blog

domingo, abril 03, 2011

SL Benfica - FCPorto: 1-2

Nos cinemas e nas novelas é que as histórias acabam sempre bem, na vida real, infelizmente os filhos da puta vão-se safando. Hoje assistimos a um episódio da vida real que exemplifica na perfeição o que foi este campeonato da mentira onde, mais uma vez, a corrupção triunfa perante a incapacidade de resposta de um clube tão grande e tão digno que não sabe lutar esta guerra. Hoje vimos uma equipa banal a ser desenvergonhadamente levada ao colo por um árbitro miserável que tudo fez para empurrar os nossos bravos para o chão abrindo corredores para que os corruptos galgassem terreno a seu bel prazer. Depois o monumental erro de Roberto a dar cobertura à arbitragem vergonhosa que se assistia dando um abalo moral à equipa que só a muito custo conseguiu recuperar. Jesus inventou novamente ao colocar Airton em campo a lateral direito quando tem no plantel uma opção mais, pelo menos habituada, à posição e que, relembro, tão boa conta deu no jogo da época passada. E quando o nosso treinador inventa os resultados não são os desejados... Ver aqueles montes de esterco festejar no nosso Estádio é chato mas não é isso que me incomoda, ver estes corruptos "conquistarem" mais um título dá-me asco mas não é isso que mais me incomoda. A partir do momento em que saí do Estádio e desliguei o rádio qualquer coisa relacionada com eles e com qualquer festejo desapareceu, nem uma buzinadela nem um cachecol sequer. Eles estão naquele seu gueto nojento e mais nada, são pequeninos em tudo por isso, os festejo, passam-me totalmente ao lado. O que me incomoda a sério é a passividade com que os nossos responsáveis assistem a estas merdinhas do futebol português, o que me incomoda é ver os nossos serem apedrejados e agredidos no antro da corrupção e para eles uma vinda a Lisboa é um passeio, o que me incomoda é a bosta do Duarte Gomes ser nomeado para este jogo e ninguem do SLB dizer seja o que for, o que me incomoda é a besta do apito logo no primeiro minuto demonstrar a todos, na nossa casa, na nossa cara, como ía ser o resto do jogo e ninguém do Glorioso tomar medidas. Já chega. Sente-se uma revolta enorme nos benfiquistas e isto, acreditem, um dia acaba mal. E depois não se queixem de sermos milhões... Impressionante o clima de guerra que estava na zona comercial do Estádio, a vontade que muito tinham em fazer frente à opressão. Um dia isto acaba mal...muito mal. Aquela palhaçada da água no final do jogo é isso mesmo, uma palhaçada. De que serve atirar água para cima deles quando já estão a festejar??? Se queriam fazer algo, e deviam, era antes do jogo, era na semana antes do jogo, era na véspera do jogo. Ali? Patético!!!! Se ao menos fosse ácido... Não há muito a falar do que se passou esta noite. Falar de futebol? Ok, mais uma vez Coentrão meteu aquela amostra de jogador no bolso, um autêntico baile que o nosso brilhante jogador deu ao agressor de stewards. Um jogador que representa bem aquela merda de clube, um jogador patético que é levado ao colo por uma imprensa submissa da mesma forma que o clubeco é levado ao colo pelas arbitragens compradas. Nem devia ser permitido aquela bosta jogar no mesmo corredor que um Fábio Coetrão que cada dia que passa está mais jogador. 25 milhões? Sr.Vieira, seria motivo para demissão imediata!!!!! Também gostei muito de Gaitan. Não me apetece falar mal dos nossos bravos mas é difícil não falar de Roberto, um guardião capaz de defesas do outro mundo mas depois borra a pintura desta forma. E Cardozo, que foi aquilo? Naquela fase do jogo...por favor... O título não se perdeu hoje, perdeu-se na Supertaça quando não soubemos nos preparar, tal como hoje, para uma guerra. Enquanto pensarmos que isto é apenas um jogo de futebol e que o facto de sermos melhores dá-nos vantagem teremos estes amargos de boca. E custa-me sentir que ainda não aprendemos a lição. Quinta feira há mais. Há o que realmente importa. Queria ganhar hoje para manter a moral em alta. Perdemos porque fomos roubados e agora espero que a equipa mostre a fibra de que é feita e que dê tudo em campo para derrotar e eliminar o PSV naquele que é e deverá ser o principal objectivo deles. Hoje estive lá, até ao fim, como sempre. E quinta feira lá estarei novamente. Sou do Benfica e isso me envaidece!!!!

25 comentários:

John Wakefied disse...

1- Partilho a mesma tristeza mas infelizmente discordo de ti. O Duarte Gomes errou para ambos os lados, foi menos perdulário no critério disciplinar para os jogadores do Benfica. Mas não foi por causa disso que perdemos.

2- Perdemos este jogo da mesma forma que o fizemos em relação ao campeonato - entramos mal e intranquilos. A defesa a abanar por todo lado. Airton e Sídnei a disparatar. Coentrão vá lá, foi o melhor, conseguiu ao menos secar o hulk que só marcou de penaltie (claro está!). No meio campo, muito a desejar na posse de bola. A nível ofensivo, um Saviola a rumar contra a maré. Claro que no início fomos prejudicados e o fcp muito beneficiado e isso também foi decisivo, mas pronto eles foram mais fortes...

3- A época não acabou para o Benfica. Aliás, agora começa a chegar a hora da verdade. Temos uma meia-final da taça de portugal onde teremos que encher o estádio (sem JORGE JESUS SUSPENSO e quiçá CARDOZO pela expulsão ridícula de hoje, caso o paraguaio apanhe 3 ou mais jogos de suspensão). Os jogos da época são os próximos da taça e espero que os jogadores não nos decepcionem de novo, pois conto com um triunfo nas duas taças internas. As próximas 2 festas têm de ser nossas!

joão disse...

O que custa mesmo é a equipa não aprender não só com o erros cometidos e voltar a comete-los sistematicamente como ainda não aprendermos com os nossos sucessos, parece que toda a gente na equipa não aprendeu que só ganhamos com a atitude que tivemos no jogo da taça.
Depois o que custa é que mais uma vez o Roberto falhou de forma decisiva e o pior é que a conta dele perdemos dez pontos e mais os erros dele legitimaram sempre a roubalheira desviando atenções, são demasiados pontos perdidos á custa dele continuamos a enganar-nos e a acreditar que ele vai melhorar mas ciclicamente faz asneiras que infelizmente sempre que as faz custa-nos caro.
O pior de tudo é que a roubalheira já não incomoda de tanto se tornou habitual e isso é que começa a ser grave já disse aqui uma vez que isto só acaba quando fizerem a folha a um gajo destes os outros entram logo na linha.
Agora não nos podemos esquecer de dar os parabéns aos novos campeões nacionais que tanto se esforçaram desde a primeira jornada, olarapio, elmano santos, duarte gomes, cosme machado, carlos xistra, josé cardinal etc,etc,etc.

Eusébio disse...

Não podemos ser ceguinhos ao ponto de nos queixarmos da arbitragem. Os nosso jogadores hoje só deram porrada e temos que dar Graças só termos acabado com 10. Deviam ser muito menos. Temos que abrir os olhos. Levámos um baile. E só abrindo os olhos desta forma é que os podemos superara. Não é arranjar desculpas com os árbitros, como hoje que só podemos agradecer.

Anónimo disse...

Hoje, a nossa equipa demonstou não estar preparada para GANHAR. É quemuito mais importante que ganhar é, SABER PERDER. Os Responsáveis do Benfica e a equipa hoje, mostrou não saber perder. Esperemos que na 5ªfeira proxima tenham outra atitude. VIVA O GLORIOSO!

Pedro disse...

John, ao primeiro minuto de jogo o palhaço do apito mostrou ao que vinha: contra ataque do SLB em claríssima superioridade numérica, cacetada violenta sobre um dos nossos e Duarte Gomes para a jogada para ...dar um aviso ao jogador corrupto. E ainda mostra amarelo ao Aimar. A partir desse momento os corruptos tiveram carta branca para bater em tudo o q era vermelho. Os nossos...ao primeiro toque levavam amarelo. Cardozo é expulso e bem sem dúvida. Moutinho faz igual ou pior e fica em campo??? Como esta houve tantas e tantas...

Desde o primeiro minuto...

John Billy #32 disse...

Estou sem palavras.
Uma noite na cama sem conseguir dormir.

Olha-se para a tribuna e vejo com lugar de destaque a esquerda e direita do nosso presidente, o Gomes (o homem das facturas) e o Paulo Bento (o tal que estoirou o Coentrão e o Martins poupando os corruptos).
Com um presidente destes como podemos ser respeitados pelos nossos adversários?

Anónimo disse...

Aconselho os benfiquistas a passearem pelos jornais internacionais, os comentarios ao mau perder são hilariantes.

"el barça creando escuela ajajja son un ejemplo a seguir para saber ganar hay q saber perder"

por aí fora

Anónimo disse...

Jornal A Marca:
"Pero el Benfica reaccionaría ocho minutos después. Tras un penalti más que dudoso, Saviola establecía el empate en el minuto 17. Nueve después, Hulk hacía el segundo para el Oporto, también de penalti."

penalti MAS QUE DUDOSO

Edson Arantes do Nascimento disse...

Não concordo nada com o tom deste texto. O Benfica está, cada vez mais, a tornar-se um FC Porco - sobretudo nas atitudes fora de campo.

Eu não vivo em Portugal, mas considero vergonhoso e lamentável o ambiente criado à volta de uma rivalidade desportiva entre dois clubes de futebol. E o Benfica tem a sua elevada quota parte neste estado de coisas. Sim, estamos a falar de uma merda insignificante para as nossas vidas. Futebol é prazer, desporto é entretenimento, é paixão e emoção mas também é apenas um passatempo para a maioria de todos nós.

O ódio não existe, somos nós que o alimentamos. Eu amo o Benfica mas há uma certa linha de razão que tento não a ultrapassar.

Quanto ao jogo, não considero que o Benfica tenha levado um baile, como alguém escreveu. Nada disso. E percebo uma certa revolta quanto à arbitragem - é, com certeza, um dos cancros do futebol tuga. Falta cultura de mérito, falta competência, critério, falta tudo. São maus de mais. Todos! Não há um árbitro que se aproveite.

Também não percebi a opção pelo Airton. É que o homem não tem nem nunca terá qualquer capacidade para jogar a lateral. Tendo que enfrentar A. Pereira e Varela (os lagartos são mesmo burros e totós e totós) em grande forma...

Parabéns ao FC Porco pelo campeonato, mas nós ainda temos várias coisas para ganhar.

John Wakefied disse...

1- Sim Pedro, eu não desminto que o árbitro tenha favorecido mais o fcp do que o SLB, aliás até reparei nisso (de facto no critério disciplinar as coisas foram até mais evidentes, pedia-se um vermelho para o moutinho como tu afirmas pois a entrada foi semelhante à do cardozo; o lance inicial do aimar e do otamendi foi também ajuizado ridiculamente) mas pronto acho que esteve longe de ser por aí que perdemos o jogo.
Espero sim que o Cardozo apanhe 1 ou 2 jogos porque se apanhar mais... lá se vai a meia-final da taça. Mas fica já aqui relembrado o vermelho ao Moutinho que deveria dar azo a um sumaríssimo idêntico ao do cardozo e até o caso do Maniche na primeira volta por agressão levou 2 jogos).

2- Acho que a intraquilidade defensiva (roberto, airton e sídnei) foi algo que temos que rever pois foi o principal factor da nossa derrota. Se reparar, o Benfica nos jogos de alto nível, em casa, entra sempre da pior forma, apático e intranquilo (estugarda, psg, fcp...). Algo tem de mudar.


3- Eu acredito que vamos vencer a taça da liga e a taça de portugal. Mas para isso, temos que aprender com os erros! e pronto, esperar arbitragens mais decentes e coerentes.
Quanto à Liga Europa, tanto PSV e Benfica vêm de resultados desmoralizadores. A equipa holandesa perdeu contra o twente que a ultrapassou na classificação e que ocupa agora a liderança. Vai ser um grande jogo em que quem ganhar, pode encontrar a motivação perdida para o resto da época.

RS disse...

tou com uma cabeça que nem me levanto!

Roberto, tinhas que falhar (outra vez!) ????

Cardozo gosto mt de ti mas podias ter evitado aquela merda!

não adianta culpa o arbitro pq eles deram-nos um banho de bola.

Por falar em banho… que merda foi aquela da agua no fim do jogo? Ridículo! A fazer alguma coisa tinha que ser antes do jogo! A fazer naquela altura em vez de mandarem agua haviam de ter mandado agua dos esgotos pra levarem com a merda em cima!

No ano passado podíamos ter feito a festa no antro e foi-nos preparado um ambiente infernal. Este ano em situações semelhantes temos o estádio vazio???? Onde anda o Inferno da Luz?

Anónimo disse...

Pelo amor da santa... o árbitro marcou um penalty escandaloso a nosso favor e o empate bastava-nos para evitar a vergonha q é de ver os nossos rivais festejarem em nossa pp casa...

O Otamendi nem sequer faz falta no primeiro minuto, esqueçam isso, importante é perceber pk é q o nosso estádio n estava cheio. Onde estavam os adeptos? Ou perceber cm foi possível levarmos este cheiro de bola... Basta de desculpas c arbitragens, os responsáveis de contratações cm Robertos e Cª q se assumam...

Anónimo disse...

E o pontapé do Javi Garcia? Só amarelo? O penalti do Roberto não era para vermelho? Joguem mais e falem menos. E respeito ao futebol e ao desporto, sem violência!

Pedro disse...

Edson, o tom do texto até é muito suave para o que os corruptos mereciam.

Quem é que cria este ambiente de hostilidade? Quem é q nunca foi capaz de condenar a violência q existe sempre q se vai à pocilga?? Eu estou farto de dar a outra face, FARTO!!!

Agora trazem citações da Marca? Engraçado..no outro dia, em q as citações era sobre corrupção nada disseram...

Dá-me um gozo enorme chegar aqui e encontrar vários comentários de adeptos corruptos. Numa hora destas eles lembram-se deste blog!!! Obrigado a todos!!!

Edgar disse...

Perdemos o campeonato. Não foi ontem – como se diz por aí –, mas logo no início, quando, com o escudo no sítio certo, não encontrámos a humildade e a qualidade necessárias para contrariar o que já se adivinhava e até havia sido anunciado pelo próprio presidente rival. Falhámos e, pese embora a posterior demonstração de competência (quer individual, quer colectiva), jamais poderíamos lá chegar: o nosso bom futebol poderá sempre derrotar 14 adversários por jogo; mas nunca vencerá no campo onde o FC Porto é levado ao colo.

Mas hoje sinto-me mal – como não me sentia há muito. Esta derrota, em nossa casa, servirá apenas para adensar a irrealidade dum campeonato pensado e concretizado fora das quatro linhas, da mesma forma que se vem escrevendo a história do futebol português, ao longo dos últimos trinta anos. Sinto-me mal, porque o nosso clube apoiou a candidatura de Fernando Gomes; porque continua vinculado à empresa de Joaquim Oliveira; porque há rostos do polvo a frequentarem as instalações VIP do nosso estádio; porque antes e no final do jogo os nossos adeptos e dirigentes responderam aos apelos do nosso rival, demitindo-se dos valores que norteiam o Sport Lisboa e Benfica.

O Benfica e os benfiquistas têm de compreender algo de uma vez por todas: nunca sentiremos a rivalidade que eles sentem por nós. É o ódio ao maior clube português que os alimenta e os move. É esse o registo regionalista e medíocre em que vivem. E nós, que amamos o nosso clube acima de qualquer outra coisa, que temos (e teremos) uma posição dominante no desporto e no futebol nacional, precisamos reforçar a mentalidade daqueles que vestem o manto sagrado, na hora de pisar os relvados – sobretudo, quando defrontam os rivais mais directos. Esse trabalho tem de ser feito (pelos dirigentes e pelos treinadores), sob pena de repetirmos noites como esta, sempre que surja este um-para-um.

Lamento dizê-lo, mas sinto que hoje houve (muitos) benfiquistas que não estiveram à altura da nossa instituição, antes, durante e depois do jogo. E apesar desta noite mal dormida, desta tristeza que me oprime o coração, não consigo deixar de ter orgulho no actual Benfica; em ser benfiquista. Basta, para tal, olhar para a televisão (sem som), que hoje transmite em tons de azul e branco. Vejo um café em Cabo Verde, com dez portistas aos saltos e 90 indivíduos de rosto fechado; vejo um grupo de cinco amigos a festejar em Genebra; e vejo uma rua com algumas pessoas, na cidade do Porto.

Agora há três taças para ganhar. Se tudo correr normalmente, poderemos decidir duas delas frente ao FC Porto. Em casa ou em Dublin, temos de provar que somos melhores. Os melhores, mesmo depois da mentira cruel desta noite. Por isso, benfiquistas, nesta segunda-feira as lágrimas estarão limpas. E juntos poderemos escolher, entre baixar os braços, perante o desânimo, ou mostrar a Portugal e ao mundo o que é o Benfica. Mostrar o nosso orgulho, nunca esquecendo os nosso princípios e os nossos valores. Cabe-nos a nós, somente a nós, evitar repetir coisas que hoje não deveriam ter acontecido, em palco sagrado. É simples: é levá-los ao colo e vencer. Vencer, de alto a baixo

bailarino disse...

O benfica em 25 jogos tem 24 golos sofridos. Isto não são numeros de uma equipa que se quer campeã.

ABraços

PS - aquele 1º golo é inadmissivel. Desde a perda de bola do Javi ao auto golo do Roberto.

David disse...

            Será possível que ninguém vê que pelo menos 90% da culpa da derrota de ontem é do Jesus?? O gajo ainda não percebeu que contra um meio campo com 3 trabalhadores (Fernando, Moutinho e Guarin) não pode jogar só com um médio defensivo??? (isto para não falar da iluminação de ter posot o Ayrton). Tem a época toda a cometer o mesmo erro!!!!!. Só posso pensar que o gajo é burro pa!!!! Tem a época toda a fazer a mesma merda desde o jogo da supertaça aos jogos da Champions y os da liga Europa. Algumas vezes temos sorte mas contra equipas fortes acontece o que aconteceu ontem seja fora ou em casa!!!! E pra mim o Roberto pode ir para o mesmo sitio que o LFV e só não digo o sitio por educação. Por acaso alguém já leu o último texto do Blog o Polvo dos papalvos?? onde conta uma historia onde participa um tal tipo que é um dos observadores do Benfica!!! E andam os sócios a dar dinheiro para sustentar Andrades y Sportinguistas??? Esta é a essência da questão a explicação desde campeonato e do jogo de ontem... Enquanto tivermos este presidente os resultados não vão mudar, campeonatos de 5 em 5 anos e continuar a bater os recordes negativos da história do Benfica este será o futuro...       

Anónimo disse...

O jogo q eu vi ontem so podia acabar com a vitoria do Porto.Foram melhores.Qual e a duvida??!!??

Qto a arbitragem acho de loucos insinuar q o Benfica foi prejudicado.A realidade diz o contrario-de forma evidente.

Decadente espectaculo antes e apos jogo.

A vida continua..

ZéBonéOaparvalhado disse...

"Sou do Benfica e isso me envaidece".

É lindo

João Bizarro disse...

Agora só quero ganhar na 5ª Feira e que a equipa volte a mostrar atitude dentro de campo e não aquela passividade demonstrada neste jogo. Há adversários que não merecem, nem precisam que lhes entreguemos o jogo.

Manuel disse...

Não concordo nada que levámos um banho. Aliás, penso que se não tivéssemos sofrido um golo tão cedo, nunca perdíamos o jogo. Deixo um "copy/past" de algo que escrevi noutro blogue, e que continua a ser a minha opinião:


"Em primeiro lugar acho que os dois penalties e as duas expulsões foram correctas. O Cardoso perdeu a cabeça à semelhança do Luisão lá. Enfim, só a perde quem anda no campo, mas estou convencido que se temos continuado com ele, tínhamos empatado.

Os andrades entraram relaxados, EMPURRADOS por 13 pontos de vantagem, enquanto o Benfica entrou ansioso, angustiado e muito inseguro. Notou-se bem nos jogadores. E não houve tempo para acalmar, pois sofremos um golo cedo. Fruto dessa mesma ansiedade. Ainda mais nervosos ficámos.

Para além de concordar que o Javi devia ter tido ajuda no meio campo (o JJ "is too bullish", demasiado optimista), os andrades jogaram sempre no nosso erro e aproveitaram-se bem desses erros para fazerem os golos. Mais uma vez o JJ não foi precavido nem sagaz.

Tirando as escorregadelas que deram origem a contra ataques (Javi duas vezes, Airton), a entrega de bolas ao adversário (Sidney) e o frango (Roberto), quem mais ocasiões é que criaram? O Hulk, o jogador mais fantástico do universo, foi uma nódoa! Aliás o Hulk na minha opinião não passa de um bluff. Sempre que é bem marcado, quando lhe tiram os espaços, não faz nada. Absolutamente nada! E não é a primeira vez. O próprio Falcão, a melhor ocasião foi uma oferta do Sidney.

Eles tiveram ocasião para marcar muitos? Ai sim? E nós? Quantas ocasiões, em jogo jogado, criámos?

Nós tivemos duas cabeçadas a metros da baliza que foram à figura do guarda-redes, fruto de jogo jogado com princípio, meio e fim.

Tivemos 6 remates à baliza (o mesmo que eles) e um na trave. Mas dos 6 remates deles, um foi penalty (jogada oferecida), outro frango, dois ou três de jogadas oferecidas (erros nossos).

Estou convencido que se tivéssemos marcado primeiro tínhamos ganho o jogo facilmente. Relaxávamos e eles enervavam-se. A nossa angustia e ansiedade desapareciam como que por encanto.

Temos ainda muito pela frente. Temos de recuperar os jogadores para 5ª feira e temos mais um jogo com os andrades que nos dará uma nova final. Este sim, é importante.

PS. Tinha preferido o Luis Filipe a lateral direito."

Jorge Mota disse...

lol Manuel

Pedro Vieira disse...

Boas,

Acabei no teu blog por causa de um link no relvado. Devo dizer que estou chocado com o que li. Desde à falta de verdade - não à sua verdade - mas à verdade dos factos, e a forma tão insultuosa e incendiária com que escreve. Creio mesmo que este blog serve apenas para destilar ódio e alimentar mais violência. É impossivel que alguém ligado ao futebol, sobretudo Portista ou Benfiquista, não fique revoltado com o que le.

A violência no futebol é cada vez maior e não há meio de acabar com ela. Dizem os entendidos [comentadores] que a culpa é dos dirigentes. Em parte, creio que sim. Mas não creio que toda esse ódio e falso moralismo que escreve se devem ao LFV ou PC. Se ama o seu clube, vá ao estádio vibre com os golos. Sinta bem a emoção de viver paixões alucinantes todas as semanas.
Esta na hora de pegar na sua paixão e amor clubistico para o bem. Deixar de se levar por mentiras, ou até mesmo verdades que o entretêm e afastam-o daquilo que é importante. Vida! A vida é emoções e paixões.

Como pode dizer que esta farto?! Esta farto de que?! De incentivar a violência... De combater o fogo com mais fogo?!
Deixe-se de cinismos, se realmente pretende contribuir para o fim da violência tem de adoptar uma postura completamente diferente.


Não quero sequer comentar os lances do jogo. Diz que o seu clube foi prejudicado, enfim... É legitimo é benfiquista e puxa a brasa à sua sardinha. Como disse, a minha intervenção serve apenas para tentar impedir esse ódio crescente. Acabar de uma vez por todas com estes incentivos aquilo que não é futebol.

Eu sou portista. Alias, sou desde pequenino. Mas não é hábito meu defender a minha paixão com ódios e ataques constantes. Gosto do Porto porque é uma alegria enorme vibrar com as suas vitórias. Tudo o resto, especialmente aquilo que é feito para entrenter passa-me ao lado. É óbvio que as minhas analises são parciais. É certo que vejo o Benfica como rival, e que se perder não me é indiferente.


O futebol é uma paixão. Deve ser usado para unir as pessoas e não para as distanciar. Não importa o que lê noutros lados, como disse Gandhi: "Torna-te na mudança que queres ver para o Mundo".




Saudações Desportivas,
Pedro Vieira

Manuel disse...

Ó Pedro Vieira, isso que tu dizes é tudo muito bonito. Mas se não quiseres seres apelidado de hipócrita, começa por ver aquilo que se passa na tua casa.

Não era Jesus que dizia que não há maior hipócrita do que aquele que consegue ver o grão de areia nos olhos dos outros, mão não consegue ver a trave que tem diante dos próprios olhos?

Ou és muito novo e não sabes o que tem passado no futebol português nos últimos 30 anos, ou então és muito cego. Ou será "apenas" hipocrisia?

Pedro Vieira disse...

Vem aqui uma pessoa apelar à paz, e o feedback é este...
Nos últimos 30 é fácil perceber o que se passou. O Fcporto dominou as competições nacionais e deu alegrias internacionais.
É verdade que todos vós falarão da vossa 'verdade'. Alias, resumidamente das escutas. Nada mais... Sobre escutas, vocês - Benfica - não estão também isentos de culpas.

Enfim, esta é a ultima vez que por aqui passo. Já estão, de tal forma,
contaminados que nada vos pode salvar dessa doença.

Como tão sabiamente se diz: "Os cães ladram e a caravana passa." Continuem com os vossos ódios e incentivos à violência. Nós Porto, ficaremos com os titulos.