blog

sábado, maio 18, 2013

Sentimentos


Quando terminou o campeonato passado era gajo para ter escrito este texto. Nos minutos a seguir a ter acabado o pesadelo do dragão, era gajo para ter escrito este texto. Mas como disse na altura, o que escrevi foi a quente. Agora, de cabeça fria acho isto um total disparate. Sim, continuo a achar que se voltarmos a perder a Liga (quero sonhar mas não me iludir) a culpa é do JJ. Mas tirando 1 jogo em que ele não esteve bem (o tal jogo maldito com o Estoril) o resto da temporada esteve excelente. Geriu a equipa que perdeu jogadores chaves sem ver nenhum entrar para ocupar esses lugares e fê-lo de forma brilhante. O Benfica foi (DE LONGE) a melhor equipa do campeonato, foi a melhor equipa da final da Liga Europa (sim, a beleza do futebol tb é isto e por vezes é cruel) e daqui a uma semana estaremos no Jamor. Por tudo isto espero que JJ renove. Se não for por 2... que seja por 4 anos.

10 comentários:

Pedro disse...

"o resto da temporada esteve excelente"

Não concordo. Esteve melhor do que nas épocas anteriores mas longe de ter estado excelente.

Vou esperar tudo isto passar para analisar melhor a situação. Continuo a ver muitos erros em JJ mas fui "atingido" por uma ideia de ele levou a cacetada necessária para se deixar de basófias e, de uma vez por todas, demonstrar em campo e com títulos, a sua auto proclamada qualidade.

-37! disse...

Quando Jesus sair voltaremos a perder os campeonatos em Janeiro.

Nos momentos chave somos sempre prejudicados, e os outros beneficiados.

Perdemos nos pormenores, assim como o Real ontem perde a final da taça do rei da mesma forma.

A jogar este futebol, estamos mais próximos de atingir o sucesso, do que aquele futebol que praticámos com Koemans, Heycknes ou Quiques...

rsa disse...

Discute-se o treinador e esse é que é o problema do Benfica porque JJ têm muitas qualidades como treinador falhou mais do que devia porque o Benfica continua sem uma estrutura de retaguarda sem capacidade de resposta para as qestões que se vão pondo ao longo da época enquanto ganhámos está tudo bem depois....
Veja-se a mudança de discurso do trinador do fcp do sujinho sujinho pasou a ser o campeonato mais competitivo e o Benfica como vai responder ? Aposto que com um silênçio ensurdecedor.....

Se quisermos ir mais longe veja-se as modalidades onde sistematicamente somos comidos de cebolada.

Somos imcompetentes na rectaguarda mudar de treinador perante aquilo que são os dirigente do Benfica actuais é um retrocesso não porque JJ seja unico ou o melhor do mundo mas neste momento nenhum outro treinador faria melhor e não não estou contente deveriamos ter sido campeões mas lá está depois da vitoria na Madeira e da passagem á final da Liga Europa veio a basófia e não não foi por isso que empatamos com o Estoril ou perdemos no dragão mas com dirigente competentes, JJ quando fosse ao dragão já teria que ter a sua situação definida (a de VP está definida não renova).

Depois de uma Final Europeia com os jogadores destroçados o que eu vi foi dois egos JJ / LFV como se o Benfica não existisse antes deles ou fosse acabar depois deles.

Para mim JJ é um grande treinador mas pelos resultados destes 4 anos não deveria renovar porque se ficar vai começar fragilizado. (basta imaginar 10 de Agosto Supertaça contra o fcp nova derrota e....)

Alexandre disse...

Sim sem sombra de duvida que até ao tal jogo com o Estoril a época estava a correr de feição,mas esta ultima semana e meia tem sido um verdadeiro pesadelo.Para mim o grande erro de tudo isto deve-se á politica que é adoptada,pois quando se prepara uma época o plantel tem de estar definido e não acontecer aquilo que se passou este ano em que perdemos jogadores fundamentais no fecho do mercado sem possibilidade de os substituir.Com o plantel que tinha á disposição,talentoso mas desiquilibrado penso que fizemos muito para além do que seria expectável.Mas mais uma vez aquilo que muita gente temia aconteceu,ou seja nos momentos chave a equipa estoirou devido á excessiva carga competitiva e á falta de melhores opções.No entanto tenho que concordar que em relação ao vencimento que auferer e ao que conquistou a disparidade é enorme,ainda para mais perdendo 2 titulos para um palerma.

neoprodigy disse...

http://youtu.be/l3OG-dRwYkU

Benfiquista no Norte disse...


O que é "fodido" no desporto é que há três resultados possíveis sempre. Por melhor que se seja, por mais que se trabalhe, nada é garantido no fim.

E este tem sido o drama de J.J.: Luta contra uma equipa que em três campeonatos seguidos, por mérito e/ou corrupção, apenas perdeu uma vez. Deve ser inédito no mundo.

J.J. só tem uma maneira de garantir o próximo campeonato ao SLB: ganhar todas as jornadas do próximo campeonato.

Todas? sim, todas.

Ou seja, a minha conclusão é que o problema não é o treinador.

Manuel disse...

Ainda bem q saõ poucos os q pensam assim! Obviamente há que apontar os erros e aprender com eles (é claramente o que tem sido feito na era Jesus), mas pedir a cabeça do treinador quando não se tem solução é no mínimo caricato. Querem um treinador internacional para quê? Tem graça isso por acaso. Treinadores internacionais foi o que tivémos antes do Jesus e foi o que se viu.
Tenham juízo e saibam dar mérito a quem o merece!
Os títulos são poucos para uma equipa com a historia do Benfica? Sem duvida! Mas sao mais do que a historia recente do Benfica!

Temos que continuar juntos a acreditar, o Benfica é hoje em dia 6º do ranking europeu com mérito proprio! Os titulos já so estao à distancia de centimetros, segundos e pormenores! Antes do Jesus chegar nem sequer chegavamos a praia, morriamos afogados no oceano!

Nao acredito em vitoria morais e sou o primeiro a dizer q isto n chega, mas as melhorias sao claras de ano para ano! E é a isso que temos que nos agarrar em vez de pedir a cabeça do treinador para por la um internacional qualquer...LOL

Nuno Gamito disse...

Amigo João,

Desta vez estou mais de acordo com a opinião e o pensamento do Pedro do que contigo, embora compreenda e perceba a tua linha de raciocínio.

Ora vejamos, o JJ é o maior e tal, põe o Benfica a jogar bem à bola e tal, é tudo muito bonito enquanto as coisas não aquecem, que é como quem diz, até chegarem os adversários a sério. Parece que para os adversários tidos como mais fáceis, e nem com todos assim foi (ex:Estoril), o JJ dá conta do recado, mas quando os adversários têm como nome outro tipo de equipas, como sejam o caso interno dos andrades corruptos ou no caso externo qualquer clube do nível do Newcastle para cima, aí já é um ai Jesus, um desnorte e uma tremideira constante.

Isto resumidamente significa que muitos benfiquistas se contentam em ganhar aos pequenos e a ver o Benfica a jogar um futebol agradável, que apesar de ser entusiasmante, infelizmente não chega para ganhar. Ganhar, aqui está a palavra chave. Para muitos de nós chega jogar bem e ganhar aos mais fracos, para mim não chega, continuo a ser ainda daqueles que exige que o Benfica ganhe regularmente e seja contra quem for.

Reconheço todo o crédito merecido que JJ teve em muitas matérias, mas todo esse crédito que lhe é atribuído não deixa de ser obrigação de qualquer treinador do Benfica fazer o que ele de bem tem feito, afinal é para isso que lhe pagam e bem.

Mas, apesar disso, eu pessoalmente, não lhe consigo perdoar os erros crassos e em momentos decisivos que com JJ acontecem amíude, onde o jogo contra o Estoril foi o mais recente e gritante de todos,para dar só um exemplo que ainda está fresco na memória de todos.

Se analisarmos a vertente física do plantel, perguntamos como é possível, por exemplo, na final da liga europa o Chelsea ter mais 14 jogos nas pernas que o nosso Benfica e mesmo assim os nossos é que andavam já de rastos a meia hora do fim? Juntando isto a uma ânsia constante do JJ em tomar decisões erradas nos momentos decisivos, eu serei dos poucos que gostaria que JJ não renovasse o contrato. Há erros inadmíssiveis em alturas cruciais das temporadas que um treinador do Benfica não se pode dar ao luxo de cometer constantemente como o faz JJ.

Ainda pensei que este fosse o ano em que JJ teria aprendido com os erros do passado mas nestes últimos 20 dias verifiquei que infelizmente ainda não aprendeu, ou não quis aprender, como queiram.

Erros de escolhas de jogadores em certos jogos, erros em substituições em alturas chave, erros constantes no planeamento físico para as épocas, sim porque já me enjoa ouvir ano após ano mais ou menos na mesma altura que o Benfica está cansado e os jogadores não podem com as pernas

Acima de tudo há um princípio de que nunca abdicarei como benfiquista: o Benfica jogue onde e com quem jogar, joga sempre para ganhar. Não sou só eu que o afirmo, são os treinadores e os dirigentes que por lá passam ao longo dos anos. JJ não foi excepção ao afirmá-lo por variadas vezes.

Não admito ir ao antro da corrupção e jogar para o empate ou para não perder, quando estou absolutamente convicto que se o Benfica encarasse esse jogo de forma a impor o seu futebol com toda a sua categoria, teríamos provavelmente ganho esse jogo de forma categórica e convincente. Todos nós sabemos que os corruptos quando nos visitam jogam determinados para ganhar. Eu nunca poderei exigir menos ao nosso Benfica.

Por tudo isto e algo mais, se dependesse de mim, nunca renovaria este contrato com JJ e sinceramente não creio que com JJ ao leme iremos algum dia conseguir algo mais do que a taça de portugal ou a taça da liga, oxalá esteja enganado.

Eu ambiciono um Benfica a ganhar a qualquer clube do mundo, seja onde for e o JJ já nos mostrou que não é treinador para isso. Para mim o seu ciclo terminava aqui.

A partir do momento em que JJ renove só lhe posso desejar as maiores felicidades.

Benfica sempre!


Nuno Gamito

Nuno Gamito disse...


Amigo João,

Desta vez estou mais de acordo com a opinião e o pensamento do Pedro do que contigo, embora compreenda e perceba a tua linha de raciocínio.

Ora vejamos, o JJ é o maior e tal, põe o Benfica a jogar bem à bola e tal, é tudo muito bonito enquanto as coisas não aquecem, que é como quem diz, até chegarem os adversários a sério. Parece que para os adversários tidos como mais fáceis, e nem com todos assim foi (ex:Estoril), o JJ dá conta do recado, mas quando os adversários têm como nome outro tipo de equipas, como sejam o caso interno dos andrades corruptos ou no caso externo qualquer clube do nível do Newcastle para cima, aí já é um ai Jesus, um desnorte e uma tremideira constante.

Isto resumidamente significa que muitos benfiquistas se contentam em ganhar aos pequenos e a ver o Benfica a jogar um futebol agradável, que apesar de ser entusiasmante, infelizmente não chega para ganhar. Ganhar, aqui está a palavra chave. Para muitos de nós chega jogar bem e ganhar aos mais fracos, para mim não chega, continuo a ser ainda daqueles que exige que o Benfica ganhe regularmente e seja contra quem for.

Reconheço todo o crédito merecido que JJ teve em muitas matérias, mas todo esse crédito que lhe é atribuído não deixa de ser obrigação de qualquer treinador do Benfica fazer o que ele de bem tem feito, afinal é para isso que lhe pagam e bem.

Mas, apesar disso, eu pessoalmente, não lhe consigo perdoar os erros crassos e em momentos decisivos que com JJ acontecem amíude, onde o jogo contra o Estoril foi o mais recente e gritante de todos,para dar só um exemplo que ainda está fresco na memória de todos.

Se analisarmos a vertente física do plantel, perguntamos como é possível, por exemplo, na final da liga europa o Chelsea ter mais 14 jogos nas pernas que o nosso Benfica e mesmo assim os nossos é que andavam já de rastos a meia hora do fim? Juntando isto a uma ânsia constante do JJ em tomar decisões erradas nos momentos decisivos, eu serei dos poucos que gostaria que JJ não renovasse o contrato. Há erros inadmíssiveis em alturas cruciais das temporadas que um treinador do Benfica não se pode dar ao luxo de cometer constantemente como o faz JJ.

Ainda pensei que este fosse o ano em que JJ teria aprendido com os erros do passado mas nestes últimos 20 dias verifiquei que infelizmente ainda não aprendeu, ou não quis aprender, como queiram.

Erros de escolhas de jogadores em certos jogos, erros em substituições em alturas chave, erros constantes no planeamento físico para as épocas, sim porque já me enjoa ouvir ano após ano mais ou menos na mesma altura que o Benfica está cansado e os jogadores não podem com as pernas. E fiquemos só pelos erros desportivos.

Acima de tudo hà um princípio de que nunca abdicarei como benfiquista: o Benfica jogue onde e com quem jogar, joga sempre para ganhar. Não sou só eu que o afirmo, são os treinadores e os dirigentes que por lá passam ao longo dos anos. JJ não foi excepção ao afirmá-lo por variadas vezes.

Não admito ir ao antro da corrupção e jogar para o empate ou para não perder, quando estou absolutamente convicto que se o Benfica encarasse esse jogo de forma a impor o seu futebol com toda a sua categoria, teríamos provavelmente ganho esse jogo de forma categórica e convincente. Todos nós sabemos que os corruptos quando nos visitam jogam para determinados para ganhar. Eu nunca poderei exigir menos ao nosso Benfica.

Por tudo isto e algo mais, se dependesse de mim, nunca renovaria este contrato com JJ e sinceramente não creio que com JJ ao leme iremos algum dia conseguir algo mais do que a taça de portugal ou a taça da liga.

Eu ambiciono um Benfica a ganhar a qualquer clube do mundo seja onde for e o JJ já nos mostrou que não é treinador para isso. Para mim o seu ciclo terminava aqui.

A partir do momento em que JJ renove só lhe posso desejar as maiores felicidades.

Benfica sempre!

João Bizarro disse...

Compreendo o que dizes, Nuno. E até escrevi até mais não sobre essa teoria. Mas temos que ter outras coisas em atenção, como por exemplo: e quem queriam no lugar dele?