blog

terça-feira, setembro 27, 2011

Otelul Galati - SL Benfica: 0-1

É um absurdo que num jogo destes tenha que passar os últimos minutos em constante sobressalto com medo de uma qualquer batata quente...

Como é possível o Benfica só ter marcado um golo na Roménia com tanta posse de bola perante um adversário claramente muito mais fraco e sem capacidade de suster a nossa vaga ofensiva e sem capacidade para perturbar a nossa defesa? O controlo de jogo do Glorioso foi total, com uma posse de bola esmagadora onde estivemos quase perfeitos nos primeiros dois terços do campo, com muita calma e tranquilidade na troca de bola esperando pelo espaço e oportunidade de lançar os ataques. Os romenos defendiam bem fechadinhos, o chamado "autocarro" estacionado à frente da sua área pelo que cabia ao Benfica ter a calma necessária para furar a defesa contrária. E tivemos. O problema foi quando a bola chegava ao último terço do campo e invariavelmente o lance era desperdiçado fruto de um passe errado e por vezes um passe errado de forma completamente espatafurdia que me tirava do sério. Via o tempo passar, o Glorioso a desperdiçar oportunidades (mais em lances ofensivos do que oportunidades propriamente ditas) e a ver o chuveirinho final do Otelul a fazer-me perder anos de vida com aquele remate em cima do apito final que roçou o poste. Tínhamos que ganhar por mais. Como o jogo correu não podíamos sofrer aqueles sustos no fim.

Jesus mexeu, e bem, na equipa colocando Saviola e Bruno César na equipa titular fazendo descansar Aimar e Nolito que acabou por entrar na segunda parte. Rodrigo teve mais minutos e mostrou pormenores muito interessantes não só individuais como jogo de colectivo que por vezes estes putos novos "esquecem-se" fruto de desejarem mostrar rapidamente serviço ao treinador. A defesa esteve coesa e foi demasiado forte para tão frágil opositor tendo apenas sofrido nos minutos finais com o tal chuveirinho. Wistel e Javi chegaram perfeitamente para as encomendas no meio campo cabendo a Gaitan a magia da noite servindo Bruno César para o golo da vitória. Saviola entrou bem no jogo, muito interventivo perdendo algum gás na segunda parte e Cardozo trabalhador incansável como sempre ainda tentou fazer o gosto ao pé e foi pena não o ter feito com a cabeça numa boa oportunidade que desperdiçou.

O árbitro mal se deu por ele, o que não deve ser alheio a tal, a cor do seu equipamento...

Estamos à frente do grupo empatados com o Basileia que foi surpreendentemente empatar a Manchester complicando as contas do grupo, obrigando o United a ir atrás do prejuízo e, principalmente, a obrigar-nos a respeitar e concentrar ainda mais no próximo embate na Suiça. Uma vitória frente ao Basileia dá-nos uma enorme vantagem para seguir aos quartos. E, igualmente importante, o empate do Basileia em Inglaterra mostra que não há bichos papões no futebol actual. Sim, há equipas milionárias com planteis de luxo mas, continuo a acreditar, que a diferença não é assim tão acentuada e que uma atitude de enorme raça e crer pode fazer a diferença num jogo de Champions.

PS1: Uma das coisas que me irrita no futebol moderno é esta coisa das camisolas. Porque raio não jogámos com o nosso Manto Sagrado principal? O adversário jogava de branco...marketing/merchandising a quanto obrigas.

PS2: O Jorge Castelo se não é benfiquista disfarçou muito bem. A forma como suspirava de alívio nos minutos finais do jogo quando os nossos bravos resolviam os lances de perigo..☺

17 comentários:

Anónimo disse...

Camisolas cor cafe com leite nunca deviam ser admitidas no Glorioso. Sao cores adequadas aos andrades corruptos.

Bcool973 disse...

O Jorge Castelo já esteve na estrutura técnica do Benfica, por isso não me admira que seja benfiquista. Quanto ao jogo acho que o Jesus ter o desplante de dizer que deixámos uma boa imagem é inacreditável. Foi uma das equipas mais fracas que eu vi defrontar o Benfica nos últimos tempos, mas à semelhança de Trabzon e de Twente a equipa não tem a atitude competitiva que se impõe para ganhar folgadamente a equipas miseráveis, ao contrário dos porcos. Pior, quando eu vejo que várias vezes vários contra-ataques acabam em atrasos ao Artur, só posso concluir que isso são indicações do treinador e portanto ele é co-responsável por esses momentos em que perdemos anos de vida. Eu que tenho a tensão elevada, qualquer dia dá-me um treco num jogo contra uma destas equipas que está ao nível de um qualquer gil vicente ou feirense. Bom jogo do Emerson, do Cardozo, do Witsel e do Artur.

John Wakefield disse...

Este Otelul é uma equipa muito defensiva e é difícil criar situações de perigo contra esta equipa romena. Quando observei o resumo alargado do Basileia-Otelul (2-1) da primeira jornada, reparei que os suíços dominaram confortavelmente o jogo, mas tiveram muitas dificuldades em furar a muralha romena e tiveram poucas oportunidades - só conseguiram a vitória a menos de 10 minutos do fim...
Para além da vocação hiper-defensiva do Otelul, o relvado também não ajudava e Jorge Jesus não quis arriscar mais também...


ps: O resultado em Inglaterra não foi o melhor para os interesses do Benfica. O ideal é, pelo menos, fazer 4 pontos, nos próximos 2 jogos. O jogo na Suiça vai (na minha opinião) decidir a sorte do grupo, em caso de vitória de uma das equipas (e oxalá que seja a do Benfica)!

Anónimo disse...

Finalmente o JJ aprendeu que não é preciso ter os jogadores a jogar como se fosse sempre um final para ganhar jogos, fez o mínimo dos mínimos para ganhar, 3 pontos+compensação financeira pela vitória e os jogadores não regressam todos rotos da roménia.

claro que o adepto de futebol não gosta disto.

Mário Lopes disse...

Se estes não fossem uns coitadinhos, hoje não tinhamos ganho! E o mais estúpido é que esta era uma equipa para golear e sentiu-se sempre que o poderiamos fazer.

Falhámos passes arrodos, fomos precipitados e voltámos a ser a equipa pouco inteligente pré-Manchester...

Espero que voltemos já no próximo jogo a ser o que fomos no jogo com o MU, porque depois do resultado dos Suiços com os ingleses, temos que fazer 4 pontos com eles, pois não os estou a ver a perderem ou empatarem na Roménia.

SLB4EVER disse...

Mais do que absurdo os minutos finais foram de um sofrimento algo desnecessário que tira anos de vida a qualquer adepto mais fervoroso!

No entanto o objectivo principal foi conseguido e isto era realmente o mais importante.

Embora concorde com grande parte do texto não fiquei assim tão agradado com o Saviola e de momento o seu rendimento é baixo e pouco efectivo para a sua posição, B.César, Nolito, Cardozo e Gaitán conseguem ser bastante mais decisivos e importantes na manobra ofensiva da equipa, se existe algo que não percebo então é a incapacidade que mostra em assistir o Cardozo.

Durante o jogo só se viu praticamente o SLB e o resultado acabou por ficar aquém do desejado devido a uma irritante má definicão da conclusão das jogadas de ataque. É preciso melhorar muito tb os cruzamentos, marcação de cantos e de livres o que ví neste jogo neste tipo de lances não é nada.

Nada a aopontar á escolha do 11 inicial mas nas susbtituições em 3 não se acertou uma e isto contribuiu muito para a enervante fase final do jogo.

De mais positivo realço o bom jogo do Gaitán e a boa capacidade de finalização e técnica do chuta chuta, houve tb umas jogadas de belo efeito que foi um desperdício serem estragadas por um mau último passe.

É impressão minha ou o Witsel anda estoirado?

Quanto á surpresa do empate do MU com o Basel, pode acabar por ser bom para o SLB; assim já não existem desculpas para uma má abordagem e atitude para o jogo na Suiça e apenas espero um resultado, a vitória do SLB.

E siga para o 1º lugar do grupo, que seja para manter!

DeVante disse...

Anda tudo preocupado porque o Benfica ganhou e o Manchester empatou o seu jogo?

O que vocês queriam? Que empatássemos também? Olha, o Manchester que se cuide. Nós vamos fazer a nossa parte, vamos procurar não perder na Suiça e ganhar ao Basel em casa...passamos nós e o Basel. Ninguém mandou ao Manchester pensar que ia passar em 1º lugar só porque se chama Manchester...

Eu também não gostei do jogo mas ganhamos os 3 pontos...o jogo na Suiça é para ser abordado de outra forma. Acreditem, tenho para mim que o Benfica não vai parder nenhum jogo nesta fase de grupos.

Jotas disse...

Achei que ante um adversário que me pareceu muito frágil, o Benfica podia e deveria ter feito mais, mas o essencial foi conseguido e com isso a liderança repartida no grupo com quem menos se esperava, o que demonstra que por vezes o que se julga fácil não é assim tão fácil.
O que seria dito por aí, se o Basileia empatasse na Luz?

João Bizarro disse...

Agora é fazer 4 pontos (pelo menos) contra os suíços e estamos lá.

Dylan disse...

Não acredito que o Manchester vá desperdiçar mais pontos. Portanto, é crucial fazer 4 pontos com os suíços, ou na pior das hipóteses, não perdermos nenhum dos dois jogos, e estarmos dependentes de romenos e ingleses, o que é mau, claro.

Bcool973 disse...

Continuo sem entender como é possível falarem de 4 pontos contra o Basileia? 6 pontos - SEIS é o mínimo exigível. Se o Manchester perdeu 2 porque quis descansar jogadores parqa o campeonato é problema deles, mas o Basileia é muito mais fraco que o Benfica, não tanto como a merda do Otelul, mas tendo em conta os jogadores e os orçamentos, acho que esperar menos que 6 pontos é estarmos a lagartizarmo-nos algo que me parece estar a generalizar-se no nosso clube, que parece que nos jogos europeus já não tem ambição suficiente para ganhar jogos fora de casa.

Anónimo disse...

Resulto positivo, exibição sofrível.
O Benfica continua a não saber controlar, gerir e "matar" o jogo.
Ontem, voltou a acabar o encontro em tremuras, sofrendo sem necessidade.
Com estes defeitos, ainda terminamos a liga a lutar pelo 4º
lugar.
O melhor foi o Artur Moraes, evitando no fim o descalabro.
O deslize do meio campo vermelho, frente ao Man.United, pode complicar as contas para o apuramento da LC.
a.p.

Paulo Lourenço disse...

O S.L.Benfica fez uma exibição muito boa, com uma circulação de bola semelhante à do Barcelona, onde a bola rodou por todos os elementos ( inclusivé o Artur ) numa demonstração de enorme superioridade. Agora lembrem-se do que eu vos digo, o Otelul não é assim tão fraco como todos dizem, o Benfica é que foi muito superior, vejamos se o Manchester vai ali ganhar. Para além da vitória, gostei da atitude que os jogadores demonstraram em campo, querendo a bola, nunca fugindo da decisão ( por vezes má ) dos lances. Contrariamente ao Universo de adeptos do S.L.B. que colocam o Manchester como a equipe mais forte do Grupo, eu discordo, o Benfica é a melhor equipe do Grupo. Podiamos e deviamos ter ganho ao Manchester na Luz, e com a vitória de ontem estariamos praticamente apurados, pois temos que receber ainda Otelul e Basileia, no entanto se o Jorge Jesus tiver coragem para ir a Manchester jogar como o fez ontem... ganhamos

RockDaLinha disse...

Equipa fraca este Otelul... 0-1 penso que é um resultado justo mas espera mais do Maior.

Isto de ter guarda redes na baliza é importante :p

JJ vê se abres a pestana, o Saviola está uma vergonha e vê se apostas mais no Rodrigo.
Para o proximo jogo do Maior na catedral, apostava uma frente de ataque com, CARDOZO - RODRIGO - AIMAR

Deixem Passar o Maior de Portugal!!
Carrega Benfica

Miguel Lopes disse...

O empate do Basileia em old trafford abre-nos a possibilidade de discutir o primeiro lugar no grupo. Se ganharmos na Suíça, o apuramento está quase garantido e o primeiro lugar no grupo passará a ser o objectivo para evitarmos Barcelona, Real Madrid e Bayern nos oitavos.

Pedro Vagos disse...

3 pontos, 800 mil Euros, assunto arrumado. Não foi grande coisa, foi o que se pode arranjar. Agora é golear o Basileia (cá e lá) também por 1-0 e estamos apurados.

Neste momento é preciso abrir a pestana! Mais do que jogar bonito, o fundamental é ganhar os jogos todos porque o nosso principal adversário (cá dentro) está encostado às cordas, e quanto mais pressão lhes pusermos, mais tiros nos pés eles vão dar.

John Wakefield disse...

http://www.maisfutebol.iol.pt/liga-dos-campeoes/benfica-lequipe-ranking-champions-real-melhor-maisfutebol/1284696-1491.html

Orgulho muito grande - O L'Equipe considerou o Benfica como a oitava melhor equipa de sempre (até agora) na Liga dos Campeões Europeus!