blog

terça-feira, maio 28, 2013

De Joelhos


Passaram dois dias desde o trágico final de época do Sport Lisboa e Benfica e ainda persiste a dúvida se Jorge Jesus renova contrato com o clube ou se acaba o ciclo que durou quatro anos. Seja qual for a decisão aqui fica o post prometido sobre esta recta final de campeonato:

- SL Benfica - Estoril: Jorge Jesus coloca o mesmo onze em campo que defrontou, na quinta feira anterior, os turcos do Fenerbahce, num jogo muito desgastante, optando por não refrescar a equipa titular. A única alteração foi o lateral esquerdo, saindo André Almeida e entrando Melgarejo. A equipa entra bem mas a bola não entra e, como tanta vez aconteceu no reinado de Jorge Jesus, o adversário consegue aproveitar as lacunas da equipa, cria perigo e, inclusivê, chega ao golo e à vantagem. Estamos a cerca de 20/25 minutos do final da partida mas Jorge Jesus arrisca como raramente o faz: tira o lateral esquerdo Melgarejo para meter Rodrigo na ala esquerda passando Gaitan para lateral. E isto com Ola John a aquecer desde o início da segunda parte. Não só Gaitan é uma auto estrada para os avançados do Estoril como Rodrigo nada fez esta época de relevante e muito menos preso ao corredor esquerdo. E com Ola John disponível, relembro. E não mexeu mais na equipa. Nem quando Carlos Martins é expulso e o meio campo fica ainda mais vulnerável. 

- FC Porto - SL Benfica: Se o onze escolhido foi acertado, já a táctica de jogar encolhido não foi a mais correcta porque impediu os nossos avançados de terem jogo e permitiu ao adversário ter mais bola e mais tempo no nosso meio campo. Quando mexe na equipa faz entrar Roderick e depois Aimar. Pelo meio troca avançados, Cardozo entra para sair Lima. Roderick, emprestado ao Deportivo onde pouco joga regressando ao SLB em Janeiro é a primeira opção para o jogo do título. Depois, numa fase onde se pedia a melhor concentração possível e coesão entre sectores, mete Aimar em jogo desfazendo a dupla de meio campo ao colocar Enzo na ala.

- SL Benfica - V. Guimarães: Com uma magra vantagem no marcador tira Cardozo colocando Urreta em campo. Depois a já usual substituição aos 80 e muitos minutos quando está à procura de golo e de vencer um jogo. Na minha rua, substituições perto dos 90 minutos são para queimar tempo.

Tudo o que foi relatado em cima é factual, aconteceu. Se foi só por isso que o Benfica perdeu? Talvez não mas fica bem claro que o treinador não só errou como foi incapaz, mais uma vez (ou duas ou três) em mexer na equipa com resultados positivos. Mais uma vez o treinador chega à parte decisiva da época e "inventa" sem que os resultados possam suportar a sua decisão. Isto é factual. É sobre isto que gostava de ouvir/ler os seus defensores. Falar de bom futebol e atirar chavões para o ar de "melhor treinador de sempre"  é conversa de encher choriços. Falemos de decisões imputáveis ao treinador, falemos de tácticas e de opções técnicas, reais, que todos vimos. Podemos juntar as opções no célebre 5-0 no Dragão que é algo que eu adorava que os defensores de Jesus falassem mas peço isso desde esse jogo e até hoje ninguém ousou comentar as opções do catedrático. Podemos falar do jogo o ano passado em que vamos para o intervalo a vencer o Porto e tira Aimar para colocar Rodrigo desguarnecendo o meio campo que é só a zona onde o clube azul é mais forte. Há muitos jogos onde podíamos e devíamos debater as opções de Jesus. Podíamos falar da aposta, contra tudo e contra todos em Roberto e Emerson para depois os despachar no final da época. Então eram bons e depois deixaram de ser? Como? Porquê? E Melgarejo? Ía ser o novo Coentrão e render milhões ao Benfica e depois, na recta final, desaparece, Jogos a doer a opção é por Almeida. Faz sentido? Estava cansado dizem agora. Mas não andaram, Jesus incluído, sempre a defender que a equipa estava bem fisicamente? Não é estranho que durante quase toda a época Jesus tenha feito uma gestão da equipa alterando laterais Melga e Almeida ou Maxi e Almeida, alterando alas com Ola John e Gaitan (e Nolito quando ele cá estava), rodando os avançados com trocas entre Cardozo, Lima e Rodrigo para depois, chegarmos à recta final, à fase decisiva e deixar de fazer essa rotação, de pôr a jogar sempre os mesmos, levando os jogadores até à exaustão e, quando alguns quebram e precisa de colocar substitutos estes, obviamente, não têm ritmo de jogo. E Urreta que chega, joga a titular, faz um jogão e depois desaparece? E Aimar a entrar a 5 minutos do fim? André Gomes e Ola John que deixaram de contar nesta recta final? Tudo isto conta para o fracasso.

Gostava de ouvir/ler os defensores de Jesus (alguns dos quais tenho enorme respeito, mesmo) falar sobre isto. Coisas palpáveis, reais. 

Mas só os oiço falar do futebol maravilha. Qual futebol maravilha? O da final do Jamor? O do  jogo no Dragão? O do contra o Estoril? Marítimo? Até Sporting? Grandes jogos não foi? Mas jogámos à brava contra o Chelsea. Se isso vos chega para mim não. 

Jorge Jesus potencia jogadores. Potenciar jogadores que custaram 6 e 7 e 8 milhões é uma coisa, potenciar jogadores que vieram das camadas jovens ou custaram 1 milhão é outra. Temos Coentrão mas também temos Luisinho, Kardec, César, Michel que nem tocou, etc. Jorge Jesus está longe de ser um midas que onde toca transforma em ouro. Parece-me mais que beneficia de um excelente contexto de ter à disposição um fabuloso leque de jogadores ao longo destes quatro anos, fruto de um investimento como nunca aconteceu na história do Benfica e, mesmo assim, incapaz de o converter em sucesso desportivo. No primeiro ano foi campeão na última jornada quando Braga foi o adversário dessa luta. Curioso que gostam de desvalorizar o campeonato conquistado por Trapp dizendo que foi atípico porque o Porto não contou para a luta mas esse argumento já não serve para o campeonato conquistado por Jesus. E gosto igualmente quando louvam Jesus pelo futebol fabuloso, pelo jogo de ataque, pelas vitórias gordas e sequência de vitórias mas depois, nas derrotas, dizem que não tem culpa dos frangos de Artur, das falhas de Jardel, dos erros de Cardozo e Lima, etc. As vitórias são dele, as derrotas são dos jogadores. Claro. Uns fabulosos Di Maria, Aimar, Saviola, Cardozo, Sálvio, Ramires, Witsel, Javi, Gaitan, Nolito, Lima, Rodrigo, Matic, Enzo, Ola John em nada contribuiram para as vitórias...só tiveram peso nas derrotas. Voltando a olhar para a táctica de Jesus com apenas dois homens no meio facilmente se percebe que as duas melhores temporadas resultaram da existência de jogadores soberbos: na primeira época um super Ramires que fazia o corredor todo e ainda ajudava o meio libertando Aimar para o processo ofensivo e nesta época que acabou com a junção de uma dupla fabulosa Matic e Enzo que levaram, sem a menor dúvida, a equipa às costas. Mas essa dupla só existe por causa de Jesus dirão alguns. Claro que sim, foi ele que os lá pós, tem esse mérito mas aposto que Javi não sai Matic andaria por lá aos caídos, a jogar aos bocaditos como no ano passado e, provavelmente, a ter o mesmo destino de Nolito e César em Janeiro. A necessidade aguça o engenho. Por quatro milhões de euros ano era só o que faltava não ter algo positivo para apontar a Jorge Jesus. Sempre que lhe faltou essa qualidade diferente no meio campo, jogadores capazes de fazer tarefas defensivas e sair com a bola jogável, em qualidade, iniciando o processo ofensivo, a equipa foi sempre incapaz de enfrentar equipas mais fortes e demonstrou sempre enorme vulnerabilidade no meio campo. Jorge Jesus foi incapaz de o perceber e corrigir. Esse defeito foi apontado desde cedo e ignorado por todos os seus defensores. Muito ouvi eu por apontar essas criticas a Jesus. Engraçado que esta época, quando ele passou a abdicar de um avançado colocando mais um homem no meio os tais que se recusavam a aceitar essa crítica, davam elogios ao treinador por estar a corrigir os erros do passado. What???  E podia continuar a dar mais exemplos. 

No final do jogo no Jamor ficou bem patente que a relação entre jogadores e treinador está tremida. Para os mais distraídos já em Amesterdão Enzo foi tirar satisfações com Jesus. Mas a relação é má desde o início da segunda época por causa da polémica dos prémios. E Jorge Jesus não tem, nunca teve e nunca terá sensibilidade para saber liderar um balneário de pessoas, de seres humanos. Falta-lhe liderança. Sim, os jogadores reconhecem-lhe algumas competências (porque as tem) mas rapidamente isso passa para segundo plano quando o lado humano falha totalmente. E é esse lado humano que permite ser um grande líder e fazer com que os seus jogadores dêem aquele forcing final por ele, pelos objectivos desejados. Facilmente vimos Jorge Jesus a criticar os seus jogadores ao mesmo tempo que se rasgava em elogios aos adversários. Só de me lembrar dos elogios que deu ao Hulk...e depois vê-lo dizer que Luisinho e Ola John "para aqui servem mas...". Mais uma vez caros amigos, são factos. Todos sabem que isto aconteceu. Falemos disso.

Já vai longo o texto e tanto havia ainda por falar, por apontar. Foram quatro anos de muita análise, muita crítica. Tenho a moral para falar porque falei sempre. Mesmo quando estavamos em alta e todos pensavamos numa época de sonho eu disse, quanto interpelado, que mantinha todas as críticas a Jorge Jesus. Não falei no final, falei quando vi que o que se fazia era errado e que aumentava em muito a probabilidade de fracassarmos. Disse na segunda época, disse na terceira e disse na quarta. E, infelizmente, tive razão.

A foto que acompanha este post não é para humilhar Jesus mas sim porque representa a constatação óbvia do fracasso de alguém que se acha muito melhor do que é na realidade. Li e ouvi muitas opiniões desde a derrota no Dragão. Há uma parte de mim que quer acreditar que este ajoelhar (e as lágrimas na final da Taça de Portugal) representam a maior lição de humildade que Jorge Jesus tinha que levar, representa aquela bofetada na cara de quem tanta bazófia falou e no final apenas ficou com a azia de ver os outros, mais "fracos" a festejar. Mas tenho dúvidas nisso, muitas. Se depois da humilhação sofrida às mãos de Villas Boas não mudou porque mudaria agora? E temos também o facto de termos jogadores contratados que, acredito, o tenham sido feito com o aval de Jesus tendo na cabeça o desenho para a próxima época. E que jogadores meus amigos, e que jogadores eles são. Apesar desta enorme desilusão sinto coração a acreditar na próxima época (era mais antes do jogo no Jamor) mas quando começo a analisar mais ao pormenor, olho para Jesus, olho para o que fez, para as decisões que tomou, olho para aquilo que é a sua função como treinador e encontro fracasso. Se esta fosse a primeira época de Jesus eu seria o seu maior defensor, os erros cometidos resultavam da falta de experiência num grande clube e que com o tempo seriam corrigidos. Mas, infelizmente, é a quarta temporada. Vai passar a acertar nas substituições? Vai passar a gerir o plantel sem medos? Vai deixar de inventar nos momentos decisivos? Vai colocar em práctica uma táctica que não oscile tanto entre o rolo compressor contra equipas fracas e a incapacidade de vencer equipas de igual valia? Como ter a garantia que na quinta época não cometerá os erros que cometeu nas quatro anteriores?

Conclusão disto tudo: Jorge Jesus está longe, muito longe, de ser o treinador que os seus defensores dizem que ele é. Estão aí uma série de defeitos e erros dele. Podem ignorar e voltar a falar de crenças, de fé, de futebol de ataque seja lá isso que for. Mas é nisto que o SL Benfica gasta quatro milhões de euros por ano. 

PS: E não entrei na questão da intencionalidade. Quem me conhece sabe que tenho essa dúvida desde a época de Villas Boas. Aquele encontro com Pinto da Costa, a chantagem a Vieira e as opções tomadas desde então... estão-me atravessados.

43 comentários:

Anónimo disse...

Numa só palavra: Perfeito!!!!!

Anónimo disse...

concordo em absoluto com analise!
pos o dedo na ferida dos GAJ e afins...
era defensor da continuidade de jesus, mas agora constato que nao tem condiçoes, foi mau demais, muita humilhação em 4 anos com planteis em tudo superiores aos planteis dos anteriores tecnicos...
necessitamos de mudança pois os jogadores nao estao com o tecnico, e as vozes de apoio que se houvem vêm de ex jogadores que JJ apadrinhou...

Marcio Ricardo disse...

Parabéns!!

Faltam aí algumas coisas,mas o que foi escrito é tudo verdade.Concordo!

Anónimo disse...

pela primeira vez gostei de TUDO. Já tenho gostado de algumas coisas, mas este post está impecável! Pedro quando queres...

basten disse...

tens razão em muitas das críticas que fazes, concordo com muitas delas e também referi muitas no meu blog.

mas há uma coisa que não podemos ignorar e que são factos concretos. o Benfica fez 78 pontos esta época e fez 77 quando foi campeão. desde que há 3 pontos só por duas vezes um clube teve maior percentagem de pontos: com o porto do villas boas e o porto desta época com o vítor pereira. mesmo com 2 pontos não houve muitas vezes com maior percentagem. a segunda época foi má de mais, mas mesmo na terceira fez 69 pontos, o que no reinado do jesualdo no porto dava para lutar até à última...

os defeitos do jesus são muitos (mais até como pessoa do que como treinador, apesar de não se poderem separar), mas falta alguém que saiba o que é o Benfica para estar acima dele, a colocar-lhe uma trela curta e um açaime para o manter na ordem. no dia que ele tiver isso, aí sim, vai dar de calcanhar. mas provavelmente será no porto.

Anónimo disse...

patriarca disse:

Excelente análise e tal como conclusão o Jorge Jesus é, aliás sempre foi, a partir da 2ª. Época que falou com o Porco-Corrupto (da Chantagem), a causa do problema e Não a Solução para o mesmo. Sempre o disse o Jorge Jesus não é nem pode continuar como treinador do Benfica.

Rearviewmirror disse...

Se JJ sair (e espero bem que não saia), voltaremos a ficar a 15/20 pontos do FCP.
Não tenhas duvidas.

Há algum treinador para o Benfica melhor que JJ? Há.
José Mourinho.
O resto, ninguém vem adiantar nada.
Nem Hupp Heyckes, nem Koeman, nem Quique, com os seus bonitinhos 4-2-3-1, nem ninguém.
O Benfica nos ultimos 19 anos ganhou 2 campeonatos, um com JJ outro com Trappattoni (com 8 empates e 7 derrotas).

É para regredir?
Voltar a andar para trás?

Eu não dou para esse peditório.

Fiz 600km's 10 vezes esta época para ver o Benfica.
Porque é este Benfica, a jogar á bola como o Car**** que parvos como eu (e muitos mesmo) fazem questão de seguir para todo o lado.
Porque jogamos à bola.
E a jogar á bola assim, as vitórias finais vão de certeza aparecer.
É inevitável

ALM disse...

Quando +e que JJ sai? julgava que isso ia ser anunciado hoje.

Paulo O. disse...

Tenho uma teoria da conspiração para partilhar...
E se ... JJ estivesse a receber incentivos dos andrades? Isso explicaria todas vergonhas que passámos nestes 3 últimos anos, verdade? Porque se formos ver bem as coisas, houve sempre algo, ou alguém que falhou SEMPRE nos momentos cruciais... "puseram-se a jeito", numa expressão tipicamente alentejana.
E se ... aquele que se julga presidente estivesse feito com os andrades? Do género: vamos dar esperança aos sócios, cilindrar as equipas + fracas porque isso traz + adeptos aos Estádio, + € a entrar para os cofres, criar uma plataforma de venda de jogadores, porque o que interessa é potenciar os ativos e vender jogadores, porque o que interessa é £ e € e $. Claro está que de vez em quando é preciso aparecer para criticar a atuação deste ou daquele apitadeiro ou daquele corrupto-mor, mas só mesmo para manter uma certa aparência... Ora isso explicaria porque é que temos um deficientíssimo departamento de comunicação que nunca ataca na hora certa - a maior parte das vezes, parece mesmo que não existe! - e +: isso explicaria porque é que só temos "figuras" no topo da pirâmide, na cúpula das decisões, "figuras" de outros clubes, "figuras" que não são dos nossos... Ora, isso tb explicaria porque é que o departamento de futebol não tem estrutura nenhuma - é inqualificável o que fizeram no Jamor, isso não envaidece nem engrandece nenhum Benfiquista!!! Ora, isso tb explicaria porque é que aquele que se intitula presidente, por alturas da tomada de posse, mandou os Benfiquistas ...
Será que tenho andado a ver muitos filmes? Bem, ultimamente, só mesmo de terror!

José Ramalhete disse...

Não lhe perdoo a vassalagem constante ao presidente dos corruptos e o desprezo pelos valores do SLB que usa como meio para compor o seu currículo. Antes da final de Amesterdão: Este é o jogo mais importante da minha carreira... importante para ele, não para o Benfica.

Anónimo disse...

O LFV que analise este texto.
É isto que faltava!
Esta demora no comunicado do LFV só se justificará se já existe renovação no papel.
Continuam a brincar com os sócios e adeptos.
Mais não digo. Já comentei o suficiente para atenuar a minha revolta, a humilhação a que fomos sujeitos, ao gozo e à cultura de pouca exigência que começo a constatar neste nosso clube.
FRANCAMENTE. É LAMENTÁVEL.
ABRAM OS OLHOS DE UMA VEZ POR TODAS!!!
Valdemar Cunha

Tiago disse...

Excelente texto, Pedro. Concordo com a maioria do que escreveste mas levantaste questões que "tenho" que te responder.

A sério que reclamas da pouca utilização de Ola John neste final de temporada? Ou dos poucos minutos do Aimar? O Ola John teve imensas oportunidades, jogou no Dragão e o seu rendimento foi 0. Não faço ideia dos motivos, só sei que não jogou nada. Muita paciência teve o Jesus com ele. Sobre o Aimar, apesar de o admirar, ele, neste momento, não tem o nível pretendido para jogar no Benfica. Passes falhados, decisões erradas, bolas perdidas... Podes ser fã dele mas esquece o Aimar como jogador de futebol. Já era.

Acho injusto criticares as substituições. Repara, só criticaste em jogos que o Benfica perdeu mas ele, ao longo da época, fez substituições com pouca lógica, como todos os treinadores aliás, e ganhámos. Essas não te ficaram na memória porque acabaste o jogo contente. Menos 2 minutos no Dragão e todos diriam que a entrada do Roderick foi acertada. Não foi por aí.

Está aqui a "defesa" do Jesus mas ele tem que ir embora. É um presunçoso que não compreende a dimensão do clube que treina, algo que poderiamos tolerar caso ganhasse mas, como 3 campeonatos perdidos, que se vá embora. Vai para o Porto e lá vai vencer? Ótimo, é o que acontece atualmente. Pior do que isto não ficamos e com 4 milhões por ano de certeza que encontramos um bom treinador.

Anónimo disse...

Muita coisa nao bate certo neste (enorme) texto.
E digo desde já que neste momento, (à 1 semana pensava diferente) JJ não tem condições para continuar no benfica e nao foi pela derrota na final, foi pela reação dos jogadores para com o técnico e tudo que lhes rodeava.
Mas segundo o teu texto criticas o JJ por a 1ª substituiçao no dragão foi a entrada de Roderick (para segurar o meio campo), com 1-1, resultado suficiente e depois tambem criticas por ele ter tirado o aimar na luz para por o Rodrigo (a ganhar 2-1 resultado suficiente) ele ou acertou num ou acertou noutro, ou entao para ti deviam jogar os mesmo 11 o jogo todo!Até porque o Roderick é mau mas para o meio-campo tínhamos pouco mais k ele!
Depois dizes:"oltando a olhar para a táctica de Jesus com apenas dois homens no meio facilmente se percebe que as duas melhores temporadas resultaram da existência de jogadores soberbos: na primeira época um super Ramires que fazia o corredor todo e ainda ajudava o meio libertando Aimar para o processo ofensivo e nesta época que acabou com a junção de uma dupla fabulosa Matic e Enzo ", Ramires e Aimar já eram excelentes jogadores antes de chegar ao Benfica, mas quem era Matic?? e Enzo (melhor ala do campeonato argentino) a medio centro quem apostaria?? depois da saida de Witsel e Javi GArcia alguma vez pensaste que o benfica entraria nas ultimas 3 semanas a lutar em todas as frentes?? Eu em Setembro diria que tinhamos dos planteis mais desequilibrados desde o tempo de Fernando Santos/Camacho/Chalana!
" Podemos juntar as opções no célebre 5-0 no Dragão" Aqui deves estar a referir-te a DAvid Luiz na esquerda, eu digo-te no ano antes num jogo em Everton vai ver a equipa que jogou e a critica a esse jogo,no tempo de Quique vai ler o que se dizia sobre Sidnei e onde jogava o DAvid Luiz!
"Potenciar jogadores que custaram 6 e 7 e 8 milhões é uma coisa, potenciar jogadores que vieram das camadas jovens ou custaram 1 milhão é outra" O que preferes comprar a 7/8 e vender a 30/40 ou comprar a 1/2 e vender a 10?é uma questao de fazer contas!
Para mim o pior jogo de JJ no benfica foi no ano passado com o guimaraes onde perdemos por 1-0, onde ele entra em campo com matic no meio sozinho e para a frente 5 avançados...foi ai que ele perdeu aquele campeonato...e depois temos claro os penaltis em coimbra por assinalar e o celebre golo de Maicon!
Depois o problema nao podera ser so de jj e dou um exemplo: No hoquei fomos ao dragao: levamos 7, o andebo se perdessemos por 3 eles eram campeoes, tirando o basquetbol o ano passado, muito raras sao as vezes em qualquer modalidade que consigamos vencer ao Porto, por isso é uma questão de cultura e de mistica, e neste momento quer queiramos quer não eles mentalmente dão-nos 10-0!
Desculpa lá o texto grande!

POC disse...

É isto. É isto. Parabéns e abraço.

SLB4EVER disse...

Bravo, está praticamente tudo o que importa aí, muito bem sintetizado e explícito para não haver dúvidas.

O que é triste e assustador é que como frisas bem isso são factos, quem ainda prefere fazer de conta que não o viu não é agora que vai largar o terço e abandonar esta adoração patológica por JJ.

JJ se fosse tão bom como o pintam podia ter quebrado o reinado sujo do FCP, teve tudo na mão, mesmo com as roubalheiras que são o alicerce dos corruptos foi ele que deitou tudo a perder nestas duas ultimas temporadas, evoluir e aprender com os erros não é chegar aos momentos decisivos e repetir decisões estranhas que nos levam a perder jogos e vantagens muito importantes. O que se confirma é que hove grande mérito dos jogadores e de quem escolheu o plantel no 1º no de JJ, (Rui Costa e Vieira) talvez não o mais abundante mas em qualidade e principlamente equilibrio estava lá tudo, ao contrário dos planteis de adaptações, alas e avançados que vieram depois disso por influencia do mestre.

Com tantos moralistas tb não percebo como aceitam todos de bom grado a chantagem que ele fez mal teve sucesso pela primeira vez na vida de treinador para usufruir de um salário milionário e nunca visto num treinador em Portugal e fazer o que bem lhe apetece sem dar contas ou se importar com ninguém. Quatro anos depois as suas equipas continuam com os mesmos erros e equívocos do 2º ano e incapazes de controlar um jogo descansado sem grandes correrias, isto até contra equipas do fundo d tabela da nossa liga.

Se ele for para os corruptos que vá, não vai é receber o mesmo, se for por metade já fica contente e não vai por e dispor como bem lhe apetece como faz no SLB, além do mais já mostrou que como pessoa é o clube ideial para ele.

Para os que falam da atitude do Cardozo falem tb da atitude vergonhosa que o JJ teve para com o Raúl José, tratado como um cão e das suas risadas na ALemanha. Mas acham mesmo que este é o HOMEM certo para ser o treinador do GLORIOSO?

E PLURIBUS UNUM

Anónimo disse...

Grande análise! Mas se tão poucos viram em quatro anos, não creio que agora vão perceber. E vamos continuar a caminhar alegremente para o abismo.

Jose Santos disse...

Analise correta! Jorge Jesus que va para o Porto como dizem, mas nao acredito, tudo jogo daquela velha raposa do Pinto da Costa!

Nelson Carreira disse...

É isso mesmo! Tudo dito sem papas na língua!

Saudações Benfiquistas!

Januh disse...

Pedrocas, concordo com tudo o que disseste, aliás eu era dos gajos que o defendia e neste momento não consigo, porque como um amigo meu disse o Benfica tem 32 campeonatos o Jesus tem 1. Vieira ganha colhões e deixa-o ir para o Porto, na altura se o tivesses deixado ir, tinhas tido o Villas Boas.. MAs isso é outra conversa.. Nas mãos deste homem sofremos as maiores humilhações desde que me lembro, inclusive quando ficamos em sexto lugar, porque aí havia mafiosos, havia uma péssima equipa etc etc.. Agora vamos falar de humilhações, primeira época humilhado em Liverpool por inventar, essa sim foi a Liga Europa perdida, não esta. Segunda época 5-0 no rabinho no Dragão, perder como Braga!!!! nas meias finais da Liga Europa!!! Ganhar 2-0 no dragão para a taça para depois levares 3-1 na Luz!!! Terceira época, tens 5 pontos de vantagem a acabar o campeonato e permites que o Porto ganhe o titulo no nosso estádio porque eles tiveram colhões para assumir o jogo, o que tu não tiveste no Dragão. Esta época, apenas tenho a dizer que falhaste em tudo, por isso palhaço eu sei que não estavas a chorar pelo Benfica nem por nós adeptos, estavas a chorar porque pensavas que ias ser o Rei, e de repente passas a ser o Pedinte.. Pensavas que ias ser o próximo Mourinho e que ias para fora com credibilidade, agora.. Ninguém te quer, e tu queres ficar na Luz porque se calhar já nem no dragão te dão contrato, pois até o grande Vitó tem mais campeonatos que tu!! Pedro a parte que concordo mais contigo é na parte do há muito mais a dizer.. E desculpa-me as grandes discussões que tive ctg a defender este monte de merda!!

Abracinho amigo

Jano

SLB4EVER disse...

Januh tb fiquei com esse feeling, quando ele pensava que ia ser o maior para ir directo para a tv mandar patacoadas e atacar aqueles que o criticavam lixou-se, não foi pelo SLB e adeptos!

Anónimo disse...

Laudrup? Paulo Fonseca? Rui Vitória? Estes são os mencionados na comunicação social. Mas podem ser outros: Peseiro? Jesualdo? Marco Silva? Também há a prata da casa: Toni? Diamantino Miranda? Álvaro Magalhães?
É isto? Achas que algum destes vai fazer melhor do que Jorge Jesus fez esta época? Achas que vão sequer chegar ao momento das decisões como Jesus chegou? Uma coisa é estar chateado com ele. E se há alguém em que é fácil descobrir defeitos esse alguém é Jesus. Outra coisa é cometermos hara-kiri por desapontamento ou revolta. A nível interno, esta época não perdemos um jogo até meados de Maio. Acabámos por não ganhar nada, sim, mas esses nove meses foram bem fixes para os benfiquistas, fim-de-semana após fim-de-semana sem provar o sabor da derrota. Ainda por cima com futebol à Benfica - sim porque à futebol à Benfica, e esse é o futebol de Jesus. Claro que não estou satisfeito. Quero ganhar. Não baixei o meu padrão de exigência. Mas volto ao princípio. Algum daqueles nomes, ou outro que ande por cá, te dá mais garantias do que Jesus de voltar a ganhar muitos jogos, ter futebol à Benfica e chegar aos momentos da decisões? Mudem a estrutura do futebol, ponham lá homens que ataquem o "sistema" e não o deixem manipular, pelo menos tão descaradamente, árbitros e bastidores do futebol. Foi aí que perdemos o campeonato, o nosso objectivo principal. Sim, Jesus podia ter feito melhor, podia ter ganho os jogos todos. Mas, aí estou contigo, ele tem defeitos e demora a aprender (apesar de lá ir aprendendo...) Mas, volto ao mesmo, mostra-me lá o treinador perfeito, o treinador que vai ganhar todos os jogos, porque só assim, se deixares o "sistema" despudoradamente de rédea solta, vais ser campeão. Jesus, com todos os defeitos, fez o suficiente (tirando a Taça). Mandá-lo embora é correr o risco de ir no caminho do Sporting. Gosto demasiado do Benfica para vê-lo correr riscos desnecessários.

Pedro disse...

"A sério que reclamas da pouca utilização de Ola John neste final de temporada? Ou dos poucos minutos do Aimar?"

Sim. Ola John estava a jogar menos bem? Certo. Tal como outros que se mantiveram lá. O que é que o Rodrigo fez durante toda a temporada? Mas foi ele a opção contra o Estoril. O que fez Roderick na temporada? E mesmo assim foi opção. Por estas razões a questão exibicional não é argumento. Ola John estava mais fresco que os colegas. Podia e devia ter sido mais utilizado na fase final onde era notório o esgotamento físico de vários jogadores. Idem para Aimar. Aimar lesionou-se mas quando recuperou Jesus teve jogos confortáveis onde podia ter dado minutos de jogo a Aimar. 20/30 minutos em jogos resolvidos faziam com que Aimar tivesse mais jogo nas pernas para poder ajudar na fase realmente necessária. Não pôde. E por isso, entrar a 5 minutos do fim é patético, para ele, para o treinador e para a equipa. Tiago, enganas-te, as substituições de JJ foram sempre criticadas mas, obviamente, quando se ganha não são problemáticas. O problema existe é nos momentos em que essas substituições são mesmo necessárias e é aí que se nota a falta de habilidade de JJ. Mais, faz um rewind às épocas e repara na quantidade de vezes que JJ fez substituições depois dos 85 minutos quando não está a vencer. E compara com as substituições quando está a vencer. Curioso não?

"Mas segundo o teu texto criticas o JJ por a 1ª substituiçao no dragão foi a entrada de Roderick (para segurar o meio campo), com 1-1, resultado suficiente e depois tambem criticas por ele ter tirado o aimar na luz para por o Rodrigo (a ganhar 2-1 resultado suficiente)"

Situações completamente diferentes. No ano passado demos a volta ao resultado e estavamos a controlar o jogar pq tínhamos um meio campo forte e coeso. Tirar Aimar e meter Rodrigo foi um arriscar desnecessário pq enfraquecemos o meio campo que é a zona mais forte do adversário. Quando Rodrigo entrou eu disse "ou corre muito bem ou corre muito mal". Correu mal. E sem necessidade. A entrada este ano de Roderick é diferente. É o fazer recuar claramente a equipa. E ser Roderick que não tocou no Depor. As substituições não têm nada a ver uma com a outra.

"depois da saida de Witsel e Javi GArcia alguma vez pensaste que o benfica entraria nas ultimas 3 semanas a lutar em todas as frentes?? "

Não, mas não por esses motivos. Assumi no início a pouca crença por causa de....Jorge Jesus.

"Aqui deves estar a referir-te a DAvid Luiz na esquerda"

Claro. E de Coentrão a médio. Ou seja, temos o melhor lateral esquerdo da Europa (palavras de JJ) e um dos melhores centrais do mundo (palavras de JJ) e o catedrático resolve tirá-los dessas posições em que eles são excelentes para os meter em posições onde rendem menos por causa do....Hulk. E lembro-me tão bem de Jesus criticar Quique por colocar jogadores fora da sua posição fazendo menção clara a David Luiz e a Aimar que tantas vezes tinham jogado a lateral e a segundo avançado. E depois fez exactamente o mesmo tantas vezes.

"O que preferes comprar a 7/8 e vender a 30/40 ou comprar a 1/2 e vender a 10?é uma questao de fazer contas!"

Não é nesse sentido que falo. Quando tu gastas 7/8 milhões num jogador a expectativa que ele seja bom/muito bom é total pq é caro e se estás disposto a pagar caro por ele é pq esperas muito dele. Se pagares só um milhão por um jogador a tua expectativa é muito mais reduzida. Transformar esse jogador de um milhão num super jogador tem muito mais mérito do que "transformar" um jogador de 7/8 milhões num super jogador.

Pedro disse...

E nesse jogo em Guimarães do ano passado, lá está, viemos da Rússia, viagem desgastante, jogo complicado e ele, mais uma vez, desguarnece o meio campo completamente. Foi essa a táctica de JJ estes anos todos...um meio campo frágil. Felizmente a qualidade superior dos jogadores chega para a maioria dos jogos, infelizmente não chega para todos. E é por isso que ganhamos carradas de jogos, fazemos carradas de pontos, batemos recordes mas no final, nos jogos a sério, decisivos, perdemos. Pq a táctica é fraca e errada.

Pedro disse...

"Laudrup? Paulo Fonseca? Rui Vitória? Estes são os mencionados na comunicação social. Mas podem ser outros: Peseiro? Jesualdo? Marco Silva? Também há a prata da casa: Toni? Diamantino Miranda? Álvaro Magalhães?
É isto? Achas que algum destes vai fazer melhor do que Jorge Jesus fez esta época?"

Tivesse eu tempo e paciência e ía à procura dos posts e comentários de quando defendi a vinda de JJ para o SLB ainda antes de Quique chegar e o que a malta achava quando se começou a falar em JJ para o SLB.

Não tenho a menor dúvida que com a qualidade do plantel ao dispôr é perfeitamente possível fazer MUITO melhor do que Jesus tem feito. MUITO MELHOR. De caras.

brmf disse...

Pode-se discordar da entrada do Roderick no Dragão mas a verdade é que o Benfica controlou melhor o jogo a partir desse momento. Nos últimos 15 minutos o Porto não existiu.
O grande defeito do Jesus é alguma arrogância e falta de humildade nas vitórias, não é a primeira que se vangloria pelas vitórias e distribui os deméritos nas derrotas. Mas este ano, com o plantel que teve (e o ponto de partida de análise tem de ser o inicio da época), Jesus fez a sua melhor época à frente do Benfica.

SLBenfica Vencedor disse...

Concordo com tudo o que dizes, mas tiro outra conclusão.

O JJ tem estes defeitos todos, teve essas falhas todas, mas a culpa principal é do presidente LFV, e não dele.

O presidente LFV, se não sabe ser líder do futebol do Benfica, tem de saber DELEGAR funções a alguém que seja um LÍDER NATO, capaz de fazer o que LFV nunca conseguiu.

O treinador JJ, com todos os defeitos que tem, andou estes 4 anos com rédea solta. Ninguém o controlou, ninguém o comandou. Deixaram-no pensar que é maior que o Benfica. Deixaram-no pensar que para ganhar no Benfica basta a JJ ser aquilo que é.
PURO ENGANO.
O JJ precisa de um líder que lhe diga o que PODE dizer, o que PODE fazer, o que NÃO PODE dizer ou fazer.
O JJ tem de ser comandado e controlado, e se isso não foi feito, a culpa é de quem está acima: o presidente LFV.

Se bem te lembras, quando veio o Quique Flores, o Quique disse que ficar em segundo era bom, porque no ano anterior tinham ficado em terceiro! Lembras-te?
Porquê?
Porque com Quique, tal como com JJ, não houve liderança desportiva...!
o Rui Costa e o LFV contratam o treinador e pensam que o podem deixar dizer tudo e ser o que é, sem mais.

ERRADO!

O líder do futebol do Benfica (que neste momento não existe), tem de ser capaz de dizer, seja a que treinador for, que no BENFICA tem de ser melhor do que alguma vez foi.
E isso passa por perceber que o treinador do Benfica tem de ceder aos interesses do Benfica e não o contrário.
Isso cabe ao líder desportivo, que LFV não consegue ser!

O Pinto da Costa, com todos os defeitos que tem, é líder. Ali quem manda é ele, e ai de quem não fizer o que ele quer. Não há Anteros nem Reinaldos que mandem mais do que ele manda, ao contrário do que se diz por aí.
O Pinto da Costa manda, e os treinadores e os jogadores que lá andam não fazem nada sem o controlo dele. Qd fazem, fodem-se à grande.

Nós precisamos de um líder. O LFV não quer arranjar um líder porque tem medo de perder o protagonismo, ou tem medo que esse líder do futebol se torne o líder do Benfica.
ESSE É QUE É O PROBLEMA MAIOR, acima de quaisquer defeitos que qualquer treinador possa ter.

Porque o Jesus não transforma um Kardec num Ronaldo, mas quem é que transforma? E quem é que transforma o Luisinho num defesa-esquerdo?

Rearviewmirror disse...

Só uma coisa, Matic jogou pouco na primeira época?
30 jogos oficiais, sendo 18 a titular é pouco?

SLB4EVER disse...

Por acaso quanto á entrada do Roderick no ladrão essa não achei assim tão descabida, na teoria, porque depois do asqueroso vendido proença amarelar por faltas que não fizeram o Matic e o Enzo era necessario alguém sem cartões para fazr o trabalho de sapa á frente dos centrais, se um central ainda verdinho e sem ritmo de jogo seria a melhor solução essa é que já é outra questão. No entanto achei descabida foi mesmo a entrada de Aimar e com isso passar o Enzo para a ala, ele e o Matic deviam ter ficado onde estavam porque estava a funcionar e colocar o frágil Aimar num jogo destes sem praticamente ter jogado a época inteira não tem cabimento.

Mas no top de enterros do mestre da basófia nesta época temos:

1) SLB-Estoril, colocar Martins aos 30 minutos para fazer o lugar de Enzo que sai tocado, ter-se lembrado de colocar um jogador sem ritmo com a agravante de repetir o 11 tinha tido dias antes um desgaste imenso para dar a volta da eliminatória contra os turcos é de bradar aos céus. Foi realmente o timing perfeito para estragar a época ao interromper a rotação e voltar ás decisões duvidosas. Havia Olá, Rodrigo, André Gomes(entre este e Martins é preciso tirar um curso para ver qual foi mais útil e importante ao longo da época?) e Urreta frescos (Guimarães época passada diz alguma coisa?).
Ainda se pode colocar em causa a incoerencia que já se torna coerente com JJ, no início da época Martins estava em forma depois de uma boa pré-época, aí foi logo encostado á box para só se lembrar que ele existe quando está numa forma péssima.

2) Nacional-SLB, com o jogo empatado tira o que estava a ser o jogador mais perigoso e mais dinámico no ataque, Urreta para deixar jogadores em sub-rendimento em campo.

3) Final da taça, tirar Cardozo com o resultado em 1 a 0 e deixar em campo Salvio e Lima em claro sub-rendimento, mais uma vez coloca Aimar aos 85.

4) Ter estoirado Sálvio, nunca o trocou e este acabou a época de rastos, com ola John e Urreta que até rende mais na direita não se justifica.

5) Melga foi a 1º opção toda a época, André Gomes a 1º opção a Matic e Enzo, ambos cumpriram bem para o que se podia esperar deles no entanto a dada altura são encostados sem se perceber bem o motivo.

Paulo O. não é assim tão descabido pelo menos colocar essa hipotese, existe muita coisa a não bater certo tanto com o treinador como com o presidente e só um tolo nunca coloca nada em causa e compra tudo o que lhe vendem. O que é certo é que sem dúvida para os curruptos e interesseiros do nosso futebol é melhor ter o SLB com capacidade financeira e a movimentar muito dinheiro mas sem ganhar nada relevante do que ter o SLB em contenção e rigor financeiro, á muito charlatão a querer comer neste país, se com a CRIMINOSA TROIKA ainda não se percebeu isto estamos condenados. Nos fenómenos estranhos temos tb várias tentativas de defesa em camera lenta do frango Artur que vários pontos e em última anásile títulos nos custaram.

E continua o circo, LFV deve estar a ver se com o tempo os indignados e revoltados amolecem para anunciar a renovação do JJ com poderes e salário renovado, ele que pague é depois a imdemnização ao mesmo e saia com ele depois de mais um falhanço que não vou contribuir para isso. Tudo tem um limite e a minha tolerancia para com charlatões acabou.

Deusébio disse...

Pedro,
Estas a matar o mensageiro...

A leitura da táctica suicida que tu falas, na minha opinião, não é mais do que lhe foi pedido, ou seja, na minha opinião a SAD pediu-lhe que "fizesse uma táctica" em que a primazia fosse um futebol entusiasmante para os adeptos, forte componente de valorização de jogadores, e competitiva para estar nas decisões.
Foi o que Jesus nos serviu na maioria dos 4 anos...

Sejamos sinceros, até nós adeptos, estávamos a precisar de um futebol assim para renovar o orgulho no Nosso Benfica.

O que é facto, é que passados 4 anos, jogar bem já não nos chega...

Continuo a achar que a equipa no global não estava demasiado desgastada, o que não impede que alguns elementos estivessem desgastadissimos, por exemplo o Melga no inicio de Fevereiro, já tinha tantos minutos jogados como na temporada anterior...
É publico que o Ola John, devido ao seu metabolismo é dos jogadores do plantel que mais demora a recuperar...
Quanto à rotação do plantel...
Acreditas que foi o Jesus que quis gastar 20k em 2 alas e quase 0 na defesa?
Acreditas que foi o Jesus que não quis ter alternativas reais a Matic e Enzo? Mesmo em Janeiro?
OK não gostaste da sub do Roderick no ladrão... se formos intelectualmente honestos, como já foi dito em cima, reconhecemos que desde que ele entrou o Porto não cheirou, o que não invalida que ele fosse mal batido no lance do Kelvin...
mas pergunto, quem é que ele punha para "segurar" o jogo?
A leitura que faço, foi que em Janeiro, optou-se apostar nos quase recuperados Martins e Aimar, para irem rodando Matic e Enzo, porém os 2 só estiveram disponiveis nas últimas semanas da época, e o Jesus, só conseguia dar minutos a 1 e pôs todas as fichas no Martins. Que retribuiu a confiança com aquela borrada contra o Estoril que comprometeu não só o resultado do jogo, como deixou de ser opção para o jogo do ladrão... E se em vez do Roderick o JJ mete o Martins? Pois, nunca vamos saber...
Este plantel era bom mas muito desequilibrado em posições chave! se tivessemos saido da Europa contra o Leverkusen, ou se os corruptos passassem o Málaga ( Sim, eles ainda conseguiram ter um plantel mais desequilibrado que o nosso) este campeonato não escapava, mas assim...
Parece-me que a SAD quer replicar o modelo de Zidanes e Pavones com Salvios e Almeidas e o resultado foi o que se viu!

Enquanto a politica da SAD for esta, não há treinador melhor para a executar...

Com isto não quero dizer que o JJ nunca errou, ( por exemplo, as do D.Luiz ser DE no ladrão e contra o Liverpool, ainda me estão atravessadas, mas a que me custa mais, foi a sobranceria com que foi encarada a final da supertaça contra os porkos do villas boas, se tivessemos ganho essa supertaça, ai sim, tinhamos dado um cheque-mate na hegemonia dos porkos, mas foi o que se viu...) mas sinceramente acho que não é por ele...

Isto já para não falar, que o Porto só conseguiu estar a 4 pts a 3 jornadas do fim com MUITO COLINHO!!!

Para não falar também do erro de casting que é o Carraça, nem a vergonha que se passou na Alemanha no inicio da época, foi suficiente para quem de direito abrir os olhos a quem de direito, ironicamente, a época termina com uma vergonha semelhante ( contestação de jogadores, não cumprimentarem o PR e não ficarem no relvado para saudar o Guimarães).

Para não falar no Artur. Fiquei encantado com a sua 1ª época, mas é impossível seres campeão quando o GR tem responsabilidades em 9 dos 13 pontos perdidos...

Um abraço

Benfiquista no Norte disse...


Parabéns, gostei bastante da análise.

Mas tenho de dizer, é uma análise de adepto ferrenho benfiquista, como eu.

Seria provavelmente diferente se o kelvin tivesse prendido o pé na relva ou o 1º golo anulado do Cardozo contra o Chelsea por fora de jogo de milimetros (seguramente menos fora de jogo do que o golo do Guimaraes) tivesse sido validado.

Por isso acho que o presidente LFV está obrigado a pensar diferente, como dirigente, olhando o passado do clube, os seus valores, o que se fez e o que falta fazer.

Ontem emocionei-me ao ouvir na Sic Noticias o Toni e o Abel Xavier a comentarem o momento do clube.

Quem conheceu o balneário por dentro percebe e dá valor ao que se atingiu ao fim de 2 décadas de autêntica miséria, entende que o Benfica com os seus designios de grandeza, pureza e verdade desportiva desportiva fica muito fragilizado perante um adversário que incute valores baixos e demoniacos até aos jogadores estrangeiros contratados que nunca ouviram quase falar do futebol nacional.

LFV precisa capitalizar este quase bater no fundo para unir os adeptos, os jogadores e os seus técnicos num projecto comum. Temos que ranger os dentes unidos contra este adversário duro e perigoso.

Por isso acho que é uma decisão que está completamente em cima dos seus ombros, e seja qual for terá o meu apoio incondicional, até às próximas eleições.

Quanto a JJ: eu pessoalmete ao longo dos meus 50 anos já bati uma ou duas vezes no fundo, dei o meu melhor mas nem sempre as coisas correram da melhor maneira. Aprendi com os erros e cá estou...

Quanto às teses conspirativas de que JJ poderia estar ao serviço do FCP não merecem comentários.





Pedro disse...

Deusébio,

Talvez sim. Talvez seja o que a SAD lhe pediu. Mas de certeza que lhe pediram para juntar títulos ao futebol e isso seria possível com ligeiras mudanças. Podíamos ter bom futebol, pq os artistas são bons, e titulos com pequenas correcções.

"Acreditas que foi o Jesus que quis gastar 20k em 2 alas e quase 0 na defesa?"

Acredito. E ele explicou o pq. Para ele o processo defensivo é possível de ser trabalhado enquanto que o processo ofensivo depende da qualidade dos jogadores. Por esse prisma ele prefere investir forte nos avançados de qualidade superior e deixar para si o trabalho de fazer um Melgarejo um grande defesa.

Mas não duvido que ele tenha pedido mais um jogador para o meio e não lho deram. Principalmente depois de Bruno César ter saído (e Nolito tinha dado tanto jeito tb).

O problema é perceber o pq de Roderick ser a única opção. Pq é que André Gomes deixou de ser opção, pq é que Aimar não teve mais minutos para ganhar ritmo, etc.

Benfiquista no Norte,

"se o kelvin tivesse prendido o pé na relva"

O que me irrita é estarmos dependentes desse "se". Irrita-me não termos feito o suficiente para nos defender desse "se".

"perante um adversário que incute valores baixos e demoniacos até aos jogadores estrangeiros contratados que nunca ouviram quase falar do futebol nacional."

Indiscutível e isso é outra luta. Mas, como facilmente se constata, ninguem no SLB tem assumido essa luta. Fica tudo calado perante os casos, as nomeações, os roubos. João Gabriel falou e a maioria dos benfiquistas criticou. Não percebo, sinceramente não percebo.

Nuno disse...

Jà sigo este blog hà muito tempo e hoje resolvi comentar para dizer que concordo em absoluto com este post. JJ disse, depois de perder a taça de portugal "quando perdemos, perdemos todos". Não é isto que se espera de um verdadeiro lider!
Saudações benfiquistas

Anónimo disse...

Concordo absolutamente com este artigo. Jorge Jesus e um treinador que de facto fez o Benfica jogar um bom futebol, mas questao esta, "Nos queremos jogar bem ou ganhar titulos?" Falavam mal do Trapatonni, mas vejamos com uma equipa limitadissima, com o Sao Simao a ter uma epoca extraodinaria ganhamos o titulo. Jogavamos mal, sim. Mas o que e certo e que na hora das decisoes ganhavamos ou obtiamos o minimo para obter os objectivos. Vejam , o Jorge Jesus falha com o estoril e a seguir nem consegue empatar com o Porto. Amigos sao 3 amos seguidos a falhar, os defensores de Jesus agora pensam que vamos ter para o proximo ano que vamos ter uma epoca como a do Bayern. Ta tudo maluco ou que. A questao e que Jorge Jesus nao sabe liderar um grupo de homems, que teem sentimentos e obviamente tambem erram, ele trata os jogadores como pedacos de carne, tipo a serviste agora vai para ai para um canto. Pensem jogadores como Urreta, Ola John, Andre Gomes, etc....fazem grandes jogos e depois desaparecem sem se saber porque....ora um jogador quando lhe acontece esta situaco como e que se ha de sentir.....provavelmente pensa....olha foda-se esforcei-me tanto, joguei tam bem e a minha recompensa e nao... jogar entao olha vao pro caralho. O Jorge Jesus nao lider de homens, e ja agora foda-se quando o benfica perdeu nunca vi ninguem da direccao dentro e fora do campo a dar forca, animo a equipa, e incrivel. Dizem-me o carraca, ELE?!?! Por amor de Deus, ele e uma sanguesuga....e o Rui Costa...Rui caralho onde andas?
Bem estou tao fodido, em especial em relacao a estes dois ultimos 2 anos. O jesus nao aprendeu com os erros, portanto venha dai outro treinador. Desculpem por alguns erros ortograficos. Abracos a todos Benfiquistas e oxala que no proximo comecemos uma nova hegemonia....titulos....titulos.

Morgado disse...

Acho que o plantel foi muito mal estruturado sobretudo no meio campo e na defesa. Acho que é preciso alguém como o Rui Costa mais interventivo. É preciso um treinador que venha fazer melhor (porra pah, nada de gajos do paços, estoril ou vitoria...)

É preciso o Artur não mamar frangos e não é vir com desculpas mas o golo é fora de jogo... também é sem azares destes que se criam estruturas fortes...

É preciso um treinador que saiba motivar jogadores para irem com ele até ao fim do mundo... e parece-me que com o Jesus iam só até ao fim... da rua, se nao tinham corrido na Final da taça e contra o Estoril.

Anónimo disse...

Comentário que li de um portista há minutos, que tem alguma lógica:
"Se Vítor Pereira sem jogadores, com um plantel desequilibrado, lesionados, com uma massa adepta hostil, fez o campeonato que toda a gente viu, sem derrotas, apurou-se para os oitavos-de-final da LC com um brilhantismo ímpar, e que sempre que perdeu tinha menos um jogador em campo, imaginem este Vítor Pereira no Benfica, com as arbitragens constantemente favoráveis como Jorge Jesus teve, com a felicidade das bolas à barra nunca entrarem, e com toda uma imprensa de suporte por detrás, pensam que perderia o que Jesus acabou de fazer ou não faria melhor? Pensam que foi a estrutura do FC Porto que deu o título ao Vítor Pereira? Aonde? Nem das arbitragens se queixaram, e até lhe deram reforços paralíticos em Janeiro. O título é do Vítor Pereira e da forma como conseguiu gerir tudo isto. A nossa sorte é que ele estava do nosso lado."

Anónimo disse...

Eu como Leixonense, ver um jogo, esta época e a anterior, dos Corruptos dava-me Sono. Ver um jogo do Benfas , apesar de um ou outro jogo menos conseguido, dava-me prazer ver.

Alexandre disse...

Temos que dividir por partes estes 4 anos de Jesus no Benfica.Na primeira época esteve de facto em excelente plano com a conquista do titulo e da taça da liga para alem da chegada aos quartos de final da liga Europa.Mas atenção que essa equipa tinha sido quase toda montada pelo então D.D.Rui Costa,já que foi o Maestro que convenceu jogadores como Aimar,Saviola,Ramires e Javi Garcia a virem para o Benfica.Aproveitou Quim,Luisão,Maxi e Cardozo e fez explodir definitivamente Di Maria,David Luiz e Coentrão, construído o melhor onze do Benfica dos últimos anos.Após essa época pensou que o Benfica tinha que passar a vida a lamber-lhe os pés e começou a serie de dispartes.Chantagem na renovação de contrato após a investida do porco azul,jogadores sobretudo sul americanos que foram autênticos flops,como Roberto,Fernandez,Eder Luiz,Kardec,Fabio Faria,Jara,Jardel,Emerson,Michel,Luisinho,Carole,Peixoto e mais alguns, e a sua predileção pela arrogância,fanfarronice e bazófia.Mas o que custa mais a engolir são os campeonatos,taças e supertaças perdidos para os corruptos,parecendo que alguns deles foram de propósito em nome do excelente relacionamento com o peidoso.Não era agora que o ciclo deveria terminar,mas sim á 2 anos atrás quando nos deu uma das épocas mais humilhantes da nossa historia.Na hora da verdade,quando olharmos para o seu ciclo no Benfica vamos ver que apesae do bom futebol, os títulos escaparam em grande maioria para os labregos.E isso para quem é benfiquista é das piores coisas de suportar.Mas como é egocêntrico J.J. está literalmente a cagar-se para isso.Desanda e vai para ao pé do teu grande amigo porco corrupto.Se estão com medo que ele vá ganhar os títulos no porco,reparem que foi precisamente isso que ele fez nos últimos 2 campeonatos.

Anónimo disse...

"com as arbitragens constantemente favoráveis como Jorge Jesus teve".
Eh, eh, eh, eh. O resto do comentário do portista (tu?) é pouco brilhante, mas esta parte dos árbitros arruína qualquer argumento. Eh, eh, eh, eh. Só fico um bocado preocupado se tu acreditas mesmo nisso. Coitado do Vitor Pereira com penaltis e expulsões fantasmas no jogo decisivo, do andebol sem castigo da defesa corrupta, de um único penalti contra durante todo o campeonato, marcado quando a vergonha já era demais (a três jornadas do fim),e quando já ganhavam três zero, em mais outro jogo em que o árbitros só prejudicaram os corruptos (na Madeira contra a o Nacional, lembras-te?). Coitado do Vitor Pereira, que marcou golos fora-de-jogo, teve penaltis inventados a favor, em praticamente nenhum jogo ficou sem a ajuda dos apitadores. Mas o Jesus é que é o beneficiado, começando logo com o Braga, na primeira jornada, e acabando na final da Taça com o primeiro golo do Guimarães fora-de-jogo. Mas, sabes, fazes bem em trazer este assunto para aqui. Porque uma das razões porque os benfiquistas debatem hoje a saída ou a permanência de Jesus é precisamente porque os árbitros trabalharam só num sentido, o mesmo sentido dos últimos trinta anos. Não fosse isso, e mesmo com os lapsos que Jesus teve, eram vocês a discutir agora o futuro do Vitor Pereira. Por isso, mostra lá os teus pontos de vista mas mantém um mínimo de dignidade.

Pedro disse...

Eles acreditam mesmo nisso. E que o Steven Vitória nos ía fazer o jeito.
Mas depois vemos estas declarações do Josué e rapidamente percebemos a postura do Paços.

benfiquistanortenho disse...

Acredito no sucesso do jesus se tiver o Veiga trás e uma estrutura que comande e não ficar tão dependente do treinador.
Caso contrário mais vale por um treinador novo.

João Pereira disse...

Ao anónimo das 09;52 a 29/5: "Acabámos por não ganhar nada, sim, mas esses nove meses foram bem fixes para os benfiquistas, fim-de-semana após fim-de-semana sem provar o sabor da derrota. Ainda por cima com futebol à Benfica - sim porque à futebol à Benfica, e esse é o futebol de Jesus."
É isto o clube que temos ... o clube do Vieirinha e do Jasus. Não é o Benfica. E vai continuar! Só me apetece devolver o cartão de sócio. Vão para a ..... pariu!

John Wakefield disse...

Jorge Jesus não é consensual nem no balneário, nem na estrutura directiva, nem na massa associativa (esta encontra-se completamente divida).
Ao mínimo deslize no início da próxima época, desaba-lhe o mundo em cima e não acaba o campeonato. Lembram-se do Fernando Santos?

Só por causa deste facto, creio que não restam condições para o treinador continuar. Teve 4 anos mas na hora da verdade, falhou quase sempre. No Dragão, foi medroso, mas no Jamor, voltou a ter medo de atacar o jogo contra... o 9º classificado. Foi a gota de água...

Por mim, deve sair. É evidente que não tem condições.

Dick Advocaat é o treinador que deveria estar na frente da linha de sucessão. Experiente e vocacionado para um estilo ofensivo. Não alteraria radicalmente a nossa forma de jogar.
Se não for este, que venha então o Rui Vitória. Menos experiente, mas bem conhecedor do nosso campeonato e do clube que o lançou.

Mas Vieira vai renovar seguramente o contrato, pois tal como o seu treinador, é medroso, pois pensa que JJ vai a correr para o FCP fazer um brilharete... Medos e medos que tanto mal nos têm feito.

John Wakefield disse...

O Vitor Pereira se estivesse no Benfica sem Witsel, Javi, Luisão (suspenso), Aimar e Martins constantemente lesionados, não se aguentava até Dezembro.

A estrutura do FCP é mais forte que a do Benfica. Não me venham com tretas, pois foi isso que fez a diferença.