blog

quinta-feira, março 14, 2013

Bordéus - SL Benfica: 2-3

Em frente, rumo a Amsterdão, como se deseja, contra tudo e contra todos.

Mais uma demonstração da qualidade do plantel do Benfica ao poder mexer da forma que mexeu no onze base, principalmente, na defesa onde temos uma dupla de centrais completamente inesperada e inexperiente nestas andanças e mesmo assim estar sempre por cima do jogo, com o controlo total da eliminatória.

Jesus desta vez esteve bem ao não enfraquecer o meio campo perante a defesa que colocou em campo. Enzo e Matic apoiados por Gaitan e com Sálvio e Ola John nas alas davam o conforto que os defesas precisavam. E assim o Bordéus nunca teve hipóteses de conseguir discutir a eliminatória e apesar dos comentadores acharem que os franceses estavam por cima no jogo era notório, para quem entende um pouco do assunto, que o Benfica estava perto do golo, muito mais perto que o adversário. O golo surgiu numa bola parada através de um jogador que há muito o merecia, o grande Jardel. Se a eliminatória estava bem encaminhada a partir daqui ficou totalmente na nossa mão. Para ser mauzinho Jorge Jesus mete Cardozo em campo para fazer pouco do esforço dos franceses para cada vez que conseguiam marcar golo lá aparecia Tacuara a voltar a meter o Glorioso na frente do marcador. Só um reparo a Jesus que demorou a fazer as duas últimas substituições quando tinha já o jogo na mão e podia ter dado mais descanso a quem sai e mais jogo a quem entra.

É lógico que nem tudo foi perfeito, houve alguns erros que contra uma equipa de top podiam sair caros mas a rotação do plantel é isso mesmo, é aproveitar adversários, teoricamente, mais acessíveis para colocar jogadores com menos ritmo. Nenhuma equipa do mundo tem um 11 suplente ao nível do 11 titular. Nenhuma. E para as nossas ambições, o nosso plantel é um luxo a nível interno.

Os 6 mil benfiquistas foram respeitados. A honra do Sport Lisboa e Benfica foi respeitada. E a ambição do maior de Portugal continua intacta no desejo de ter uma época de sonho que os benfiquistas (alguns) muito querem.

Vitória justíssima da, obviamente, melhor equipa e seguem-se os quartos de final onde, com um pouco de sorte, fugimos a Chelsea, Tottenham e Lazio. Não que tenha medo destes adversários mas preferia um mais acessível para Jesus poder continuar a fazer esta rotação do plantel sem grande pressão e, se tudo corresse bem, nas meias, então, apostar todas as fichas.

Minha preferência: Basileia ou Newcastle.

Um desejo: passar uns dias em Amsterdão lá para Maio.

Carrega Benfica!!!!

7 comentários:

TaKuara disse...

Se me dissessem no inicio da época, que iamos ganhar a Bordéus nos oitavos de final da Liga Europa, com André Almeida, Jardel, Roderick, Melgarejo, Matic e Enzo na defesa/meio-campo, dizia que essa pessoa estaria maluca, e era melhor ir para o manicómio.

Acho que está tudo dito.

Ah... Cardozo... parecia o Messi.

POC disse...

Siga para Amesterdão!

Anónimo disse...

será possivel conhecer como aconteceu a morte do director do fcp Mesquita Alves que em 20 novenbro pp foi encontrado morto com dois tiros na testa no interior do estadio do dragão. Porqu^tanto silencio por parte ca comunicação social? medo de quem?

ALM disse...

Fiquei surpreendido com a execução do Cardoso nos golos. Parece-me que está cada vez mais refinado. E eu que não tenho sido seu apreciador, mas ùltimamente tem marcado golos com requinte apesar de também falhar golos incríveis.

Morgado disse...

De facto só pecam as substituições tardias. Será que por exemplo o Martins e o Aimar são assim tão fracos que não possam entrar mais cedo? Só é pena o facto de eu achar que não vamos ter pernas para todas as competições e ver assim o campeonato mt dificil...
P.S. E o Cardozo a meter mais duas batatas na boca de quem tanto mal diz dele...

Anónimo disse...

«Pinto da Costa atento a Jesus»

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/fc-porto/pinto-da-costa-atento-a-jesus-010203787

Anónimo disse...

Foi bom. Aquela dupla de centrais é uma lástima.O M.Vitor deve estar mt mal para não ter lugar nesta defesa de Bordéus. É mais um proscrito de Jesus.
a.p.