blog

segunda-feira, maio 21, 2012

O mito do bom futebol de Jesus



Quando se fala de Jorge Jesus é incontornável que venha à baila o “melhor futebol do Benfica desde Ericsson”. Mas, será mesmo assim? Será mesmo verdade que o Benfica, sob o comando de Jorge Jesus, tenha praticado um futebol de tanta qualidade?
O primeiro ano de Jorge Jesus foi um ano muito bom, um futebol empolgante que culminou num saboroso título de campeão nacional. O futebol da equipa era alucinante, um autêntico rolo compressor que goleava adversários atrás de adversários e foi esse vendaval ofensivo que ficou na retina dos benfiquistas que dá crédito a Jesus nos dias de hoje. Mas será que vendaval ofensivo é sinónimo do melhor Benfica de sempre? Parece-me exagerado. A equipa sempre apresentou lacunas defensivas graves que nos custaram pontos e, principalmente, eliminações e derrotas em jogos chave ao ponto de apenas conseguirmos ser campeões na última jornada do campeonato. O melhor futebol de uma equipa não pode cingir-se ao facto de golearmos adversários teoricamente mais fracos, também tem que demonstrar capacidade defensiva, bloquear as investidas dos adversários, saber ultrapassar adversários fortes, etc. E o Benfica de Jorge Jesus sempre mostrou fragilidades neste campo. Se a coisa corre bem goleámos, se corre mal perdemos pontos. E será que o vendaval ofensivo, o tal futebol fantástico que encantou todos e que muitos defendem como o melhor de sempre, deve-se a Jorge Jesus ou ao contexto que encontrou no Benfica? Uma super equipa onde tinha um Di Maria endiabrado, um Cardozo goleador, um Saviola em cheio, um Aimar magistral e, principalmente um Ramires que é um todo terreno assombroso com uma qualidade excelente. “Á e tal mas foi Jesus que fez os jogadores render mais” defendem muitos. Não me parece que Di Maria e Ramires tenham baixado de rendimento nos anos seguintes, já o Benfica…

Vamos assumir que, de facto, em 2009/10 o Benfica jogou muito á bola. Vá, digamos mesmo que foi o melhor futebol de sempre do Glorioso. E os anos seguintes? Depois desse futebol tivemos duas épocas desastrosas. Também praticámos esse futebol fabuloso? Acho que nem o maior defensor de Jesus o dirá. Em três anos Jorge Jesus deu ao SLB um ano de futebol fantástico. Ou seja 33%. Nesta óptica também Fernando Santos deu ao Benfica um futebol fantástico durante parte do seu período como treinador do SLB quando o seu losango, com Simão a 10, dava espectáculo ou ainda Koeman que num período da época pôs o Benfica a jogar à brava que coincidiu com a vitória sem espinhas por 2-0 no Dragão. Não me parece que esses treinadores tenham deixado saudades no Benfica por terem posto o Benfica a jogar à brava em 33% do tempo em que treinaram a equipa.
O SL Benfica nos últimos anos foi uma equipa de ataque fulminante e sistemático mas que apresentava lacunas defensivas que ficam à mostra de todos quando se olha para os golos sofridos. Lacunas essas que nos jogos a doer vinham ao de cima e nem o vendaval ofensivo conseguiu ultrapassar. É difícil apelidar o futebol do Glorioso como o melhor de sempre quando se aponta tantas lacunas, tanta fragilidade. O Barcelona é considerada a melhor equipa de todos os tempos porque é a melhor em todos os momentos do jogo, porque ataca bem mas porque, mais importante, defende de tal maneira bem que asfixia por completo o adversário impedindo que saía para o ataque. O Benfica ataca muito e bem mas expõe-se bastante e sofre muitos golos dessa forma, golos esses que muitas vezes impediram a equipa de ter sucesso.

33% de bom futebol é, na minha opinião, claramente insuficiente para os objectivos de clube vencedor que o Sport Lisboa e Benfica é e que quer continuar a ser.

38 comentários:

Anónimo disse...

TEM DE SAIR E ACREDITO QUE AINDA VAI SAIR...

John Billy #32 disse...

Pedro, já acompanho este blogue desde os tempos do Trapp.
E não houve um treinador que servisse para ti.

Catedrático Nº 2 disse...

Este fim de semana vi duas equipas a jogar pouquissimo, de autocarro à frente da baliza, a ganharem titulos: uma foi campeã da europa sem jogar nada, outra ficou com a taça de Portugal a jogar pouco.

Ora bolas para o futebol espectáculo sem resultados.

John Wakefield disse...

Pedro, o JJ tem mérito na primeira época. O Di Maria andou 2 anos a dormir no Benfica e explodiu com Jorge Jesus. O Coentrão foi uma invenção bem sucedida de Jorge Jesus. Temos que lhe dar mérito também quando decidiu ainda adquirir Wéldon, aquisição que foi inicialmente desvalorizada pelos benfiquistas.
Mas sim, ele falhou completamente nos 2 anos seguintes e por isso, o saldo já é indiscutivelmente negativo. Por isso, chegou a altura do Benfica procurar um novo treinador. Não vai ser tarefa fácil, mas alternativas existem... Falta saber qual a mais adequada.

Pedro disse...

John Billy, infelizmente ao longo destes anos as escolhas não têm sido as melhores. Fernando Santos, por exemplo, percebe muito de bola (sempre o defendi) mas falta-lhe pulso para segurar e ganhar um balneário. Faltou coragem de apostar numa maior rotatividade do plantel. Outros foram mesmo más escolhas como Koeman que claramente não quis saber do nosso campeonato para nada. Com Jesus foi diferente. Defendi a escolha de Jesus antes de Quique e defendi a escolha depois de Quique. Fiquei satisfeito quando ele chegou e com o que mostrou. O problema veio depois que já o expliquei n vezes. Não posso defender um treinador no qual não confio. Isso para mim é terrível. Olhar para o banco e sentir dúvidas se ele está a defender o SLB ou outro clube.

John Wakefield, claro que tem mas os jogadores já eram bons antes dele e continuam bons depois dele. Fui um dos poucos que defendeu Weldon e até pedi que fosse utilizado mais vezes.

João Bizarro disse...

Pedro, mesmo no ano do titulo observa os jogos com equipas teoricamente do mesmo nível.

Liverpool foi a barraca que foi. Em Braga perdemos. No dragão, onde era para fechar o campeonato e fazer o que eles nos fizeram o ano seguinte, perdemos. Até empatamos em Alvalade num jogo em que os 2 treinadores tiveram medo de perder.
Isto de ter um futebol atraente contra equipas mais fracas é muito giro mas só ganhamos o campeonato, com esse futebol espectáculo, na ultima jornada.

Pedro disse...

É isso mesmo João. O bom futebol de Jesus (que é bonito e entusiasmante, sem dúvida) funciona contra os pequenos. Contra equipas de igual valia é uma carga de trabalhos.

manuelst disse...

O Jorge Jesus pode não ser um treinador brilhante, pode cometer alguns erros, mas à muito que não via o Benfica jogar como joga, mesmo nos últimos 2 anos podemos não ter sido campeões, mas ouve momentos das épocas, em que o Benfica jogava melhor que qualquer outra equipa do campeonato. Concordo que isso não é suficiente, concordo quem em certos aspectos o Benfica do JJ deixou muito a desejar, mas se formos a olhar para um passado recente, veremos que o Benfica melhorou com o JJ. Da maneira que as coisas estão feitas no campeonato português, não é fácil que um treinador que não seja do FCP ganhe, o Benfica ao longo de uma época tem de ter em conta vários factores, formar uma grande equipa, ganhar o máximo de jogos possíveis,e tentar ultrapassar todos os obstáculos que as arbitragens nos colocam pela frente. Enquanto que o Benfica tem de lutar contra tudo e contra todos, outros clubes (FCP) não tem essas preocupações, é só irem jogando os seus jogos, porque se algo não corre bem os árbitros resolvem a seu favor. O Benfica com o JJ conquistou 4 títulos, em 3 anos, o que não é mau tendo em conta o campeonato que é, e levou o Benfica a uma meia-final europeia, o que já não acontecia à vários anos, e às quartas-de-final da Champions. Pode não parecer muito, mas se virmos o que o Benfica era e o que o Benfica é, nota-se uma clara melhora.

Pedro disse...

manuelst, tens razão em muito do que escreves mas tb é preciso saber se apesar de tudo podíamos ir mais longe se não tivessemos cometido tantos erros? Eu acho q sim. Esta época então é claramente notório que, apesar da roubalheira, se Jesus não erra tanto podíamos ter sido campeões.

Mas o post não é tanto por aí, é pela vertente da qualidade de futebol. Quando tu dizes " mas à muito que não via o Benfica jogar como joga" referes-te a qu? Ao jogo ofensivo, aos golos atrás de golos, certo?
O problema é isso acontecer "apenas" contra equipas fracas e qd a equipa está na máxima força física. Pq as debilidades tácticas estão lá. Com custos.

disse...

felizmente os numeros falam pelo JJ. nem que seja os numeros das vendas, dos euros conquistados, dos golos marcados.

JJ é uma peça fundamental na recuperação futebolistica e economica do clube.

Espero que continue.

Anónimo disse...

"Qual é a credibilidade que acham que o clube tem quando tentam contratar um treinador durante uma semana a fio e não conseguem dar-lhe a garantia da saída do actual?"

É isto...

José Ramalhete disse...

Mas a recuperação futebolística é coisa para demorar quantos anos? 20 para aí. E depois conseguiremos ganhar o campeonato?

João Bizarro disse...

Xé, esse clube é do outro lado da 2ª circular.

Anónimo disse...

Xé, este não é o topico do Sa Pinto pá...

Anónimo disse...

"Pedro, mesmo no ano do titulo observa os jogos com equipas teoricamente do mesmo nível".

Foi tão óbvio e não vejo ninguém a destacar isto!!
Não me fodam!! D. Luiz, Di Maria, Ramires, Coentrão... Era para gerir internamente e ganhar a puta da "eroliga"!!

Anónimo disse...

Então Pedro... se eu procurar os teus textos sobre os jogos da época 09/10 até tu estavas todo vidrado com o JJ, agora o bom futebol do JJ é...um mito? ahahaha vocês benfiquistas são uma comédia.

Pedro disse...

Se procurares os meus textos sobre a época 09/10 irás encontrar, certamente, muitos elogios e muito apreço pelo futebol avassalador do SLB. E encontrarás igualmente algo como "o Benfica mais forte que conheço" ou o "melhor Benfica dos últimos largos anos". Podes ter a certeza. Mas tb irás encontrar, ao longo da época, textos que contêm alguns comentários aos pormenores menos bons que a equipa tinha, irás encontrar menções às fragilidades da equipa. Mas, acima de tudo, encontrarás elogios. Sem dúvida. E, nesse momento, eram elogios de quem acreditava que o tempo e o trabalho iriam corrigir as lacunas apontadas. Infelizmente o tempo apenas trouxe mais erros, mais teimosia, mais desilusão.

Mas, como talvez não tenhas percebido, eu até dou de barato o bom futebol na primeira época. A questão é que tivemos mais duas. Ou seja, três épocas onde o "melhor futebol de sempre do SLB" apenas apareceu na primeira época. Curto, muito curto para mim.

PS: realmente o título do post devia ser mais do género :"o mito de que o futebol de Jesus é o melhor de sempre do SLB". Mas, com boa vontade, percebe-se a ideia.

Anónimo disse...

Queria saber qual a opinião dos benfiquistas perante esta estatística do tempo extra, único programa nacional que semanalmente tem um benfiquista a fazer um monólogo.

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=428746043810314&set=a.357327747618811.91408.100000247669080&type=1&theater

moleculasdeamor disse...

Eu lembro-me que até ao fim de Dezembro a equipa andava a ganhar à "rasquinha" com o plantel que temos este ano... eu não sou a pessoa mais capaz de fazer este tipo de análise, mas parece-me que a grande diferença foi a "presente"falta de paixão!
Reconheço-lhe capacidades(?) mas algo neste exato momento está mal... como estranho esta enormidade de jogadores sob contrato, a grande maioria deles sem qualquer capacidade para jogar no Benfica... eu acho estas cenas estranhas.. é só!!! E não sei o que é que esta minha afirmação quer dizer!

Pedro disse...

Rui Santos benfiquista??
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

E está tudo dito sobre essa estatística!!! LOLOL

Não me canso das coisas em que vocês realmente acreditam!!!

ALM disse...

Até estou bantante de acordo com este post. Haveria mais alguma coisa a dizer, mas é melhor não bater mais no velhinho.
Ainda espero que JJ saia. Não me importava de lá ver o Peseiro. Estou convencido que não faz pior, até porque está mais experimentado e ao menos sabe falar. Apesar de tudo, acho que o JJ teve uma rectaguarda muito fraca, e se ele ficar ou se vier outro, tem se ser mais apoiado.

Red Sniper disse...

..."Vá, digamos mesmo que foi o melhor futebol de sempre do Glorioso." ...

Melhor futebol de sempre?

Bem me parecia que ainda andavas por cá há pouco tempo...

Pedro disse...

Red Sniper, a sério???

Red Sniper disse...

Sem menosprezar a opinião que tens pelo futebol praticado pelo Glorioso, eu continuo a pensar que nos tempos de Ericsson o futebol praticado era mais bem conseguido; isto para não recuar muito no tempo e falarmos da era pós o Bi-Europeu e de um treinador que dotou o futebol do SLB de um "perfume" que jamais voltou a passar pela catedral.Falo óbviamente do último romantico do futebol mundial FERNANDO RIERA !

Pedro disse...

Red Sniper, não me leves a mal mas acho que não leste o post...

Anónimo disse...

Acho que a época do título foi mesmo memorável... Tenho 30 anos e não tenho memória de futebol tão extraordinário.
Quanto a Jesus reconheço-lhe capacidades mas acho que falha no seguinte:
- Dificuladade contra equipas com meio campo mt povoado (ex: javi e witsel contra fernando moutinho defour) e já agora é o mesmo q se passava com moutinho (kedira e alondo contra busquet xavi e iniesta) mas mourinho já abriu os olhos;
- teimoso em certas escolhas pessoais (ex: emerson, roberto...) e desprezo por jogadores q não foram escolha sua (dá-me impressão q bruno cesar foi escolha sua e nolito uma oportunidade da direção);
- castiga mais esses jogadores do q os "seus" (vê-se como massacra nolito no banco);
- tem sempre ótimos planteis, mas não há rotatividade e ideia de q qq um é fundamental;
- não reconhece as suas insuficiências (é sempre culpa de qq coisa... gostei de ver sá pinto dizer q a académica foi um justo vencedor);
- em jogos decisivos leva no lombo (porto no campeonato e taça; brga na uefa);
- falta de critério na escolha dos jogos em q temos de rebentar na gestão de uma época (liverpool para a uefa foi escandaloso);
- masca a chicla com a boca aberta.

bruno ferreira

Red Sniper disse...

Pedro

Eu li integralmente o post, e partilho a tua opinião quase na íntegra, excepção feita à tal pequena frase, que foi o leitmotiv desta troca de opiniões.
Cumps

Redceltic disse...

futebol de ataque sem duvida... bonito de se ver tb sem dúvida... pior era qd as equipas eram o porto ou o braga.... jogadores cheios de medo, substituiçoes ridiculas... e não foi assim este ano... foi assim sempre nestes 3 anos... basta ver que este ano até foi a 1a vez que nao perdemos em braga com jj... jj devia ter saído o ano passado do benfica... esta época já não era para ele... o 4 1 3 2 da primeira época transformou-se num 4 4 2 à inglesa antiga com a agravante dos alas nao apresentarem velocidade/explosão para o lugar e a mania que aimar era segundio avançado qd este mesmo treinador veio criticar quique por colocar o mago argentino nessa posiçao... depois durante 3 anos insistiu que os laterais alternativos haviam de ser médios( desde amorim a peixoto passando por ramires e witsel)e sempre a queimar jogadores com claro potencial só pq nao foi ele que os escolheu(shaffer, felipe bastos, urreta, vitor, rosa, yartey)... em contra-ponto a aposta continua em pesos mortos como menezes, djalos e emersons... jara marca 11 golos na 1a época e como premio é racambiado para espanha, rosa é eleito melhor jogador da 2a liga e como prémio nem oportunidade tem de fazer a pre epoca, mora sujeita-se a 6 meses de estaleiro para poder vir para o benfica e como premio faz meio jogo pelo clube, ruben pinto nem um jogo, nuno coelho fez 2jogos.... como defesa direito, bruno cesar passa uma epoca a medio ala qd nunca ali jogou no brasil, matic mostra a toda a gente q é um 8 interessante e so joga a 6, urreta faz pre epoca muito boa e... é dispensado... pq nas palavras do treinador havia alas suficientes, depois sai perez e como o treinador diz precisar de um ala... urreta continua dispensado... fim de ciclo por favor... venha o faria ou outro qq q ponha a equipa a jogar como jogam os garndes na europa em 4 3 3 com alas rapidos e medios com capacidade para defender e atacar para nao sermos mais comidos por um james que ganha uma bola à entrada da sua área..

SLB_PMC disse...

Quando falam do Ericsson deveriam recordar também a super equipa que tínhamos na época, com a espinha dorsal da selecção nacional e com bons estrangeiros a completar... agora? quase não temos portugueses no plantel e estrangeiros muitos são de qualidade duvidosa, pelo menos as 2ªs escolhas...
O Jesus pode não ser o melhor treinador que passou pelo Benfica, decerto não será, mas é o melhor que pelo Benfica passou nos últimos 10 anos...

Pedro disse...

Red Sniper, essa frase apenas foi para contextualizar o resto do texto.

Patife disse...

Perder um campeonato contra o Vítor Pereira foi o maior atestado de incompetência ao Jesus.

Pedro disse...

O Grande Patife visitou a nossa humilde casinha?
Vênia!!
☺☺☺

Jotas disse...

Caro pedro, para mim não é um mito, é uma realidade e houvesse verdade no nosso futebol e certamente ele ganharia mais títulos, pensa nisto, quantos campeonatos ganharia em 3 anos JJ no Porto?
A verdade para mim, é que eu andei tantos anos sem qualquer prazer em ver o Benfica jogar que não posso esquecer que foi Jorge Jesus que me devolveu a ilusão e o gosto de voltar ao estádio e de voltar a ver com prazer o futebol que o Benfica pratica.

Pedro disse...

" quantos campeonatos ganharia em 3 anos JJ no Porto?"

Os mesmos que Jesualdo ou Fernando Santos? Tb foram eles responsáveis por um futebol de excelência?

Eu tive ilusão quando vencemos no Dragão com Koeman pq estavamos a jogar muito bem na altura; tive ilusão com Santos pq quando o losango afinou jogámos muito bem e perdemos o titulo por 2/3 pts; tive ilusão com Quique onde foi preciso nos roubarem à descarada para não sermos campeões e tive ilusão com JJ.

A ilusão foi-te devolvida por causa de Jesus ou por causa da qualidade dos jogadores?

João Bizarro disse...

Jotas, se queres isso mete-se o JJ no Belenenses e ele vai para lá fazer um futebol bonito e espectacular mas que não ganha nada. E tu vais com a tua bandeirinha ver os jogos.

"quantos campeonatos ganharia em 3 anos JJ no Porto?"

Os mesmos que os génios: Oliveira, Vitor Pereira, Jesualdo, Co Adriano.
No porto, além de corrupção há uma estrutura bem montada que defende os interesses da instituição. Há exigência de vitória.
No Benfica não há nada. Nem o treinador sabe transmitir isso e quanto à direcção... têm outras coisas em que se preocupar, não estão para futebolices.

Anónimo disse...

ESPERO QUE AS NOTICIAS QUE DÃO COMO CERTO O ACORDO COM RUI FARIA SEJAM VERDADE...

André Leal disse...

Eu não consigo ter uma ideia tão negativa sobre o JJ, no entanto há algo nele que me irrita profundamente, que é a sua teimosia e incapacidade de aprender.

John Billy #32 disse...

Opino que o Jesus foi o melhor treinador e quem meteu o Benfica a jogar melhor a bola desde os tempos de Erickson.
Não é nenhum mito, são apenas factos.
Comparar com Koeman ou com Quique não tem nem pés, nem cabeça.
Com o Quique, viu-se do pior futebol do que há memória na Luz.
Com o Koeman, pouco melhor foi.
Com o Santos tivemos muito bom futebol na Luz, mas muita pouca qualidade fora dela.

Apesar dos seus muitos defeitos, Jesus foi do melhor que passou por cá.