blog

quarta-feira, janeiro 06, 2016

SL Benfica - Marítimo: 6-0

Que belo final de noite.

Não foi uma exibição de encher o olho mas quando se ganha por 6-0 num autêntico muda aos 3 e acaba aos 6 pouco há a criticar ao jogo da equipa bi campeã nacional. E o Benfica não jogou mal. Depois do primeiro golo o jogo abriu e tudo se tornou mais fácil e bonito mas, enquanto durava o 0-0 o Glorioso não esteve mal como, por exemplo, em Guimarães. É verdade que sentiu muitas dificuldades de penetração na defesa dos madeirenses mas não cometeu os erros individuais que vinham sendo habituais nos últimos jogos, com perdas de bolas e passes falhados em catadupa. Podíamos ter marcado mais cedo e, verdade seja dita, podíamos também ter sofrido na única vez que o Marítimo chegou à nossa baliza com Júlio César mais uma vez a justificar o porquê de ser um dos melhores guarda redes do Mundo. 

Após o golo, tudo foi diferente. O Marítimo teve que largar o autocarro e isso foi fatal. Mais dois golos de rajada que deram a tranquilidade que a equipa precisava. Na segunda parte foi gerir, aumentar o placard, fazer bonitos, ganhar confiança, descansar jogadores e fazer vibrar o público sempre exigente por mais golos.

Carcela foi titular e agarrou a oportunidade. Grande jogo que o marroquino fez. Não percebi porque Rui Vitória começou com ele na direita e Pizzi na esquerda mas quando os trocou de posição o resultado foi evidente: Carcela a assistir e Pizzi a marcar. Jonas a ser o "maestro" e a pautar o jogo sendo apoiando pelo incansável Renato Sanches que cresce a cada jogo. Jardel esteve fortíssimo nos desarmes mas não pode ser ele o elemento defensivo que procura sair a jogar, não tem qualidade técnica para fazer entrar os passes. Já Lizandro tem e muita. Mais uma belíssima exibição do argentino que espero que já tenha mostrado ao treinador que se alguém tem que sair para entrar Luisão, não pode ser ele. Fejsa consistente. Jimenez desastrado. Os laterais cumpriram sem sobressaltos. Talisca entrou e marcou. Pode ser sempre assim.

Nada a apontar à arbitragem. Na bancada, o penalty sobre Carcela pareceu-me não existir mas, na rádio, dizem que é falta. Perfeitamente tranquilo. Fosse sempre assim.

E já estamos empatados com o segundo classificado a quatro pontos do primeiro lugar. Já estivemos pior, bem pior. Para um Benfica dos anos 90, que em Outubro já estava fora da luta pelo título, não está nada mal.

Agora é manter a onda, ganhar ao Nacional, e aproveitar qualquer tropeção dos dois estarolas. 

CARREGA BENFICA

3 comentários:

Gritinhos da Sharapova disse...


Obrigado São Lopetegui.

As declarações de ontem do J.J. foram ao nivel do nojento. É tarado o homem.

Quando se ganha 6-0 nada mais há a dizer.

Henrique Ponte da Luz disse...

Boas,
Não esqueço o bom e o mau do JJ à frente do SLB.
Mau, todas as vezes que tive de o aturar e desfazer-se em escamas (qual lagarto morto), a morder a língua, borradinho de um medo que (assumo) só alguém muita precavido pode ter. Em jogos que "naturalmente" perdia mas que pelo futebol que praticavamos, e no qual acreditavamos, deviamos siplesmente ter ganho. E claro, carinhosamente me ria das suas afirmações peripáteticas de Jesusiano Amadora-tremoço-pipis.
Mas não esqueço tambem como defendia o SLB com unhas e dentes, nós incluídos, como quando foi ele tirar das garras dos stuards e da psps um jovem entrado em campo.Nem de como pantomineiramente nos levou ao colinho.
E tem razão em dizer que o Stor nunca guiou um ferrari, ele tambem não tinha guiado m nenhuma.
Tem ciumes,por isso vive tambem obcecado com o Ferrari.
E se fosse ao Stor, (AO QUAL TEMOS DE DAR TODO O APOIO, Pare a tremideira venham os que faltam, que ele gosta é de jogar ao ataque, como NÓS gostamos!) assapava-lhe dois cachaços quando o visse.
Melhor jogado, mesmo assim as movimentações no espaço vazio deixam muito a desejar. FORÇA BENFICA! VAMOS!

Gritinhos da Sharapova disse...



Morreu o "Major Tom". Ora bolas.