blog

quarta-feira, junho 01, 2005

Rescaldo de uma Época

Finda esta histórica época 2004/2005 é uma boa altura para fazer um rescaldo do que se passou. As análises e opniões centram-se todas numa única pergunta : Porquê foi o SLB Campeão?

Antes de responder a esta pergunta quero falar primeiro das expectativas que tinha para esta época. Na minha apreciação aos 3 grandes, 3 pontos eram realçados : o FCP tinha um excelente plantel, o SLB tinha um 11 forte mas sem banco à altura e o SCP só faria mossa se o Peseiro fosse uma surpresa pela positiva (na óptica sportinguista como é óbvio). Por incrivel que pareça o FCP rapidamente tratou de enfraquecer o seu plantel com as saídas de Rossato e Paulo Assunção e posteriormente com as saídas de Carlos Alberto e Derlei . Por outro lado as “vedetas” contratadas a peso de ouro não renderam o esperado, Diego teimou em arrancar e Fabiano nunca se viu. A isto juntou-se uma entrada e saída de jogadores e treinadores nada normal no FCP. No SCP Peseiro não fez milagres, o plantel é fraquinho e apenas Liedson e algumas arbitragens conseguiram colocar o SCP à tona de água. Viveu muito à conta da ilusória questão da “equipa que melhor futebol practica” e com isso sofreu dissabores dificeis de suportar. Um exemplo claro da ilusão sportinguista foi a vitória por 4-1 ao Newcastle. Todos os sportinguistas, todos os jornais exultaram com a magnifica exibição do SCP abafando os incriveis erros defensivos que só não resultaram em goleada dos Ingleses porque estes foram manifestamente azelhas na hora da concretização. O SLB tinha a enorme vantagem da estabilidade no plantel, com a permanência de 10 dos 11 titulares do ano anterior e com a aparição do Manuel Fernandes ocupando a vaga deixada por Tiago. Dos reforços practicamente nenhum foi útil ao plantel. Foi um leque de 12/13 jogadores espremido ao máximo . A sorte é que esse leque de jogadores é, de facto, de muito boa qualidade, quando comparado com os rivais directos. Para juntar a este plantel reduzido muitas lesões surgiram pelo caminho de peças fundamentais na equipa.
Assim as minhas expectativas de inicio não eram muito animadoras na conquista do Titulo mas tinha a forte convicção que o segundo lugar seria nosso facilmente.

Então porque foi o SLB Campeão?
Foi Campeão pela conjugação de 4 factores :
- Saída de Mourinho do FCP
- Instabilidade na equipa do FCP
- Qualidade do 11 do SLB
e o mais importante de todos
-Processo Apito Dourado

De facto o SLB foi Campeão porque conseguiu ser mais forte que as arbitragens tendenciosas contra o SLB que, ao contrário do que a Imprensa tenta passar, foram o normal esta época, conseguindo assim estar na luta no momento em que o Processo Apito Dourado teve o seu “boom”. E com o Apito Dourado os arbitros retraíram-se a ajudar o FCP da forma escandalosa que era habitual. Nunca em 20 anos de Pinto da Costa o FCP perdeu tantos pontos em casa. Não foi coincidência ter sido no mesmo ano do Apito Dourado. Da mesma forma que também não foi coincidência quando o Major regressou e o Processo viu a investigação ser concluída que o FCP passou a ser ajudado como era habitual e o SLB a ser “roubado” sem qualquer pudor (Penafiel lembram-se?).
O SLB teve o grande mérito de conseguir suportar as arbitragens negativas que teve (podem recordar aqui) e de ultrapassar as contrariedades das lesões que sofreu durante a época. Apesar do futebol pouco atractivo que proporcionou foi um justo campeão, foi a equipa mais consistente, mais equilibrada, mais constante.

Resumindo, ao fim de 11 anos, no ano em que surge o Processo Apito Dourado o Sport Lisboa e Benfica é Campeão Nacional. Está tudo dito.

5 comentários:

zorg disse...

K porcaria de rescaldo! Há outro artigo neste blog, sobre o mesmo assunto, muitissimo mais interessante! Chama-se: SuperLiga 2004/2005: balanço e análise.
:P

Pedro disse...

Meu pequeno aprendiz, tu ainda és como uma larva dentro do casulo às espera de se tornar uma bela borboleta. Ainda te faltam muitos por do sol para atingires a maturidade necessária para poderes "voar". A tua análise está engraçada..mas não focas os pontos essenciais como arbitragens.

at1971 disse...

Concordo com esta análise.
Especialmente com a importância do processo apito dourado.

De todos os factores existentes, o processo apito dourado e o refrear (mas não acabar) do favorecimento escandaloso do fcp, foi o factor mais importante na conquista do título.

Anónimo disse...

é preciso ter uma lata desgraçada para falar em arbitragens. O slb foi levado ao colo, até na final da taça (o que vale é que o árbitro nem teve tempo de ver os golos do VFC,senão inventava e anulava.O slb tem 3 jogadores de categoria (Miguel, MFernandes e Petit) o resto devem agradeçer ao Trapatoni a gestão que fez.Qq jogador do Vitória tem lugar no slb.
João Sadino

Pedro disse...

O SLB este ano foi beneficiado em 4 pts (Vitória sobre o Estoril e empate com o Rio Ave) e foi prejudicado em, sem grandes contas, 7 pts (derrota com o fcp, derrota com o Leiria, derrota com o Penafiel). Podia falar de outros prejuizos como o jogo em Alvalade ou em Vila do Conde . Só contra o Setubal na primeira volta um penlaty claríssimo sobre o Nuno Gomes por assinalar e na segunda volta um derrube claro ao Geovanni por assinalar....
Podia ficar o resto da tarde...vale a pena?