blog

terça-feira, maio 31, 2011

20% de Sálvio

Depois do excelente negócio que o SL Benfica fez com o empréstimo de Reyes tendo adquirido 25% do passe do jogador espanhol que já nos rendeu imenso, Vieira repetiu a proeza quando conseguiu empréstimo de Sálvio comprando 20% do passe do jogador argentino.

A questão é simples: Há algum impedimento de um clube comprar ao Atlético Madrid apenas os 80% do passe de Sálvio que o clube espanhol detêm? E depois esse clube pode voltar a vender apenas os 80% que tem de Sálvio a outro clube e por aí fora, ficando o Glorioso "agarrado" aos 20% sem qualquer benefício financeiro e desportivo?

42 comentários:

J.P. disse...

Somos a puta do patético de madrid, sempre estupidamente comidos nestes negócios. Mas parece que os nossos dirigentes gostam de dar dinheiro aos outros, são uns mãos largas. E não acredito que se esforcem minimamente para ficar com o Salvio, mais depressa vão buscar outro Fernandez qualquer.

E não tenham dúvidas de uma coisa, o Salvio até pode dizer que não joga nos corruptos, mas estes TUDO vão fazer para o levar, disso não tenho mesmo a mínima dúvida.

Vamos lá ver se não vai ser mais do mesmo...

Pedro Vagos disse...

Realmente, essa história de comprar uma percentagem do passe está muito mal contada... e é de uma utilidade... E quando se der o caso do jogador deixar terminar o contrato (o que podia ter acontecido com o Reyes, este ano) ficamos com com uma percentagem de nada?

M disse...

isto do Sálvio faz-me cada vez mais confusão, deve ser de mim, que não percebo nada destas coisas nem pertenço ao meio....

não foi o José Marinho que mencionou o custo acordado de 8 pacotes, tendo ja pago 2, e com uma tal de clausula de 13 pacotes ate ao quais teremos de ser notificados (com preferencia), sendo que apartir deese valor, o Atletico pode vender a quem quiser, como quiser?

a grande questão, nos dias de hoje, e este caso é o claro exemplo, é que, nós, o povo, já nao temos nada a que nos agarrar, ja nao sabemos em que acreditar....


CS manhosa a soldo de outrém (sim, so se tem falado nestas investigações, existe uma outra que nem vê-la, tipo frase de filme de M. Night Shyamalan "..those of whom we don't speak..."),Direcção que perdeu credibilidade no discurso...

enfim....

Ricardo Chaves disse...

Julgo que é uma forma de fugir aos impostos. O Benfica em contrapartida do empréstimo durante uma época, fica encarregue de suportar os encargos salariais do jogador. O problema é que cá em Portugal o Fisco e a SS levam muito mais dinheiro que em Espanha, logo é mais fácil e barato, pagar ao At. Madrid, sob a forma de percentagem do passe e eles pagam o salário directamente...

MS disse...

A unica forma de recuperar esse dinheiro seria numa tranferencia para Inglaterra, onde essa reparticao de passes nao e aceite pela Premier League.

Salvio tem de arranjar nacionalidade europeia ou ser um dos regulares na seleccao argentina. Reyes so voltara a Inglaterra se for para um clube do meio da tabela, que duvido permita recuperar o investimento.

Rearviewmirror disse...

"Julgo que é uma forma de fugir aos impostos. O Benfica em contrapartida do empréstimo durante uma época, fica encarregue de suportar os encargos salariais do jogador. O problema é que cá em Portugal o Fisco e a SS levam muito mais dinheiro que em Espanha, logo é mais fácil e barato, pagar ao At. Madrid, sob a forma de percentagem do passe e eles pagam o salário directamente..."

Nem mais. E foi isto que se passou com Reyes. Cá para fora saiu a comunicação que ficámos com percentagem do passe do jogador (o que é real), mas para uma negociação futura isso pouco ou nada importa, porque o clube detentor dos direitos desportivos pode pedir o que quiser com o reminiscente do passe do atleta.

Anónimo disse...

"Julgo que é uma forma de fugir aos impostos. O Benfica em contrapartida do empréstimo durante uma época, fica encarregue de suportar os encargos salariais do jogador. O problema é que cá em Portugal o Fisco e a SS levam muito mais dinheiro que em Espanha, logo é mais fácil e barato, pagar ao At. Madrid, sob a forma de percentagem do passe e eles pagam o salário directamente..."

Então... mas isso é fuga aos impostos pah! é crime!!! eu pago os meus impostos, penso que voces pagam os vossos, esses gajos que movimentam milhões não pagam porquê?? olha, desconhecia em absoluto essas manobras! se é assim, isto não é o Benfica que eu escolhi para ser a vida toda! o BENFICA não pode ser gerido por trafulhas! as leis são para se cumprir. quando falo de alto para um adepto dos tripas, por serem os corruptos que são, espero não ter telhados de vidro e sendo assim, tenho! fuga aos impostos é crime! nada mais. os impostos são para se pagar. eu pago os meus e já sei que para muitos, parvos são os que pagam. mas acordem pra vida, os que pagam são simplesmente cumpridores e honestos. isso a ser verdade, é uma autêntica tristeza!

Nuno Ferreira

Socio slb nº 218219 disse...

Nuno Ferreira: basta alguem afirmar algo menor relativamente ao SLB para que as pessoas questionem a honorabilidade da direcção do Clube? As explicações que tem sido dadas relacionam-se com o benfica ter uma palavra acerca do futuro desportivo de um jogador que o clube contribuiu para formar... No caso do jogador nunca se tranferir do AMadrid o SLB terá direito a ser ressercido de uma determinada verba... por exemplo o Presidente já aludiu algo semelhante acerca do REYS... Saudações desportivas

SLB4EVER disse...

Penso que seja uma questão impossível de responder para quem ñ esteja por dentro dos negócios em causa Pedro.
Quando o Sálvio veio para o SLB pensei logo no q se tinha passado com o Reyes e estou a ver q a situação vai-se repetir.
Sei é q em ambas as situações os jogadores vieram preencher lacunas óbvias no plantel e nem se compreende como é q ñ se adquira atempadamente jogadores com as carateristicas para estas posições e seja necessário recorrer a emprestimos de última hora. Tanto o Reyes e Sálvio mostraram ter qualidade e até vontade em continuar. Na impossibilidade de conseguir o Sálvio deviam pressionar o Reyes e Atlético para este vir para o SLB, é q já tou farto de este abrir de pernas a qq clube.
Se for para andar a rodar e formar jogadores de outros clubes para conseguir conquistar uma taça da liga prefiro q apostem nos jogadores da formação, algo q parece ser tabú no SLB.
O circo de transferencias q tem sido desde á coisa de 18 meses apenas nos trouxe um plantel desiquilibrado e pouco espirito de equipa, ora como ñ vejo q isto seja benéfico para o SLB, a pergunta é: quem lucra com isto?

Manuel disse...

Mas foi isso mesmo que se passou. E o mesmo se passou com o Roberto. Já ando a dizer isso há muito tempo mas parece que ninguém percebe, ou quer perceber. Os salários, ou parte deles, são pagos em Espanha. E depois? Desde quando isso é fuga aos impostos? Há alguma lei que impeça isso?

Não é fuga aos impostos pois eles são pagos em Espanha. Há sempre gente a falar sem saber, a atirar atoardas, acusações e especulações para o ar devido à sua ignorância. Porra que já chateia!

Anónimo disse...

caro sócio nº 218219

tem razão, questionei a honorabilidade da nossa direcção, não disse que são desonestos. ora questionar não é assim tão ofensivo como o Sr. pensa. mas isto é conversa de parlamento, discute-se o que não interessa, para que o que realmente interessa fique por discutir. por isso deixe-me dizer-lhe que não sei se esta é ou não a forma de ser da direcção do nosso clube. a ser, como escrevi anteriormente, é crime! o que é certo é que do negócio do reyes pouco se percebe. tinhamos não sei quanto do passe e até agora não vi nada. e como não adepto taliban como os adeptos do clube do norte, penso pela minha cabeça e de vez em quando até sei pensar. peço-lhe encarecidamente, que não seja como os adeptos desse clube, a comer tudo o que lhe dão a comer só porque sim, questione as coisas porque estas, são para se questionar e nada de errado há nisso. vejo que é sócio há pouco tempo e por isso lhe garanto, se o Benfica tem pessoas que usam estrategemas para fugir aos impostos, devem ser postos de lá pra fora! estão a cometer um crime e essa não é, repito, a forma de estar do clube que há cerca de 36 anos escolhi para ser a minha maior paixão! cumrimentos

Nuno Ferreira

Pedro Vagos disse...

Manuel: mas pensando um pouco no assunto, essa forma de transferência não é um bocado estranha?
Eu aceito que o Benfica pague e contabilize um valor que não seja valor de passe, chamemos-lhe um valor compensatório pela redução de ordenado. Mas já se me afigura um pouco estranho que esse valor seja pago ao clube. Por dois motivos. Por um lado se o jogador já não é do Atlético, deverá ter saído da folha salarial deles, logo, é estranho que lhe paguem ordenado. Por outro, se o valor foi entregue ao jogador, então devia ser feito a título de prémio de assinatura. Não faz muito sentido que se entregue ao clube, para depois eles entregarem ao jogador.Não sei se isso não poderá ser considerado evasão fiscal.

Redmind disse...

Um dos problemas no Benfica é precisamente o circo de transferências que se instalou no clube á já algum tempo! Eu acredito que esse tema mexa com os jogadores!

Creio que a direção do Benfica deveria fazer algo contra essas fugas de informação! Até porque não vejo quem fique a ganhar com isso...

Manuel disse...

Caro Pedro Vagos, não, não é estranho, chama-lhe o que quiseres. Eu chamo-lhe planeamento fiscal, uma coisa em que os nórdicos, que têm os impostos mais altos do mundo, são especialistas. Prémio de assinatura, de transferência, luvas, ordenado, compensação salarial, abono de família, subsidio de risco, seguro de vida, vacina anti-corrupção, whatever! Eu acho que se devia chamar prémio de risco, pois vêm arriscar a vida para a Corruptlândia. Lol! E podem ficar contaminados.

Não é fuga aos impostos pois os impostos são pagos. Evasão fiscal é quando se foge ao pagamento de impostos. Eu penso que os advogados do Benfica, e os espanhóis, devem saber um pouco mais disso do que tu e eu. Não achas?

Os impostos em Portugal são mais altos do que em Espanha. E acho muito bem que as pessoas procurem onde pagar menos impostos. Toda a gente o faz e é um direito que lhes assiste. Procurar outra região da Europa para viver ou para descontar é um privilégio de escolha que temos e que todos devem aproveitar, se puderem. Eu fi-lo e fá-lo-ia sempre que pudesse.

Não gostam? Pois a solução é muito simples: baixem os impostos!

PS. Esquecem alguns benfiquistas que isto é proveitoso para o clube, pois pagando menos impostos em Espanha podem baixar o preço do jogador. Voilà! Não tem nada que saber. É fácil, só têm de aprender a utilizar o outro neurónio. :-))

SLB4EVER disse...

Não sei mas é estranho usarem essas percentagens dos passes para pagar ordenados e se esse fosse o caso acho q seria mais simples pagar ao Atlético um montante pela transferencia, algo que é uma prática comum.
Vendo bem as coisas se esses montantes serviram apenas para pagar salários é dificil ñ chegar á conclusão q estes negócios apenas foram feitos nestes moldes para iludir os adeptos ao criar falsas esperanças e evitar insatisfação.
Mas ñ existe informação suficiente para ter certezas de nada e o q realmente importa aqui é q a pré-temporada começe com um plantel equilibrado, com jogadores para todas as posições e q ñ seja necessário recorrer sistematicamente a adaptações e a empréstimos duvidosos já com a temporada a decorrer.
Continuo é sem perceber pq é q quando finalmente se tem um plantel equilibrado e competitivo(início temporada 09/10) se consegue logo na temporada imediata ter um plantel pouco equilibrado e se passa a época a inventar com jogadores fora das suas posições naturais, aqui a grande responsabilidade é do treinador mas tudo sob um olhar complacente e pouco profissional da direcção.
Acho q todos aqui queremos é realmente o melhor para o SLB e q por este motivo ñ podemos deixar de criticar ou questionar as personagens q gerem o nosso clube qd motivos existem.
E ñ me conformo em continuar com um treinador q passou uma época a dormir sem minimamente defender os interesses do clube e q o Rui Costa tenha perdido a sua influencia para alguém de tão baixo nível.
Sim o otimismo ñ abunda por estes lados e neste momento a tolerancia é zero para mais casos de negligencia, incompetencia e falta de respeito.
Esperar para ver, se o q vir ñ agradar ir para o centro de treinos questionar ou protestar vai ser a solução imediata.
et pluribus unum

Anónimo disse...

caro Sr. Manel, não vislumbro onde está a ignorancia, senão no seu comentário! ignorancia e olhe que não é pouca! olhe que a lei também diz que as escutas ao mafioso lá de cima são ilegais. portanto o que está na lei é que ele não prevaricou??? lamento mas não! isso é para os ignorantes do clube dele e ignorantes como o Sr. Manel. volto a frisar, A SER VERDADE essa forma de fazer as coisas no nosso clube, isso é crime! é fuga aos impostos, sob a forma de xico espertismo ou Manel espertismo, não quero saber. sei e que isso é fraude fiscal e terá da minha parte total condenação... valha isso o que valer, que sei que é muito pouco.

Nuno Ferreira

JNF disse...

Desculpem lá, mas gostava que o "senhor" José "eu sou vitoriano e serei sempre vitoriano e se o Vitória estiver na final de uma taça, lá estarei a torcer pelo Vitória. Não nasci vitoriano, mas um dia morrerei vitoriano" Marinho explicasse isto:

http://quatroquatrodois.blogspot.com/2011/06/benfiquista-que-e-benfiquista-papa-tudo.html

Anónimo disse...

"Ricardo Lemos vai assumir o cargo de director de comunicação do Benfica no início da nova época desportiva. O ex-jornalista do jornal O JOGO vai deixar a chefia do departamento de comunicação e marketing do Sporting de Braga, onde exerceu funções nas últimas três temporadas, e mudar-se para o Estádio da Luz.

João Gabriel não abandona o Benfica, antes passa a exercer funções superiores, subindo degraus na hierarquia da SAD. Recorde-se que João Gabriel foi assessor de Imprensa de Jorge Sampaio na Presidência da República e adjunto do presidente executivo da Amorim Turismo antes de assumir a direcção do departamento de comunicação do clube encarnado, em Maio de 2008.

Ricardo Lemos foi editor da secção Benfica do jornal O JOGO desde Outubro de 2003 a Maio de 2008, depois de ter acompanhado de perto também o Sporting e a Selecção Nacional. No passado, chegaram a circular rumores sobre uma eventual entrada para o departamento de comunicação do Benfica, dada a relação de confiança que mantém com Luís Filipe Vieira, mas só agora se reuniram condições para que tal acontecesse. O ex-jornalista, que ontem comemorou 34 anos, volta assim a trabalhar com Jorge Jesus, com quem se cruzou durante uma temporada, ainda no Sporting de Braga."

Quem é esta peça? Não chegava João Gabriel? Que curriculum é este? Ex-jornalista do grande pasquim O Nojo? Ex-director de comunicação do braguilha, esse clube "amigo"? Mais um infiltrado? Não chegam Jorge Gomes, Paulo Gonçalves, Soares Oliveira....

Anónimo disse...

Para ler e reflectir...

http://quatroquatrodois.blogspot.com/2011/06/benfiquista-que-e-benfiquista-papa-tudo.html

John Billy #32 disse...

"Não é fuga aos impostos pois os impostos são pagos. Evasão fiscal é quando se foge ao pagamento de impostos. Eu penso que os advogados do Benfica, e os espanhóis, devem saber um pouco mais disso do que tu e eu. Não achas? "

Foda-se!! São pagos mas são pagos EM ESPANHA!!
Isso não é fuga ao fisco? Depois admiram-se de ter a PJ a perna.

Pedro disse...

Eu nem sequer abordo a questão legal de descontar em Espanha e não em Portugal. Simplesmente custa-me a acreditar q o Atlético Madrid aceite receber 8.5 milhões do SLB e que entregue depois ao Roberto parte desse dinheiro. É isto q não faz qqr sentido. Vieira afirmou claramente q o dinheiro saíu do SLB e entrou no Atlético portanto se isso incluía ordenados tem q ser o Atlético a pagá-los...como e pq?

Anónimo disse...

Ui! Tanta virgem pseudo-ofendida que para aqui anda...

Se a Lei não impede que se faça isto, onde é que esta a ilegalidade?!

Uma coisa é fugir aos impostos ilicitamente, outra é usando os subterfúgios que a maioria dos contabilistas de qualquer empresa usariam.

Querem ter uma equipa com nomes sonantes, grandes jogadores e depois criticam este tipo de atitude. Querem que se vá buscar o dinheiro aonde num pais com 10M de habitantes apenas...

Não sejam tolinhos, nem incoerentes!

John Billy #32 disse...

"Se a Lei não impede que se faça isto, onde é que esta a ilegalidade?!"

É legal? Onde? Em Portugal não é de certeza.

Manuel disse...

Ó John Billy, tu que és tão informado, inteligente, culto e conhecedor de leis, faz-nos um favor, a nós pobres imbecis. Diz qual é o Dec-Lei e o artigo que proibe aquilo que tu dizes que é ilegal. É que se não souberes, estás a falar de algo que não sabes ou que não existe. E isso é grave. Pois estás a acusar pessoas de ilegalidades que não existem.

Helder disse...

Parem de uma vez por todas com essa ideia bizarra de que os 8,5M tinham incluido os ordenados do Roberto! O Benfica pagou 8,5M pelo passe do Roberto e ponto final. Não tem nada haver com os ordenados dele.

John Billy #32 disse...

http://www.igf.min-financas.pt/inflegal/codigos_tratados_pela_IGF/RGIT/RGIT_ARTIGO_104.htm

Lê a alínea f).

E que fique claro que foste tu que acusaste o Benfica de cometer ilegalidades. Eu nunca disse que nos 8,5 milhões de euros estavam incluindos os vencimentos.

Anónimo disse...

venham mas é trutas

Manuel disse...

A alínea f) refere-se a off~shores que são locais que têm "regimes fiscais claramente mais favoráveis". Quase sempre com a carga fiscal igual a 0% ou perto disso.

A Espanha, que eu saiba, ainda não é um off~shore e não tem um regime fiscal claramente mais favorável. Tem alguns impostos marginalmente mais baixos.

Além disso fala em fraude. Achas que há fraude quando é tudo muito claro e não há sonegação nem de provas nem de quantias?

Pedro disse...

" Achas que há fraude quando é tudo muito claro e não há sonegação nem de provas nem de quantias?"

Manuel calma lá com isso. Tudo claro??? Se tudo fosse claro não estavamos a ter esta discussão. O dinheiro saíu do SLB e entrou no Atlético. O resto são "teorias". Claro é coisa q não é.

Ginha disse...

Neste aspecto, e sem ter a certeza, viu mais pelo Manuel... Foi neste caso, foi no Rodrigo, foi no Pongolle das osgas... E mais clubes que compram em Espanha fazem isso! A carga fiscal tem uma diferença nos jogadores da bola de 20% ou mais... É muita guita!!! Só não tenho a certeza que tudo seja legal... É a minha duvida!

Pedro Vagos disse...

Ó Manuel: Claro, claro talvez não seja. Se fosse claro, o dinheiro tinha sido entregue ao jogador, não tinha sido entregue ao clube. Aliás, para que raio quereria o Atletico de Madrid receber uma verba que teria depois de entregar a um ex-jogador? É que isto é tudo muito giro... ah e tal, pagam-se menos impostos... a grande questão é que esses impostos, sendo o negócio em espanha terão de ser pagos pelos espanhóis, e não me parece "normal" que eles queiram suportar impostos dos outros. Aliás, se foram suportados pelo Benfica, então para lá da folha que o LFV mostrou, que continha a saída de 8.5 M€ para os espanhóis, falta uma 2ª folha que demonstre o pagamento dos impostos em Espanha. E isso não apareceu.

John Billy #32 disse...

Olha, onde pagas os teus impostos? Pagas no país e na freguesia da tua residência fiscal. Se o Benfica tem uma residência fiscal em Portugal (acho eu, nunca vi o nº de contribuinte) por que carga de água há de pagar os impostos em Espanha?
É claro que há sempre regimes e isenções específicas mas não estou a ver nenhuma que possa enquadrar o caso do Roberto.

Manuel disse...

Pedro, é claro que é "claro" para o lado do Benfica. Então se, de acordo com o contrato existente, o dinheiro saiu do Benfica e entrou no Atlético... queres responsabilizar o Benfica pelos acontecimentos a jusante? Não faltava mais nada.

A discussão que temos tem mais a ver com a falta de conhecimentos de quem discute do que com a clareza, ou honestidade, do negócio. Ou como dizia alguém, "As pessoas viciaram-se em estereótipos, em ensinamentos tacanhos e em condenações precipitadas. Todos têm opinião sobre tudo mas não conhecem nada". Assim vai a nossa CS... e alguns benfiquistas.

Manuel disse...

Só para acabar. É tão ilegal como aqueles automobilistas que atravessam a fronteira para atestarem os depósitos das suas viaturas pelo facto da carga fiscal em Espanha sobre os combustíveis ser bastante menor do quem em Portugal. Também é fuga ao fisco! LOL!

Pedro Vagos disse...

Manuel, confesso a minha ignorância acerca do tema... o que não faz de mim, nem dos outros, burros. Não me parece que a compra de gasolina em Espanha seja comparável ao caso da compra de um jogador.
Talvez (e coloco o ênfase no talvez) encontres algum paralelismo com a compra de um automóvel em Espanha por parte de um cidadão com residência fiscal em Portugal. E nesse caso, o imposto terá de ser liquidado cá... de outra forma, é ilegal.
É certo que noutro tipo de bens o imposto é liquidado no país de origem, desde que seja comunitário (o exemplo mais simples são as compras online de jogos e dvd's). Daí que aceite que havendo vazio legal, a transacção possa ter sido feita nos moldes que se falam. Até porque estamos em Portugal... aqui (quase) tudo é possível - desde que se conheça o advogado certo. LOL

Para concluir, deixo-vos a pergunta:
2 jogadores (que estavam previstos no negócio do Simão),
25% do passe do Reyes,
20% do passe do Sálvio...
Será que isto não chega para comprar o Sálvio? Ou estamos a juntar para comprarmos o Aguero?

Anónimo disse...

«Olha, onde pagas os teus impostos? Pagas no país e na freguesia da tua residência fiscal. Se o Benfica tem uma residência fiscal em Portugal (acho eu, nunca vi o nº de contribuinte) por que carga de água há de pagar os impostos em Espanha?» (J. Billy#32)

Porque se há um contrato a dizer que o ordenado é pago por outra empresa sediada noutro país, é óbvio que os impostos são relativos à ao país da empresa onde está sediada!

Há montes de exemplos desses em Portugal. Empresas multinacionais, como HP, Cisco, Oracle... Fazem isso em Portugal.

Não é o Benfica o único a fazer. Isto se realmente foi feito!

Ilicitude não existe! Mas ainda estou à espera que arranges o decº lei que o diga!

John Billy #32 disse...

Para o anónimo das 10:31: desde já digo que não tenho acesso as contas do Benfica, por isso só vou emitir um ponto de vista.

O caso do Sálvio:
O Benfica pediu o empréstimo. O Atlético consente com uma condição, que o Benfica paga os ordenados. O Atlético paga 2 milhões por ano ao jogador. Devido a carga fiscal se o pagamento fosse assumido pelo Benfica o vencimento passaria para 2,5. O que é então feito? O Benfica entrega 2 milhões de euros ao Atlético, supostamente pela compra de uma percentagem do passe e o Atlético continua a suportar o vencimento do Sálvio.
É uma maneira de fugir ao fisco perfeitamente legal. O jogador apesar de jogar no Benfica, pertence na mesma ao Atlético e é este clube que assume o pagamento do salário e dos respectivos impostos. E sendo o Atlético um clube espanhol, é normal que paga os impostos em Espanha e não num país onde dá mais jeito.

O caso do Roberto:
O Benfica paga 8,5 milhões ao Atlético pelo passe do jogador. O jogador passa a pertencer aos quadros do Benfica. O Benfica é que tem que assumir o vencimento do atleta. O Benfica é um clube português e por isso os impostos relativos aos seus atletas são pagos em Portugal.
Não há volta a dar.
Quem diz por exemplo "Porque se há um contrato a dizer que o ordenado é pago por outra empresa sediada noutro país, é óbvio que os impostos são relativos à ao país da empresa onde está sediada!", também tem que dizer qual é a empresa que paga os vencimentos do Roberto e porquê? E se fosse verdade por que motivo o Benfica não faz o mesmo com todos os jogadores do plantel?

Anónimo disse...

epá, o problema do nosso país, é precisamente estarmos cheios de MANUEIS pah! e não vale a pena ter uma conversa normal com o homem, porque isto é 1 problema geracional e só muda daqui a muitos anos! mas o que mais me incomoda nos MANUEIS do nosso país, é ter exactamente a conversa dos trafulhas tripeiros! o BIMBO pagou viagens?? epá pagou! mas foi a secretária que se enganou a processar o pagamento!!! alguem vê nisso ilegalidade?? olhem eu vejo, os MANUEIS deste país é que não! as escutas foram legais??? epá não foram! logo, o BIMBO não comprava arbitros, aquilo era o fernando pereira a imitar vozes! tivessemos nós um sistema fiscal como os estados unidos, com as penas que lá se aplicam a quem foge ao fisco e iam ver se não viviamos num país melhor! aqui a malta foge ao fisco e ainda se acham muito inteligentes! os sérios é que são burros! se meter o futebol ao barulho então ainda pior! vem a clubite ao de cima e nem querem saber de mais nada! volto te a dizer oh MANUEL e lê bem para que não te esqueças. pessoas como tu, xico espertas, malabaristas das leis, no fundo, pessoas de má fé, hão de se deus quiser desaparecer do nosso país (e olha que nem sou católico). há de demorar gerações mas tenho a certeza, que sem gente assim, viveremos num país melhor. imigra pah, vai pagar os impostos legalmente pra longe, de preferência pra MARTE!

Nuno Ferreira

Pedro Vagos disse...

Anónimo das 10.31: a diferença do Benfica para essas empresas que mencionaste, é a palavra "Multinacional". O Benfica não tem empresas próprias sediadas noutros países que lhe permita processar os ordenados através do País mais simpático do ponto de vista fiscal.

Anónimo disse...

Todas as multinacionais têm uma sede!
Quando refiro sede, refiro-me ao país onde se encontra fisicamente. Ou seja, a "casa-mãe"...

Aqui o que chamas "multinacional" não seria o benfica. Quanto muito seria o At.Madrid, clube de onde ele era originario, e depois veio trabalhar para Portugal, continuando a receber ordenados do atlético no 1º ano. Obviamente que de ora em diante as coisas mudam. Isto se realmente são como têm dito até aqui.

TRAMONTANO disse...

Andamos aqui as cabeçadas porque alguem um dia abriu a portas das traseiras a um dos chicos espertos, como muitos que o 25 de Abril criou,
novo rico e os Benfiquistas amedrontados acredirara e ajoelharam aos pes que nao tem nem uma gota de sangue Benfiquista.

Nao fui eu que contribui para isto mas infelizmente tenho que levar com as habilidades do dito cujo, numa expiral desastrada de humilhaçoes, defice astronomico, sem resultados desportivo e num rumo sem rumo que continua a confundir Benfiquistas que nao sabem o que e o Benfica e continuam a acreditar em profetas.

Como ja so falta um ano, e bom que todos contribuam para o devolver ao Alverca, que bem precisa, onde podera retoamar as amizades e visitas ao seu amigo corrupto levando pendurado outro dos seus grandes amigos, um tal de oliveirinha.

Sobre o dossier Nuno Gomes e Coentrao faz-me lembrar o tempo dos coroneis no Brasil e a forma como se relacionavam com os seus jagunços.

Tiques de novo rico que aparentemente dissimula com bacoradas de humildade.

Grande Benfiquista disse...

O benfica tem 20% dos direitos desportivos do sálvio e no caso de o jogador ser transferido o benfica recebe sempre 20% do total da transferencia. Em relação ao reyes o tem tambem 25% mas no final desta temporada mesmo q o jogador não seja transferido o benfica recebe no minimo 1,5 milhões de euros! E já agora não falam tão mal do benfica, pois puxamos todos para o mesmo lado ou estarei enganado? Saudações benfiquistas