resultado.
Vamos agora para Alemanha com 50% de hipóteses para cada lado porque fomos incompetentes.

Anónimo, o Maxi também foi para mim o melhor em campo. Só não falei ontem da prestação dos jogadores porque fiquei muito incomodado com a atitude do Jesus.

marley disse...

Meu caro Anónimo eu também achei o Maxi um SUPER SUPER SUPER MAXI. Á minha volta todos diziam o mesmo, portanto muita gente é da tua opinião.
Benfica sempre

John Billy #32 disse...

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=248398

É fodido! Mas durante quatros não te queixaste! E ainda gozavas!
Agora chora filho da p***!!