blog

quinta-feira, novembro 25, 2010

Brio?

Estas duas fotografias deviam ser penduradas, uma no gabinete do treinador, outra no balneário, até ao final da época. São duas manchetes que deviam ferir o orgulho e o brio profissional de todo o grupo de trabalho do Sport Lisboa e Benfica e, como tal, deviam provocar uma raiva interior que deveria ser dirigida para dentro do relvado, para um resto de época cheio de raça e vontade de fazer engolir estas palavras aos artistas que as escreveram/publicaram. O Record goza à descarada com Jorge Jesus enquanto que A Bola ataca a dignidade dos jogadores. Ficarão sem resposta? Sentirão os jogadores, que são os alvos da mensagem, o mesmo que eu sinto quando vejo estas primeiras páginas? Ou dirão para os seus botões “quero lá saber, no final quem ganha o dinheiro sou eu”?

Caros amigos, sou muito sincero, se depois destas duas tareias, desta humilhante eliminação e desta chacota pública, a nossa equipa (treinador/jogadores) não tiverem uma postura de defesa da sua honra quer como homens quer como profissionais é porque, usando a terminologia da capa, não querem e como tal já não há qualquer remédio para esta época e será um penoso arrastar até ao fim.

30 comentários:

Mar de Chamas disse...

Pedro uma brilhante ideia.

Será que não tem orgulho?
Será que não sentem o peso da humilhação?
Será que não sentem a responsabilidade do símbolo que usam no peito?

Éter disse...

€€€€€€€...

Diogo disse...

Pobre noite a de ontem... falhámos em todos os aspectos, mas não é por isso que vou deixar de apoiar o meu clube, pq acima de qq jogador ou treinador ou presidente está a instituição por quem sofremos e amamos.
Espero que a resposta a isto tudo seja realmente vitórias e mais vitórias, mas estamos em Novembro e eu já percebi o que realmente nos espera para o resto da época...
Há algum tempo que já não sentia isto... infelizmente parece que terei de voltar a sentir o mesmo.
De quem é a culpa? De todos... mas acima de tudo do treinador a meu ver. Má gestão, má preparação, completamente a antítese do q era na época passada. Não entendo. Mas isto, afinal de contas, é futebol...

D.Clemente

damit1@live.com.pt disse...

FALTA DE CLASSE!!! Sem brio e sem coragem, estes senhorzinhos dos milhões irão como esta crise mundial. Que se lixe, quem pagará não serão os novos-riquinhos!!!
Serão os otários que semana a semana pagarão bilhetes e passarão mal para dar conforto a estes inertes. TOU F#D"dO!!!!!Que falta de personalidade!!!
Abraço

Álvaro Martins disse...

O pior é que têm razão. Vergonhoso. Descalabro total. A humilhação no porto e agora isto. Que se fodam, eles é que o ganham.

Helder disse...

Eu bem disse que este ano iamos penar mt.......

Anónimo disse...

- DEMISSÂO DE JESUS, A RELAÇÃO COM O GRUPO DE TRABALHO É IMPOSSIVEL...

- DEMISSÂO DA DIREÇÂO E MARCAÇÂO DE ELEIÇÔES ANTECIPADAS PARA JUNHO.

- HUMBERTO E MOZER TOMAM CONTA DA EQUIPA ATÉ LÁ.

Daniel

J.P. disse...

Pedro, a acrescentar a essas capas faltam todas aquelas em que LFV dizia, entre outras baboseiras, que iríamos voltar a ser grandes na Europa, maiores até que o Real Madrid! Ridículo! Esse senhor é o grande responsável por estas derrotas, pelos Rodrigos e Alípios, pelos 8,5 milhões pelo Roberto e pela gestão danosa da qual o nosso clube é alvo e pela qual nunca assume responsabilidades. Mas os cães ladram e a caravana passa. Sábado lá inaugura mais uma casa, diz umas larachas acerca do apito dourado, do corrupto do pdc, diz que fez o estádio e o centro de estágio, que quando chegou só tinha as pedras da calçada, o povão bate palmas e "no pasa nada"...

André Leal disse...

Não concordo com o despedimento do Jesus a menos que o problema, que está provado que existe, seja entre ele e os jogadores. E mesmo se for isso há que apurar quem tem razão. Se forem os jogadores o JJ terá que sair, ficando os benfiquistas eternamente agradecidos pela época passada (pelo menos eu). Se for o JJ têm que se despachar os líderes da "revolução" em Janeiro.

E a quem cabe averiguar isto? Para mim a resposta é clara: Rui Costa. De preferências sem intervenção do LFV que, onde mete a mão em questões de futebol, normalmente faz merda.

Mas sinceramente não me parece que seja este o principal contribuidor para o problema existente, pois ele e a maior parte dos jogadores são os mesmos da época passada e nessa altura não passaram problemas cá para fora.

O problema nunca é só um. É um agregado de vários problemas que, em conjunto ou em sequência, contribuem para o imbróglio que se criou.

Uma modesta sugestão do que se passou.

1 O Benfica perde Ramires e Di Maria substituindo-os por jogadores que, não sendo maus, não estão ambientados como os anteriores.
2 Os Prémios relativos à época passada ficam (eventualmente) por pagar
3 Benfica perde com os corruptos para a Supertaça
4 Mal-estar normal decorrente duma derrota contra um inimigo
5 Derrota com a Académica e Nacional
6 Mais mal-estar e dinâmica de derrota
7 Derrota com Guimarães
8 Consciencialização que há demasiadas forças contra o Benfica
9 Derrotas para a Champions
10 Perde-se a oportunidade de demonstrar que ganhamos com árbitros justos
11 Goleada com os corruptos
12 Igual ao ponto 4 acrescentando o facto de termos sido goleados
13 10 pontos da lideranca
14 Derrota com Hapoel e eliminação da Champions

espero que o 15 seja como diz o iBenfiquista:

Batemos no fundo e agora começamos a recuperar.

Não me canso de dizer que se ganharmos todos os jogos até ao fim do campeonato dificilmente não seríamos campeões. O único jogo verdadeiramente difícil é com os corruptos em casa, mas quem perde com o Hapoell...

iBenfiquista disse...

Ok, Daniel, vamos fazer como tu dizes. Porra, finalmente um gajo com ideias. Já não era sem tempo!

Anónimo disse...

Daniel, mandas o Jesus embora e vai para lá quem? Mandar agora o treinador embora é um autentico tiro no pé. a vinda dum treinador implica um novo modelo de jogo a ser implantado o que demorará certamente muito tempo. Depois este pega no plantel que não é seu (minado com problemas no balneário) e tem margem curta de manobra. ou seja, não tem direito a reforços e ainda por cima tem todo o mundo encima dele. Por outras palavras, tem todas as condiçoes para fracassar.


nao se lembram o que aconteceu com o fernando santos? o camacho e o chalana não fizeram nada porque não tinham condiçoes.

não se lembram do carvalhal que nem de perto conseguiu fazer um trabalho semelhante ao do paulo bento?

não se lembram da dança de treinadores no nosso rival do norte, quando fomos campeões pela penultima vez.

Se é para demiti-o que seja no fim da época que dá tempo para o seguinte se ambientar e preparar.

ps: Daniel, quanto às eleiçoes concordo, caso não ocorram melhorias imediatas. os benfiquistas devem mobilizar-se porque isto já está a ser mau demais.

JS disse...

A capa do Record está muito boa.

PS: mas afinal, a ideia não era boicotar a bola por causa do caso que levou à saída do RAP, em solidariedade com ZDQ ?!

Imagino a quantidade de Benfiquistas que compraram hoje os jornais, enquanto que na blogoesfera benfiquista nuito se cita a bola de hoje.

Kitnoce disse...

Rumo ao 6° lugar....

Pedro disse...

JS não posso falar pelos outros mas as referências que tenho visto ao jornal A Bola podem todas ser consultadas on line... Eu não compro jornais há muitos anos, abro excepção qd somos campeões.

O problema não se resolve com a saída de Jesus pq o problema vem de cima, vem de quem criou este ambiente adverso, vem de quem criou problemas onde não existiam. Só faz sentido Jesus sair se outros o acompanharem.

André, a época, em termos de título de campeão, está perdida, não tenhas a menor dúvida. O clube corrupto nunca perderá 10 pts. Se o grupo de trabalho quiser, se tiver brio e dignidade, se tiver respeito pelos adeptos que nunca lhes faltaram com apoio incondicional, podemos perfeitamente fazer um resto de época bom o suficiente para segurar com tranquilidade o segundo lugar e ganhar qqr trofeu secundário ou ainda ambicionar o sonho de uma conquista europeia. Basta quererem!!!!

Anónimo disse...

Detesto este benfiquismo que só sabe atirar pedras. No início da época, eram uns heróis, agora são umas bestas. É convosco. Para mim, enquanto vestirem aquela camisola, serão sempre os maiores. Há muitos anos que não tínhamos um treinador tão bom e há muitos anos que não tínhamos um plantel tão bom. As coisas estão a correr mal, mas não ajuda a estupidificação dos benfiquistas. É para estes momentos que servem os 6 milhões.
Mário

John Billy #32 disse...

"«Temos o plantel que Jesus pediu» - Luís Filipe Vieira
Por Redacção

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, concedeu extensa entrevista ao jornal do clube, que vai para as bancas esta sexta-feira.

O líder encarnado deixou praticamente assente que não haverá lugar a mexidas no plantel durante a reabertura do mercado de transferencias, em Janeiro. «Parece-me que este será o plantel até ao final da época» afirmou. «Se porventura o nosso treinador entender que deve ser feito um reajustamento no plantel, iremos ponderá-lo em termos financeiros. Se o pudermos fazer, fazemos. Mas temos o plantel que ele pediu e só se aparecer uma oportunidade de negócio é que iremos ao mercado», admitindo que «dos cerca de 20 jogadores falados na imprensa apenas um tem ponta de verdade».

Sobre a alegada má relação com o técnico, Vieira negou-a, mas admitiu… «diferenças»: «Nao tenho qualquer má relação com Jorge Jesus, ainda no domingo almoçámos juntos. Agora, na forma de viver, de compromisos com o Benfica, talvez seja diferente, porque nem todos somos iguais. Por exemplo, a minha mulher reclama de eu viver tanto o clube. Mas, repito, na relação com ele nao há nada a apontar.»"

Aí está a imagem de um líder!!!
Comparem só com o Pinto da Costa.
Alguma vez o presidente do Porto atira a responsabilidade para outros?
No Porto tudo o que acontece é responsabilidade exclusiva do Pinto da Costa. Tanto as vitórias como as derrotas. Por isso eles têm um líder forte e nós temos aquilo.

John Billy #32 disse...

E também concordo com eleições antecipadas. Para Junho. Assim toda a gente tem tempo para se preparar.
Não quero voltar a ver um tri ou um tetra do Porto.

Hugo disse...

Sinceramente e olhando para os jogos e analisando-os, não consigo dizer ou ver que a culpa disto tudo é do LFV ou do Rui Costa (não sei como o conseguem mas adiante).
Perdi totalmente a confiança no Jorge Jesus, toda aquela que ele me deu na época passada.
Estou à vontade para o dizer até porque fui sempre um defensor dele, antes de vir para o Benfica eu sempre achei que ele poderia fazer mais e melhor que Koeman, Quique, Jesualdo, etc, etc. E assim foi.
Hoje vejo nele, uma limitação táctica e uma teimosia que estão a apagar tudo de bom que fez no Benfica.
Será assim tão dificil de ele compreender que há algo a mudar?
O Benfica da época passada tinha um dos melhores jogadores da Liga Espanhola actual, tinha ainda outro jogador que dava consistência ao meio campo que ao mesmo tempo sabia e conseguia esticar o jogo e compensar.
Estes dois jogadores, mas principalmente o Di Maria, eram a dinamica do Benfica. Pois era ele que desiquilibrava mais, era ele que colocava mais velocidade no jogo e sobretudo foi ele, que proporcionou a excelente finalização (golos) que o Benfica obteve.
Não temos Di Maria nem Ramires, mas ficámos com Saviola, Cardozo, David Luiz, Coentrão, Aimar, Javi Garcia, Luisão, Maxi, Martins, Airton, Peixoto, Weldon, Amorim, Nuno Gomes, Moreira, J. César, Kardec, Sidnei e Menezes. Todos eles contribuiram (uns mais que outros) para o excelente futebol praticado durante a época.
Ao meu ver ficámos mais fortes na baliza com a entrada de Roberto.
Gaitan, Jara e Salvio deveriam e devem ir crescendo, mas nenhum é Di Maria nem Ramires.
Este 4-4-2 actual e que assistimos durante a época passada não funciona, porque não há jogadores com as mesmas caracteristicas.
Gaitan não é Di Maria, porque Di Maria é actualmente um dos (se não for mesmo o melhor) na sua posição.
Se o Barcelona ficar sem o Messi, a equipa abana.
Se o Real ficar sem Ronaldo, não rende tanto.
Di Maria estava (a meu ver), para o Benfica como estes estão para as suas equipas, isto claro em termos de dinamica atacante.
Gaitan deveria entrar e evoluindo com a equipa e isso não aconteceu.
Jara deveria ser titular com a ausência do Cardozo ou pelo menos ser mais opção e nunca o foi.
Quando na pré-época o Benfica mudou o 4-4-2 para outro sistema, mostrou que jogava bom futebol e concretizava.
Tinha Saviola, Jara e Kardec (depois Cardozo) no trio de ataque.
O meio-campo funcionava numa especie de losângulo com Aimar, Martins e Airton (a melhor opção a meu ver, de Aimar e Martins coabitarem no mesmo onze).

Porque é que Jesus abdicou desta táctica de repente?
Porque é que depois de maus resultados, continua constantemente a cometer os mesmos erros?
Porque é que Jara não é opção?
Porque é que Weldon ou Nuno Gomes que foram importantes em alguns jogos deixaram de ser opção?
Porque é que Peixoto não joga (a médio) no 4-4-2?

Será que temos um Treinador que não sabe mais? Ou estará assim tão comprometido com algo que nem reacção tem nos jogos, como tinha?

David De Oliveira disse...

Acabei agora de ler um comentário no blog geração Benfica que da muito que pensar e peço desde ya desculpa ao “Transmontano” por fazer o copy paste mas não resisto a partilhar isto convosco. Pelo menos a historia do Estádio são factos e não invenções!! 

“TRAMONTANO disse...

Mas e bem verdade.
O Vieira conseguiu ( om as agencias de comunicaçao) virar a cabeça de muitos Benfiquistas, principalmente daqueles que so conhecem o Benfica pela imprensa, indo mesmo ao ponto de convencer ate aqueles que nao o apoiam, como o autor do post.
Nesta sexta Vieira, e porque a coisa esta preta, Vieira vai dar uma entrevista ao Jornal Benfica ( recomendada pela agencia de informaçao do seu amigo lagarto, Cunha Vaz)porque assim so diz o que pretende.
Vai voltar a dizer que a culpa e do Vale e que agora e que vai ser.
Os Benfiquistas, com medo que volte um lobo mau, agradecerao mais uma vez a lembrança.

Dizia eu acima, que mesmo os que nao apoiam Vieira, continuam tambem eles a justificar o passado com o Vale pois e raro o dia que na maioria dos blogues o desgraçado Vale nao e chamado a baila.

Eu pergunto a quem tanto fala de le que relate aqui o que ele roubou, como roubou e como foi julgado.

Se sabiam que o Vale queria recuperar o estadio antigo que ficaria com capacidade para 80.000.

Que sendo nas grandes obras que se podem fazer as maningancias ( a moda dos governos o nosso estadio foi orçado em 24M contos e depois custou 32M contos)porque e que o Vale so pretendia gastar 8M contos na remodelaçao do estadio e ainda receberia o apoio estatal.

Nao ganhou Vale o processo a Olivedesportos e nao era sua intençao de seguida atacar o sistema corrupto. E que fez o grande Vilarinho de seguida. Retirou o processo do supremo, fez as pazes, indmnisou com acçoes da Sad o oliveirinha e fez im contrato ruinoso por 12 anos. Se calhar nao sabem quem foi o maior contribuinte para a campanha do Vilarinho e outras que que se calhar nao vale a pena, e passado.

Isto sao verdades, nao sao?

Ha um senhor que foi o grande coveiro ( para nao usar outro nome mais forte)que deixou o clube arruinado desportiva e finaceiramente e continua a passear-se por ai e se calhar ainda vai ser Aguia de Ouro, esse mesmo, Manuel Damasio.

Como isto vai longo a dizer tudo o que sei, nunca mais acabava, so vos digo, eu que conheço bem os tres e acompanhei o Bnefica vem por dentro.

A beira destes dois o Vale e um menino de coro e o Vieira e o Xerife.

Deixo-vos uma pergunta:

Quem tera mais vontade, o Vieira, que o JJ se demita ou JJ que o Vieira o mande embora.

Vamos ver quem ganha o braço de ferro e entretanto o Benfica sofre e nos tambem.

Sabem, nisto do futebol, nem tudo o que parece e.
Abraço

26 DE NOVEMBRO DE 2010 00:26

Anónimo disse...

Caro Hugo,
“Quando na pré-época o Benfica mudou o 4-4-2 para outro sistema, mostrou que jogava bom futebol e concretizava”.
O problema é que o treinador percebeu que a equipa não tinha consistência defensiva, sofria(e sofre) mts golos.
Depois a questão do Coentrão e do Peixoto.
O C.Peixoto no meio-campo não é solução(ver o encontro da supertaça) e colocar o Coentrão a lateral é perder o único elemento do plantel capaz de acelerar o jogo (ele faz isso frente a adversários mais fracos, mas com equipas capazes, fica com tarefas a mais para cumprir).
A solução seria o clube contratar laterais, neste caso esquerdo. Ou então,ir buscar um jogador para o meio campo, capaz de cumprir a preceito tarefas defensivas e ofensivas.
Chega a ser bizarro que o Benfica não tenha um único lateral de raiz no plantel.
Atentamente,
a.p.

Pedro disse...

a.p., a dupla Coentrão/Peixoto deu festival na Luz contra o Lyon. O rendimento do Coentrão é muito superior qd o Peixoto joga à sua frente.

Não tenho qqr problema em ir buscar alguem melhor q o Peixoto mas gostava q os benfiquistas percebessem q a equipa ganha muito mais com ele em campo do q perde...

DeVante disse...

Fodas!
Já anda toda a gente a pedir o Peixoto! Mas andamos aonde?

Quer dizer, se não levamos com o Peixoto, levamos com o Kardec...

Tamos fodidos, tamos!

Anónimo disse...

Um presidente e um director desportivo que têem a lata de nâo dirigir uma palavra que seja aos sócios depois do descalabro das últimas semana são aqui e em qualquer parte do mundo...uns grandes filhos da puta. Como sócio sinto NOJO desta gente!!!!

Daniel

Chefe disse...

Logo vi que a culpa é sempre do treinador e não de quem lá anda há 10 anos com os mesmos resultados... Hoje já sacudiu mais um pouco água do capote... com que então o treinador tem a equipa que queria? Que eu me lembre o treinador pediu jogadores experientes e não juniores do Castilla. Só engana os tolos LFV. E até almoça com o treinador imagine-se... O Camacho que o diga.

J.P. disse...

Daniel, falo minhas as tuas palavras. É indecente o presidente deste clube ainda nada ter dito nada a não ser sacudir a água do capote dizendo que JJ tem o plantel que pediu. O habitual portanto. Quanto a Rui Costa para mim perdeu toda a credibilidade que tinha e não passa de um mero assalariado do clube, um fantoche nas mãos do vieira.

Anónimo disse...

Caro Pedro,
Apesar de compreender o que diz acho que quem se presta à exibição de Israel ou no Dragão não será beliscado por capas de jornais. O problema do Benfica não é futebolístico, é de atitude e de Benfiquismo. O profissionalismo nunca deveria subsituir o benfiquismo, antes pelo contrário, deveria complementá-lo e hoje vemos os jogadores comprometidos com o dinheiro, um treinador comprometido com a projeção pessoal e um presidente comprometido com o poder.

e nós, nós é que somos os únicos compromeitods com o Benfica.

Por mim, rui costa a presidente.úm dos nossos.

http://benficadependente.blogspot.com

iBenfiquista disse...

Um conselho de amigo a todos os anti-benfiquistas que comentam aqui: vão ao blogue "obelovoardaaguia", e leiam o brilhante posto do puto BT26 intitulado, "Análises de merda".

Aprendam de um miúdo verdadeiramente benfiquista, com uma inteligência e especialmente uma capacidade de analise claramente superior à média, e que é raro encontrar em Portugal. Um pais de maus matemáticos.

Anónimo disse...

QUALQUER benfiquista que olhe para o jogo do Benfica em Telavive apenas com olhos para esse jogo não pode de deixar de se sentir acometido por uma estranha mas genuína sensação de pena de Jorge Jesus. Mais do que dos jogadores.

Hoje, é Jesus o homem destinado a crucificar-se, e se qualquer benfiquista olhar, portanto, para o jogo de Telavive como o único jogo desta história, então não pode mesmo deixar de se imaginar na pele do treinador benfiquista: mas como é que foi possível perder este jogo por 3-0?

Coitado de Jesus; só lhe faltava mesmo ver-se associado a essa terrível lei de Murphy, segundo a qual «se algo se prevê que possa correr mal, então correrá ainda pior». Mais ou menos isto.

Digam lá, os benfiquistas, com franqueza: não sentiram a mesma estranha mas genuína sensação de que algo poderia correr mal no Estádio do Dragão? Pois correu ainda pior.

E desta vez: não terão sentindo, lá no fundo, a mesma estranha mas genuína sensação de que algo poderia correr mal em Israel? E, sinceramente, o que seria correr pior?

Apesar de apregoar, no início da temporada, ter a melhor equipa e a convicção de que o Benfica seria esta época bicampeão nacional, Jesus parece hoje, apenas três meses volvidos, um treinador destroçado, com muito menos alma e visivelmente mais descrente.

A equipa não podia ter começado pior o campeonato, mostrou relativamente cedo ter perdido boa parte da identidade vencedora que a levou ao título e, o que sempre me pareceu mais preocupante, foi perdendo espírito. Por falar em espírito e traduzindo o espírito da manchete de ontem de A BOLA faz realmente sentido perguntar: a equipa não pode ou… já não quer?

Para quem está de fora, é difícil, muito difícil acreditar que não haverá nenhuma razão de fundo para o Benfica ter mudado tanto do título para agora. É difícil.

Perguntarão: mas Jorge Jesus deixou de ser o bom treinador que a grande maioria reconheceu, sobretudo, na última temporada?

Como posso duvidar das qualidades técnico-tácticas de Jesus? Não posso. Mas posso duvidar de todas as outras. Diz Jesus: «De futebol sou eu catedrático.» Acredito. De tácticas, quererá dizer. Mas, desculpem lá o regresso do lugar-comum, um treinador de futebol é hoje muito mais que um treinador; é treinador, gestor de recursos humanos, comunicador, líder, confessor e conversor, manipulador e defensor; tem de contagiar, motivar, emocionar, congregar e confiar, ser eticamente solidário e tolerante, e, por fim, ser responsável, afirmativo e claro nas regras que impõe e na exigência que define.

Em qual destes aspectos mais será Jesus catedrático?

Já alguém ouviu o treinador do Benfica partilhar o sucesso com alguém da sua equipa técnica?

E alguém o ouviu assumir por inteiro a responsabilidade de uma única que fosse das oito derrotas que a equipa já soma nos 18 jogos oficiais que leva nesta temporada?

Jesus sabe de futebol? Saberá certamente, e talvez muito. Jesus é um bom líder? Infelizmente para ele e para o Benfica, parecem evidentes os sinais de que não será. E sem um bom líder, nenhuma equipa de futebol pode aspirar a ser verdadeiramente grande!

João Bonzinho

Anónimo disse...

Eu alertei antes de começar a época. Deram pouca importância porque era e sou anónimo.


Como é possível vender Di Maria ao desbarato?


e Ramirez?

Os jogadores não foram substituídos à altura, uma vez que os que vieram simplesmente não são dessa posição.


Para mim Vieira já acabou há muito, muito antes da época passada.

Que fazer?


Convocar eleições para Maio e as pessoas que dão garantias devem avançar sem medo.

Se tal não acontecer o triste espectáculo continuará.

Anónimo disse...

Caro Pedro
Os acontecimentos do Benfica-Lyon mostram na perfeição as diferenças entre o SLB desta época e o da temporada anterior, ainda por cima no mesmo jogo.


"O rendimento do Coentrão é muito superior qd o Peixoto joga à sua frente.", concordo parcialmente consigo, se estiver a falar relativamente à maioria dos encontros disputados na I liga do quintalinho do futebol português, que é pouco compettivo, desinteressante, mau e mt mal jogado.
Se estiver a falar das competições europeias, esse rendimento é sofrivel e não chega.
Continuo a não entender pq é que o Benfica não adquiriu laterais e pelo menos um médio, tendo em conta que o treinador insiste no mesmo modelo, mas já não tem os 2 melhores jogadores da época passada para fazer essas tarefas (Ramires e Di Maria).
Nesta altura, o Coentrão é o único capaz de acelerar o jogo e "fazer de Di Maria" nas transições e desiquilibrar as partidas.
Vendendo alguns passes dos mts jogadores que o clube tem emprestados, talvez desse para comprar algum lateral ou um médio/extremo.
Sem mais,
a.p.