blog

quarta-feira, maio 31, 2006

A constante mentira

"«Com um salário superior ao de Simão e Nuno Gomes, Robert põe Benfica em estado de choque. E tudo, aparentemente, por causa do altíssimo ordenado (190 mil euros mensais limpos, entre vencimento e prémio de assinatura a custo zero) que o francês de 31 anos aufere.»
Expresso, 14/04/2006

«Robert mantém-se em Istambul a negociar com o Galatasaray. O internacional francês exige 125 mil euros/mês para assinar, um valor considerado exagerado pelos responsáveis do clube turco. A prioridade do extremo é manter o rendimento que aufere no Benfica
João Soares Ribeiro, Record, 24/05/2006

A prioridade é manter o mesmo rendimento... Mas então, Robert não ganha 190 mil € por mês???!!!..."

Retirado do Blog Queridos Jornalistas Desportivos.

A página inicial de um dos melhores clubes do Mundo

http://www.acmilan.com/

Não é para todos.

terça-feira, maio 30, 2006

Saídas...

Geovanni está de saída, Robert está à procura de clube, Quim está na pole position para ser o guarda redes sacrificado. São três jogadores bem pagos no plantel do Benfica.
Se juntarmos a possível transferência de Simão, a não contratação de Miccoli e a renogociação do contrato de Karagounis, uma brilhante venda de Beto e a provável inclusão de Alcides no negócio Kalou entre o Chelsea e PSV, o Benfica reduz, significativamente, os valores da massa salarial do plantel.
Isto irá permitir ao clube encarar com outra perspectiva a questão dos novos reforços.

Resta que tudo seja feito de forma rápida e eficaz!

segunda-feira, maio 29, 2006

O fim das Equipas B

Depois da moda que "assolou" os clubes ao criarem as equipas B, de uma assentada só, todos resolveram dar por finalizada esta experiência, digamos, falhada.

O argumento para o fim foi a impossibilidade de subida de divisão das Equipas B e assim a impossbilidade de se tornarem mais competitivas. Mas este "problema" já era conhecido quando se criaram as mesmas.

O grande problema das Equipas B em Portugal, e no caso que me toca, no Benfica, foi o incumprimento do conceito de Equipa B.
Uma Equipa B tem como objectivo servir como etapa preparatória dos juniores do clube para a entrada na equipa principal. A Equipa B é uma rampa de lançamento dos jovens jogadores, dando-lhes mais competitividade e mais exposição e maior contacto com o plantel principal. Tem que funcionar como ponto de incentivo aos jogadores. Infelizmente os clubes desconsideraram as Equipas B e usam-na mais como forma de castigo do que de incentivo. Quando um jogador do plantel principal se porta mal ou deixa de interessar o que lhe acontece? Vai treinar para a Equipa B. Nada mais errado!
Assim vale mais acabar com elas é verdade.
No clubes satélite este tipo de "castigo" é mais dificil de acontecer.

sexta-feira, maio 26, 2006

Il Maestro

No triste verão quente de 1993 Rui Costa foi assediado, juntamente com outros 3 jogadores do Benfica, pelo presidente lagarto, naquela que terá sido a mais nojenta atitude daquela agremiação. Ao contrário dos outros 3, Rui Costa disse logo: NUNCA.
No final dessa época, com o título de Campeão Nacional no currículo, começaram a chover propostas de grandes clubes europeus. O sonho de Rui era o Barcelona, mas a Fiorentina foi quem apresentou a melhor proposta financeira ao Benfica. Mais uma vez Rui Costa defende os interesses do clube em detrimento das suas ambições pessoais.
Ruma a Florença e rapidamente conquista os colegas, os adeptos e a cidade. A magia do seu futebol encanta Itália inteira onde foi considerado, inumeras vezes, o melhor número 10 do Calcio. Mas a sua dignidade e simpatia conquistava cada vez mais admiradores. 5 anos após sair de Florença e os tiffosi viola não o esqueçem.
Mas Fiorentina era pequena demais para a sua genialidade.
Milão recebeu-o em euforia. Não era para menos, o Princepe de Florença chegava ao topo. E foi mesmo ao topo, o tão desejado Scudetto e a Liga dos Campeões foram os títulos que Rui merecia.
Com humildade e profissionalismo aceitou as decisões do treinador e deu o seu espaço à mega estrela brasileira Kaká. Deixou todos impressionados pela forma cordata e sempre disponível com que aceitou tal mudança. Se poucas dúvidas existiam foram totalmente dissipadas, mais que um génio da bola, Rui Costa é um SENHOR.
Pelo meio nunca deixou de representar, orgulhosamente, a Selecção Nacional, dos seus pés sairam os melhores momentos da equipa das quinas nestes últimos 12 anos. Não há ninguem que não se lembre dos golões contra a Irlanda e, no Euro 2004, contra a Inglaterra. Quando sentiu que aquela já nao era a sua Selecção, a selecção pela qual ele tanto lutou, resolveu sair. Como um homem, como um senhor. Não voltou atráz à sua palavra.
E foi sua palavra também que queria acabar a carreira no Benfica. E como grande senhor que é, mais uma vez, cumpriu.
Nenhum jogador no mundo, acredito, se pode orgulhar de marcar um golo a uma equipa e os adeptos dessa equipa, cerca de 90 mil, se levantarem e, em uníssono, o aplaudirem. As tuas lágrimas era as nossas lágrimas.

Rui Costa um magnifico jogador, um campeão, um senhor...um benfiquista pois claro.

quinta-feira, maio 25, 2006

Regresso a Casa


Hoje os benfiquistas irão dormir com um sorriso de orelha a orelha, hoje foi um dia feliz para a nação benfiquista. Hoje, como o Anti disse, um dos nossos regressou. O mágico, o verdadeiro mágico regressou.
Bem vindo Rui Costa, bem vindo a esta casa que sempre foi tua, a nossa casa, o Sport Lisboa e Benfica.
Olhamos para ti, ouvimos as tuas palavras e é como se estivessemos a olhar para um espelho, és um dos nossos, tens coração benfiquista e é este o teu lugar. Estiveste 12 anos fora? Pouco importa, é como se nunca tivesses saído. Estamos de novo todos juntos para elevar, ainda mais, o glorioso nome do Sport Lisboa e Benfica.
Estiveste 12 anos fora e ganhaste tudo, estiveste 12 anos fora e espalhaste magia nos relvados, mas, mais que isso, estiveste 12 anos fora e mostraste a todos o grande homem que és. Serás recordado por todos como um grande jogador e um enorme homem. Não é para todos.
Mas agora estás cá, na tua casa, na nossa casa. No nosso Benfica.
E hoje é um dia muito feliz para todos nós,
Um dos nossos regressou!

Os GRANDES agem assim

Depois de uma época praticamente afastado dos relvados, Moreira nem quer pensar em férias e diz que vai trabalhar de imediato para conseguir suplantar Moretto e Quim na luta pela titularidade na baliza do Benfica.

"Tive azar na última época. Até comecei a jogar, mas depois tive a infelicidade de lesionar-me, mas recuperei e sinto-me bem. Por isso, vou começar a trabalhar já nas férias para na pré-época poder trabalhar ao máximo"...
"o objectivo é conseguir ser o melhor dos guarda-redes do Benfica, com o devido respeito pelos companheiros"
E... Rui Costa: «Será um enorme prazer jogar com ele, para além de ser também uma enorme alegria como benfiquista, pois será óptimo para os jovens, para os que estão no plantel principal, assim como para todos os adeptos.»

Qual Quim! Qual Moretto. Nº 1 à baliza!!!

terça-feira, maio 23, 2006

Substituições aos 85 minutos

Alguem me pode explicar o porquê de um treinador que está a perder fazer uma substituição aos 85 minutos?
Sendo uma substituição, estranhamente, tão habitual pergunto-me se não haverá um iluminado que a dá nos cursos de treinadores por esse mundo fora.

O que pretenderá um treinador alterar com uma substituição aos 85 minutos que não conseguiu aos 70/75 minutos? O que acha o treinador que um jogador com 5 minutos em campo faça que os outros 10 nos 85 minutos anteriores não fizeram?

Sinceramente é daquelas substituições que não consigo perceber...há uns treinadores que devem ter feito a pós graduação no curso e fazem substituições, estando a perder, aos 89 minutos. Eu já vi e vocês de certeza também....

segunda-feira, maio 22, 2006

Tenho fé que ele aí vem...

O da esquerda!!! O da direita se tivesse menos 20 anos também podia vir!!!
O novo treinador já disse que gostava muito dele, como homem, como jogador, e como benfiquista.
Por mim venha ele. Desde que ele saiu em 94 nunca mais tivemos um nº 10.

Fernando Santos? Um rotundo não! *

Estava eu em casa, em tronco nu e de cerveja na mão, a soltar urros aterradores envolto numa nuvem de testosterona, como um macho orgulhoso que vê o festival da canção com paixão, quando, logo após a actuação do Ricky Martin da Arménia (descrição do lendário Eládio Clímaco) resolvi fazer um inocente, rápido e bem intencionado zapping.

Ao passar pela SIC, vejo o nosso Luís Filipe Orelhas, sorridente como só ele, o que despertou de imediato a minha atenção.

"Boa" - pensei para mim - "para o nosso presidente estar tão feliz, é porque deve estar a anunciar o Eriksson"!

Os efeitos da cerveja, misturados com o efeito alucinogénico da voz do Eládio Clímaco, temperada com as músicas (?) do festival da canção, toldavam-me um pouco a visão, tornando dificil a identificação dos vultos que se sentavam ao seu lado.

Esfreguei bem os olhos e lobriguei, de facto, alguém sentado à esquerda do presidente do Benfica (à direita de Deus, como é sabido, só se senta São Veiga).

"Eh pá, o Eriksson está diferente" - espantei-me - "tem mais cabelo e agora pintou-o de preto...não o favorece nada, o novo look... espera lá, aquilo não é o Eriksson, aquilo é ... Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaarghhh! Mas porquê, meu Deus? Mas porquê?!"

Chorei durante horas, como uma menina pequena a quem tivessem contado que o próximo treinador do Benfica é o Fernando Santos!

3 valiums e 6 whiskeys depois, dei por mim a pensar. Aproveitando o fenómeno, coloquei a mim próprio a questão que todos os benfiquistas se têm colocado nos últimos dias: qual é a chave vencedora do Euromilhões, da próxima semana? Incapaz de arranjar uma resposta satisfatória a esta pergunta, resolvi colocar outra, não menos complexa: porque é que eu não gosto do Fernando Santos e acho que ele seria uma óptima opção para ir treinar todos os clubes, excepto o Benfica?

E, após muito meditar, descobri a resposta num post it, estrategicamente colado na lata de cerveja. Aparentemente, já não era a primeira vez que colocava a questão a mim próprio e conhecendo os efeitos devastadores que a mistura valium/whiskey tem na memória de curto prazo, tinha decidido astuciosamente preservar a resposta para a eternidade. E no post it estava escrito: não gosto do Fernando Santos, porque ele é religioso! Exactamente, leram bem: religioso!

E passo a explicar porquê.

Eu vejo o futebol como uma ciência exacta! Uma equipa é como um relógio preciso e atómico, e um bom treinador é um cientista, alguém que conhece as leis universais que regem o fenómeno futebolístico e, com base nesse conhecimento, é capaz de manipular e transformar a realidade, com determinados objectivos concretos.

No caso particular do Benfica, esses objectivos passam, evidentemente, pela conquista sistemática de todos os troféus existentes, ano após ano, década após década.

Ou seja, eu não me oporia a que a equipa técnica do Benfica passasse a ser designada por FSI ("Football Scene Investigation", ou, em português, "Futebol Sob Investigação") e que os seus membros - investigadores doutorados- vestissem batas brancas, andassem com lápis e canetas no bolso da frente e fossem capazes de saber sem margem para dúvidas, que um pêlo encontrado junto à baliza pertence a um Koala com síndroma de Asperger, com uma simples olhadela rápida ao microscópio e que isso pode ter sido a causa do sub-rendimento do Beto no último jogo! Aliás, para mim os treinos deviam ter lugar num laboratório asséptico, com provetas e jarros cheios de líquidos fumegantes, paredes inteiras cheias de luzinhas a acender e a apagar e jogadores com eléctrodos na cabeça, ligados a engenhos de efeitos inimagináveis. E em vez daquelas conferências de imprensa semanais estupidificantes que têm lugar em todos os clubes, eu quero ver papers periódicos, publicados numa qualquer revista científica credível! É o choque tecnológico ao serviço do futebol!

Ora, o Fernando Santos vai à missa todos os dias e isso denota uma concepção de futebol fundamentalmente diferente da minha. Para ele, o futebol é um fenómeno religioso, que Deus controla lá de cima tal como faz com tudo o resto... e isso não é de cientista!

À primeira derrota, não o estou a ver a refazer os cálculos de treino em busca de erros de vírgula flutuante, a meter o suor do Petit num centrifugador, para detectar eventuais insuficiencias proteicas, nem muito menos a elaborar uma nova teoria unificadora que deite por terra o conceito de tempo absoluto, revolucione toda a física e explique porque é que a bola foi ao poste e simultaneamente entrou!

Não, a seguir a uma derrota, esse "crente" vai mas é pegar no terço, benzer-se 20 vezes e rezar à nossa senhora de Fátima. Ou, ainda pior, mandar chamar um padreco para abençoar o relvado. Ou até, sabe-se lá, convocar um padre excomungado para fazer uma missa negra, seguida de exorcismo no balneário, para ganhar os favores do demo.

Fernando Santos é a religião e o misticismo... as trevas que submergiram a Europa durante tantos séculos! É um Torquemada do futebol... e nós precisamos é de Galileus, científicos e infalíveis!

Ao olhar para um treino do Benfica, quero ver portáteis, luvas de borracha e sprays que brilham no escuro, não quero altares, alhos, ou cruzes em chamas!

* post publicado em simultâneo no blog http://peranabarba.blogspot.com

domingo, maio 21, 2006

Fernando Santos, o senhor que se segue

Quando ouvi nas notícias que Fernando Santos ía ser apresentado, dentro de momentos, em conferência de imprensa no Estádio da Luz, como novo treinador do Benfica ía-me dando uma coisinha. Felizmente a bomba de oxigénio estava ali perto tal como o soro. Depois de restabelecido do choque, já sem precisar do auxílio das máquinas para respirar, pude analisar a questão de Fernando Santos ser o novo treinador do Benfica.
Primeira acção uma mensagem de telemóvel a alguns benfiquistas amigos com uma palavra bastante ilustrativa do meu estado de espírito, a resposta, curiosamente (ou então não), foi a mesma. Era o espanto geral na família benfiquista.

Enquanto ía ouvindo a conferência de imprensa ía pensado no que esperar da próxima época, no que dizer sobre esta contratação.

"Podia ser pior"- Era a isto que me agarrava ao encarar esta nova realidade. E é um facto, podia ser muito pior. Podia ter sido o Peseiro, podia ter sido o Zacheroni, podia ter sido outro estrangeiro qualquer com pouco ou nenhum curriculo e sem o minimo de noção do que é o futebol português. Podia ter sido pior.
Fernando Santos é, concerteza, a opção mais barata das que foram "equacionadas" pela imprensa, conhece o campeonato, conhece o clube, conhece a realidade nacional, e isso, temos que reconhecer é uma muito mais valia na situação em que o clube se encontra. É verdade que não impressionou nenhum benfiquista pelas suas qualidades técnico-tácticas mas, depois de Koeman, qualquer treinador que não invente é mais que satisfatório para mim.

A novela do treinador não se prolongou ad-eternum e isso é positivo, podemos agora, realmente, nos concentrar no reforço do plantel para, rapidamente e ao contrário do ano passado, darmos inicio à época 2006-2007 a tempo e horas e encarar a pré-eliminatória da Liga dos Campeões com tudo resolvido.

Fernando Santos terá, da minha parte (e sei bem o quão importante isso será) o apoio necessário para estar tranquilo neste novo projecto. Vou esperar para ver.

Bem vindo a esta enorme Casa e que consigas que o teu nome, no futuro, seja recordado com alegria!

PS: A ser verdade o que Luis Filipe Vieira disse, a SIC, mais uma vez, demonstrou o quão podre e mentirosa é a profissão de jornalista neste nosso país.

Deixa lá ver...


Apesar de não ser o meu preferido (longe disso) foi o treinador escolhido.
A partir de agora é o melhor treinador do Mundo. Deixem lá ver até quando...

Mais uma vez a imprensa andou à nora, com contratos já assinados e tudo o resto não acertaram uma!

Fico feliz pela continuidade do Chalana.

sexta-feira, maio 19, 2006

Vale a pena ler isto

http://www.abola.pt/colunistas/index.asp?op=ver&texto=2395

E assim vai (ou não vai) o nosso futebol. Ninguém faz nada, é o deixa andar... e siga o baile!!!

Por falar em não fazer nada e deixar andar, quando é que nos juntamos todos e corremos com o Veiga?!?!? Sempre somos 6 milhões!!!!

Regresso do Ciclismo



É com imensa alegria que saúdo o regresso do Ciclismo ao Sport Lisboa e Benfica. Uma das históricas modalidades do clube, que tem o previlégio de estar representada no mítico emblema benfiquista.

A festa popular que se verificou aquando da conquista da Volta a Portugal pelo Benfica não pode ficar indiferente aos responsáveis máximos do clube. Existe a Volta a Portugal e existe a Volta a Portugal com o Benfica a participar. Foi estrondosa a resposta do povo benfiquista por esse país fora, sempre nas estradas a apoiar os ciclistas. Sei o que o Benfica vale e mesmo assim fiquei surpreendido pela adesão esmagadora dos benfiquistas a esta modalidade.

A recepção à equipa vencedora da Volta, nesse ano, foi qualquer coisa de extraordinário. Inesquecível para todos.

Se é a surpresa que Luis Filipe Vieira disse ter para os benfiquistas não sei mas é, sem a minima dúvida, uma das melhores novidades que os benfiquistas podiam receber.

VIVA O BENFICA.

quinta-feira, maio 18, 2006

Obrigado CAMPEÃO

Soube que a direcção resolveu dispensar o Geovani. Não sei o que os levou a isso mas por mim teria ficado, até porque andam lá outros que... enfim!!!

OBRIGADO CAMPEÃO pelas alegrias que nos deste ao longo deste tempo de Manto Sagrado vestido.

É verdade que houve vezes que o Soneca dormiu mesmo mas também houve outras em que acordou e nos deu algumas boas alegrias, como por exemplo a que a foto testemunha.

E se virem com atenção os vídeos que o Pedro colocou aqui hoje estão lá outras alegrias que o Soneca nos proporcionou.

Quim e Moretto

Mas está tudo parvo ó quê???

Que raio de guerra de palavras é esta? Onde estão os responsáveis do Benfica que deixam isto chegar a este ponto?
Mas os jogadores não têm noção do que dizem? Tem que ser inteligentes e contornar as perguntas dos jornalistas.

Não são amigos? Azar. Para as televisões e jornais são os melhores amigos do mundo. E ponto final.

Não gostei nem um pouco da reacção do Quim. Existe um culpado de toda esta situação e esse culpado não é Moretto. Quim não se pode esquecer que o ano passado o mesmo aconteceu com Moreira e o "puto" não teve esta reacção.

Tás perdoado Simão

Ontem, Thierry Henry, deu uma "facada" naqueles que o defendem como melhor avançado da actualidade.
Falhar dois golos apenas com o guarda redes pela frente na final da Liga dos Campeões não é compatível com tal estatuto. Foram falhanços que tornam quase irrelevante o falhanço de Simão em Nou Camp.E o futebol é cruel, quem não marca sofre. É certinho.

O Bar$a venceu mas não convenceu. Mais uma vez.
Mais uma vez o campo foi muito inclinado para a área do Arsenal, tudo era falta contra o Arsenal, dualidade notória na amostragem da cartolina amarela. Mas o mais "repugnante" foi a falta de camaras televisivas numa final da Liga dos Campeões, impressionante as poucas repetições e angulos disponiveis nos lances polémicos na partida: E'too estaria em fora de jogo no lance da expulsão? E'too estaria fora de jogo no lance do golo?
Enfim....a vontade da UEFA foi feita.

Extraordinária exibição de Ljungberg, definitivamente merecia a taça, mais que qualquer outro jogador em campo.

quarta-feira, maio 17, 2006

Pedaços de história!

Não podiamos deixar de publicar os fantásticos filmes que o Bakero fez e o BnR B deu a conhecer.



terça-feira, maio 16, 2006

Vestir a camisola!!!!

Futebol Internacional
Liga dos Campeões: Árbitro substituído depois de vestir camisola do Barcelona

O norueguês Ole Hermann Borgan, nomeado como árbitro assistente para a final da Liga dos Campeões, a realizar esta quarta-feira, entre Barcelona e Arsenal, foi hoje substituído pela UEFA, depois de ter sido fotografado com a camisola dos «blau-grana» vestida.


Perante a polémica que as fotografias geraram ao longo do dia, a UEFA decidiu, então, excluir Ole Hermann Borgan da equipa chefiada por Terje Hauge, nomeando o seu compatriota Arild Sundet.




O caldinho estava feito....

A selecção de todos nós?

Foram escolhidos os 23 que irão à Alemanha disputar o mundial de futebol. Os do costume fazem o barulho do costume e outros, mais politicamente correctos, pedem o apoio para estes 23 sortudos, que irão representar a selecção de todos nós em terras germânicas.

A selecção de todos nós?

A minha selecção é a Selecção Portuguesa e não esta equipa Luso-Brasileira. A minha selecção não tem jogadores naturalizados à pressa para poderem ser mais facilmente transacionáveis dentro da Europa, a minha selecção não tem jogadores que antes de envergar as cores da pátria diziam que o sonho deles era representar a selecção canarinha.
Por isso compreendo a indignação daqueles que ficaram de fora, compreendo a frustração que sentem, eles que sentem aquela camisola ficarem de fora porque outro jogador, não português, lhes ocupa o lugar.
"À e tal até parece que não vibraste com "Portugal" no Euro 2004?"
Com Portugal não vibrei. Portugal não estava presente nesse Euro, mas, quer se goste ou não, a equipa Luso-Brasileira "pretende" representar esta histórica bandeira, a bandeira do meu querido Portugal, e com essa bandeira eu vibro. E sim, vibrei muito com o golão do Rui Costa à Inglaterra, o golão que permitiu que milhões tivessem a crença na conquista do trofeu, o golão de quem foi, injustamente, empurrado para o banco para que o naturalizado tivesse mais "tempo de antena". Felizmente no campo viu-se quem sabe do oficio.

Depois da novela Baía(um banal guarda redes que, tal como muitos outros jogadores dos andrades tem a imprensa do seu lado e é elevado a estrela para depois quando chega lá fora mostra o seu real valor) temos agora a novela Quaresma. Dizem os do costume que Quaresma foi o melhor e que merecia a convocatória. Foi o melhor!?!?!?! Só se foi a agredir os adversários....

Não tenho a menor dúvida que a equipa Luso-Brasileira serve interesses que não os dos adeptos portugueses ( segundo li 17 dos 23 convocados são jogadores do Jorge Mendes...) mas, quando alguem consegue criar tanta raiva lá para os lados de contumil, quase me sinto tentado a torcer pelo sucesso deste gajo.

Por falar em Apito Dourado

Este texto foi retirado da crónica semanal da Leonor Pinhão e serve para comparar as realidades diferentes de 2 países pertencentes à UE.

"O presidente da Federação Italiana de Futebol demitiu- se no minuto em que foram tornadas públicas as investigações policiais em torno da corrupção na arbitragem do calcio. A divulgação de escutas telefónicas entre dirigentes e árbitros foi a pedra- de-toque para a atitude de Franco Carraro: «O futebol italiano necessita de responsáveis em plena posse das suas funções», assim justificou Carraro a sua demissão.
— Grande totó! — foi o comentário mais ouvido entre as altas personalidades do futebol português."

segunda-feira, maio 15, 2006

Sobre o Quaresma na selecção de sub-21

Hoje, no fórum da TSF, o tema do "debate" - já explico o motivo das aspas - era "a lista de convocados de Scolari". O verdadeiro tema, no entanto, do que, na realidade, também não passou de uma sessão de apedrejamento radiofónico do seleccionador nacional às mãos de indignados adeptos do futebol clube dos bordéis, era "porque é que o Quaresma não foi convocado para o mundial?", ou, mais especificamente, "porque é que o Scolari é uma besta quadrada e não convoca os jogadores que são tão obviamente melhores, como por exemplo, o Quaresma, que é só o melhor jogador português de todos os tempos, a seguir ao Víctor Baía e ao Raúl Meireles?".

Como seria de esperar, sucederam-se os comentários indignados, vindos principalmente da zona da torre das antas, de que reproduzimos aqui alguns excertos:

"Imperador Manuel Acácio, deixe-me dizer a vossa majestade que este Scolari é uma besta, não percebe nada de futebol e, com ele na selecção, nem vale a pena ver o mundial!", ouvinte do Porto.
"Eminênica Acácia, desde já o informo e ao povo português - que sei estar muitissimo interessado na minha opinião - que entro oficialmente em greve de fome enquanto o Sr. Scolari for seleccionador nacional!", ouvinte de Gaia.
"Venho informar vossa santidade, D. Manuel Acácio I, que me vou imolar pelo fogo, na bancada junto ao campo de treinos da selecção, como forma de protesto pela não convocação do Quaresma, esse Pelé Cigano com magia nas botas. Se já tinha sido dificil suportar a não convocatória do Baía das mãos de aço, a minha vida não tem qualquer sentido, com uma selecção sem Quaresma!", ouvinte de Gondomar, militar de carreira.
"Sr. Dr. Professor Engenheiro Manuel Acácio, ligo-lhe para manifestar a minha indignação! Este Scolari é um ditador, um Hitler de Porto Alegre, penso eu de que! Até quando seremos forçados a viver sob este jugo opressor? Venho apelar a todos os ouvintes do país, de Valença até Coimbra, para que façamos uma grande manifestação pacifica, na Avenida dos Aliados em nome da liberdade! Cada manifestante deverá ir vestido de branco e levar um ramo de oliveira na mão, símbolo da paz! Só assim conseguiremos derrubar este regime proto-fascista, que nega aos cidadãos liberdades tão básicas como ver o Quaresma no mundial, ou ver o fcp a encaixar dezenas de milhões de euros com a sua venda posterior! A minha voz não calarão!", ouvinte de Contumil.
"Reverendissimo Manuel Acácio, ligo de novo para pedir o seu auxílio: como já tinha anunciado, ia imolar-me pelo fogo para protestar contra as malfeitorias do satanás brasileiro que tomou conta da selecção, mas fui impedido de o fazer pelo preço proibitivo da gasolina. Pode-me emprestar uns milhares de euros, para eu comprar um litrito ou dois e mostrar a esse nazi do país irmão as consequências de não convocar o Quaresminha? Coitadinho, está inconsolável!", ouvinte de Gondomar.

A origem da revolta é, alegadamente, a insistência - teimosia, dirão alguns - do Filipão em não convocar o jovem extremo do futebol clube da corrupção, que mereceria a presença no mundial por estar em grande forma e ter sido o melhor jogador do campeonato.

Mesmo assumindo que o parágrafo anterior contém alguma verdade, a verdadeira razão, no entanto, é bem diferente: Quaresma é o único jogador, pertencente ao plantel do recém proclamado campeão da corrupção que pode ser convocado para a selecção, sem provocar uma epidemia generalizada de excesso de gargalhadas, com consequências dramáticas para a saúde pública. Isto porque, se olharmos para o plantel do fc corrupção assumindo que não vão ter lugar naturalizações de última hora que permitam que Sonkaya ou o Pepe Mãozinhas vão à selecção e se não contarmos com o Olegário, o Jacinto Paixão, o Duarte Gomes, etc - as verdadeiras estrelas deste plantel - chegaremos à conclusão que os grandes "nomes" de nacionalidade portuguesa que por lá andam, são pérolas do calibre do Ricardo Costa, Raúl Meireles, Hugo Almeida, Ivanildo, ou o hilariante Bruno Alves.

E, com sinceridade, alguém consegue conceber algum destes "talentos" a jogar no mundial, sem esboçar um sorriso rasgado? E se, ainda por cima, estiverem a jogar na selecção portuguesa?

Pois é, bem me parecia que não...

É essa a razão por trás desta barulheira, com telefonemas indignados em fórums encomendados, apesar de ser óbvio que as razões por trás da não convocatória do jovem são muito mais simples e lógicas: não vai ao mundial porque o seleccionador tem outras soluções para a mesma posição que lhe dão mais garantias (Cristiano Ronaldo, Simão, Figo, ...).

Só que o facto do clube corruptor não ter um único jogador na equipa nacional chateia bastante o Don Corleone da torre das antas, habituado a consulta prévia por parte dos seleccionadores, antes da divulgação das convocatórias. Aliás, olhando para o "super-plantel" dos criminosos, verifica-se que mesmo entre os jogadores estrangeiros, há muito poucos a merecer a ida à Alemanha... se calhar é porque lá os jogos não serão apitados por árbitros portugueses sob investigação e, por isso, os critérios de selecção de jogadores têm de ser mais apertados e dar mais primazia à qualidade do que ao clube de origem.

Ai o apito dourado que nunca mais avança...

sexta-feira, maio 12, 2006

Para os amantes do desporto rei 5

Um pequeno tributo que o Mágico SLB faz a 3 extraordinários jogadores que vão deixar de nos maravilhar no final desta época. Aos 3 um muito obrigado.

Zidane: Provavelmente o melhor depois de Maradona. Genial.

Dennis Bergkamp: Dos jogadores mais tecnicistas que vi. Pormenores deliciosos.

Alan Shearer: Um verdadeiro matador.

O futebol fica mais pobre sem vocês.

O treinador que aí vem...

Agora que o gentil Ronaldo partiu, de semblante carregado e lágrima comprometedora a insinuar-se no canto do olho, urge encontrar rapidamente um novo timoneiro, competente e audaz, capaz de conduzir a nau benfiquista a bom porto, na próxima época. A seca deste ano, no que a títulos diz respeito, obriga a uma campanha triunfal e gloriosa nas competições internas e uma presença honrada e digna, na frente europeia.

A escolha do treinador é, por isso, crucial e convém que não demore muito tempo. Há muito trabalho preparatório para fazer e o relógio não para! Mas, como sempre acontece nestas alturas - ou não fosse o Benfica a teta atestada, onde mama toda a comunicação social - a especulação abunda e os nomes sucedem-se ao ritmo do samba carioca.

Há os suspeitos do costume, já falados noutras ocasiões (Carlos Queiroz, Humberto Coelho, ou Luís Filipe Scolari) ; há os nomes realmente grandes (Mourinho, Eriksson, Cappello), lançados para induzir nos benfiquistas um estado de desregulação sensorial e diminuição da inteligência, semelhante à causada pela ingestão de determinadas substâncias psicotrópicas, que os leve a comprar várias cópias do jornal que os lança, sem hesitar ; há os nomes assustadores (Jorge Jesus, Jesualdo Ferreira, Manuel Machado, Fernando Santos), lançados para induzir nos benfiquistas um estado de terror absoluto, muito semelhante ao que é sentido por alguém que, logo após o fecho da braguilha - e no instante imediatamente antes da sensação de dor transmitida pelo sistema nervoso num impulso eléctrico chegar ao cérebro - se apercebe que lá tinha a pila entalada e sabe que está prestes a sentir as consequências.

Nestas alturas, também há sempre uma palavra que sai do baú, onde costuma estar guardada durante o resto do ano, e passa a ser mais usada do que uma camisola de alças num encontro de tuning na margem sul: o perfil!

"O treinador tem de ter perfil", "O perfil está definido", "Já sei qual é o perfil", "Esse não encaixa no perfil", "Está aqui um fedor a perfil insuportável", "Agarra-me aqui no perfil", "Mas que perfil é esse, aí nas tuas calças?", etc, são frases que vamos ver muitas vezes repetidas na imprensa, enquanto o novo responsável pela equipa de todos nós não for encontrado.

E, como praticamente tudo o que é escrito na nossa imprensa, esta conversa do perfil não interessa para nada! O perfil define-se em duas palavras: preço e disponibilidade! Ou seja, qualquer treinador que queira vir para o Benfica e não seja caro demais, tem perfil para vir! O resto é conversa para encher chouriços!

Infelizmente, esses dois critérios simples excluem automaticamente 99% dos treinadores do mundo. Ainda por cima, esses 99% incluem a nata da profissão! Mourinho, Capello, Luís Campos, Professor Neca e mais dois ou três, são assim cartas fora do baralho!

Sobram quase todos os treinadores portugueses, um ou dois europeus que, por contingências várias, estão desempregados há tempo suficiente para se estar a acabar o subsidio de desemprego, alguns nomes menores do futebol africano e os homens da casa Toni e o velho capitão, Mário Wilson.

Desses é uma questão de escolher o que tiver melhor aspecto. O bafo avinhado e os óculos inacreditáveis, excluem Toni e Mário Wilson, respectivamente, o que reduz ainda mais o leque de opções.

Assim, levando tudo isto em consideração, estou disposto a apostar o testículo esquerdo do Pedro (que também escreve neste blog) num destes 3 nomes: José António Camacho, Luis Filipe Scolari, ou o seleccionador do Togo, seja ele quem for...

O que dizer sobre José Veiga?


Comentar o papel de José Veiga no Sport Lisboa e Benfica não é uma tarefa fácil. Existe uma mescla de sentimentos.
Como qualquer benfiquista que se preze, eu gosto de ver as posições chaves do Benfica ocupadas por benfiquistas puros mas, infelizmente, a história mostrou-nos que, muitas vezes, são os próprios benfiquistas os maiores inimigos do Benfica, quer por incompetência quer por aproveitamento pessoal.
Quando Alváro Braga Junior chegou ao Benfica, fiquei possesso pois era conhecida a sua conotação com clubes da cidade do Porto, uns diziam que era com os andrades outros diziam que era com o Boavista. Perguntei-me se não existiam benfiquistas que pudessem ocupar aquele lugar, se era realmente necessário ir buscar um “tripeiro” para dentro do SLB? ABJ tratou de me convencer que, se calhar, era mesmo. Não me lembro de ver um benfiquista a defender o clube e o grupo de trabalho como ABJ defendeu, vê-lo nos programas de TV a defender de forma aguerrida, mas, acima de tudo, fundamentada, o clube foi um regalo para mim. Fiquei convencido. Precisamos mais de bons profissionais a trabalhar em prol do clube do que necessariamente benfiquistas.

Mas Álvaro Braga Junior era alguem com prestígio, respeitado no mundo do futebol, ainda hoje a forma cordaz e profissional com que comenta o futebol serve de exemplo a muitos.
Com José Veiga isso não se passa. José Veiga é uma personagem que no seu passado revelou profundo anti-benfiquismo, o célebre caso dos festejos após a final perdida de Estugarda nunca sairá da cabeça dos fiéis benfiquistas, e a sua passagem pelo mundo do empresariado futebolístico gerou demasiados anti-corpos, muitas inimizades que colidem com os interesses do Sport Lisboa e Benfica.

Veiga mal entrou no Benfica gerou atritos com Tiago e Ricardo Rocha, fruto das quezílias que teve enquanto empresário. Existe uma clara falta de transparência no que às transferências diz respeito, o caso Diego contratado ao Fluminense é bem prova disso. A incompatibilidade com um treinador como Camacho também é um bom exemplo de como a personalidade de Veiga cria conflitos dentro do clube. Sendo ele responsável pelo departamento de futebol é natural que caiam sobre ele os fracassos (bem como os sucessos) das contratações e esta época foi um desastre total com a agravante de se ter apostado alto a meio da época.

Não gosto de Veiga, a presença dele nos quadros do Benfica incomoda-me por tudo aquilo que ele fez no passado, sinto que nunca será uma pessoa séria e receio que essa falta de seriedade prejudique o Benfica.

Seria óptimo que a análise ao papel do Veiga no Benfica acabasse por aqui. A sentença estaria dada. Acontece que não é assim (se felizmente ou infelizmente o tempo encarregar-se-á de responder).

O SLB desde que Veiga entrou nos seus quadros que tem ganho títulos. Veiga foi importantíssimo na conquista do Título o ano passado, foi o cadeado que fechou o balneário das pressões exteriores. Veiga tem “aquilo” que eu acho que um alto dirigente do Benfica tem que ter : Não gosta de perder. Uma derrota é como uma machadada no seu orgulho. E Veiga (tal como Luis Filipe Vieira) são orgulhosos demais para serem derrotados e não partirem para a desforra com mais força ainda. Sinceramente, não são muitos os benfiquistas que tenho visto no clube com este espírito.

Será que isso compensa tudo o resto? Na minha modesta opnião, acho que não.

O alvo a abater de Veiga é Pinto da Costa, e para atingir esse alvo nada melhor que tornar o Benfica vencedor. Isto agrada-nos hoje mas e amanhã? Inimigo de meu inimigo meu amigo é. Tem sido a politica externa dos Estados Unidos com os resultados que todos conhecemos. Será que vale a pena?

Não seria a estratégia que eu escolheria. Acredito que se pode ter os mesmos resultados (ou melhores) com alguem com um perfil mais correcto, mais idoneo, do que Veiga.

Reconheço-lhe mérito nos trofeus conquistados, principalmente no titulo de Campeão, mas gostava que o cargo fosse ocupado por outro tipo de personalidade. Igualmente dura, igualmente sedenta de vencer mas respeitada por todos.

quinta-feira, maio 11, 2006

Os GRANDES falam assim


"Jogadores do Benfica têm de sentir prazer em jogar futebol"

«Se não houver prazer em jogar à bola, e cada um se dedicar às suas tarefas, será complicado», acrescentou Chalana, um antigo «génio» de uma das melhores formações do Benfica, agora de novo à frente do plantel embora provisoriamente.


Vindo de quem vem não podia ser de outra forma. E seja quem for o novo treinador gostaria que o nosso Chalana continuasse no clube.

1904

Mais um excelente texto do Diário de um Ultra que o Mágico SLB tem o prazer de publicar.

"28 de Fevereiro de 1904, Farmácia Franco. Os Catataus e os amigos, o desporto estranho que vinha de Inglaterra e o jogo contra o Real Casa Pia. Nasce o Grupo Sport Lisboa e, como no momento mágico da concepção, cria-se uma vida, mas uma vida diferente.
A Terra continuava a girar à volta do Sol, mas já nada seria igual.A união com o Sport Club e Benfica, dois anos depois, dá o nome definitivo ao maior clube do Mundo. Sport Lisboa e Benfica. Gente humilde, sonhadora e combativa.
E Pluribus Unum.

28 de Fevereiro de 2006, Estádio da Luz. É terça feira de Carnaval, mas tenho os livros debaixo do braço. O Estádio está vazio e caminho sossegadamente até ao “Ponto Vermelho”.
“Um café, se faz favor.” – E começo a estudar.
Neurologia e coisa e tal. Circuitos, neurotransmissores e neurónios.
A concentração aguenta pouco tempo. As aulas começaram há pouco tempo e não há assim tanta pressão para isto. Entretenho-me com as fotos nas paredes. O Rui Lopes, jogador de hóquei (lembro-me melhor dele na selecção campeã do mundo em 93 do que no Benfica. Pecado.) e o Jean Jacques, daquela equipa mítica de basket (Lisboa, Seixas, Pedro Miguel, José Carlos Guimarães, Steven Rocha, Plowden, Mário Palma…) e a capa d`”A Bola” de 15 de Maio de 1994.
A minha vida está naquelas paredes. É mais ou menos como ver fotos da minha família.
Depois, aqui e ali, vejo fotos que não conheço. Mas sinto-as, estranho.
É como se fossem parentes que nunca conheci, mas usassem o meu apelido. Mas é mais do que isso. É uma família maior.
Aquelas paredes têm vida. Têm a minha toda (que cresci com este clube no coração), mas também têm a do casal que agora entrou e vai buscar o filho ao treino. Gente humilde e combativa.
E a dos dois amigos que ainda estão a comentar o golo do Robert no domingo e acreditam que vamos ganhar a Anfield. Gente sonhadora.Estou em casa, no meio dos meus. É como se estivesse num serão de família, como se estudasse na mesa onde pais, primos, avós, tios e irmãos comeram. Há fotos de parentes por todo o lado e o nosso apelido é comum.
E distraído a olhar para o ar, começo a sonhar. Imagino aqueles “GOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLOOOO!”s da Luz (a antiga…a antiga Luz), aqueles assobios quando a equipa adversária tocava na bola. Não ouço nada à minha volta. Estremeço com as recordações e ouço o relato de um dos golos da meia dúzia em alvalade a passar em directo no meu cérebro. Depois uma conversa com um velhote, numa estação de comboio, a dizer que ele é que lhe tinha custado a seca dos 10 anos, porque ele tinha visto “O BENFICA.” (e a entoação da voz dele vinha com maiúsculas, garanto-vos).
Os pais do miúdo saem do café e despedem-se de mim. “Adeus e bom estudo.” – Dizem simpaticamente. Têm o meu apelido.
Começo a escrevinhar no caderno coisas sem pensar. “3-6, Karel Poborsky, Rui Costa, Carlos Lisboa, Diabos, Preud`Homme, 22 de Maio.” “Sou um miúdo.” – Concluo. “Mas sou um miúdo feliz porque sou desta família.”Arrumo os livros e saio. Quero pagar o café e o senhor não deixa. “Fica de borla. Parabéns.” Sorrio. “Parabéns.”Cá fora há miúdos a treinar nos campos com os pais a verem enquanto lêem jornais desportivos. Os putos festejam os golos como se estivessem a jogar um derby na Luz. Quando forem grandes querem ser jogadores do Benfica. Nem todos eles o percebem (chegaram à família há pouco tempo, é preciso compreender) mas eles já fazem são parte integrante do Benfica.
As fotos das paredes já sorriem para eles e, quiçá, um dia um deles também ali estará. E talvez outro um dia esteja também no café a olhar para as fotos. E outro na Luz. E outro em casa a sofrer na rádio. E um grupo deles na nossa curva, a cantar pelo Benfica.Olho para a imponência do Estádio, para a felicidade familiar que ali reina e arrepio-me com a ideia de que tudo começou numa farmácia.
Gente humilde, combativa e sonhadora.
E Gloriosa.
Parabéns Sport Lisboa e Benfica, clube do meu coração. "

Assistências 2005/2006

Assistências nos jogos em casa

Total ------------ -------------Média
Benfica - ----742.588 ---------43.682
Porto ------- 657.241 ----------38.661
Sporting --- 538.212---------- 31.660

Assistências em todos os jogos em casa (todas as competições)

Benfica - ----1.034.851 -------43.119
Porto - ------822.467 ---------39.165
Sporting ----600.436 -------- 30.022

Assistências geradas (jogos fora)

Benfica ------- 256.161 -------15.068
Sporting ------ 243.628 ------14.331
Porto ----------220.937 ------12.996

Maior assistência da época

Benfica - Sporting ---- 64.489

quarta-feira, maio 10, 2006

O QUÊ?!?!?

A RTP diz que o nosso presidente gosta de Carlos Queirós e Fernando Santos e que um deles poderá ser o futuro treinador!!!

Será esta a surpresa?
Se for, para mim não é lá muito agradável.

O que acham, caros benfiquistas?

Eu, Koeman

O meu ONZE do ano - GLORIOSO

Moreira
Nelson
Anderson
Luisão
Léo
Petit
Manuel Fernandes
Geovani
Simão
Miccoli
Nuno Gomes

Rescaldo 2005/2006

Melhor Jogador : Léo
O pequeno lateral esquerdo revelou-se uma fantástica contratação. Deu à ala esquerda uma dinâmica excelente e pautou as suas exibições por uma regularidade acima da média em termos de qualidade. Sempre afoito a atacar mas nunca descurando a defesa, tudo o que fazia, fazia com classe, técnica, garra e vontade. Nunca baixou os braços e muitas vezes, o pequeno Léo, levou a equipa às costas.

Pior Jogador : Laurent Robert
A escolha podia muito bem ter sido outra mas alguem que vem rotulado de craque, pago a peso de ouro, com diversas oportunidades na equipa tem que fazer muito mais. Laurent Robert não teve a entrega que se exige, não teve vontade em honrar a camisola e isso é inaceitável para qualquer jogador e muito mais para quem enverga o manto sagrado.

Melhor Momento: Vitória em Anfield Road
Um jogo lindo para recordar para toda a vida. Dois golos fantásticos, um ambiente excelente e uma vitória histórica.

Pior Momento: Derrota em casa com o Sporting
Um jogo que teve tudo que de mau pode acontecer. Jogámos mal, fomos roubados, perdemos o “comboio” do título e abrimos a porta para as desgraças que se seguiram. Não soubemos aproveitar a debilidade do adversário, não soubemos aproveitar a vantagem no marcador e não conseguimos suplantar o erro do árbitro. E começou a queda nesta jogo...

O Incompreendido: Beto
Um jogador raçudo, forte fisicamente e fraco tecnicamente. Cumpre o que o treinador pede e dá o litro em todos os jogos. Mas, quer por culpa do treinador, quer por culpa da “má imprensa” , cedo foi apontado pelos adeptos como a causa de todos os males, apesar de as estatísticas jogarem a seu favor. Todos os seus erros eram “exponenciados” por todos enquanto as suas “virtudes” ignoradas. Errou muito menos que outros com mais responsabilidade mas teve sempre o carimbo nas costas. E assim é dificil.

A Injustiça: A substituição de Quim por Moretto
A forma como se procedeu à substituição de Quim por Moretto foi um dos motivos que fizeram quebrar o plantel. Quim estava a jogar a titular, com algum sacrificio pessoal em prol da equipa, Moretto tinha acabado de chegar e o treinador reolve trocar de guarda redes. Uma injustiça para os dois, para Quim que não merecia e para Moretto que arcou com o pesado fardo da culpa sem a ter.

O Caso: A transferência de Simão
Talvez nunca se saiba a verdade sobre este assunto mas o que se sabe é que tal caso mexeu com o jogador e, consequentemente, mexeu com a equipa. Continuo a achar que não foi bem gerido pela Direcção. E espero que não se prolongue para a próxima época.

O Erro: Beto a médio direito
Não uma, não duas mas várias vezes que Koeman cometeu o mesmo erro. E um erro incompreensível. Sem explicação!

O Falhanço: Simão em Nou Camp
Após passe fantástico de Miccoli , Simão para mal a bola de peito e, com Valdez pela frente, remata ao lado. O desespero tomou conta de mim e devo ter batido o record de palavrões por segundo.

O Golo:Simão em Liverpool
Já explicado .

A Defesa: Moretto em Barcelona
Defender um penalty do melhor do Mundo não é para todos.

Melhor Jogo: Porto-Benfica
Uma excelente vitória numa excelente exibição da equipa do Benfica. Até Koeman fez tudo bem feito.

Pior Jogo: Lille-Benfica
Mau demais para ser verdade, tendo em conta o que estava em jogo.

O Gesto: Nuno Gomes no Dragão
Marcar o golo e apontar para as quinas. Imagem linda.

A Frase: "Quem vier morre"
Luis Filipe Vieira após a eliminação do Manchester United na Luz.

O Melhor da Época: Os adeptos benfiquistas
Simplesmente fantásticos, gloriosos, miticos, incansáveis no apoio.Deram cor a toda a essa Europa fora, “abafaram” 3 estádios miticos, receberam elogios de treinadores habituados a palcos quentíssimos, foram aplaudidos pelos segundos melhores adeptos do mundo, encheram Paris, não faltaram na Luz, sempre presentes, sempre unicos, sempre melhores.

O meu ONZE do ano - LIGA

Helton - revelou-se um grande GR, ele que no Leiria frangava contra o Porto e exibia-se a alto nível contra o Benfica.
Nelson - Apesar da queda final não posso deixar de o colocar aqui. Espero que regresse em grande
Tonel - uma surpresa para mim.
Pepe - o grande patrão da defesa de cu adriano.
Leo - Este é craque de selecção canarinha
Roberto Brum - gostei de ver este jogador
Lucho Gonzalez - Para mim o melhor jogador do campeonato.
João Moutinho - o miúdo lagarto é craque. E desejou que o Benfica eliminasse o Barça.
Carlitos - No Benfica não fez nada, no V. Setubal é craque.
Joeano - Estava escondido antes da saída de Marcel. Depois passou a ser títular e goleador.
Nuno Gomes - Ia ser o melhor goleador da Liga mas uma entrada "assassina" de um segundo- divisionário terminou-lhe a época.

Treinador: Norton de Matos - O que fez com uma equipa que não recebia ordenados é digno de registo. Não merecia o que lhe fizeram.

Há um jogador que merecia estar no meu ONZE devido às qualidades evedenciadas durante a época. Mas também quero jogadores com caracter e o dito cujo não tem.

terça-feira, maio 09, 2006

Ingratos!

O futebol é um jogo ingrato e para ingratos! Sim, seus ingratos de merda, estou a escrever para vocês, por isso encostem o nariz ao monitor e leiam com atenção!

Há menos de 3 meses atrás, com a vitória dupla - nas antas e na luz - sobre os corruptos, o Adriaanse a levar porrada dos super-anormalões e a liga dos campeões de vento em popa, o Koeman era o homem mais sexy do planeta logo, a seguir ao padre Borga (e a pouca distância do CDS)! Na luz sonhava-se com o título, com a taça e com o fim da maldição do Bela Guttmann, vitima da recém-descoberta faceta profética do orelhas-presidente!

Ainda se lembram, cambada de vira-casacas?

3 meses depois, o mesmíssimo Koeman é uma besta e só não leva um ensaio de porrada porque em Lisboa as pessoas são civilizadas! Os super-anormalões fazem festas na nuca ao Adriaanse e dão-lhe palmadinhas amigáveis no rabo, à boa maneira do Jorge Costa, e da liga dos campeões sobram-nos as memórias da cremalheira espelhada do Ronaldinho e das discussões acaloradas do Moretto com o seu santo protector, em pleno Camp Nou.

A época agora "foi uma desilusão" e o pobre holandês, que ainda há pouco era o maior, já pegou na trouxa e foi para Espanha lavado em lágrimas, comentar os jogos do mundial, pagar 16% de IVA e encher o depósito por 2/3 do preço. É holandês, mas não é parvo!

O que fica disto é a vossa - sim, falo para vocês, Benfiquistas ingratos e influenciáveis - absoluta incapacidade de perceber que pode haver um meio termo!

Koeman fez maus resultados a nível interno, é verdade, mas não terá sido por ter acreditado que podia fazer história na Liga dos Campeões? Não é verdade que poupou jogadores no campeonato, para os usar nos jogos europeus? Pode-se censurar o holandês por ter sonhado? E não foi esse sonho, o responsável pelo ressurgir do Benfica a nível europeu, com todas as consequências positivas que isso trouxe?

Porque Koeman ousou sonhar e arrastou todo o plantel nesse sonho! Desde o apuramento contra o Man Utd, que treinador, equipa técnica e jogadores do Benfica passaram a viver noutra realidade, onde moravam Ronaldinhos, Shevshenkos e Etoo's e não havia espaço para Carlos Carneiros, Gregorys ou Nandinhos!

Foi o sonho europeu que matou o Benfica nacional, mas foi um sonho partilhado por todos! Partilhado por nós, eu e vocês que agora o tratam como se fosse um criminoso!

É verdade que é dificil olhar para cima e ver uma equipa de cepos e tonanhas, treinados por alguém que se assemelha assustadoramente a um aluno com dificuldades de aprendizagem (e que ainda por cima nos ganharam 2 vezes), a celebrar o apuramento directo para a Liga dos Campeões! Ou, pior ainda, ver uma equipa de sonkayas, alans, jogadores de andebol e o quaresma, treinados pelo ex-general-arrogância, transformado em mister simpatia à lambada, a ser campeã nacional.

Mas, se esse foi o preço a pagar pela cara de desalento de Sir Alex Ferguson na Luz, ou pelo ar impagável de Rafa "Eu era o maior a seguir ao Mourinho e o Benfica foi-me ao rabo 2 vezes" Benitez, na conferência de imprensa de Liverpool, então meus amigos, valeu a pena!

E, só por isso, o Koeman merece um pouco da nossa gratidão! Da minha parte: obrigado Ronald e volta sempre!

segunda-feira, maio 08, 2006

A próxima época

A próxima época tem de começar a ser preparada desde já. E era importante que o treinador ficasse já conhecido.
Nesse aspecto só peço uma coisa: Deixem o Porto ser o Porto. Nós somos o Benfica.
Passo a explicar: Há um época o porto contratou um italiano e o Benfica foi atrás e contratou um italiano. Esta época o porto foi para um holandês... e la foi o Veiga copiar a proeza. Percebo queo Veiga tenha raizes nos tripas, mas se for preciso (e é, e é) o Veiga ia com o Koeman para o PSV.

Por mim, se o Simão quiser ficar, é bem "ficado". O Luisão também. O Manuel Fernandes idem aspas. O Miccoli nem se fala.
Com o Pires, o Rui Costa e um craque para o ataque... venham eles.

E até nunca mais...

Afinal esta segunda feira foi uma excelente segunda feira!!!!
Qual segundo lugar qual quê, qual acesso directo à Champions qual quê. Isto sim é uma excelente noticia.

Koeman deixou de ser o treinador do Benfica!!!!

Estou tão feliz que se tivesse a música da Champions punha-a no Blog a tocar.

Momento da Época

Um fantástico golo, de um fantástico jogador, num fantástico jogo, disputado num fantástico estádio perante os mais fantásticos adeptos do mundo, que deu inicio a uma fantástica vitória em mais uma fantástica noite europeia.

Por mais anos que vive nunca me irei esquecer deste jogo, desta fantástica vitória. E os felizardos que tiveram a oportunidade de se deslocar ao mítico Anfield Road, presenciar magnifica vitoria ainda melhor recordarão tal momento.

Este golo de Simão deu-me tanta alegria como poucos em toda a minha vida, quiçá só ultrapassado pelo golo de Luisão contra a lagartada o ano passado, mas aí foram 11 anos de contenção que explodiram naqueles segundos. Deu-me alegria porque foi um golão e foi um golão que abriu as portas para uma histórica vitória contra o Campeão Europeu no terreno deste.

Foi, para mim, o MOMENTO DA ÉPOCA.

domingo, maio 07, 2006

E acabou..

Finalmente o sofrimento acabou. A dúvida que se coloca é se o sofrimento continua para o ano ou não.
Como gostava de ter assistido a este jogo Paços-Benfica na companhia dos, poucos, que defendem a continuidade de Koeman...teria sido engraçado. E apenas isso é que teria sido engraçado.

Koeman está a fazer tudo para sair do Benfica espero que não lhe cortem as pernas.
Falar dos erros de Koeman seria repetitivo, hoje a unica diferença para as outras vezes foi a entrada de Mantorras a 30 minutos do fim. Vá lá. Tudo o resto foi desesperante. Ainda bem que eu não mando no Benfica senão muitos daqueles jogadores teriam que penar muito para continuarem a fazer parte do plantel do Benfica para a próxima época. Foi desesperante ver a postura e atitude da equipa durante os 90 minutos. Tácticas de Koeman e jogadores a fazer frete tinha que resultar numa goleada. E uma goleada perfeitamente normal. E o pior de tudo é que estava à espera disto mesmo.
Miccoli sozinho na frente, Beto na direita, Manduca a fazer não se sabe bem o quê, Karyaka por ali e acoli, Manuel Fernandes e Petit completamente a leste de tudo. Salvou-se, em termos de atitude, o quarteto defensivo. Moretto...bem...não quis deixar sozinho Ricardo na galeria dos frangos. Ao menos o brasileiro reconheceu que errou.
Aquela camisola obriga a muito mais...quem não tiver estaleca a porta da rua é serventia da casa.

Este jogo mostrou claramente o que foi o Benfica de Koeman esta época e mostra claramente que Benfica esperar para o ano, caso Koeman (FODA-SE) se mantenha como treinador do Benfica.

Uma despedida triste de uma época triste. Uma época que tinha tudo para ser perfeita.
Se amanhã não sair a confirmação (nem sequer falo em noticia) de que Koeman assina pelo PSV começo a ficar assustado....

Acabou

Acabou o sofrimento. E acabou como a época toda (excepto Champions), com uma péssima exibição da nossa equipa. Começava a meter dó ver o Benfica jogar assim, por isso ainda bem que acabou.
Vamos à 3ª pre-eliminatória da Champions o que já é muito bom.
Agora é começar já a preparar a próxima época para depois não haver desculpas. E de preferencia sem o Koeman, sem o Robert (só se for o Pires), sem o Marco Ferreira... e mais uns ajustes.
Já aqui o disse, para mim o próxima treinador seria o Camacho, já conhece o clube e a maior parte dos jogadores, por isso neste momento seria o ideal.

Neste final de campeonato destaque para a descida do Belenenses. Por mim tinha descido o Paços ou o Gil Vicente, mas calhou ao histórico clube do Restelo o que até me deixa com um sorriso nos lábios visto que o treinador é o GRANDE Zé Couceiro, o sucessor de Mourinho (:-)))

Venha a liga dos 16 clubes. Mas antes disso Alemanha 2006!!!

PS. O clube da minha terra natal ficou na I Liga. VIVA A BRIOSA.

sábado, maio 06, 2006

É para ficar!!!


Era a minha total convicção mas agora foi confirmado por quem de direito :
Luisão só sai do Benfica se tiver mesmo que ser. Por desejo dele o patrão da defesa do Benfica continuará a ser este gigante de coração de ouro.
Gosta do Benfica, gosta dos benfiquistas, sente a mística.

Só valores astronómicos ou a vontadeda Direcção em o vender é que impedirão que Luisão envergue o manto sagrado nos próximos anos.

Espero que a Direcção lhe faça a vontade.

sexta-feira, maio 05, 2006

Nem quero acreditar no que acabei de ouvir...


«Liedson é um vulgar jogador»

Podia ter dito que Liedson é burro, que Liedson é mal aconselhado, que Liedson é feio e enfezado, podia ter dito, mais a sério, que Liedson é um "piscinas", um expert na arte do teatro, agora dizer que Liedson é um jogador vulgar é que não.
Liedson é, apenas, o melhor avançado que passou pelos relvados nacionais nos últimos 10 anos. Marca golos como poucos, joga com os pés e com a cabeça, é rápido, é lutador, é jogador de equipa. Vulgar?? Ò Luis Filipe tu tem juízo.
Mais rídicula é esta afirmação quando o jogador vulgar arrasa sempre a nossa defesa....É preciso ter noção das coisas que se dizem.

Depois diz que tem que defender sempre o treinador Koeman porque este tem ainda contrato com o Benfica, por isso é que comentou as declarações do Liedson, mas depois pede desculpas ao Presidente do Rio Ave?!!?

Se não tivesse ouvido não acreditava....

PS: A afirmação a bold foi alterada pois foi copiada d'A Bola Online e eles, entretanto, também alteraram...

As palavras de Koeman...


Era para ignorar por completo este assunto das declarações de Koeman sobre os golos do jogo Rio Ave-Sporting pela simples razão de achar que, com tantos erros cometidos, o ainda treinador do Benfica tem mais é que estar calado e não falar dos outros.
Mas as declarações dos restantes intervinientes no "debate" roçam a estupidez de tal maneira que tenho de escrever algo.

Koeman não disse mentira nenhuma, nem sequer insinuou actos menos próprios, ao contrário de outros que agora fazem-se de virgens ofendidas. Os golos do sporting deram-lhe vontade de rir devido à tamanha facilidade com que foram marcados. Deram-lhe a ele e deram a mim e a muitos outros que viram aqueles lances. O do Liedson (o facto de estar em fora de jogo não mereceu atenção nenhuma por parte do Presidente do Rio Ave) então é de ir às lágrimas...

Quando vemos a reacção completamente estupida do presidente do Rio Ave às declarações inofensivas de Koeman e vemos a sua não-reacção ao golo em fora de jogo do Liedson e, já agora, quando vemos o silêncio dele após o jogo em Vila do Conde com os andrades . De facto uma equipa que arrisca-se a descer preocupar-se de tal maneira com as declarações de Koeman é deveras "curioso"...Koeman tocou na ferida. E as damas ofendidas acusaram todas o toque.

Até ameaças de tribunal o tarolas fez...por Koeman ter dito que os golos lhe fizeram rir. Isto é patético. Mas isto é o futebol que temos. Todos contra o SLB...nem que desçam de divisão para isso...

quinta-feira, maio 04, 2006

O que é o Benfica - parte II


Excerto de uma entrevista de António Lobo Antunes à revista Visão,
onde, às tantas, se evoca a guerra do Ultramar, em Angola. «[...]

Visão: Ainda sonha com a guerra?
Lobo Antunes: (...) Apesar de tudo, penso que guardávamos uma parte sã que nos permitia continuar a funcionar. Os que não conseguiam são aqueles que, agora, aparecem nas consultas. Ao mesmo tempo havia coisas extraordinárias. Quando o Benfica jogava, púnhamos os altifalantes virados para a mata e, assim, não havia ataques.
V: Parava a guerra?
L.A.: Parava a guerra. Até o MPLA era do Benfica. Era uma sensação ainda mais estranha porque não faz sentido estarmos zangados com pessoas que são do mesmo clube que nós. O Benfica foi, de facto, o melhor protector da guerra. E nada disto acontecia com os jogos do Porto e do Sporting, coisa que aborrecia o capitão e alguns alferes mais bem nascidos. Eu até percebo que se dispare contra um sócio do Porto, mas agora contra um do Benfica?
V: Não vou pôr isso na entrevista.
LA: Pode pôr. Pode pôr. Faz algum sentido dar um tiro num sócio do Benfica?

Não se calam

0-1 com os defesas a apanhar gambuzinos
0-2 com os defesas a apanhar mais gambuzinos
1-3 com um auto-golo à Manaca

" Comedycapers é um programa que mostra golos cómicos, muito esquisitos. Na Holanda tem esse nome. A seguir ao nosso jogo, vi os lances dos golos do Sporting. Um foi auto golo, noutro, dois defesas nem tocam na bola e aparece o avançado do Sporting a marcar. Deu-me vontade de rir, apenas isso. "

É obvio que dá para rir. Aliás foi um jogo cómico tendo o seu ponto alto no livre directo do Milhazes.
O Koeman disse e teve razão (das poucas vezes que a teve) e agora as madalenas ofendidas não se calam. Fonix, que já enjoa.
Quem irá à sala de imprensa amanhã?
Será que temos de ir ao Perdoa-me?

quarta-feira, maio 03, 2006

Simão: Destino Itália?

E eis que a novela Simão dá uma reviravolta surpreendente.
O "amor" inglês terá sido trocado por um latino italiano?

De repente já nem Liverpool nem Chelsea o querem e surge o nome da Fiorentina no enredo. Sinceramente até eu me sinto baralhado com o desenrolar desta novela. Já não sei quel a teoria mais lógica, se é que alguma terá lógica. Infelizmente a que que parece ser mais credível é a pior de todas: Liverpool quis o jogador, o SLB esticou a corda até aos 20 milhões, Liverpool desiste, Simão fica fulo, discute com Veiga, amua e joga pouco.

A discussão com Veiga era a situação que não batia certo na teoria da "promessa de sair no final da época" ou na teoria " já vendido ao Chelsea" mas várias fontes iam confirmando essa discussão. É certo que essa discussão pode ter sido relacionada com a novela Laurent Robert e não com a não saída de Simão. Mas também é certo que o surgimento da Fiorentina como parte interessada em Simão e, principalmente, as declarações dos dirigentes do Liverpool e Chelsea, levam a crer que, infelizmente, a situação do Simão está longe de estar definida.

Eu queria acreditar que Luis Filipe Vieira ao não ter vendido o Simão em Dezembro o tinha feito com acordo do jogador adiando a saída deste até ao final da época. Infelizmente as peças do puzzle vão-se encaixando de forma diferente da que era necessário para a situação desejada. Mais uma novela que os benfiquistas dispensavam e, dado os antecedentes, uma novela que irá demorar.

Falando no interesse da Fiorentina, duvido que o clube italiano tenha os 20 milhões que Luis Filipe Vieira pediu em Janeiro por Simão, e duvido que Luca Toni não vá para um dos grandes de Itália sendo muito dificil, por essa razão, ser incluído no negócio.

terça-feira, maio 02, 2006

Estamos convosco


Força PSV estamos todos convosco, não desistam desse vosso desejo. O sonho comanda a vida diz um grande poeta cá do burgo.
Não desistam do vosso sonho, lutem com todas as forças.
Eu acredito que vocês consigam o vosso objectivo.
Os benfiquistas estão convosco!!!

segunda-feira, maio 01, 2006

O que é Benfica?

Começam a faltar adjectivos elogiosos para os fantásticos videos do Em4Lyf . Aqui fica mais uma obra prima dele.
O Mágico SLB faz-te uma vénia!!



Terá sido a despedida?

Terá sido a despedida de Koeman do Estádio da Luz?
Espero sinceramente que sim...já chega de tanta baboseira, tanta incompetência, tanta teimosia.

Incrivel como ao fim de tantos jogos o Benfica não apresenta uma equipa tipo, uma estrutura base, um modelo de jogo. Não há fio de jogo, não há jogadas estudadas, nada. Pontapé para a frente para o "enorme" Miccoli disputar a bola nas alturas...fantástico. Depois a habitual eternidade em proceder a alterações durante o jogo...Mantorras a 7 minutos do fim...é justo. O sacana do Angolano tem a mania de marcar golos e isso seria uma chatice.

Na antevisão do jogo quando perguntaram a Koeman se ele iria cumprir contrato, o holandês referiu as afrimações de Veiga que "eram claríssimas" (Veiga garantiu a continuidade de Koeman). Pois fiquei com a sensação que Koeman hoje tudo fez para que Veiga mudasse de opnião. Começando pelos 3 centrais, 3 trincos, Marco Ferreira a titular, Robert e Geovanni na bncada e Mantorras no banco. Enfim...só de pensar na possibilidade de ele ficar para a próxima época dá-me arrepios. Se ele ficar acho que as eleições de Outubro não serão favas contadas para Luis Filipe Vieira...

O jogo foi fraquinho, muito fraquinho mas o SLB foi um justo vencedor, foi quem mais lutou e procurou a vitória, teve quase sempre o controle do jogo e teve boas oportunidades para dilatar o marcador, mas o jogo do Benfica fluia muito lento, os jogadores não se desmarcavam, não havia jogadas pelas alas a rasgar, tudo previsível, tudo sem vontade. Alguns fogaços de Léo, sempre irriquieto, e de Miccoli sempre a procurar a baliza era o que nos fazia não adormeçer (nunca vi uma hola demorar tanto tempo a pegar na Luz). Luisão foi o patrão da defesa e Manuel Fernandes teve alguns bons pormenores...tudo o resto fraco, fraquinho. Karagounis entrou péssimo no jogo não trazendo absolutamente nada ao encontro, Mantorras entrou tarde demais.

Desta vez não levamos a batata quente ...ao menos isso.

O arbitro fez por merecer a fruta a quem tem direito. Aquela segunda parte foi atróz demais, é incrivel como nem disfarçar já tentam. É mesmo à descarada. Luisão é ceifado quando ía pelo meio campo fora a iniciar um contra-ataque e nada de amarelo, imediatamente a seguir Beto faz carga de ombro, falta e amarelo. Estava lançado o mote para uma série de erros, claramente intencionais, do árbitro e do fiscal de linha que acompanhou o ataque do Benfica na segunda parte. Valia tudo para tirar a bola aos benfiquistas, qualquer queda dos setubalenses era falta...enfim, o habitual.

Nunca pensei que fosse ter tantas saudades de Trappatoni....

Venha de lá a ultima jornada e acabar com isto.

PS: Como os repetitivos erros do cabeça de cenoura se tornam irrelevantes quando chegámos a casa e temos que ir com a mãe para o hospital...