blog

segunda-feira, fevereiro 29, 2016

SL Benfica - União da Madeira: 2-0

Vitória!!

Está explicado o porquê do cancelamento do voo que ía trazer o União da Madeira para Lisboa no sábado, os dois autocarros que a equipam insular trouxe não cabiam no porão do dito e teve que ser adiado para um voo com mais capacidade de carga. Há muito tempo que não via uma equipa tão defensiva na Luz como este União da Madeira. Sofrer golo aos 5 minutos não mudou uma vírgula à estratégia de Norton de Matos que, claramente, quis não sofrer mais do que propriamente tentar empatar o jogo. Foi muito mau. Obviamente que isto complicou e muito o jogo do Glorioso que, mesmo assim, na primeira parte, teve jogadas que podiam e deviam ter tido um final mais positivo. Sentia-se que um segundo golo acabaria com a resistência do União mas esse segundo golo tardou em chegar.

O Benfica não fez um grande jogo. Demasiado lento nas transições e nem sempre por culpa do adversário que estava fechadinho lá atrás. Havia mesmo lentidão dos nossos bravos e isso ajudou à estratégia dos madeirenses. Custou ver o SLB a não reagir no regresso para a segunda parte, pedia-se um SLB mais altivo, mais forte, mais "campeão" mas não o tivemos. Foi um pouco mais do mesmo. Aos poucos fomos empurrando e pressionando o adversário mas não ao ritmo que se exigia. O segundo golo apareceu na recta final dando a tranquilidade merecida e totalmente justa. O União abriu então um pouco e aproveitou algumas falhas defensivas da nossa parte mas, felizmente, sem concretizar com sucesso.

Rui Vitória poupou, e bem, Renato Sanches e André Almeida, dando a titularidade a Talisca e Nelson Semedo respectivamente. O castigo a Eliseu abriu a porta à estreia de Grimaldo como titular do SL Benfica. Em plena luta pelo título, na fase crucial da época, o treinador do Glorioso apresenta uma defesa composta por Grimaldo, Lindelof, Semedo e Jardel. Se fosse fácil não era para ele. Grimaldo com muitíssimos bons pormenores e Semedo a demonstrar que precisa de ritmo nas pernas. Lindelof a crescer a cada jogo. Jardel a ser o patrão daquela juventude toda. Atrás de si o Imperador Júlio César sempre a dar muita tranquilidade à equipa. Talisca mal. É um jogador que facilmente se percebe que tem muita qualidade com a bola nos pés mas que pouca produção objectiva consegue dar. Gaitan, Jonas, Pizzi. Samaris e Mitro com nota positiva sem deslumbrar com evidente destaque para mais um bis do nosso Pistolas. E vão 26. Sem cotoveladas.

Muito curiosa a afirmação de João Rosado na TSF: houve um lance duvidoso a beneficiar o União porque o banco de suplentes da equipa insular se manifestou bastante uma vez. Esqueçam as análises objectivas e as imagens de TV. Se o banco refila o banco tem razão. Desde que não seja o banco do SLB, naturalmente. Não vi nada de especial no lance mencionado. 

Com o empate em Guimarães chegamos ao derby de Alvalade separados por um ponto. Por culpa própria não entramos nesse jogo líderes destacados pelo que temos que compensar ganhando esse jogo. É o momento final para a equipa do SL Benfica mostrar a sua força e calar muitas críticas. Cabe aos nossos bravos aplicarem no relvado a crença de 14 milhões de corações cheios de chama imensa. 

Carrega Benfica!!!

3 comentários:

Nuno Valente disse...

Bem esgalhada...

Gritinhos da Sharapova disse...

Os anos passam, e às vezes a nossa memoria acaba por ficar com uma imagen distorcida da realidade, mas arrisco dizer que nem nos terriveis anos 90 do Benfica de Artur Jorge tinhamos uma defesa tão, como dizer, assustadoramente fraca, ou pelo menos incaracteristica.

Passar de Maxi, Luisão, Garay, Siqueira, para "isto", valha-me Deus.

Grandes Cojones tem o Vitória.

Pedro disse...

Não digo que seja uma má defesa mas, actualmente, dada a inexperiência dos jogadores, não posso afirmar que é uma boa defesa.