blog

sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Prognosticos? Só no fim do jogo...

Cada vez é mais verdade esta "preciosidade" de um ex-artista da bola.

E é mais ainda com treinadores como o que temos hoje, porque nunca se sabe que lebre tirará ele da cartola no próximo jogo. Se amanhã aparecer o Quim a fazer o lugar do Geovani eu não me admiro nada.

Já o disse e repito, este plantel com um treinador de jeito já estavamos com uns 10 pontos de avanço do 2º classificado, se esse treinador fosse o Mourinho acho que já estavamos a jogar o campeonato de 2006/2007 e os outros ainda aqui andavam a ver quem ia à UEFA.
Mas com Geovanis Komatronis ou Ronalds Trapamans a "coisa" é mais renhida. Dá mais emoção aos jogos mas deixa-nos a pensar que poderia ser bem melhor.

Para amanhã só pedia 11 Leos em campo.

7 comentários:

Pedro disse...

11 Leos em campo...apoiado!!!

Anónimo disse...

ganhai juizo .....vos tiveste o mourinho e nada de nada.

Pedro disse...

É preciso ser-se muito básico para se dizer uma coisa dessas.Mas muito básico mesmo...

Amigos do Valentim disse...

O Benfica, com o beneplácito de Adriano Afonso vivamente criticado na condução dos trabalhos, logrou adiar a questão do sorteio dos árbitros na assembleia da Liga que iria receber voto favorável da maioria dos clubes presentes (32, faltaram Chaves, Portimonense, Alverca e Estoril). E acabou praticamente em “peixeirada” uma reunião que mostrou a falta de pontualidade, profissionalismo e objectividade na análise e discussão de assuntos prementes do futebol, acentuando a divisão de opiniões, um vazio de ideias além da falta de consenso.

“É pior do que num café”, resumiu o presidente da AG da Liga, Adriano Afonso, ele muito contestado pela forma “abrupta” como interrompeu os trabalhos na matéria sensível da arbitragem. Com todos os clubes documentados e a maioria com opinião formada, o golpe de teatro surgiu numa manobra de diversão de Luís Filipe Vieira: “Saio satisfeito. Tem que haver transparência”, disse de fugida o presidente do Benfica. Mas à proposta de António Oliveira (Penafiel) para se passar à votação (sorteio ou nomeações dos árbitros), LF Vieira levantou-se, alguns queixaram-se de ter sido indelicado a ripostar a vozes discordantes e criou a confusão. Adriano Afonso, ex-presidente da AG do Benfica, suspendeu os trabalhos (adiados para dia 20) e a discórdia chegou à rua.

João Loureiro (Boavista) garantiu: “Percebeu-se que não ia haver votação, se houvesse o sorteio puro seria aprovado”. José Alberto Coelho (Académica) reconheceu ter o Benfica “defendido a manutenção dos moldes actuais e propôs ouvir os árbitros em discussão mais alargada”, mas não poupou Adriano Afonso: “A condução da assembleia deixou muito a desejar. Suspendeu-a sem auscultar os clubes”.

João Bizarro disse...

Dito de que vem... deve-se esquecer que das poucas coisas que o Mourinho fez no Benfica foi dar 3 secos aos lagartos.

Anónimo disse...

sim e dp levaste só 3 em alavalde...num jogo em que o Van hoijdonk disse no final que podiam ter sido 7 ou 8...

jva disse...

Só onze anões não é suficiente. Já tens 8 pontos de avanço, corno.