blog

sexta-feira, fevereiro 12, 2010

Já começa...

Está-lhes no sangue esta postura quezilenta, conflituosa, sempre a criar confusão em tudo o que se vejam envolvidos. Mal foram apurados, com a sempre prestável ajuda do Proença, para a final da Taça da Liga, começaram logo com o choradinho da distância que separa o estádio do Algarve da pocilga de contumil e que isso ía prejudicar os "adeptos" do CRAC que tinham que fazer 600 kms. Coitadinhos. Sempre mesquinhos, sempre pequenos. Mas ao menos reconheceram uma coisa: não são um clube de Portugal como o Sport Lisboa e Benfica, são um clube regional que tem a sua meia dúzia de adeptos à volta da pocilga e nada mais.

O ano passado fomos ao Algarve e levamos adeptos do Norte e Sul, até do estrangeiro, e ninguem ouviu uma única palavra de contestação ao facto do jogo ser no Algarve. E estavam lá duas equipas de Lisboa pelo que podiam perfeitamente tentar que o jogo fosse pela capital. Mas não, nas nossas bandas procuramos sempre motivos de festa, de engrandecer o espectáculo desportivo. Os corruptos pelo contrário, querem sempre confusão, querem sempre alimentar uma fogueira criada por eles.

Os 600 kms são muito complicados? Fiquem em casa, as estações de serviço agradecem!!!

12 comentários:

Pedro Fernandes disse...

Essas coisas são marcadas antes de se conhecerem os finalistas. Por acaso um deles foi o Porco... Não temos culpa da bela cidade do Porto ter uma lixeira a céu aberto chamada FCP e geograficamente se situar para Norte, quase no extremo do país...
Essas bocas são para ser ignoradas...

A seguir vem a contestação ao árbitro, etc... A pressãozinha do costume que tem trazido frutos ao longo dos últimos anos... e por isso continuam a usar esses "mind games" da treta...

BT26 disse...

A tua ultima frase...BRUTAL :)

Benfica sempre.

Ricardo disse...

Divinal a forma como o Jesualdo assume a fraquíssima capacidade de um clube bicampeão europeu e mundial se difundir por um país que, ainda por cima, é relativamente pequeno. Isto acontece porque a cultura foi sempre a de "cerrar fileiras", de engrandecimento no discurso miserável de pobres de espírito, pequeninos e orgulhosamente sós, contra os "maus", os "mouros" de Lisboa.

É por isso que em 2010, 30 anos depois de o Porto começar a ser um clube ganhador em Portugal, ainda se contam pelos dedos os portistas do Algarve.

E isso deveria fazer pensar quem gosta daquele clube. Mas se calhar já estou a pedir em demasia, tendo em conta as provas dadas de demência, subserviência e espírito de "sit, ubu, sit" que os portistas sempre demonstraram em relação ao dono.

João Bizarro disse...

O que eles queriam mesmo era jogar na cidade deles. Por mim nada contra. Já lá fomos uma vez depois do choradinho dos meninos (disso já não falam) e o Carlos Manuel tratou-lhes da saúde.

Tudo o que seja abaixo de Leiria para eles não serve. É terra de mouros...

Como diz o Pedro, fiquem em casa. As lojas do Algarve e estações de serviço agradecem.

PS Ricardo, onde andas metido?

iBenfiquista disse...

O cúmulo da hipocrisia! É o que se pode dizer de toda esta azia por parte dos andrades!

O famosos sistema foi criado pelos andrades para trazer o poder do futebol para o norte. O sistema não mais é do que uma estratégia que utilizaram ao longo dos anos para conseguir esse desiderato.

Uma das principais razões foi precisamente para poupar os custos das deslocações. Fazendo do futebol uma questão regional, implantada a norte, para além de fazer crescer esses clubes, com incidência principal no futebol clube do porto, poupavam milhares de contos a todos esses clubes em deslocações e tempo de viagem.

Numa altura em que não havia tanto dinheiro por parte das televisões e publicidade e em que, por isso, os custos dessas deslocações tinham um peso infinitamente superior nos orçamentos dos clubes. Assim, os clubes do sul estavam, e ainda estão, em grande desvantagem competitiva pois têm uma grande parte do orçamento ocupado com os custos de viagens e deslocações.

Como as Associações é que detinham, e ainda detêm, o poder, que resultava do NÚMERO de clubes nessas divisões principais, esse poder aumentava cada vez mais à medida que o número de clubes do norte subia nas divisões principais. Não é por acaso que as Associações estão ainda a bater o pé ao Governo recusando-se a assinar a Lei de Bases que já foi aprovada na Assembleia da República. Porquê? Porque lhes limita o poder. E quem está contra? As associações lideradas pela do Porto. A pouca vergonha continua!!

Resultado, o norte, apesar de ser bastante mais pobre do que o sul, tinha e tem dois terços dos clubes nas duas principais divisões. E podem utilizar o dinheiro que poupam em deslocações, ao contrário dos clubes do sul, para se reforçarem. Não é por acaso que não há clubes do sul no futebol principal. A coisa chegou a tal ponto de haver apenas quatro (4!!) clubes do sul na 2ª divisão. Ainda hoje olhem para os clubes que estão na duas principais divisões e vejam a quantidade de clubes, do grande Porto e arredores, que gravitam nessas divisões. Não me digam que não existe população no sul, ou que estes têm menos direitos que os do norte. Ah! Já me esquecia. São apenas mouros!

E isto tornou-se num círculo vicioso. Quanto mais clubes havia no norte, mais dinheiro era necessário utilizar para deslocações, e menos dinheiro havia para, por exemplo, reforços. E mais poder tinham as Associações do norte.

E os andrades que lutam, ou dizem lutar, tanto pela regionalização, estão a cagar-se, desculpem o palavrão, mas é o termo certo, para as outras regiões. Sim, porque o Alentejo e o Algarve também são regiões e têm tantos direitos como as outras. Penso eu de que...

O mal não está em ter levado o poder para o norte. O mal esteve nos meios que utilizaram: a corrupção, nas suas diversas formas e o tráfico de influências. Como está bem demonstrado nas escutas.

Agora ouvem-se adeptos andrades queixarem-se que têm de andar 1200 km para irem ver o seu clube na final no Algarve. HIPÓCRITAS!! Já pensaram quantos km têm de percorrer os adeptos do Olhanense, por exemplo, para irem ver o seu clube jogar fora de casa? Neste momento têm de percorrer 6 vezes (de 16 clubes!) por ano, 1200 km para irem ver o seu clube jogar fora no Porto ou perto! Só para o campeonato! Já para não falar nas ilhas!

E sabem quantas vezes por ano os adeptos do Portimonense têm de fazer actualmente 1200km ou mais para irem ver o seu clube jogar fora no Porto ou arredores? Nove (9!!) vezes (de 16 clubes!)! Será que esses adeptos têm menos direitos do que os adeptos andrades? E ouviram alguma vez alguém desses clubes do sul queixarem-se?

Porque será que os andrades surpreendem sempre pela negativa? São egoistas e são hipócritas! Regionalização para eles, sim, para os outros... manguitos!

Saudações Benfiquistas

Pedro disse...

ibenfiquista, excelente comentário. EXCELENTE!!!

José Marinho disse...

IBenfiquista, vou dizer-lhe: Foi um dos melhores e mais bem construidos posts que vi na blogosfera benfiquista, desde há vários meses. Completo, dardejante e certeiro. E com muito trabalho de casa. É o tipo de post que qualquer benfiquista gostaria de ter escrito. Parabéns.

iBenfiquista disse...

Amigos benfiquistas Pedro e José Marinho. Muito obrigado. Pelo Benfica... TUDO!!

Isto é uma guerra. E vamos ganhá-la!

Viva o Benfica!

Anónimo disse...

Peço desculpa pelo offtopic e por trazer aqui uma peça oriunda de blog sportinguista (sangue leonino)mas não queria deixar de partilhar convosco a réstea de humor que ainda há por aquelas bandas.



At 14:00, Anónimo said…

fim da época:
-sporting em 4
-betencourt capa da fhm
-liedson no porto
-carvalhal no julio de matos
-vilas boas chega
-vilas boas ruma ao julio de matos
-sá pinto torna-se presidente do scp(após revolução armada)
-claques legitimam sá pinto
-moutinho passa a roupeiro
-paulinho passa a nº10

Alguem que abane com aquilo!!

Helder disse...

IBenfiquista:

Simplesmente divinal o seu comentário.....

o lado do futebol disse...

Boas.

Dê a sua opinião sobre a actual situação do Sporting.
Quem são os culpados?
Que erros foram cometidos?
Entre outras razões para a o actual momento do clube leonino...

Deixe a sua opinião em:

http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/02/sua-opiniao-tambem-conta-quais-razoes.html

Abraço.

pge disse...

E já agora nessa conversa das associações há a destacar um monstro, monstro no verdadeiro sentido da palavara, Adriano Pinto.

No meu tempo de imberbe tinha pesadelos com ele, além de ter uma fronha medonha juntada um latir que assustava.
Quantas e quantas "Bolas Brancas" não tive de aturar este assunto das associações...Tantas vezes ouvi que percebi que era aqui que tudo começava.