blog

quinta-feira, novembro 05, 2009

Everton - SL Benfica: 0-2

É isto.

Quando se perde um jogo uma grande equipa tem que levantar a cabeça e partir para o próximo jogo com vontade redobrada de vencer. Este Benfica dá essa crença aos adeptos e esta noite, em Goodisson Park, comprovou que os benfiquistas podem estar confiantes. Uma grande exibição coroada com uma excelente vitória. É isto, Benfica é isto.

É claro que este será o pior Everton dos últimos 50 anos, que a jogar em casa como qualquer equipa da Premier League é fraquíssima, os adeptos não são vibrantes, tem um orçamento reduzido e jogadores de pouca qualidade. Sabemos isso tudo mas, bolas, o Benfica jogou muito bem. Jesus optou por colocar David Luiz na esquerda e Sidnei no meio com Luisão para ganhar centimentros e poder físico na luta que se previa dura com os ingleses e a aposta foi ganha pois a nossa defesa esteve muito bem e nem me lembro de um lance que Luisão e David Luiz tenham perdido na disputa com os jogadores do Everton. Com Aimar a descansar no banco a equipa precisava da rapidez e técnica de Coentrão e Di Maria nas alas com Saviola no apoio a Cardozo. O miolo era de Javi Garcia e Ramires e o Benfica ía controlando o jogo e com o decorrer dos minutos era notório que o Benfica era superior e que o golo era perfeitamente possível. Alguns passes errados e decisões erradas na definição final das jogadas mostravam ainda um Benfica algo tímido, a não acreditar na totalidade das suas potencialidas. Mas quando a bola assentava na relva e os jogadores trocavam-na entre si era notório que só um desastre nos tiraria uma vitória em solo inglês.

Com o jogo mais aberto Jesus coloca Aimar em campo e a magia apareceu. Golo de Saviola em jogada de insistência e pouco depois o selar definitivo da vitória em mais um tento de Tacuara. Foi maravilhoso ver a fluidez de jogo que Aimar permitiu à equipa ao ponto de ter ficado triste quando o jogo acabou. Estava a ser delicioso ver a equipa a trocar a bola sob a batuta de Pablo Aimar.

Júlio César acabou o jogo com uma fantástica defesa mas não estou convencido. A forma como não se saí aos lances preocupa-me. A lesão de Ramires é o ponto negativo deste viagem a Liverpool e esperamos que não seja tão grave como parece. Amorim esteve impecável, Garcia sempre no sítio certo, Di Maria irriquieto e com um falhanço inaceitável que mancha uma boa exibição, Cardozo genial no passe para Di Maria, uma bola ao poste e um golo dão nota claramente positiva, Coentrão lutador e Saviola um artista a marcar e a jogar. Mais uma prova que temos equipa, temos banco, temos treinador e temos adeptos. Magníficos os benfiquistas que se fizeram ouvir a bem ouvir nas bancadas do estádio do Everton.

Somos líderes do grupo e agora é vencer o AEK para garantirmos a qualificação e encararmos a ida à Bielorrússia em ritmo de treino.

Gostei muito do Benfica desta noite. É isto.

33 comentários:

presidente da junta disse...

Vitória de Casta contra uma boa equipa da Premier (não andamos a jogar com vendepilhas e apoeis sei lá de onde)

O nosso grupo é dos mais fortes da Europa e nós estamos a ditar tendências.

Di Maria tem de treinar mais a finalização...aquele lance falhado foi incrível...tinha a baliza aberta pelos lados e por cima.

Espero que a lesão de ramires não tenha muita gravidade.

Acho que vamos 1º à bielorussia e no fim recebemos o AEK...

2ª Feira é para golear!!!! mesmo com o lagarto lucilio...

JNF disse...

Ao contrário, Pedro. É ganhar em Borisov para descansar, na Luz, com as reservas, frente ao AEK, até porque 3 dias depois há jogo com o fóculporto.

Anónimo disse...

Exactamente, o Benfica primeiro vai à bielorrussia e depois é que recebe o AEK, espero que já esteja garantido o apuramento, em primeiro se possível, pois 3 dias depois do AEK é o Porto na luz.

www.forcamagicoslb.blogspot.com

Pedro disse...

É pá eu tinha a sensação que íamos fazer dois jogos seguidos fora mas os gajos da SIC foram tão "convictos" no que diziam do Benfica ir receber o AEK e depois a deslocação à terra do BATE q me deixei levar...

Que se lixe. É para ganhar os dois jogos e mais nada!!!!

Unknown disse...

Foi tal como pediste Pedro...á BENFICA!

Pedro Veloso disse...

Pedro depois de rever o jogo que gravei poder-me-ei penitenciar, mas de memória acho que o Júlio César esteve muito bem, seguro, tranquilo, falas em não se sair mas não me lembro assim de tanto: só talvez naquele cabeceamento que depois defendeu na linha (mas mesmo assim o cruzamento foi óptimo) ou naquela que socou mal já no fim do jogo (mas em que foi atingido pelo Cahill). E a defesa final é fantástica, daquelas que dão vitórias; não seria bem o caso mas evitou dar ânimo ao Everton para os minutos finais. Vai ser (já é) um grande guarda-redes.

No mais totalmente de acordo, quando não inclinam o campo o melhor ganha. E hoje aconteceu isso, simples e limpamente. Com momentos brilhantes.

John Billy #37 disse...

Fantástica resposta do Glorioso!
O Jorge Sousa terá que apitar muitas vezes para o Benfica não ser campeão.
Pena a lesão do Ramires mas temos o Amorim que dá conta do recado.

PS: Fiquei a espera das declarações do Jesus da Sic Notícias e estava o palhaço do Jorge Baptista a analisar os jogos da Liga Europa. Estava ele a comentar o jogo Nacional Athletic de Bilbao e a explicar os motivos do empate quando saí-se com esta pérola "eu não vi o jogo mas de certeza que foi assim".

GR1904 disse...

Mais um resultado 2-0 em Liverpool. Se há dois anos tive o privilégio de assistir ao vivo a essa noite mágica de Anfield Road, hoje foi um deleite ouvir os benfiquistas novamente a apoiar a equipa de maneira tão brava em Goodison Park.

Liverpool é nossa. Definitivamente.

Álvaro Martins disse...

Exactamente, hoje viu-se um grande BENFICA. E claro que é para ganhar os dois. E quando os bragoportos vierem à LUZ hão-de levar 5 ou 6 e uma carga de porrada que nem se endireitam :)
Agora a sério, grande exibição a mostrar que em braga foi um desaire provocado por aquele grandessíssimo filho da puta do homem de preto.
Ninguém para o BENFICA ó é ó
Nós só queremos o BENFICA CAMPEÃO

Anónimo disse...

GR1904 ...

tambem estive lá no mítico Anfield, possivelmente a minha melhor noite futebolistica. Eu cheguei em cima do jogo mal começou o hino da L.C., e os Kopites abafaram o hino, para dpois sermos nós a dar show total em Anfield. Percebo claramente o que dizes, tive para ir a este jogo novamente mas n arranjei viagens a tempo. No entanto vi e ouvi com enorme orgulho mais uma vez os nossos a apoiar, desejando mais do que nunca estar la novamente.

Este ano está-se a tornar propicio para acompanhar o Benfica :D

- NUNIVS -

André Leal disse...

John:

Se há boas alturas para lesões talvez esta seja uma delas:

- Perde dois jogos, um para o campeonato com a Naval em casa e outro para a Taça contra o Guimarães, onde o Jesus iria poupar alguns jogadores(não muitos, claro).

- Perde o jogo da selecção

- 3 Semanas e meia deve dar para recuperar para os lagartos (espero eu, claro)

GR1904 disse...

NUNIVS, o Kop é o Kop. Por alguma razão o Liverpool foi sempre a minha equipa estrangeira de eleição. Não era só pelo futebol da década de 70/80, era mais por um defeito ou feitio meu: é que sempre liguei muito ao que se passa nas bancadas e por essa perspectiva não podia ficar indiferente ao ambiente de Anfield Road. Foi um sonho tornado realidade, ainda por cima tivemos o "desplante" de descarregar potes e tochas na bancada visitante de Anfield Road. E os kopites são de uma cultura de jogo de fazer inveja a qualquer outro clube, pois não conheço mais nenhuns que aplaudam de pé a equipa adversária depois de os eliminar em pleno estádio. A minha admiração por eles é para sempre.

E que diferença face ao ambiente de Old Trafford, onde tb tive presente quando perdemos por 2-1. Em ambos, os adeptos do Benfica estiveram 5 estrelas. Eu recebia sms de Portugal a dizerem-me que se ouvia perfeitamente nós a apoiar. E ontem, contra o Everton, constatei pela tv o que os sms me diziam há 2/3 anos atrás.

Mas o que me marcou mais foi em San Siro, quando perdemos 4-3 contra o Inter. O resultado discutido até ao fim ajudou ao "dramatismo", mas o que mais me impressionou foi a presença fortíssima de seis mil benfiquistas em Itália.

Pedro Villa disse...

Um Grande BENFICA...
É este que queremos sempre...

João Bizarro disse...

Grande Benfica que vimos ontem. Cheio de personalidade e vontade de triunfar! É isto que se pretende.

Pena a lesão do Ramires, espero que não seja tão grave quanto se supõe!

Outra questão que me preocupa é a do GR. O Quim continua a alternar entre o 8 e o 80 e eu não quero jogo sim/jogo não que isso aconteça! Por mim ia já o Júlio César para a baliza.

Helder disse...

Confesso que temia e muito este jogo mas..................o Benfica fez um bom jogo ontem principalmente na segunda parte. E quando o Aimar entrou deu-se o cheque mate ao Everton.
É tão bom ver um jogo sem as interferências de Jorges Sousas e sem confusões nos tuneis!!!
Tenho muita mas mesmo muita pena por o Ramires se ter lesionado. Acho que o Ruben Amorim ocupara a sua vaga mas apesar de gostar muito do Amorim.............Ramires é Ramires! Júlio César esteve bem e fez uma defesa do outro mundo. Saviola para mim foi o melhor em campo.........sublime!

José Marinho disse...

Depois da exibição do Benfica na segunda-parte, especialmente após a entrada do Aimar, como é possível continuar a dizer-se que o Benfica está em falência técnica? Será que os senhores auditores nunca ouviram falar de Aimar, Di Maria e Saviola. Em falência técnica estávamos no tempo do Fernando Aguiar.

Helder disse...

Ah..........e o Cardozo esteve muito bem também! Bola ao poste, isola Di Maria que atira por cima e faz o golo (bom golo) da tranquilidade. Mas o Saloio não deve ter "gostado".......

Anónimo disse...

GR1904 ... eu não cheguei a ir a Old Trafford ainda, mas sempre tive a noçao que os adeptos do United não são nada de especial. O meu irmão foi lá e ficou deveras desiludido.
Desde ha uns 4/5 anos, tenho de "picar o ponto" num jogo europeu lá fora, porque são os que mais me agradam, dá sempre para visitar cidades e para passar por aventuras que nunca se esquece.

Fui há 2 anos ao Celtic Park, quando perdemos 1-0 com o golo em cima do intervalo. Nesse jogo tava com altas espectativas que de certo modo ficaram áquem do esperado. Acredito piamente que talvez tivesse sido um dia menos bom dos adeptos do celtic, o que é certo é que gostei mais do ambiente de Anfield, se bem que também me parece o YNWA de Glasgow, mais emotivo que o de Liverpool.

Em anfield arrepiou o YNWA apos o 2-0 e o "fields of anfield road" ( provavelmente o meu cântico favorito no mundo ), e arrepiou aquela parte em que os jogadores do L'pool estavam a dar as voltas ao campo no final, nos começamos a bater palmas e até a cantar pelo L'pool ... e os jogadores deles bateram.nos todos palmas, tal como os adeptos do l'pool no final do jogo.

Em glasgow no final do jogo, era ver chover caxecóis do celtic para a nossa bancada. da nossa so passaram prai uns 4 para la, de la vieram uns 20 praí. pena serem verdes e brancos.

Resumindo, eu já gostava imenso do l'pool antes desse jogo, mas dpois fiquei a adorar o mesmo.

Mas o nosso estadio, naqueles momentos em que se atinge o pico vocal, bate tudo :D principalmente pela acústica que nos oferece. ;)

- Nunivs -

Mr. Shankly disse...

José Marinho, é indiscutível que a SAD está em situação de insolvência, mas não deixa de ser verdade que é muito mais fácil de inverter agora que no passado.

José Vieira disse...

Excelente jogo, não tanto pelo nível exibicional mas pela abordagem inteligente que fomos capazes de empreender.
Júlio César já me convenceu, não me surpreenderia se fosse novamente titular contra a Naval. No mínimo, está a jogar o suficiente para fazer perigar a titularidade de Quim.
Di Maria fez (grande) exibição para "inglês ver" e Aimar entrou com a chave que abriu a porta da vitória. Sem ele em campo, a equipa parecia querer "arrombá-la". Assim é bem mais fácil...
Cardozo (e Ramires...) vai fazer falta na próxima 2.ª feira, onde todos os caminhos terão que ir dar à catedral. Espero que a alternativa não passe por Keirrison.
Uma nota para Sidnei, Coentrão e Amorim.
Todos eles são nomes que poderão não figurar no meu "onze" ideal mas têm merecidamente o estatuto de "titulares".

www.gloriosasfera.com disse...

Que árbitros devem ser impedidos de ser nomeados para jogos do Benfica?

Participe com os seus votos e divulgue esta sondagem em http://sondagemg01.blogspot.com

Para que a voz dos Benfiquistas seja escutada.

Saudações Gloriosas
A Gloriosasfera
www.gloriosasfera.com

Chama Imensa disse...

Nisto tudo, ainda que offtopic, perdoem-me os colegas blogueiros, a conversa que mais interesse tem é a das viagens a seguir o nosso Benfica pela Europa fora =)

Estive em Liverpool no 2-0 em Anfield, no 3-1 em Old Trafford, no 3-3 em Barcelona com Espanyol e em Getafe também. Falou-se aqui dos 6 mil em Itália e podia-se ter falado dos 7 mil em Barcelona com o Barça.

Mas há uma situação em que acontecendo, colocaria à prova (como se ainda precisássemos de provar alguma coisa) a nossa verdadeira dimensão como gigante. Seria jogar o mundial de clubes no Japão...! Tenho a certeza que o Benfica colocaria mais adeptos que outro qualquer clube do mundo em Tokyo. Espero um dia passar por essa experiência...Jesus queira!

Ver adeptos do Liverpool a chorar de emoção a ouvir os adeptos do Benfica entoarem cânticos de apoio ao Liverpool e a aplaudirem o aquecimento de Gerrard e companhia, foi dos momentos mais bonitos que vi num jogo de futebol. O agradecimento de todos os jogadores RED sem excepção aos adeptos do Benfica fez-me pensar que no futebol ainda há espaço para o saudável convívio entre adeptos, espaço para que num jogo de futebol dois clubes que partilham sentimentos necessariamente opostos se sintam ligados mesmo que na história haja pouco que os una. Talvez a noção de que são vermelhos, que têm adeptos fiéis, que são o maior clube do país deles...seja suficiente para que, também eu, admire muito o Liverpool e tudo a que a ele vem associado.
Em Anfield vivi um ambiente único, talvez um ambiente sem qualquer tipo de comparação na Europa. Talvez seja preciso ir-se à América do Sul para se poder viver algo parecido com o Inferno que Anfield representa. É lindo, absolutamente impressionante, reparar que toda a gente que lá está sabe os cânticos todos e que assim a cada cantico novo se cria uma onda para empurrar a equipa.

Talvez só quando isso acontecer poderei considerar a nossa Catedral comparável Áquilo que vivi em Anfield. No Estádio da Luz o Estádio todo só sabe duas músicas: Ninguém pára o Benfica, e o Glorioso SLB. É curto mas é o que temos. Seria muito interessante que aos 2 mil No Name Boys que cantam as simplíssimas "Eu sou benfiquista com muito orgulho, com muito amor" ou " Eu amo o Benfica" se juntasse o Estádio todo a uma só voz. EU confesso, se fosse jogador corria o dobro e arrepiava-me todo. Não necessariamente por esta ordem, claro.

Seja feita a minha vontade...assim na Catedral como em qualquer Estádio que o Maior do Mundo jogue!

Pedro disse...

Como eu te compreendo Chama.

Foi por muito pouco q não fui a Anfield e ainda hoje me mordo por ter falhado essa deslocação mítica. Fosse qual fosse o resultado seria sempre A deslocação. Com uma vitória tão categórica então é o nirvana... Se a emoção q passou pela TV foi fortíssima imagino para quem lá esteve.

Helder disse...

Nunca fui ver um jogo do Glorioso ao estrangeiro mas nesse jogo em Liverpool só não fui porque eu e mais um amigo meu não conseguimos arranjar bilhetes. Tava com fezada para esse jogo mas quis o destino que a minha primeira viagem ao estrangeiro para ver o ENORME não fosse ali. Se tivesse ido seria certamente uma das noites mais felizes da minha vida. Talvez essa viagem esteja reservada para quando o Benfica for outra vez a uma final europeia.....................que espero eu não demore muito tempo.....

Baresi disse...

http://averdadedaliga.blogspot.com/2009/11/ja-se-desconficava.html

Anónimo disse...

somos os maiores !! o campeonato é nosso !!
força SLB !!
Adoro-te Cardozo !
Amo-te Benfica !!

"

Unknown disse...

Pese embora o resultado, que foi trágico, a maior deslocação de adeptos foi mesmo a Vigo. Eles próprios nunca tinham recebido tantos adeptos da equipa visitante (Barcelona, Real Madrid e Deportivo (!!!) incluídos!!!).
O ambiente antes do jogo foi também ele fenomenal... os adeptos deles souberam receber-nos de forma fantástica e tanto o que se ouvia como aquilo que se via era extraordinário.

Depois tivemos que jogar.... e essa parte já não convém lembrar...

PS: Custou-me 11 contos esse bilhete...

GR1904 disse...

Chama Imensa, não sei se estariam 7 mil no Nou Camp. Um estádio com um dos piores ambientes que já vi, tendo em conta a dimensão que tem. De qualquer das formas, em San Siro foi uma deslocação poderosíssima. Com muita malta dos grupos de apoio, um ambiente "pesado". Para se ter uma ideia, só quando vi o jogo na televisão é que tive a verdadeira noção daquela bancada pejada de vermelho e branco.

Por norma, deslocações a Espanha não me seduzem muito. Tive também em Villarreal para a Champions e a única coisa que sobe um pouco a adrenalina no estádio é a rivalidade ibérica, porque em termos de ambiente, eles são fraquinhos.

Aqueles momentos em Anfield, pós-jogo foram um prémio. Acho mesmo que se pode dizer que houve uma sintonia entre nós e os kopites. Entre troca de caxes na própria bancada, vi um pai e um filho a chorarem emocionados por nós estarmos a cantar o YNWA enquanto os jogadores do Liverpool descomprimiam no campo. Respeito e admiração. Valores que faltam actualmente mas que vendo bem as coisas, se tornam impossíveis de praticar num futebol português mesquinho e cheio de manhas.

Mas lá em Inglaterra é uma questão cultura. Os adeptos têm uma tendência natural e inata de apoiar a equipa e a própria cultura futebolística deles está orientada para ser assim, o que facilita imenso na hora de puxarem todos ao mesmo tempo pela equipa. Mas não querendo ser demasiado faccioso, continuo com a minha convicção que a Luz, mesmo só sabendo em uníssono dois cânticos, é qualquer coisa do outro mundo. Quando aquilo pega a sério... ainda me lembro de estar no aeroporto, depois do jogo em Liverpool enquanto esperavamos pelo avião, a falar horas com um kopite que tinha ido a Lisboa no jogo da 1ª mão, que disse ter ficado impressionado com o ambiente na Luz. "Umbelievable the noise", foi o que ele disse. Vindo de um gajo do Kop, dei por fechada aquela noite gloriosa.

Nunca me hei-de esquecer.

Engraçado que enquanto estavamos na cidade, vários adeptos do Everton nos davam o seu apoio contra o Liverpool. Mal sabiam eles que poucos anos depois, iriam provar do mesmo veneno. É obra em 4 jogos contra equipas desta cidade inglesa, marcarmos 10 golos sem sofrer nenhum!

Alguém que crie um blog com estas preciosidades sobre as viagens ao estrangeiro a apoiar o SLB.

Pedro disse...

No fim de semana a seguir aos 5-0 ao Everton estive no Estoril e estive a jogar com uns ingleses, um era adepto do Liverpool e outro do Leeds. Estavam doidos com o Benfica, e o do Leeds passou a noite inteira a cantar o SLB SLB Glorioso SLB.

GR1904 disse...

Nem de propósito, Pedro. Lembrei-me agora por causa do teu comentário. O kopite que esteve a falar comigo no aeroporto, logo no início da conversa começou a cantar o GLORIOSO SLB. Um começo de conversa em grande. A música é conhecida, é uma música clássica, os ingleses sabem-no perfeitamente. Mas ouvir um inglês a cantar isto em português benfiquista, foi um must.

Anónimo disse...

Ja vi vários nomes que podem substituir Paulo Bento aqui http://visaodemercado.blogspot.com/

Unknown disse...

já não tenho PACIÊNCIA para tanto CHORAMINGOS!!!

Anónimo disse...

Diego Lopes: O novo Kaká
FEZ 35 GOLOS EM POUCOS MESES




Há um fenómeno no Seixal. É brasileiro, chama-se Diego Lopes e, apesar de só fazer 16 anos em maio do próximo ano, já é uma aposta firme da SAD, cujos responsáveis aguardam com ansiedade por essa data para poderem assinar contrato profissional com este autêntico diamante. O médio-ofensivo é juvenil de primeiro ano, mas estreou-se nos juniores no último sábado - entrou aos 54' para o lugar de Mário Rui - tendo mostrado enorme maturidade.

O jovem chegou ao Benfica em finais de 2008 oriundo do Palmeiras, clube de onde são dadas excelentes referências do atleta. "É um belo jogador, claramente acima da média. Remata forte com os dois pés, é muito rápido e faz bastantes golos. Tem tudo para vingar aí na Europa", diz Ademir Prevelato, director de todas as categorias base do Verdão.

Desde que chegou ao Seixal, Diego Lopes tem confirmado essas credenciais, sendo mesmo comparado por muitos a Kaká por ser um fantasista puro. Assumiu papel decisivo na conquista do título de campeão de iniciados na época passada (que já fugia aos encarnados desde 1988/89) ao marcar 20 golos e esta temporada já leva 15 golos nas 7 jornadas realizadas no campeonato de juvenis. Por tudo isto, muitos apontam-no como um dos maiores talentos a sair da formação do Benfica nos últimos anos.