blog

terça-feira, maio 10, 2011

ENTREVISTA À BENFICA TV

O senhor dos anéis


Não vi o presidente do Benfica a assumir muitas culpas. Vi o presidente do Benfica comportar-se como um adepto e criticar ferozmente o treinador Jorge Jesus. Chamo-lhe o beijo da morte. Criou condições para que a contestação ao treinador se estenda pelo tempo, porque assim desviará atenções. O presidente do Benfica sabe que os adeptos, enquanto estiverem ocupados a criticar o Jesus, não se ocuparão muito a criticar quem está acima de Jesus e quem devia ter exigido ao treinador e a toda a estrutura que se preparasse bem a época, que se tivesse prudência na comunicação, que se escolhessem melhor os jogadores.


Neste sentido, Vieira inaugurou uma nova oposição no Benfica, sendo o aspecto mais relevante da entrevista. A oposição que o presidente faz a si próprio, como forma de atacar o treinador. Embora parecendo que o defende. Isto é mais uma vez perturbador, porque não reflecte a preocupação do presidente do Benfica com a realidade do clube, mas, como sempre, a sua preocupação em passar pelos intervalos da chuva.


E mais uma vez, pelo caminho, prossegue o seu caminho de divisão dos benfiquistas, alegando que a maioria está com ele. Pelo menos a maioria que ainda se dá ao trabalho de votar em eleições condicionadas e cada vez mais orientadas para perpetuar o Grande Senhor dos Aneis.


Esta entrevista não demonstra que Vieira está esgotado como presidente do Benfica. Demonstra sim, mais uma vez, que o Benfica e os benfiquistas estão esgotados. A exigência é cada vez menor, a resignação é um facto assumido pelo presidente e por isso não espanta que alguns adeptos considerem que a entrevista é boa.


Mas insisto, o mais curioso desta entrevista foi verificar que o presidente do Benfica já é o principal opositor de si próprio. Agora imaginem se fosse um "abutre" a dizer o que disse Luis Filipe Vieira.

85 comentários:

Anónimo disse...

Não poderia concordar mais...Este senhor continua a enterrar-se a si e ao nosso clube. Entrevista fraca e quem o ouve até parece que não tem culpas no cartório. Mas também com estas entrevistas encomendadas na vieira Tv não era de esperar melhor...

Anónimo disse...

Vamos ver se na proxima época não vais engolir o que dizes....

João Bizarro disse...

Quando é o próprio presidente que pede aos benfiquistas para não exigirem vitórias está tudo dito.

É o Benfica dos "homens na liga" e do "crédito bancário".

Titulos?!?! Para quê. Levam com um de 5 em 5 anos e vá que apanham...

João Bizarro disse...

Anónimo das 11:15

AHAHAHA Ainda acreditas no Pai Natal?

Pedro disse...

"Vamos ver se na proxima época não vais engolir o que dizes...."

E que tal falar nesta época...e na maioria das 10 ultimas épocas? Para o ano é que é? É assim, é esse o espírito?

Bizarro, incomoda-me tanto essa resignação, esse baixar de expectativas (palavra da moda nestes dias) que os benfiquistas estão a fazer...é pá, se o demo defendesse tal posição o que não seria.

Uma equipa que orgulhe todos os benfiquistas? Foda-se...fomos campeões de forma brilhante. Só bastava manter a estrutura e atitude e todos os benfiquistas estariam orgulhosos!!!

José Marinho disse...

Anónimo, é o que mais desejo, engolir tudo o que digo na próxima época. Embora o mais certo seja que tu venhas a engolir tudo o que escreves. Abraço de um benfiquista que não se esconde.

Anónimo disse...

Cada clube tem o presidente que merece.

Brilhante disse...

Anónimo, o problema é que todos os benfiquistas engoliram as palavras proferidas no início desta época. Se no próximo tudo for ao contrário, óptimo, porque fartos estamos nós de engolir sempre previsões de coisas boas.

Anónimo disse...

"Cada clube tem o presidente que merece"

Ao menos, não tenho um presidente que foi apanhado, nas escutas, a tentar subornar árbitros ou a recebê-los em casa para dar conselhos matrimoniais. Prefiro ter um presidente que seja incompetente do que um que seja corrupto.

João Bizarro disse...

"Prefiro ter um presidente que seja incompetente do que um que seja corrupto."

Ao que o Benfica chegou!!!!

O nível de exigência ZERO é o lema deste presidente e pelos vistos tem muitos seguidores.

Anónimo disse...

João Bizarro, é apenas uma questão de ética. Eu quero que o Benfica ganhe sempre sem qualquer presidente incompetente ou corrupto.
Mas se me tivessem que fazer escolher entre aquelas 2 realidades negativas, eu prefiro que o líder tenha, ao menos, dignidade para ocupar o cargo. Por isso, não deve ser para qualquer chico-esperto.

Agora sim, concordamos que Vieira está a chegar ao fim do seu ciclo no Benfica. Espero que Bagões Félixes, Veigas, Eduardos Monizes apareçam na corrida para apresentarem o seu projecto eleitoral.

Miguel Lopes disse...

Desculpem lá mas eu ouvi o Vieira a dizer abertamente que o plantel foi insuficiente. Claro que criticou o Jesus. Jorge Jesus cometeu erros, todos sabemos, a gestão de plantel foi desequilibrada mas o que mais me perturbou nesta entrevista do Vieira foi deixar cair o discurso do sistema. Um sistema que nos enterrou em Guimarães, em braga para o campeonato e finalmente em casa, na taça. Mas enfim, tenho amigos portistas que dizem que o dia em que o Benfica se deixar de desculpas com o sistema, é o dia em que voltará a ter a supremacia do futebol português. Será que eu e o Vieira temos amigos em comum?

Pedro disse...

Mas o plantel foi insuficiente pq? Concerteza que não foi a pedido de Jesus.

E não é preciso ser nenhum génio da bola para perceber q com a lesão de Amorim o clube devia ter-se reforçado devidamente naquele posição em Janeiro e não ter ido buscar um Fernandez por 1.5 milhões para o lado esquerdo e q terá feito dois jogos pelo Glorioso. Dizer q o plantel é insuficiente qd gasta 6 milhões no Rodrigo para o emprestar ao Bolton e empresta Urreta demonstra uma total incompetência na gestão desportiva.Há razões para o plantel ser insuficiente (eu até nem concordo mas adiante...) e são essas razões que têm q ser analisadas.

Anónimo disse...

Mais que insuficiente, os que deixamos sair não foram substituidos à altura.

Ramires; Di Maria; D.Luiz; Quim...

Anónimo disse...

Seria sensato o presidente afastar o treinador e demitir-se? ou é mais correcto assumir que houve erros e trabalhar em cima desses erros e tentar corrigi-los? são as 2 perguntas que eu faço,já que nós adeptos e sócios do Benfica estamos sempre prontos para derramar sangue e cortar cabeças...eu sei que há pessoas que independentemente do que o presidente dissesse ontem nunca ficariam satisfeitas pq simplesmente já não o podem ver...para mim os mandatos são para cumprir,organizem-se e quando chegar a altura derrubem-no com o poder dos votos.

Paulo Chagas socio há mais de 25 anos do grande Sport Lisboa e Benfica

Johnny Rook disse...

Quando não se gosta de alguém; quando não se quer ouvir esse alguém; quando se tem preconceitos e se formulam pré-juízos; quando nos guiamos por crenças e não por convicções, só se pode interpretar as palavras de quem não se gosta no exacto sentido contrário daquilo que foi afirmado.

A degeneração da ética benfiquista.

Com amigos destes quem precisa de inimigos?! Então quando temos agendas mal resolvidas pior ainda.

José Marinho disse...

E o mais preocupante é escutar o presidente do Benfica dizer que as aquisições vão ser, agora, mais rigorosas, depois de se ter contratado já, nove jogadores para a próxima temporada. O mais preocupante é escutar o presidente do Benfica que vai passar a delegar menos funções, o que sinceramente é assustador, se estiver a falar do futebol.

Manuel disse...

Eu não sei se LFV deitou as culpas sobre o JJ pois não ouvi a primeira parte. Mas o que eu ouvi foi que iria concentrar em si mais poderes. Isso quer dizer que quer assumir mais responsabilidades e é o contrário de se estar a esconder.

É lógico que o JJ tem culpas, como toda a gente tem culpas. Assim como o Rui Costa, o presidente e os adeptos. Toda a gente é culpada. Mas o importante não é procurar culpados, embora em Portugal a primeira preocupação dos portugueses, em todos as questões da vida ou da sociedade, seja procurar culpados, como se isso é que fosse importante. É uma maneira muito antiquada e própria de povos atrasados de resolver os problemas.

É importante quando se trata de casos de crime ou flagrante incompetência com consequências graves. Mas nestes casos, em Portugal, os culpados saem quase sempre ilesos. É uma incongruência muito portuguesa. E própria de um país com instituições que não funcionam. Como a judicial, por exemplo.

Embora seja importante e indispensável encontrar culpados, os adeptos também têm culpa. Será que vamos despedir esses adeptos?

Importante, importante, é tirar as ilações correctas dos factos. Toda a gente comete erros. A questão é saber se devemos despedir alguém imediatamente depois dessa pessoa cometer algum, ou alguns, erros. Eu, que estudei gestão durante muitos anos no estrangeiro e tenho uma maneira de ver completamente diferente da mentalidade portuguesas, acho que não.

Porquê? Muito simples. As pessoas não nascem com todos os conhecimentos. Ao longo da vida toda a gente comete erros. Sem excepção. Seja na sua vida privada seja na profissional. Toda a gente sabe, também, que as pessoas aprendem com os próprios erros. E também com os erros dos outros, se forem inteligentes. Por isso se estuda. Vejam como as crianças aprendem e são educadas.

Quando se despede uma pessoa que cometeu um ou mais erros, a experiência e a aprendizagem que essa pessoa adquiriu com esses erros perde-se para sempre. O Benfica acabou de investir algum dinheiro, e muito tempo, na educação e na experiência do JJ e do RC. Assim como do presidente, também. Portanto, se forem para a rua, levam esses conhecimentos com eles, perdendo-se para o Benfica. Com o risco dos mesmos erros serem cometidos pelos que vierem depois. Repito, os erros cometidos por causa de erros próprios são os mais úteis para uma organização. Desde que se aprenda com eles. Para isso é necessário que a análise feita a esses erros, e as suas conclusões, seja a mais correcta. Nem sempre é.

Não é por acaso que nos países mais desenvolvidos, eu chamo-lhes mais inteligentes, os treinadores fiquem mais tempo, alguns dezenas de anos, quase sempre com resultados excelentes. Porquê? Em primeiro lugar, porque as pessoas que tomam essas decisões são mais inteligentes e tiram as conclusões correctas dos resultados obtidos. Não se deixam levar pelas cabeças quentes dos adeptos. Em segundo, porque vão aprendendo ao longo dos anos e colocam essa experiência e conhecimento ao serviço dos clubes que servem. Nem me vou dar ao trabalho de nomear exemplos.

(Continua)

Manuel disse...

(Continuação)



Neste pequeno aspecto os andrades são bons. Embora as correcções que fazem aos seus erros os leve por caminhos da corrupção, do tráfico de influências e de outras esquemas ilegais e ilícitos. Tentando sempre dominar as diferentes esferas de influência da sociedade de onde podem extrair dividendos. Mas isso é outro capitulo desta história que neste momento os benfiquistas não estão interessados em discutir. Mas é o mais importante, no fim de contas. E tem sido a origem de muitos dos erros cometidos pelos benfiquistas dentro e fora do clube. Adquirir o sucesso com meios lícitos nunca foi fácil quando se joga contra cartas viciadas.

No caso dos adeptos benfiquistas, tenho de afirmar que eles NUNCA, mas NUNCA aprendem com os erros que cometem. Isso é um facto triste, mas é uma realidade. E é pena. Pois aqui também era importante fazerem uma auto-crítica correcta. E mudarem de vida.

"A paciência é a chave de tudo. Consegue-se o pinto chocando o ovo, não partindo-o". Arnold Glasgow.


PS. Não pensem que o eu quero dizer é que todos nos devemos resignar à nossa sorte. NÃO! Eu acho precisamente o contrário. Eu sou das pessoas mais agressivas quando penso que tenho razão. E por isso não concordo com o facto de ficarmos nas covas quando somos prejudicados pelas arbitragens, por exemplo. Neste aspecto estou em completo desacordo com LFV.

Ainda agora no jogo dos andrades o Hulk veio queixar-se que um dos golos do Paços foi marcado em off-side, de centímetros, justificando assim a injustiça do empate. Esquecendo-se que o 2º golo que ele próprio marcou na semi-final da Taça foi um off-side de 1 metro. E foi um golo decisivo no resultado final e na eliminatória. Pois é, não falou o treinador mas falou um dos jogadores. Eles têm tudo bem organizado. Defendem os seus com unhas e dentes, mesmo quando não têm razão e sem ter vergonha de serem hipócritas. Nada é feito por acaso. Neste aspecto temos muito a aprender com eles.

José Marinho disse...

O problema é mesmo da agenda dos outros. Porque a agenda do presidente do Benfica essa é intocável. E o que se pode dizer da agenda suspeita de certos benfiquistas que se recusam a ver o que está por detrás da propaganda. Quando, no início da época, escrevi neste blogue que a época tinha sido mal preparada, que o Benfica seria vítima da fanfarronice do presidente e do treinador, que agenda é que estaria a esconder nessa altura? Pelos vistos era a agenda do próprio presidente do Benfica.
Meu caro Johny Rook, não gosto do presidente do Benfica. É um facto. Mas não tem a ver com agendas. Tem a ver com benfiquismo. Tem a ver com sofrimento, tem a ver com conhecimento dos factos, tem a ver com a minha intolerância em aceitar que o Benfica se transforme numa agência de negócios. E vejo tudo isto, porque, de facto, não gosto do presidente do Benfica. E não acredito em quase nada do que diz, porque o que diz é quase sempre o contrário do que pensa. E sabe, o facto de não gostar do presidente do Benfica, dá-me a vantagem sobre quem gosta. A vantagem de não alinhar na propaganda, de ser crítico e de estar alerta em relação às suas verdadeiras intenções. Repito o que escrevi no primeiro comentário. Se o que disse o presidente do Benfica, tivesse sido dito, por exemplo, por mim, quantas agendas é que o meu caro me estaria aqui a atribuir?
E sobre a ética benfiquista, eu digo-lhe o que é a ética benfiquista...é ser crítico quando as coisas estão mal, é ser interventivo quando a tendência é de alinhamento situacionista, é remar contra a maré, é ser benfiquista acima de vieirista.
E de facto, tem razão numa coisa. Com amigos destes, quem precisa de inimigos? Com amigos destes que dão 90 por cento de votos a uma pessoa que arruína desportivamente o clube, quem precisa de inimigos? Com amigos destes, que se deixam anestesiar com uma entrevista em que o presidente do Benfica ataca o treinador, fingindo que se auto-critica, ninguém precisa de inimigos.
De facto, o problema do Benfica é mesmo a agenda oculta do José Marinho. Tristeza, ao que o meu clube chegou.

Anónimo disse...

José Marinho, se ninguem lhe fizer frente nas próximas eleições, alg com carisma e com peso junto dos Benfiquistas esse senhor vai continuar a fazer o que quer e o Benfica estará mais 4 ou 5 anos a ver navios. Basta ver a revolução que irá acontecer no plantel actual em que Fabio Coentrâo,Aimar,Carlos Martins,Cardozo e Javi são saidas praticamente certas e veremos se luisão e Maxi não seguem o mesmo caminho, porque mais de metade do plantel já nem pode ver o JJ a frente...

É possivel derrotar LFV nas urnas, desde que a sua oposição trabalhe bem e consiga chegar aos sócios do Benfica e não ela própria se condicionar por um pateta que a cada entrevista que dá se torna mais ridiculo!!!

Abraço

Daniel

Anónimo disse...

Ai está mais uma vez o ze marinho a malhar no presidente hehehehehe, o que eu me deixo rir consigo...escrever escreve você bem, agora ACÇÃO É ZERO.....porque não admite que caso um certo candidato fosse presidente, você teria um tacho no Benfica???? ou minto??? Quando o benfica, estava numa situação ruinosa, aí não o vi com tanta vontade de ajudar, agora está apetecivel, é so velos a querer um tachibho.....

Pedro disse...

"ou é mais correcto assumir que houve erros e trabalhar em cima desses erros e tentar corrigi-los?"

Faz sentido uma pergunta destas a quem está há 10 anos no poder?

"Mas o que eu ouvi foi que iria concentrar em si mais poderes. Isso quer dizer que quer assumir mais responsabilidades e é o contrário de se estar a esconder."

Concentrar mais??? O homem afirmou taxativamente que a época passada, após o fracasso de Quique, foi decidida entre ele e Jesus, nas tais conversas às 4 da manhã, e agora volta a afirmar q vai delegar ainda menos? Querem ver q vai ser ele q vai dar os treinos e fazer o 11? Tenham paciência...

Será que se esquecem q estão a falar de alguém q está no SLB à 10 anos? E ano após anos os erros vão-se repetindo?

O Marinho toca num ponto interessante...maior rigor nas contratações? Só agora? 10 anos depois é que vamos ter rigor nas contratações? E Matic e o outro miúdo da Académica já estão dentro desse rigor ou ainda não? E Bruno César? E os jogadores do Varzim? Será o rigor que levou à contratação de Fernandez? Ou em 2/3 meses aprendeu-se a ter rigor?

John Billy #32 disse...

"Será que se esquecem q estão a falar de alguém q está no SLB à 10 anos? E ano após anos os erros vão-se repetindo?"

Pedro, não é preciso dizer mais nada.
É por isso que nem me dei o trabalho de ver essa entrevista.
O Vieira é um incompetente, ponto final. Não há entrevista que mude a minha opinião.

J.P. disse...

Será que é assim tão difícil, num clube como o Benfica, aparecer alguém credível, que forme uma lista forte e que tenha ambição de tirar o vieira da cadeira do poder no próximo ano?

Helder disse...

O Benfica esta apetecivel??? Quintiplicou o passivo só no mandato de LFV!!! Quando este cromo sair do Benfica veremos em que situação estará o Benfica nessa altura......mas tenho a sensação que Vale e Azevedo á beira de LFV será um mero aprendiz....!!

Quando o Benfica estava numa situação ruinosa tb não vi LFV com tanta vontade de ajudar o Benfica........aliás até festejava as vitórias do Porto sobre o Benfica com o próprio Pinto da Costa e depois ia para o acesso aos balneários gozar com os jogadores do Benfica......

João Bizarro disse...

HAHHAHA

"Erros?" "Corrigi-los"??!???

É como o Pedro diz, o homem está lá há 10 anos e ontem é que descobriu a pólvora!!!

CARREGA VIEIRA

Mr. Shankly disse...

"Quando, no início da época, escrevi neste blogue que a época tinha sido mal preparada, que o Benfica seria vítima da fanfarronice do presidente e do treinador"

Disso não me recordo, mas rapidamente cheguei a isto:

"E aqui, dou o braço a torcer, ou como é a preferência de um distinto comentador deste blogue, enfio a carapuça. O Benfica trabalhou bem, prevenindo a saída de Ramires. Porém, mais do que enfiar a carapuça, este é um caso em que devo tirar o chapéu.

O Benfica está a jogar o que ninguém pensou que viesse a jogar, desfalcado de Ramires e Di Maria e afinal, os nossos adversários deparam-se com este novo Benfica, ainda mais agressivo, mais demolidor e capaz de se reciclar tacticamente. E isso confunde-os e, nos bastidores, percebe-se um início de desespero. Porque, neste momento, a pressão está toda do lado dos nossos adversários e as próximas semanas prometem ser palpitantes na relação entre os dirigentes desses clubes e os adeptos das suas claques organizadas. Pelo meio, sucedem-se demissões, umas que são do conhecimento público e outras que já aconteceram e ainda não foram divulgadas. É uma espécie de Verão quente, que promete aquecer ainda mais, há medida que o Benfica for vencendo e convencendo."

Não quero criticar, apenas mostrar que somos todos iguais: se ganhamos somos os maiores, se perdemos queremos que rolem cabeças. O problema é que não há cabeças para colocar no lugar destas, pois os putativos candidatos não estão dispostos a dar o corpo ao manifesto com o risco de perder (e quando digo perder não são só eleições: podem ser lugares ao sol na sociedade civil).
Parece-me óbvio que Vieira tem legitimidade para preparar a próxima época. Ganhou as eleições, e qualquer pressão para o fazer cair antes é que é antidemocrática. Como é óbvio, aqui não se enquadra a crítica, que é saudável. E espero que tenha o condão de mostrar finalmente a Vieira (e Jesus) que a fanfarronice não nos leva a lado nenhum, e que foram cometidos muitos erros que não se podem repetir. Mas se tiver que fazer um deve/haver da gestão de Vieira, tenho que admitir que a mudança foi enorme, embora ainda não tenhamos chegado onde o Benfica deve estar.

Johnny Rook disse...

Pois é José Marinho!

Fiz mais ou menos o mesmo exercício consigo que vc fez com Vieira.

Fingi que a sua pessoa não me era agradável e vc não gostou.Imputei-lhe intenções mais ou menos obscuras.

Tenho uma máxima muito antiga e que tento não me esquecer no meu dia a dia: "quando apontamos 1 dedo a alguém, esquecemo-nos que os outros 4 estão virados para nós".

A minha vida passa por julgar os outros e os meus 52 anos e quase outros tantos de Benfica, impedem-me de ser preconceituoso para com aqueles que de uma forma ou de outra interferem ou se cruzam comigo, profissional ou pessoalmente.

Nas 3 eleições de Vieira nunca votei, se pesquisar pelos meus comentários por essa internet fora verificará que já teci comentários muito críticos à sua gestão.

Se e quando aparecer alguém com credibilidade e com o perfil que eu entendo que deve ser o de um Presidente do Benfica, estou certo que votarei na mudança.

O que eu nunca fiz e nunca farei (exceptuando Vale Azevedo)é passar a vida a insultar o Presidente do Sport Lisboa e Benfica; a fazer juízos sobre a sua credibilidade, a colocar em causa de forma vil tudo o que o homem diz ou faz.

O meu caro previu o quê no princípio da época? Não previu absolutamemnte nada. Tal como eu e todos os outros que gostam de dar opiniões que não passam disso mesmo e, como tal, umas vezes acerta-se e outras (a maior parte) não.
Não estamos por dentro dos problemas do dia a dia do clube não fazemos a mínima ideia das dificuldades e dos constrangimentos da gestão. Por isso não julgo sem provas e conhecimento de causa.Por isso os meus comentários valem o que valem. Nada!

Mas há uma coisa que eu sei e que sinto: O meu amor eterno ao Sport Lisboa e Benfica. A única causa que me faria levantar em armas se tal fosse necessário. Por isso, defendo, em qualquer circunstância, o clube e quem o representa em cada momento na razão directa dos ataques dos nossos inimigos, nomeadamente os seus veículos de propaganda e branqueamento (e aqui sim, o meu caro conhece muito bem alguns deles).

Antonio disse...

Caro José Marinho

Mais grave do que a entrevista de LFV e a sua gestão desportiva desastrada(até ver ainda não tenho a certeza que a outra esteja muito melhor), é a inexistência de alternativas crediveis.

Não é possivel retirar LFV da presidência do SLB com projectos de candidatura em que figura de destaque é ... BiBi (o construtor).

Quem quiser ter sucesso numa candidatura contra LFV tem de ser reconhecido como um grande benfiquista e, para além disso, tem que empreender um périplo gigantesto por todas as casas do SLB de forma a cativar esta gente.

Estas dissertações e manifestações de desagrado com a actual situação nunca passarão disso mesmo se estas não se consubstanciarem num projecto sólido, com gente credivel e reconhecidamente benfiquista, programa sério e com uma ideia diferente para o futuro do SLB.

Anónimo disse...

Depois da entrevista, sobram-me perguntas.
Como vai ser preparada e planeada a próxima época? Quem vão ser os responsáveis pelo futebol do clube? Quem assume os erros pela preparação, estrutura do plantel, gestão da equipa nesta temporada?
Jesus é o produto ideal da "vieirização".
Depois de ter levado multiplos banhos de bola, o treinador promete, com soberba irrealista, ser campeão para o ano(LFV não diria melhor), sendo,mais uma vez, evidentemente alvo de chacota de AVB em conf.de imprensa.
Jesus gosta de ser enxovalhado.
O presidente, perante isto, parece ser uma pessoa sensata e capaz de dar a volta a uma situação criada por ele que se arrasta há demasiado tempo.Em minha opinião, o prazo de validade de Vieira esgotou-se há muito.
Ele só é líder do clube porque a oposição é incapaz, inconsequente, sem projecto e está sempre à procura de desculpas para não avançar. Esta situação é inexplicável face ao fraco desempenho de Vieira.
Voltando a Jesus, nesta altura, quem poderia substituir o actual treinador? As 3 alternativas portuguesas tem mais que fazer do que vir para o Benfica. AVB nunca será técnico deste clube. Domingos vai estar no Sporting, Paulo Bento é selecionador nacional.
Restam opções estrangeiras crediveis, mas essas são caras e pouco acessíveis.
a.p.

Helder disse...

J.P.

O problema não é aparecer alguém credivél porque isso certamente existe e tenho a certeza que na hora certa irão aparecer. O problema é que o Vieria tem tudo "comprado" desde os sócios mais antidos (que agora valem 50 votos!!) até ás casas do Benfica que incrivelmente tb valem 50 votos cada uma!! E tem uma televisão por conta dele......
Isto tudo junto é uma vantagem brutal e que praticamente garante que ele se perpetue no poder até quando ele bem entender!

Quando LFV fala que não devemos ter memória curta está enganado porque quém tem memória curta é ele porque só se lembra do Benfica de Damásio e de Vale e Azevedo....

David disse...

Bem, ja que se fala em aprender com es erros e em não ter memória curta...

Tou farto de ver este filme. Vamos então relembrar:

 

- Fim da época 94/95 – Desastre total organizado por Damasio y  Artur Jorge

-> solução: manter treinador, limpar balneário y contratar estrelas tipo Clovis, Paulão etc, etc.

-> Resultado: Na época seguinte com o pouco credito que tinha o treinador não agüentou a época inteira e o resultado foi a desgraça do costume com a agravante que estiveram quase um ano a preparar a época com Autuori para contartarem jamires y mandar embora abeis Xavier e paulos bentos...

 

- Fim da época 96/97 -> Resultados mediocres conseguidos por um M. Jose chegado a meio da época

-> Soluçao: manter o treinador e gastar o que não tínhamos em vedetas tipo Paulo Nunes, Taument, etc, etc.

-> Resultado: Na época seguinte Mais uma vez treinador com pouco credito despedido nas primeiras jornadas depois de um lamentável jogo com o Rio Ave.

 

- Fim da época 99/2000 – Época medíocre de Jupp Heynckes

–> Solução: Manter treinador sem credito nem margem de manobra.

-> Resultado: Na época seguinte Treinador despedido nas primeiras jornadas e siga pra bingo

 

- Fim da época 2001/2002 – Toni acaba a época sem sucesso y com pouca margem de manobra.

-> Solução - > Manter treinador y reforçar a equipa.

-> Resultado: Na época seguinte Mais uma vez treinador despedido a meio da época, mais uma época perdida e siga pra bingo... NEXXXTT

           

Fim da época 2002/2003: Jesualdo Ferreira era o treinador de mais uma época falhada.

-> Solução: Manter treinador em prol da “estabilidade” e reforçar a equipa.

-> Resultado: Na época seguinte Treinador despedido a meio da época

 

Fim da época 2006/2007: Fernando Santos acaba a época sem cumprir objetivos a pesar de apresentar bom futebol

-> Solução: Manter treinador com pouca margem de manobra y reforçar equipa

-> Resultado: Na época seguinte treinador despedido nas primeiras jornadas e mais (mais uma) época perdida logo em Setembro...

Continua...

David disse...

... Continuacao
 

Fim da época 2010/2011: Jorge Jesus apesar de ganhar taça da liga acaba uma das épocas mais decepcionantes e humilhantes da nossa historia.

-> Solução: Manter o treinador e reforçar a equipa.

-> Resultado: Pela lógica desta cronologia y com a pouca margem de manobra de Jesus que neste caso foi encurtada ainda mais pelo presidente (ontem à noite) que pelos adeptos imaginem só o fim desta historia...

 

  É certo que toda esta cronologia tem as suas particularidades mas conhecendo este presidente e olhando para a sua historia (responsável por 3 destas situações) ao mínimo contratempo chutará pra canto mandando embora Jesus como o culpado de tudo para ter um pouco mais de oxigênio y novas promessas e teremos mais uma época perdida como todas as mencionadas.

É inaceitável que depois desta época com o 3º anel em fúria se venha pra televisão dizer por um lado que o treinador é pra manter e pelo outro atribuir-lhe as culpas de tudo, isto é tirar toda a margem de manobra a um treinador e tenham a certeza que quando a próxima época começar o Jesus não vai agüentar 2 maus resultados seguidos. Isto ainda se torna mais grave se for verdade que há jogadores que já não agüentam o Jesus...

E quero deixar claro que não sou a favor de mandar Jesus embora estou so a pensar que já vi este filme e espero profundamente estar enganado mas como já disse da ultima vez que comentei no blog, enquanto tivermos este presidente vou ver o nosso Benfica com outra filosofia porque não tenho nem dinheiro nem saúde para me enervar por um clube gerido por alguém que não se preocupa nem sofre um 2% pelo Benfica como devia ou como qualquer adepto ou sócio que sofre por este clube como sofre sem saber porque mas o Benfica é assim. Durante anos quis acreditar em LFV mas a mim só me enganam uma vez. Com este nível de profissionalismo que se apregoa o repetir os mesmos erros não uma nem2 nem 3 vezes é inadmissível e insultante para qualquer pessoa que tenha mais de dois neurônios.

Depois de 10 anos de insucessos e humilhações, a qualquer nível profissional o único caminho que podem seguir as pessoas serias é demitir e deixar que venham novos ares, mas de um presidente que da um golpe de estado no próprio clube mudando os estatutos antes de umas eleições para arrumar com a oposição não se pode esperar nenhuma atitude seria.

 

  Conclusão: Não espero nada de bom para a próxima época (mas sempre com aquela esperanzazinha de estar enganado...)

 

Saudações Benfiquistas

John Wakefield disse...

1- Este é 1a questão polémica que daqui a um ano (eleições) dará certamente muito que falar.
Vamos analisar as coisas com a maior frieza possível:

Vieira ajudou a reerguer o clube? É um facto.

Assistiu-se a um crescimento do Benfica nas modalidades (inclusive futebol)? Sim.

Vieira tem cometido os mesmos erros nos planeamentos desportivos das diversas temporadas? Sem dúvida.

Vieira é responsável por muitos dos maus momentos que já passamos? É inegável.

Ganhar apenas 2 campeonatos em 8 anos de mandato é suficiente? Não, é muito pouco, embora tivessemos estado 11 anos sem ganhar nada.

Esta é uma perspectiva que visa só o presidente do Benfica. Mas vamos a outras:

2- Agora vamos analisar outra questão, quem ganharia o campeonato, teorizando as diversas possibilidades relativas aos momentos de forma evidenciados por SLB e fcp (tendo em conta a tendência habitual das arbitragens protegerem mais o fcp):

2.1 - Se o SLB for muito melhor que o fcp - Campeão com 5, 6 ou 7 pts de avanço.

2.2- Se o SLB for um bocado melhor apenas - dependerá da maior ou menor isenção das arbitragens. Mas a diferença pontual será minima no final.

2.3- Se o SLB, durante a época, demonstrar uma qualidade de jogo semelhante à do fcp - fica atrás do fcp, a 4, 5 ou 6 pts.

2.4- Se o SLB for inferior ao fcp - fica entre 7 a 10 pts de atraso

2.5- Se o SLB for muito inferior ao fcp - fica com mais de 10 pts de atraso. Foi o que aconteceu nesta época e por isso, as más decisões dos árbitros não servem como desculpa!

3- Conclusão: Para sermos bem melhores que o fcp, precisamos provavelmente de sangue novo. Mas para isso, precisamos de alguém que seja melhor (sobretudo no planeamento desportivo) que o Vieira. E a maioria dos actuais contestários do presidente do Benfica, apenas querem apressar a sua saída, sem ter em mente uma alternativa credível o que é extremamente perigoso. Os candidatos das últimas eleições não tinham pulso suficiente nem metade dos requisitos mínimos para liderarem o Benfica. Se algum deles ganhasse, a esta altura, estávamos bem pior. Por isso, vamos aguardar com serenidade. Ainda existe mais uma época. Vamos ver o que acontece e depois que venham as eleições e aí tomam-se as decisões com calma. Não interfiram as vossas objecções ou preferência pessoais durante as eleições, analisem sim os projectos e escolham aquele que vos parece mais pertinente e credível para levar o Benfica aos títulos porque esse é o fim que todos queremos atingir, embora divididos quantos aos meios para o alcançar.

Pedro disse...

"O que eu nunca fiz e nunca farei (exceptuando Vale Azevedo)é passar a vida a insultar o Presidente do Sport Lisboa e Benfica; a fazer juízos sobre a sua credibilidade, a colocar em causa de forma vil tudo o que o homem diz ou faz."

Qual a diferença Johnny? E se alguem considerar Vieira tão mau como tu consideravas Vale e Azevedo?

"AVB nunca será técnico deste clube. Domingos vai estar no Sporting, Paulo Bento é selecionador nacional."

Acho cedo para se ir para este tipo de conversa mas parece-me que existem opções tão válidas e tão desconhecidas como qd AVB entrou no Dragão. Mais do que um treinador o que o SLB precisa é de uma estrutura forte, q o defenda, q o deixe apenas preocupado com as tácticas e jogadores a utilizar q do resto trata ela. Com isso, qqr treinador com conhecimentos de futebol terá condições para vingar.

Manuel disse...

Concordo com o Mr.Shankly, Johnny Rook e o Antonio.

À boa maneira latina, a primeira preocupação dos benfiquistas é "tentar desalojar o LFV do poder". Enfim, lembra-me aqueles comunistas ressabiados que a única preocupação que têm é "tentar desalojar os capitalistas do poder". Sem olhar a meios. E sem terem ideia das alternativas. Por isso conspiram e subvertem. A conspiração e a subversão é a arma dos cobardes e dos medíocres. Sem qualquer respeito pelas lógica democrática, que utilizam e defendem apenas em proveito próprio ou quando convém os seus próprios interesses. São o pior que tem a raça humana, são oportunistas, medíocres e irresponsáveis.

Eu nunca apoiei LFV, e nem sequer votei nele. Estou à vontade para dizer o que digo. A mentalidade dos benfiquistas, em geral, é uma mentalidade que me deixa bastante acabrunhado. Não estou habituado. Assim não vão longe. Nem o clube nem o país.

Eu não conheço o LFV, nem sei se ele é isto ou aquilo, como muitos afirmam, como se o conhecessem bem. E como tal não posso dizer se sim ou sopas. O que eu vejo é muito benfiquista a dizer cobras e lagartos do homem. No entanto duvido que esses maldizentes o façam com conhecimento de causa, isto é, que conheçam a fundo a pessoa e os problemas com que ele se confronta todos os dias. Sendo assim, penso que a crítica fácil é um favor que não fazem ao clube mas sim aos nossos adversários e inimigos. A divisão nunca precede a vitória. A divisão precede sempre a derrota. Ou melhor, a derrota é sempre precedida pela divisão. Uma clube unido nunca é derrotado.

Por isso, e por não ter essa mentalidade, eu confio em quem dirige o Benfica até prova em contrário. Mesmo que não consigam vencer sempre. A verdade é que nenhum clube consegue vencer sempre.

Houve uma altura este ano em que estávamos a vencer todas as semanas em todas as modalidades. Os benfiquistas andavam todos nas nuvens. Mas, tipicamente em Portugal, os nossos inimigos começaram a conspirar...

É praticamente impossível vencer sempre até ao fim. Mas é isso que os benfiquistas, legitimamente, querem e aspiram. É o BENFICA CONTRA O RESTO DO MUNDO. Não vêem que isso é impossível? Não podemos ganhar sempre. Estamos a ganhar mais do que o ano passado, e ainda mais do que há 2 anos. Isso deixa-me satisfeito, pois indica que estamos a melhorar a pouco e pouco. E acima de tudo, estamos a aprender constantemente. Se conseguirmos manter este ritmo, apesar de termos todos os outros contra nós, é fantástico.

José Marinho disse...

"O meu caro previu o quê no princípio da época? Não previu absolutamemnte nada". Previ e está escrito.

"Não estamos por dentro dos problemas do dia a dia do clube não fazemos a mínima ideia das dificuldades e dos constrangimentos da gestão. Por isso não julgo sem provas e conhecimento de causa". Engana-se. Não só estou por dentro dos problemas do dia a dia do clube como, além disso, não julgo sem conhecimento de causa. É esse conhecimento que me faz criticar o presidente do Benfica o actual paradigma existente no clube.

"Por isso, defendo, em qualquer circunstância, o clube e quem o representa em cada momento na razão directa dos ataques dos nossos inimigos, nomeadamente os seus veículos de propaganda e branqueamento (e aqui sim, o meu caro conhece muito bem".
Começo pelo fim. Pode elucidar-me sobre os meus conhecimentos sobre a propaganda e veículos de branqueamento a que se refere? Fui jornalista durante vinte e cinco anos, tenho a folha limpa e uma reputação profissional que ninguém pode manchar. Há quem goste e quem não goste. Simples. Sobre a defesa do meu clube, do seu clube, é o que faço, dentro das minhas limitações e possibilidades. Sendo crítico, quando entendo que devo ser, sendo elogioso, quando se justifica. Quer uma prova?
Quando o Benfica vendeu Ramires, Luis Filipe Vieira foi criticado pela generalidade dos benfiquistas, que não aceitaram bem a opção do presidente. Recordo o que escrevi neste blogue:

"Francamente, o presidente do Benfica já fez muitas coisas que mecerem a censura dos adeptos e dos sócios do Benfica, mas o negócio Ramires não é um caso de incompetência, mas sim de engenharia desportiva. Um grande negócio para o Benfica, como eu gostaria que fossem todos".

É a isto que o senhor chama preconceito? É a isto que o senhor atribui uma agenda escondida? Meu caro Johny Rook, tenho imenso respeito pelos seus 52 anos e pelo seu benfiquismo. É esse respeito que me faz não ir mais longe na resposta.

Anónimo disse...

Pedro
O Benfica necessita de uma estrutura de futebol forte,sim. Convinha era que o actual treinador deixasse de dar tiros nos pés,abstendo-se de discursos mirabolantes, frases anedóticas, promessas desfasadas e se cocentrasse no seu trabalho.
O problema é que eu começo a ter dúvidas de que Jesus seja capaz de se reinventar e de aprender com os próprios erros. As declarações do fim-de-semana são mais do mesmo e deixam perceber que ele não entendeu nada do que se passou esta temporada e ainda não se questionou do porque é que foi "sovado" em todos os jogos importantes desta época.

José Vieira disse...

O senhor dos papéis.

26 de Maio de 2010:
"Neste momento, a verdadeira estrela do Benfica chama-se Jorge Jesus e isso nunca será um problema, enquanto Jorge Jesus permanecer no clube. Só virá a ser um problema, depois de Jesus deixar o Benfica, como foi para o FC Porto, o Chelsea e virá agora a ser um problema para o Inter, depois das saídas de Mourinho. São treinadores tão indiscutíveis, tão liderantes e tão atractivos de poder, que acabam por transformar os clubes por onde passam, transformando-os positivamente enquanto estão dentro, deixando um orfanato atrás de si, quando saem."

25 de Abril de 2011: (...)
Presidente do Benfica: Fernando Tavares.
Presidente da SAD: Fernando Tavares.
Admnistrador-executivo da SAD: José Veiga.
Director-desportivo: Rui Costa.
Director de scouting: Rui Águas.
Director de formação: Rui Caçador.
Treinador: HUMBERTO COELHO".

Chamo-lhe o "beijo de Judas".
É o pantomineiro no seu melhor, a desempenhar mais um papel.

Mr. Shankly disse...

"O problema não é aparecer alguém credivél porque isso certamente existe e tenho a certeza que na hora certa irão aparecer."

Mas que hora certa é essa? Há ano e meio houve eleições, não era a hora certa? Vieira comprou os sócios mais antigos? Comprou como? Ofereceu-lhes cativos? Pagou em dinheiro? Se sabes de histórias destas é tua obrigação contar e denunciar. Como benfiquista e como cidadão de um estado democrático. Fico à espera.

Johnny Rook disse...

José Marinho,

Não estou a insinuar nada ao referir-me ao seu conhecimento do que se passa em alguns órgãos de informação.Não vale a pena colocar-se à defesa.

Em 1º lugar quero dizer exactamente o que está escrito.O meu caro conhece os "veículos de" Sendo vc profissional da comunicação e colaborado com os ditos órgãos é natural que o seu conhecimento seja presencial e factual sobre o que se passa nesse mundo.

Em 2º lugar, sendo vc benfiquista nem me passa pela cabeça que tenha contribuído, alguma vez,de forma consciente, para a estratégia de branqueamento e propaganda dos inimigos do Benfica e contra o próprio Benfica.
Imagino que muita vez tenha sido questionado sobre a sua colaboração com a Sport Tv e que a sua dignidade tenha sido colocada em causa, mas eu não dei, nem dou para esse peditório.

Pedro disse...

"E acima de tudo, estamos a aprender constantemente."

Com os erros desta época? Achas mesmo isso?

José Marinho disse...

No início da época, quando Jesus deu uma entrevista à RTPN, escrevi neste blogue:

"Ficou claro, nessa entrevista, que Jorge Jesus segue no Benfica uma agenda pessoal - respeitável mas perigosa - e que terá de ser o clube a adaptar-se a ela e não o contrário. É assim que Jorge Jesus já conseguiu levar quase toda a gente no clube a reboque do entusiasmo quase juvenil que o treinador do Benfica coloca na sua mensagem europeia. Um perigo, a meu ver, mas que determina um traço da personalidade de Jorge Jesus. A questão é, agora, saber se o clube vai atrás desse objectivo do treinador e se consegue mobilizar meios financeiros e humanos para chegar lá.

Os próximos tempos serão interessantes, porque Jorge Jesus criou uma agenda própria e pretende levar toda a gente a acreditar que é possível, já na próxima época, ir atrás dela. Eu, como benfiquista, estou disponível para aceitar essa agenda, desde que o treinador aceite igualmente a agenda própria do clube. E, para mim, acho que é vital ganhar, de novo, o campeonato. A cegueira da Champions evitou que o Benfica tivesse revalidado o título, há cinco anos atrás. O FC Porto recompôs-se e ganhou quatro títulos consecutivos".

Fica claro, mr. Shankly que o presidente do Benfica foi atrás de Jesus, do seu entusiasmo e permitiu-lhe uma agenda própria que deu mau resultado. Isto serve igualmente para o elucidar que também sei recuperar os meus anteriores textos neste blogue. Num outro, chamo a atenção para o facto do Benfica não se poder distrair com discursos fanfarrões e megalómanos e que o FC Porto tinha feito o trabalho de casa que lhe daria a oportunidade de recuperar o campeonato perdido.

Em relação ao que escrevi, resultou de uma crónica que fiz, após um jogo em que o Benfica deu a ideia de que não ressentiria das transferências de Ramires e Di Maria. E como sempre escrevi e mantenho, o Benfica perde o campeonato e todas as outras competições, não porque não se tenha substituido esses dois jogadores, mas porque o Benfica, o treinador, a sua estrutura e o seu presidente, foram atrás da ilusão de que "ninguém pára o Benfica". Ao contrário do que diz o senhor presidente, não creio que o Benfica tenha perdido as competições porque tinha um plantel incapaz. Não é verdade e é mais uma desculpa esfarrapada de Vieira, porque é isso que os adeptos querem ouvir. O plantel do Benfica tinha qualidade para ser campeão.

Sobre a gestão de Vieira no Benfica, é isso que francamente me desgosta, que muitos benfiquistas ainda não tenham percebido o ponto em que estamos e que consigam dizer isto: "Mas se tiver que fazer um deve/haver da gestão de Vieira, tenho que admitir que a mudança foi enorme, embora ainda não tenhamos chegado onde o Benfica deve estar". É isto que verdadeiramente me assusta no Benfica, esta complacência dos adeptos. Se calhar devo dar razão ao presidente do Benfica quando ele diz que a maioria gosta do que ele faz. Isto é assustador, porque faz-me pensar que nada no Benfica mudará no futuro e daqui a dez anos estaremos a ter a mesma conversa.

Em relação a um anónimo que por aí anda e que perguntou isto: "porque não admite que caso um certo candidato fosse presidente, você teria um tacho no Benfica???? ou minto???", eu respondo...MENTE. E esta resposta chega para si. Também acho que não queria outra.

José Marinho disse...

"Imagino que muita vez tenha sido questionado sobre a sua colaboração com a Sport Tv e que a sua dignidade tenha sido colocada em causa".
Imagina muito mal, meu caro Johny Rook.

Entretanto, o pantomineiro que anda a treinar para escrever as minhas memórias, voltou a atacar. E sobretudo a trocar alhos por bogalhos. O melhor é dizer-lhe que entre uma coisa e outra que ele recuperou, existe um mundo de diferença. O que ele se esqueceu foi de acrescentar que também defendi a manutenção de Jesus e continuo a acreditar que pode ser solução. E que a sugestão que deixei, visava um futuro enquadramento eleitoral. Escapou-lhe isto, como lhe escapa quase tudo. Mas já agora, não era este pantomineiro que há poucos dias atrás, escreveu neste blogue: "Para o Zé, o Vieira, esta discussão (pelos motivos aduzidos) acaba por aqui pois nesta temática o Zé, o Marinho, vai ter que se estimular sozinho ou esperar que outro comentador lhe dê uma mãozinha". Afinal, ele sempre foi e sempre será o meu estímulo. Grande Vieira, o Zé.

MS disse...

O Ramaldense tem tambem um presidente que nao foi apanhado nas escutas. O Grupo Columbofilo de Coimbroes tambem.

Ricardo Almeida disse...

Caro José Marinho, 9 jogadores já contratados !?!? 9 !? Isto, confirma-se?

Mr. Shankly disse...

"E como sempre escrevi e mantenho, o Benfica perde o campeonato e todas as outras competições, não porque não se tenha substituido esses dois jogadores, mas porque o Benfica, o treinador, a sua estrutura e o seu presidente, foram atrás da ilusão de que "ninguém pára o Benfica". "

Nisto estamos de acordo. E aqui está também o nosso problema (dos adeptos). Achar que uma época em que fomos segundos (atrás de uma equipa que até agora só perdeu 6 pontos!), meias da UEFA, meias da Taça de Portugal são uma época péssima, só para adeptos que acham que o futebol é uma ciência exacta. Cometemos erros? Muitos. Os árbitros erraram? Sim. Mas o Porto foi melhor? Muito, também. Diria mais: com um Porto como o deste ano até podia vir o Mourinho que não ganhávamos. Mas qual é o reflexo do benfiquista? Tudo para a rua, mesmo sem saber o que vem depois.

Se acha que estamos pior que antes de entrar Vieira, não sei sinceramente o que dizer-lhe.

MS disse...

Caro Jose Marinho,

Gostaria muito de um dia poder ter a oportunidade de discutir o Benfica consigo. Se passar pelo Reino Unido, Londres ou Cambridge e estiver disponivel diga!

Quanto as agendas pessoais: em relacao a JJ, o falhanco desta epoca, especialmente com os seus excessos verbais, colocam mais equilibrio na balanca. No fim da epoca passada, concordo consigo, o Benfica estava subjugado a agenda do treinador devido a aura que este conseguiu criar. Ao ponto de ceder a 'chantagem', saliento as aspas, da sua hipotetica ida para o FCPorto. O Benfica pode agora levar JJ a servir a agenda do clube, em vez do clube servir a agenda de JJ. Mais preocupane para mim e a agenda do presidente. Admito estar a ser injusto, mas neste momento nao me parece que o presidente sirva o Benfica tanto quanto o Benfica serve o presidente.

Como adeptos temos que melhorar e muito. Subir o nivel de exigencia nos padroes por que se rege o clube, nao apenas nos resultados. A rabula das eleicoes, os negocios com Atletico de Madrid, Angola e Varzim ou os sucessivos emprestimos obrigacionistas nao indignam os adeptos tanto quanto resultados desportivos, infelizmente.

Ha uma incapacidade de lidar com o FCPorto dentro do clube, quanto a mim por nao se compreender a psique da cidade do Porto e do clube. Acabamos sempre por entrar em tricas que so os fortalecem. Eu nao consigo apagar o fogo da minha lareira soprando com muita forca; tenho que cortar a fonte de oxigenio para ele se apagar mais depressa. O nosso comportamento, os nossos dislates verbais, o nosso orgulho, presuncao e arrogancia, sao o oxigenio portista.

Um ultimo ponto - continuo a ouvir falar muito da epoca passada (tanto JJ omo LFV o fizeram). Na minha opiniao temos isso sim que elevar a fasquia, o FCPorto deste ano veio colocar novas questoes dentro de campo que nao me acredito possam ser solucionadas com o que de bom tivemos na epoca passada onde, relembro, apenas ganhamos o titulo na ultima jornada. Ainda para mais estando fora de hipotese readquirir Di Maria, Ramires ou D Luiz. Sob pena de andarmos varios anos a procura da 'forma de 2010' entretanto perdida.

Cumprimentos

Pedro disse...

"Mas qual é o reflexo do benfiquista? Tudo para a rua, mesmo sem saber o que vem depois."

Shankly, não estamos a falar de alguem q chegou agora, estamos a falar de alguém q está lá à 10 anos!!!

MS, excelente!

Anónimo disse...

Caro J. Marinho
O Benfica não tinha e não sei se vai ter um plantel capaz de vencer as provas em que está inserido, sendo LFV um dos responsáveis por tamanho desidrato.
Jardel dificilmente será um substituto de David Luiz. Fazer uma época com um lateral direito, é absurdo.
Cardozo é o único ponta de lança credivel a tempo inteiro.
Extremos são poucos e sem alternativas.
Guarda-redes são um caso bicudo.
Ainda assim, o clube podia ter sido campeão, depois de ter levado uns banhos de bola do seu principal rival, e ter ido mais longe nas outras provas? Como? Explique-me esse milagre.
a.p.

Mr. Shankly disse...

Sim, Pedro. É verdade. E? Se Vieira for deposto, vamos ser mais fortes? Quem será o presidente? O treinador? Vamos acertar nas contratações, ter dinheiro para o Salvio, ser capazes de manter os Di Marias, David Luiz, Ramires?

José Marinho disse...

Caro MS, a vontade de discutir o Benfica consigo é recíproca. Até porque começa a ficar insuportável este ar irrespirável que se verifica ainda entre a maioria vieirista, com a mania de que o foi Vieira que salvou o clube. Quem salvou o clube foi Cosme Damião, não foi Vieira.

Caro Mr Shankly, o que lhe posso dizer é que não Vieira que resgatou o Benfica a Vale e Azevedo. Foi Manuel Vilarinho. E o que lhe posso dizer é que em termos médios, num cálculo entre anos de poder e títulos conquistados, Vieira é dos piores presidentes da história do clube. Isto é o que lhe posso dizer. Que nunca um presidente do Benfica com tantos anos de exercicio de poder ganhou tão pouco como Vieira. Isto para mim chega. Também devia chegar para si. E garanto-lhe, um dia que seja possível conhecê-lo pessoalmente, terei todo o gosto em demonstrar-lhe que o Benfica não está, nesta altura, pior do que estava, quando Vieira entrou, mas também não está muito melhor. E, mais tarde ou mais cedo, todos os benfiquistas saberão a verdade sobre o clube e quem o governa. E nesse dia, não vale a pena vir dizer que não sabiam de nada. Sabiam, só que era mais fácil assobiar para o ar.

Pedro disse...

"Se Vieira for deposto, vamos ser mais fortes?"

Sinceramente não me pareça que seja muito dificil ficar mais forte. Achas dificil aparecer alguem cujo benfiquismo não levante qqr dúvida e q viva totalmente em prol do clube e não de negociatas estranhas? Q não abandone a equipa em vésperas de jogos importantes para ir ao Brasil receber medalhas? Basta teres alguem com este perfil para ficares logo mais forte. Não percebo como é que se possa defender que Vieira é insubstituível...um homem com um curriculo tão pobre...enfim..

"Quem será o presidente? O treinador?"

Será alguem. Como sempre foi. Tenho dois caminhos, o que eu conheço acaba numa ribanceira com o carro a cair por ali abaixo. Como não conheço o outro caminho continuo a ir ribanceira abaixo uma e outra vez?

" Vamos acertar nas contratações, ter dinheiro para o Salvio, ser capazes de manter os Di Marias, David Luiz, Ramires?"

Nem é isso que está em causa. Mas se calhar deixas de gastar 8 milhões num gr q custa 4, se calhar deixas de dar 1.5 milhões por um Fernandez que nem o treinador conta com ele, se calhar preferes ter opções internas ao invês de ires buscar jogadores como Menezes, Fernandez, etc. Todos falham contratações, nunca critiquei um dirigente por isso. Critico sim é a falta de rigor e de lógica, desportiva e financeira, das aquisições.

E seria engraçado comparar passsivos q Damásio deixou, que Vale deixou e que Vieira deixará...

Mr. Shankly disse...

"Achas dificil aparecer alguem cujo benfiquismo não levante qqr dúvida e q viva totalmente em prol do clube e não de negociatas estranhas?"

Não, mas a verdade é que não aparece. Nas últimas eleições tive vontade de mudar, mas não apareceu ninguém.

José Marinho, eu sei que foi Vilarinho. E fui eu também, que estive 4 horas na fila para votar nele. Taambém sei que o rácio do Vieira é mau, e do Jorge de Brito por exemplo é óptimo. Mas o Jorge de Brito foi um grande presidente? Acho que não, aliás acho que foi dos piores (apesar de ser um dos maiores benfiquistas que conheci).

John Wakefield disse...

off topic: Artur Moraes (Braga) e Costea (Universidade Cracóvia mas com 3 meses de atraso nos salários) estão referenciados pelo Benfica, de acordo com alguns órgãos de comunicação social.

Em relação ao romeno, trata-se dum avançado de 25 anos que poderá vir a custo zero. Tem 6 internacionalizações pela selecção romema e já chegou a marcar 17 golos no campeonato romeno. A sua polivalência é também inegável podendo alinhar também nas alas (sobretudo no lado direito).

John Billy #32 disse...

http://www.slbenfica.pt/Clube/Historia/Presidentes/presidentes.asp

Não encontrei nenhum que estivesse lá 8 anos...
Que sorte tivemos que a grande maioria deles não precisou de tanto tempo para ser campeão.

Manuel disse...

Acho que o MS acerta na mouche em algumas coisas que diz.

Aqueles que falam do passivo, e comparam com outros presidentes mais antigos, são levianos com um grande défice de rigor pois esquecem-se, ou querem esquecer-se, que a maior parte desse passivo vem do estádio e das outras infra-estruturas entretanto construídas, que não existiam anteriormente.

Dou um exemplo: se os andrades não tivessem recebido mais de 300M€ do Estado e das câmaras teriam actualmente um passivo superior ao Benfica e do Sporting. Isto não são opiniões, são factos. E posso prová-lo. Isso tem um nome: concorrência desleal. Como em muitas outras coisas.

Fazer uma afirmação, como faz o José Marinho, de "que nunca um presidente do Benfica com tantos anos de exercicio de poder ganhou tão pouco como Vieira", podendo ser verdade, é mais uma afirmação leviana. Não tem em consideração o nível de concorrência existente nem as circunstâncias em que essa concorrência tem sido exercida.

Além disso, não tem em consideração que os primeiros anos da presidência do Vieira foram dedicados a recuperar o clube e a construir infra-estruturas. Portanto, fazer comparações destas não têm qualquer razão de ser, se quisermos ser intelectualmente honestos, e são, como já disse, uma prova muito grande de leviandade.

E isto não é estar a defender o Vieira, apenas a constatar o óbvio e os factos.

Pedro disse...

Manuel esse é que é um dos grandes mitos da gestão de Vieira.

O passivo do SLB ronda os 400 milhões de euros. o Estádio custou 160 milhões. Ainda há muito milhão por justificar não há? E mais, Vieira, há cerca de 2/3 anos afirmou, em entrevista, q o estádio estava quase todo pago (penso que até apontou 2012 como a data em q o Estádio estaria pago) pelo que utilizar o custo do estádio para justificar o passivo é errado. E o centro de estágios igual, Vieira afirmou q o naming do centro pagava o mesmo pelo q não faz qqr sentido utilizar estas infraestruturas como justificação de tão elevado passivo. Ou será que Vieira mentiu?

E se tivermos em conta que temos tido enormes receitas, vendas avultadas, empréstimos obrigacionistas, fundos, etc e o passivo continua sem baixar algo está muito mal contado...

Manuel disse...

E enquanto os benfiquistas andam a discutir o sexo dos anjos, os andrades não dormem e apunhalam-nos pelas costas.

Hoje na Bola, o ignóbil andrade MST na sua habitual crónica semanal, ultrapassa toda a decência e mostra a sua verdadeira face: a de um mentiroso compulsivo movido a ódio, aldrabão encartado, verme caluniador da mais alta estirpe.

Cito:

"Na véspera do jogo da segunda mão, o Benfica ainda tentou duas manobras desesperadas, em abono da verdade desportiva: a invenção, soprada à Marca, do suposto jantar de Pinto da Costa com os árbitros do jogo com o Villareal e o estranho caso da fotografia introduzida ao intervalo na cabine do árbitro do Braga-Leiria. Queriam destabilizar os adversários... de tal maneira ficou à vista a mão escondida que atirou as pedras."

Será que não há ninguém que saiba onde este animal pára e seja capaz de enfiar um par de lamparinas no focinho deste porco?

Manuel disse...

Pedro, tu és leviano a apresentar contas. Não fazes a mínima ideia do que dizes. Falas de ouvido. Mas tens mau ouvido.

Pedro disse...

Manuel, Manuel...tens que concretizar.

Eu não apresentei contas nenhumas.

O passivo do SLB é conhecido e é de 300 e muitos milhões? Ou não é?

O Estádio foi orçamentado em 120
milhões e posteriormente, mal foi aprovado pelos sócios, subiu para 160 milhões (já não te deves lembrar disso). Não apresentei contas, apenas apontei dois valores que são conhecidos.

Enquanto ao falar de ouvido é pá...estou a falar do que Vieira disse em entrevistas. Achas que não é fonte credível?

Se calhar caro Manuel até sei algumas coisas...

John Wakefield disse...

Manuel, se o MST disse realmente isso, alguém que faça o favor de informar a direcção benfiquista porque esse indivíduo merece ter já um processo em tribunal por difamação. É gravíssima uma acusação dessas vir a público e passar despercebida... Não admito que usem o nome do Benfica dessa forma. Esse espertinho pensa que pode brincar aos insultos gratuitos.

Manuel disse...

Pedro, respondo-te por seres tu. Um dos grandes mitos da gestão Vieira são as muitas mentiras e faltas de rigor que são contadas por benfiquistas, o que é muito grave. É o diz-se, diz-se, parecem velhas sempre à espera do mexerico, da bisbilhotice. Quase tudo inventado e fruto da imaginação, própria dos árabes - e própria da ignorância - de muitos benfiquistas. E só aqui dou alguma razão aos andrades quando nos chamam mouros. Eu tinha vergonha. Só mesmo em Portugal.

Quanto passivo havia antes do Vieira entrar para o Benfica? Não conta?
O que é que foi construído desde então? E quanto custou tudo no total? Tens a certeza que sabes as contas todas? Achas que ele meteu algum dinheiro ao bolso?

Interessante é que, por um lado atacam-no por haver passivo. Por outro, atacam-no por não investir suficientemente e deixar fugir alguns jogadores. Sendo a maior parte destas pretensas fugas tudo mentira, tudo invenção.

Eu não quero discutir mais com benfiquistas que só têm uma coisa na cabeça: despedir Vieira. Não me revejo neste tipo de atitude, neste tipo de mentalidade e neste tipo de desespero. Eu não estou desesperado e sei manter a cabeça fria. E sei fazer contas sem emprenhar pelos ouvidos.

Manuel disse...

John Wakefield, está na Bola de hoje. Também espero que ele prove do remédio que tem sido a imagem de marca dos corruptos andrades para amedrontar e fechar a boca às pessoas.

Pedro disse...

Manuel agradeço a resposta mas parece-me q fugiste ao tema.

Qual o passivo qd Vieira chegou ao clube? Concerteza bem inferior ao q temos. Eu não falo de mexericos e, infelizmente, não é preciso ir a mexericos para criticar Vieira.

Falei de números concrectos. Tu disseste q o passivo se deve ao estádio e centro de estágios. Vieira garantiu q os mesmos estão practicamente pagos pelo q não são parte significativa do Passivo.

Desesperado? Podes ter a certeza q estou desesperado. Esta época arrasou comigo, mais do q não ganhar foi a forma como se perdeu e como se desperdiçou tudo o q se conquistou o ano passado. Sim, tenho pouca crença no futuro. Não confio em Vieira, não confio q ele seja capaz de fazer o melhor para o SLB e, mais grave, não acredito sequer q ele queira o melhor para o SLB.

Sabes Manuel pelo menos aqui, neste blog, muito se tem discutido e não tem sido à base de mexericos. Tem sido à base de acções conrectas (ou falta delas). Factos reais, palpéveis e mensuráveis. E a resposta de quem defende Vieira é simplesmente " é pá, a criticar não se resolve nada". Sinceramente não consigo perceber como se chegou a este ponto. Sinceramente não percebo pq raio Vieira tem esta aura de intocável para quem o defende...é pá se o homem apresentasse um rol de conquistas impressionante até se percebia a cegueira...agora com este palmarés patético? Não percebo.

JS disse...

Quanto mais vejo e ouço LFV, mais inveja tenho dos adeptos do fcporto. Sorte a minha que pude viver períodos áureos da História do SLB, valha-me a memória desses tempos gloriosos.

A "conversa em família" de ontem do "zébio dos presidentes" foi mais um momento trágico-cómico da história do SLB, é perda de tempo comentar mais.

É sabido que os povos que ficam cada vez mais pobres pensando que ainda são os mais ricos e que ficam cada vez mais amorfos no seu espírito critico e nos seus níveis de exigência, tendem a venerar cada vez mais os seus "grandes lideres", receando a mudança: assim está o SLB.

Moribundo, a travessia no deserto ainda deve ir a meio.

SLB4EVER disse...

Bem ñ consegui aguentar tanto tempo de conversa fútil, mas ñ ví o LFV a criticar ferozmente ou abertamente o JJ, Pedro. Aliás a continuidade do SLB de JJ e Peixoto foi assegurada. :(
Andar em festa!? Mas desde a conquista do campeonato passado o q houve para para celebrar? Ter perdido a supertaça para os porkos logo a abrir a temporada e ter desempenhos mediocres na champions!?
Subir a exigencia? Se isto passa por manter um treinador q teve 1 desempenho alternado entre a incompetencia e a negligencia, começa bem.
JJ na sua 1ª época teve á sua disposição apenas o melhor plantel do SLB de á 15 ou + anos, se alguém teve o mérito aqui foi o RCosta e o Vieira. A 2ª época por opção do treinador começa sem haver alas e laterais substitutos, jogadores de referencia(N.Gomes) perdem o seu lugar e importancia na equipa a troco de jogadores redundantes como Peixoto.
O campeonato passado ñ foi nenhum milagre de JJ e se alguém devia estar agradecido era ele por o SLB lhe dar a oportunidade q nunca tinha tido, de estar num clube enorme e ser campeão.
Existem alternativas credíveis para treinador, O Mozer e o do Paços podiam fazer uma boa equipa técnica, e como estes existem outros.
JJ RUA

Manuel disse...

Coisas mais importantes, como a preparação da próxima época.

Já ando a dizer isto há muito tempo. Temos de ser muito mais agressivos. Em todos os domínios. Contra esta merda do Oliveirinha, contra os árbitros quando se portam mal e fazem-no muitas vezes.

Ouviram as palavras do Hulk depois do jogo com o Paços? Queixou-se que o 2º golo do Paços foi em off-side. E foi, mas de centímetros. Imaginem! Quando esse FDGP marcou o 2º golo na semi-final da Taça com um off-side de 1 metro que resolveu não só o jogo mas também a eliminatória. E ouviram alguém do Benfica queixar-se? NÃO!!. Olha se fossem os andrades as vítimas... ou mesmo os lagartos. Falando dos lagartos, preparem-se para o próximo ano. Vai ser um rosário de queixas mal se vejam prejudicados. Já estão a preparar-se.

O AVB deu um toque no árbitro, mas deixaram para o Hulk fazer as despesas da casa. Chama-se organização. Eles que foram ajudados todo o ano, mal se sentem prejudicados, não perdoam. Pensam que se não fizermos o mesmo ganhamos para o ano? ESQUEÇAM!! E pouco importa que o JJ ou o LFV venham dizer que vamos ser campeões. Contra esta máfia é impossível. Temos de ser tão agressivos ou mais do que eles.

Nem o LFV nem o RC têm feitio para vir para a TV fazer peixeirada. Ok. Mas temos de ter pessoas dentro do Benfica que tem de dar a cara, todas as semanas, se necessário com filmes e fotos. Não podemos deixar tudo para o treinador que tem mais com que se preocupar.

Penso que aqui a BTV tem uma palavra muito grande a dizer. Devia ter um ou dois programas semanais, não só com apenas benfiquistas mas também com pessoas de outras simpatias, que se pronunciassem apenas sobre os casos dos jogos. E devia ser à 2ª e à 3ª feira, ao mesmo tempo dos outros dois programas. Fazer-lhes frente sem medo. TEMOS DE SER AGRESSIVOS.

"QUEM NÃO CHORA NÃO MAMA". É a realidade portuguesa. E quem não se adapta, morre.

Anónimo disse...

Fábio Coentrão já tem tudo acertado com o Man Utd. Aimar,C.Martins,Cardozo,Saviola e Javi tambem devem sair.

Luisão e Maxi também podem sair...

E assim se desfaz um plantel campeão mais uma vez...

José Marinho disse...

Caro Manuel, leviano é pensar que se pode resolver o problema dos resultados desportivos com peixeirada. Leviano é não reflectir sobre o que está para além das contas e achar que está tudo controlado. Leviano é pensar que ao fim de dez anos de poder, um presidente do Benfica pode chegar à conclusão de que falta exigência ao clube. Leviano é aceitar que um presidente do Benfica possa dizer que não devemos antecipar as vitórias, quando ele próprio, durante os seus anos de poder, não tem feito outra coisa senão prometer um Benfica campeão europeu, que quem vier morre e que ninguém pára o Benfica. Leviano é um benfiquista não se revoltar com isto e chamar levianos aos outros que não se revêm na propaganda oficial. Leviano é não cuidar de reflectir que nunca o Benfica investiu tanto dinheiro na composição dos seus planteis como o faz, desde há quatro, cinco anos atrás, caindo por base a justificação leviana de que a concorrência nunca foi tão forte. A concorrência nunca foi tão forte, porque o Benfica nunca foi tão fraco. E no próximo post que ainda hoje colocarei no blogue, demonstrarei como não confundo o Benfica com Vieira. E que se tiver de elogiar o presidente do Benfica faço-o. Mas quando acho que devo criticá-lo, critico. E não o faço por leviandade, faço-o por benfiquismo. Um benfiquismo, pelos vistos, diferente do seu mas não menos respeitável.

Mr. Shankly disse...

E o Estádio parece que vai sair também, anónimo. Parece que vai para a Oliveirense. O Barbas vai para o POrto, e o Jorge Máximo para o Chelsea.

Anónimo disse...

Manuel, não é bem assim um fora de jogo de "centímetros". Na mesma jogada há um penalty sobre Hulk, e no contra ataque existem dois fora de jogo, primeiro há um passe para o avançado do passos que está adiantado, e depois esse mesmo jogador toca na bola para o pizzi que está também adiantado. O fiscal de linha não pode dizer que não viu.

Anónimo disse...

Caro José Marinho, quase me apetece escrever-te que não adianta (mas, enfim, há que acreditar que um dia com ou sem vieira, as coisas poderão mudar e a gde maioria dos benfiquistas terão o sentido crítico e a sagacidade na procura dos comportamentos que este Clube merece e que fizeram a sua História)

Repara, esta época praticamente nos esborrachámos no fundo (eu, pelo menos nunca pensei adquirir tantas memórias negativas para a vida numa só época). Dando de barato a campanha medíocre e amdrontada na liga dos campeões e a perda de (mais uma) supertaça de uma forma quase humilhante (por representar um castigo à prepotência e menosprezo disparatado e inadmíssível com que se encarou e propalou um jogo cuja importância não foi devidamente considerada), dando essa de barato, escrevia, ainda acumulámos:

derrota em casa logo a abrir o campeonato (com mais ou menos justificações, não o evitámos);

goleados e completamente estilhaçados no estádio do Ladrão;

perder em casa com o porto, deixando-os celebrar o título na nossa casa, NA NOSSA CASA;

afastados da Taça em casa, numa única parte de um jogo para o qual partíamos com 2 golos de vantagem... outra vez com o porto e mais uma vez de forma avassaladora e confrangedoramente dominante;

perder o acesso à final de uma competição europeia com essa poderosíssima equipa que é o braga, depois de chagarmos ao jogo decisivo com um golo de vantagem e de termos mais de 2/3 do jogo para marcar um golito que nos levasse lá;

"poupar" a equipa e acabar com nada e ainda com a humilçhação de derrotas mercidas e convincentes em todos os jogos decisivos;

em 5 jogos com o porto, ganhamos um (lá) e perdemos os outros 4 e sempre dominados (safa-se a primeira parte do 1º jogo da Taça)

Claro que pelo meio, houve um período de vitórias consecutivas e algum brilhantismo, mas percebia-se (a cada vitória no último minuto das que se foram sucedendo)que era um estado de graça que qdo acabasse nos levaria a este inferno

Claro que fomos de novo sujeito à batotice crónica que enferma as competições "desportivas" onde o porto se mete

Mas não fomos capaz de evitar estes marcos negros cravados agora na nossa história. parece que, por vezes, nem sequer se previu a sua possibilidade de forma a evitá-los, o que ainda é mais grave

Posto isto, em vez de revolta, nem que fosse só para mostrar que estamos vivos e que não nos conformamos, assistimos mais uma vez à condenação de quem questiona como se no benfiquismo não coubesse a indagação ou a indignação e só coubesse a indiferença e a indigência de espírito

É preciso correr com vieira? penso que não, mas é preciso, isso sim, todos os dias confrontar (este ou quem quer seja) para mostrar que o clube é nosso e quem lá está só está pq nós queremos e enquanto nós quisermos

se assim não for, se houver esta acomodação, este desculpabilizar esta desponsabilização própria e alheia, as vergonhas e humilhações continuarão a acontecer porque, no fundo, neste fundo, ninguém terá culpa

vieira não pode, não deve sentir que está desculpado, porque o seu balanço histórico no Benfica entre o sucesso e a "desgraça" está a ficar claramente desiquilibrado para o segundo.

NR: quero deixar aqui um abraço especial para o Johnny Rook, que agora me fez (e bem) lembrar outros tempos, outras lutas

Carlos Silva (ex- Leão Eça Cana)

Mr. Shankly disse...

"A concorrência nunca foi tão forte, porque o Benfica nunca foi tão fraco."

A mim acontece-me o mesmo. Stress pós-traumático. Leva-me a esquecer grandes choques, como o 6º lugar, os 4ºs lugares, os 7-0 de Vigo, os 0-5 na Luz com o Porto, os 5-1 em Atenas, derrotas com Halmstads e coisas assim.

John Billy #32 disse...

"A mim acontece-me o mesmo. Stress pós-traumático. Leva-me a esquecer grandes choques, como o 6º lugar, os 4ºs lugares, os 7-0 de Vigo, os 0-5 na Luz com o Porto, os 5-1 em Atenas, derrotas com Halmstads e coisas assim."

A época passada foi maravilhosa!
eu se fosse o Vieira não mexia em nada. Quero mais!!

José Marinho disse...

O stress pós-traumático pode levar, de facto, as pessoas a um estado de confusão mental. E a não reconhecer que os quartos lugares foram no consulado de Vieira, que o sexto lugar foram com Vilarinho e já com Vieira como gestor do futebol profissional, que os 5-0 com o FC Porto aconteceram esta época, entre outras históricas humilhações, para o campeonato e para a Taça, no nosso estádio, que há vários Halmstadts no percurso de Vieira como presidente do Benfica. E esquece um pormenor, que o histórico sexto lugar no campeonato se deveu a uma ridícula decisão da nova direcção do Benfica de deixar escapar o melhor treinador do Benfica. Mas sim, claro, o Benfica nunca foi tão forte como tem sido nos últimos anos. Parabéns benfiquistas lúcidos, ainda bem que vocês existem para nos indicarem o caminho para o Paraíso. Espero que isso aí seja realmente bom, como dizem.

José Marinho disse...

Queria dizer, melhor treinador do Mundo. Claro, Mourinho. E lembrar que os 5-1 de Atenas foram há três anos. Só para que conste.

Anónimo disse...

José Marinho, ha quem diga que não é assim tão certo quE Jorge Jesus seja o treinador do Benfica na próxima época e que a Sad aguarda que alguém o leve para Espanha...

Será verdade?

Paulo Santos disse...

Epá, eu queria era menos conversa e mais acção! Estou disponível para colaborar no que quer que seja, em termos de operacionalizar uma oposição forte e esclarecida a esta miserável direcção! Não quero ver o meu clube a morrer lentamente e ficar impávido a assistir...

Mr. Shankly disse...

John Billy e José Marinho: colocar palavras na boca dos outros é demagogia barata. Eu escrevi apenas que o este não é o Benfica mais fraco de sempre, ao contrário do que afirmou. Sim, os 4ºs e 6ºs foram com Vieira. E...? Isso invalida o que disse? É ou não verdade que os resultados de que falei ocorreram com Benficas piores que o desta época?
José Marinho, falei em 5-0 na Luz, com Paulo Autuori.
Já agora, a ridícula decisão de deixar escapar Mourinho foi de Vilarinho. E eu no lugar dele fazia o mesmo. E o Mourinho também.

Falar em confusão mental também lhe fica mal, até porque não escrevi mentira nenhuma.

João Bizarro disse...

Acho que ninguém aqui falou em "Benfica mais fraco de sempre"!

O que eu falei, e repito é que esta foi a época mais HUMILHANTE da história do Benfica, no que ao futebol diz respeito.

Basta ver os resultados, basta ver a atitude dos "profissionais" do Benfica.

O pior é que temo que isto vá continuar porque o presidente se está a marimbar para os resultados desportivos e está a meter na cabeça dos benfiquistas que estes mesmos resultados não interessam para nada.

E o mais grave de tudo é que há benfiquistas a ir na conversa.

Mr. Shankly disse...

"A concorrência nunca foi tão forte, porque o Benfica nunca foi tão fraco."

"pior época desportiva do Sport Lisboa e Benfica que eu tenha assistido nos meus 34 anos"

Falou sim, João Bizarro.

Que fique claro: não esstou satisfeito, não posso estar. O que não compreendo é que, depois da passividade com que foram aceites os resultados que enumerei acima, venham rasgar as vestes depois de uma época em que não cumprimos os objectivos porque o Porto foi mais forte. Aliás, um porto muito forte foi mais forte. É desporto, às vezes ganha-se, outras não.

Compreendo que me digam que passaram 10 anos com Vieira e não estamos onde devemos. Concordo. Mas daí a dizer que esta é a pior época e o pior Benfica de sempre (ou dos últimos 34 anos, tanto faz) é falso e um exemplo de histeria colectiva.

João Bizarro disse...

Mr. Shankly, não digo que é a pior.
Digo que é a mais humilhante.

"o Porto foi mais forte."

Talvez. Mas devia ter apanhado um Benfica com garra e a dar tudo e não um Benfica macio e sem vontade nenhuma de discutir o resultado.

A esse "Porto mais forte" fomos ganhar 2-0, com menos 1 e sem espinhas.

Mr. Shankly disse...

"Mr. Shankly, não digo que é a pior.
Digo que é a mais humilhante.

"o Porto foi mais forte."

Talvez. Mas devia ter apanhado um Benfica com garra e a dar tudo e não um Benfica macio e sem vontade nenhuma de discutir o resultado."

100% de acordo.