blog

quinta-feira, agosto 19, 2010

Makukula

Uma das coisas que mais impressão me causa é a dificuldade em que o Benfica tem de resolver a situação dos seus excedentários. A maioria até tem qualidade para despertar interesse em vários clubes. Surgem notícias sobre o interesse de clubes em jogadores como Halliche e Yebda e nada se resolve. Makukula que foi o melhor marcador da Turquia podia ter sido vendido mas parece que o Glorioso recusou a proposta que teve e continua por colocar o jogador. Entretanto os jornais noticiaram o interesse do Marítimo nos préstimos do jogador e, segundo as mesmas notícias, tal foi recusado pelo campeão nacional. Porquê?? Sinceramente não percebo. O jogador ficava em acção, perto dos nossos "olhos" e, acima de tudo, satisfazia-se um pedido de um clube que entrou em rota de colisão com o clube corrupto. Seria uma excelente oportunidade para quebrar uma aliança antiga e reforçar laços que podem ser importantes num futuro que se pretende livre dos esquemas mafiosos do clube corrupto e seus muchachos.

PS: Entretanto Jorge Ribeiro vai para o Guimarães. Menos um problema por resolver.

17 comentários:

Pedro Fernandes disse...

«Entretanto Jorge Ribeiro vai para o Guimarães. Menos um problema por resolver.»

Vai mesmo, Pedro?
É que já no ano passado, em Janeiro, salvo erro, ouvi essa estória!!!

Anónimo disse...

halliche ja treina no Fulham... Makukula a clausula de compra não foi accionada, pk não havia dinheiro e o jogador não queria continuar no clube, yebda ainda nao tem propostas... portanto temos de dar tempo

Vermelhusco disse...

O Halliche la nos rendeu algum dinheiro pois foi vendido ao Fulham.
O Yebda tambem deve sair. O caso do Makukula e que e mais bicudo. O Benfica nao pode ser inflexivel se quiser encaixar algum dinheiro com a venda do jogador, mas tendo em conta o desempenho dele na ultima epoca tambem nao pode aceitar qualquer proposta.

Mas concordo que deveriam emprestar o jogador ao Maritimo para solidificar essa "alianca". Contudo ainda faltam 11 dias ate fechar a epoca de inscricoes logo o jogador ainda pode ser vendido ate essa altura. Temos que esperar mais uns dias para resolver isto.

John Billy #32 disse...

Por mim era logo vendido a primeira oferta, tal como o Yebda ou o Halliche.
Parece que a direcção faz-se de difícil, mas depois acaba sempre por emprestá-los a pressa e ainda temos que pagar vencimentos.
Ainda em relação a contratações, quero responder ao Miguel Lopes: o Aimar e o Saviola não são jogadores de créditos firmados? Mas alguém desses dois veio para o Benfica para provar alguma coisa?
Devemos ter um conceito diferente sobre o que é um jogador de créditos firmados.
Para mim é um jogador que é contratado para entrar logo no onze como titular. E para esse jogador não pode haver desculpas como "adaptação" ou como "ainda tem que ser trabalhado, tem que evoluir", "é preciso paciência".
De todas as contratações que foram efectuadas, e não foram poucas (Jara, Gaitan, Fábio Faria, Roberto, Alípio e Rodrigo), nenhuma encaixa nesse tal perfil de jogador de créditos firmados.
Pior do que isso, é que os outros reforços que são falados (Traoré e Sálvio) também não encaixam nesse perfil.
E a desculpa de falta de dinheiro não pega.
Ainda hoje fala-se de 2 milhões de euros para vir durante um ano o Sálvio! Mas que merda é esta?
Andamos a brincar a quê?
8,5 milhões por um reserva e agora 2 milhões pelo empréstimo de outro?
O Vieira se fosse homem tinha que explicar muito bem esses negócios com o Atlético. Depois os outros é que são os abutres e os oportunistas. Devem ser mesmos os outros que se servem do Benfica para interesses pessoais. Só de pensar nisto até me dá uma volta no estômago.

Mário Lopes disse...

«A bola» diz que Sálvio é do Benfica... Não sei se isto é bom se mau. Gostava de saber os valores do emprestimo uma vez que o clube corrupto tudo fez mais uma vez para inflacionar a transacção...

VHugo disse...

O caso Makukula é de difícil compreensão! Já aqui se disse que deveríamos empresta-lo ao Marítimo e eu concordo. Mas atenção sempre com aquela ressalva que o jogador teria de se lesionar na semana em que jogasse contra o SLB tal como faz o Porto com os seus emprestados.

www.forcamagicoslb.blogspot.com

www.ocolecionadordecachacois.blogspot.com

iBenfiquista disse...

Eu gostava de saber é se nos valores do empréstimo já estão incluidos os ordenados, ou parte, do jogador. Como no caso do Roberto. Do que ninguém fala.

Constantino disse...

1. Refugo
A capacidade negocial do SLB fica bem patente na capacidade que temos de nos livrar do refugo: quase zero. Não tenho dados, mas desconfio que Yebda deve ser o unico Mundialista a treinar à parte num clube e sem propostas. Caramba se ate o Halliche nós vamos vender, o que se passa com o Yebda? E neste caso, se não o vendem ao menos que o integrem no plantel. Ou ele não tem lugar num plantel que tem Luis Filipe, Peixoto, Menezes e Balboa? Este é daqueles casos que se devia exigir uma explicação à direcção do SLB. A cada minuto que passa mais se desvaloriza um activo valioso (afinal de contas ate esteve na Premier League 1 ano).
Quanto ao Makukula, tambem sem dados, desconfio que deve ser o unico avançado com mais de 20 golos numa época que não consegue arranjar colocação. É inacreditavel que num Mundo em que os avançados são sobre valorizados, o SLB não consiga comercializar um homem que fez 20 e tal golos numa época. E não me venham com tretas de que ninguem paga a clausula dele, tambem ninguem pagou a do Di Maria e do Ramires e eles já são histria. Ou o que o LFV queria dizer era "só 1 jogador não sai abaixo da clausula" e esse jogador é o Makas?

2. Salvio
Desde inicio que disse que Salvio é um grande jogador mas não é extremo, não tem as caracteristicas que mais precisamos. Desde inicio que este era um mau negocio, pelo jogador, pelos contornos e pelo clube a quem ele pertence. Contudo, com a entrada em cena do braga B o SLB ficou entre a espada e a parede: ou fazia um mau negocio ou ficava uma vez mais com o onus de fraqueza negocial. A ser verdade que o contratou, o SLB tomou a decisão correcta. Era o jogador que queriamos e indepndentemente das interferencias, foi o jogador que contratamos. Não sou defensor de que devemos cometer loucuras só por causa de um clube regional, mas tudo tem limites e chega um ponto em que temos que agarrar as redeas e mostrar às bestas quem manda.

Miguel Lopes disse...

Caro John Billy, temos conceitos diferentes. Para mim, Aimar e Saviola foram duas aquisições de risco que correram bem. Aimar então é o meu jogador preferido do Benfica mas isso não quer dizer nada. Tanto ele como Saviola relançaram as carreiras que estavam num sentido descendente. Créditos firmados para mim é um jogador que vem de uma boa equipa europeia onde foi titular absoluto. Infelizmente não há jogadores de créditos firmados que queiram vir jogar para Portugal. Só há dois tipos de bons jogadores que vêm parar a Portugal, os provenientes de campeonatos sul americanos, africanos, etc. e os jogadores que por opção não jogaram nos seus clubes. Dou um exemplo, Quaresma é um jogador de créditos firmados? Para mim não é. É um grande jogador que falhou no Inter e no Chelsea e que optou por relançar a carreira na Turquia. Se viesse para o Benfica, era um grande risco porque iria custar uns 10 ou 12 milhões, ganhar uns 6 ou 7 milhões num contrato de 5 anos e não sabemos se iria dar retorno desportivo quanto mais financeiro. Já o Simão, por exemplo, é agora um jogador de créditos firmados. Foi titular absoluto nas últimas quatro épocas de uma boa equipa europeia e muito dificilmente viria para Portugal nestas condições. Para o ano, em fim de contrato, quem sabe se não volta mas considero muito difícil um jogador que tem lugar a titular numa boa equipa espanhola vir parar a Portugal. Só mesmo em fim de carreira e por amor ao clube como fez o Rui Costa e poderá eventualmente fazer Simão. Mas isto é a minha opinião. Vale o que vale.

Pedro Vagos disse...

Tirando o 1º parágrafo, subscrevo o post do John na íntegra.

LC disse...

"8,5 milhões por um reserva e agora 2 milhões pelo empréstimo de outro?"

Até podia concordar com esta informação, mas é uma comparação totalmente ridícula... o Atlético Madrid tinha 7 extra comunitários, 4 tinham de ficar de fora das convocatóriaseste ano são 5 e ficam 2 de fora, considerar o Sálvio um reserva é parvoíce, era tão só suplente de Simão/Reyes/Maxi Rodriguez, imaginar o plantel do Benfica no ano passado e ter como extra comunitarios (que não eram) Aimar, Cardozo, David Luiz, Ramires, Saviola, Luisão... três teriam de ficar de fora jogo a jogo... seriam reservas?

John Billy #32 disse...

Parvoíce é falar sem ter conhecimento de causa. E além disso, dizer mentiras.
O Maxi nunca coincidiu com o Sálvio.
Basicamente, o Atlético tem o Simão e o Reyes para as alas mas nem como alternativa o Sálvio serve para eles.
Além disso sabes para quem o Sálvio perdeu o lugar de extra comunitário? Para aquele Diego Costa que esteve no Braga e no Penafiel. Não foi para nenhum Ramires, nem Luisão...

Pedro disse...

John, atenção, estamos a falar de Quique Flores pelo que as suas opções não são para ter em conta no q diz respeito à qualidade dos jogadores.

Saviola e Aimar contratações de risco? Não sei se concordo pq Aimar e Saviola além de terem uma qualidade acima da média reconhecida por todos nunca foram jogadores de conflito, de confusões, de noitadas, etc. Aceito o risco das lesões de Aimar, é correcto mas de resto era, simplesmente, saber se tinham vontade de jogar e essa dúvida existe em quase toda as contratações. Contratar um Robinho ou um Ronaldinho é que seria, para mim, um enorme risco pq são jogadores com uma faceta mais festiva e com mais vedetismo q poderiam facilmente por o eu à frente do nós.

John Billy #32 disse...

O que tem o Quique Flores?
Não ganhou a Liga Europa? Em que lugar ficou o Benfica nessa competição?
Queres ver que o homem não percebe nada de futebol.

Vermelhusco disse...

John para mim o Quique mostrou que nao percebe muito de futebol no Benfica. A vitoria na UEFA aconteceu como podia nao ter acontecido.

O Sporting tambem nao foi a final da UEFA?? E onde anda o Peseiro agora?

O Quique nao conseguiu fazer nada com o Atletico no campeonato espanhol.

John Billy #32 disse...

Vermelhusco, uma coisa é chegar a final, outra coisa é vencê-la.
E no meu ponto de vista podíamos chamar burro ao Quique se tivesse dispensado o Reyes ou o Simão para ficar com o Sálvio.
Como não foi o caso...

José Marinho disse...

Meu caro Vermelhusco, vou informá-lo, já que parece desconhecer o paradeiro do treinador José Peseiro...é seleccionador nacional da Arábia Saudita, tem um contrato hipermilionário, está a fazer um trabalho notável, e recentemente recusou propostas para treinar a selecção da Nigéria, no campeonato do Mundo, Besiktas, antes de Schuster assinar e foi sondado, desde Dezembro, para treinar o FC Porto, tendo estado, até ao dia que André Villas Boas assinou pelo clube, na short-list de três nomes, de onde saiu o nome do jovem adjunto de Mourinho. Só para situar as coisas, em nome do rigor e da verdade. E sim, antecipando uma eventual pergunta sua, é um dos treinadores que gostaria de ver treinar o Benfica, no futuro. E olhe que há boa gente, na administração da SAD do nosso clube que pensa como eu, assim que acabar o actual mandato de Jesus.
E sobre Quique Flores, convém não esquecer que a carreira do espanhol não começou no Benfica. Como treinador de elite, em Espanha, começou no Getafe, foi aliás o primeiro treinador do Getafe na Primeira Divisão, fez uma época sensacional e é dele o mérito especial de ter transformado o Getafe num clube de classe média da liga espanhola. De resto, comportou-se tão bem, que se transferiu para o Valência onde confirmou a qualidade de treinador jovem, detalhista e actualizado. Podem não gostar do seu trabalho no Benfica - eu pessoalmente não gostei - mas a vida profissional de Quique Flores não começou nem acabou no Benfica. E na época passada, não substimem o valor do seu trabalho. Ganhou a Liga Europa, foi finalista vencido da Taça do Rei e conseguiu colocar a equipa a meio da tabela, depois de a ter apanhado, a roçar a linha de água.