blog

sexta-feira, maio 24, 2013

Regresso ao Jamor


Oito anos depois o SL Benfica regressa ao Jamor para disputar a final da Taça de Portugal. Dezassete anos depois regresso eu para o apoiar no mítico Estádio Nacional. 
Foi na trágica final de 1996 que fui pela última vez ao Jamor. É muito complicado falar dessa final, desse jogo e de todo o ambiente vivido por razões óbvias que anulam qualquer festividade que esse dia devia trazer. Nunca me hei-de esquecer dessa tarde. Foi um festival vermelho e branco nas bancadas e em momento algum se percebeu o que tinha ocorrido no topo oposto. Sim, vimos que algo se tinha passado mas pensei que era confusão entre eles. Sofremos duas cargas policiais sem que tivéssemos percebido os motivos. Claro que festejamos os golos e a conquista da Taça porque ninguém percebeu que tinha acontecido uma tragédia na bancada rival. Só no final, quando encontro amigos sportinguistas à saída do Estádio é que fiquei a saber o que se tinha passado. A enorme alegria deu lugar a um profundo silêncio até chegar a casa, incrédulo e desejoso de confirmar que tinha sido um mal entendido. Infelizmente não foi.

Depois disso o Glorioso voltou ao Jamor duas vezes, uma em 2004 para vencer o clube corrupto treinado por Mourinho, apesar dos enormes esforços de Lucílio Baptista em impedir a nossa vitória e, no ano seguinte, perdendo a dobradinha para o Vitória de Setúbal.

Agora o adversário chama-se igualmente Vitória mas é de Guimarães e todos desejam que a vitória seja nossa, que a Taça de Portugal seja levantada por Luisão e que se junte às 24 que estão no Museu Cosme Damião e, dessa forma, atenuar este final de época tão cruel e doloroso.

Jamor é e será sempre um local mágico, a final da Taça de Portugal tem e terá sempre um espírito completamente diferente dos outros jogos. Que seja uma enorme festa e que vença o Benfica.

2 comentários:

Alexandre disse...

Espero bem que os dissabores desta época já tenham terminado.O foco tem que ser apenas um,ganhar mais uma taça e deixar de lado a conversa de salvar ou não a temporada.

Paulo Figueiredo disse...

Depois da final do "very-light", estivemos, no Jamor, em 1997 com o Boavista. Perdemos 3-2.

Um abraço e Saudações Benfiquistas