blog

sexta-feira, novembro 12, 2010

Do céu ao inferno

Jorge Jesus chegou ao Benfica com a moral em alta e logo prometeu qualidade de futebol e resultados desportivos. Ao contrário de muitos dos seus antecessores, cumpriu o que prometeu e foi campeão, pela primeira vez na sua carreira, e deu ao Glorioso o seu 32º título adocicado pela conquista da segunda Taça da Liga e uma campanha interessante na Liga Europa. Tudo fruto de uma prestação fantástica da equipa de futebol que espalhou classe e magia pelos relvados onde jogou. Em Maio a nação benfiquista estava em total delírio, tinha chegado ao céu tantas vezes prometido e raramente cumprido.

Meses depois, os mesmos que ontem eram herois hoje conhecem o inferno e sentem na pele a maior máximo do futebol que de bestiais se passa a bestas em menos de nada. Jesus que andou no céu o ano passado entrou agora no inferno que não é o famoso Inferno da Luz que atemoriza qualquer adversário, é o inferno da Luz que é implacável para com os seus, que não perdoa erros e falta de resultados, o famoso inferno da Luz que enterra sistemáticamente jogadores e treinadores.

Jesus tem culpa própria porque as opções tácticas e técnicas são dele e é ele que terá de responder por elas. Agora terá Jesus culpa da pré época, da escolha dos reforços e dispensas? Uns defenderão que sim, que tendo sido ele a escolher os jogadores tem que ser culpado pelo seu maior ou menor rendimento. A pergunta é: terá sido mesmo ele a escolher? E se Jesus pediu 6 jogadores concrectos e não lhe foi dado nenhum? Terá ele culpa que a escolha tenha recaído na 4ª ou 5ª opção para cada posição por ele reclamada? Eu recuso-me a acreditar que um treinador que conheça a realidade do clube e do campeonato português queira como primeira opção um jogador como Huntelaar que é inalcançável aos nossos bolsos por isso, acredito que Jesus o desejasse mas duvido que Jesus o tenha dado como prioritário. E se Jesus emprestou alguns jogadores porque lhe garantiram a contratação de outros jogadores que depois não se concrectizaram não sendo possível voltar atrás com os empréstimos? Também terá culpa? Não me parece.

Mas não podemos ignorar erros próprios, não podemos ignorar que Jesus mantêm a aposta táctica da época passada apesar de ter perdido jogadores fundamentais nessa táctica e que não foram devidamente subsituídos. É Jesus que escolheu por de lado a táctica utilizada na pré época que tão bons resultados estava a dar, é Jesus o culpado pela táctica utilizada no Dragão que todos perceberam logo que seria má e também é Jesus o culpado por uma, talvez, falta de humildade e consequente desleixo competitivo dele próprio. Ele teve um papel fundamental nas conquistas da época passada mas não pode esquecer-se que não estava sozinho, que tinha um belo conjunto de jogadores.

Deve Jesus sair? Só um doido pode considerar essa hipótese nesta altura. Jesus é um treinador campeão, que nos deu uma época extraordinária, que percebe de futebol. Correr com um treinador à 10ª jornada depois de ter sido campeão não faz sentido nenhum. Por razões desportivas não faz qualquer sentido. Mas está a ser feita a cama ao treinador e basta ver as páginas dos jornais desportivos nestes últimos dias. O Record agora fala em 64 milhões que Jesus teve à sua disposição como se fosse ele o culpado do clube pagar mais de 8 milhões por um guarda redes do Sarogaça ou 3.9 milhões por um guarda redes de 17 anos totalmente desconhecido ou 5 milhões por um puto da cantera do Real para ser emprestado ao Bolton. De certeza que Jesus preferia pegar nesse dinheiro e o utilizar para um dos tais 6 jogadores por ele pedidos. Mas esta táctica não é original no reinado de Vieira, quando se ganha tudo está bem, mas quando se perde ele é o primeiro a deixar o treinador isolado. Foi assim com todos os outros. O culpado nunca é Vieira, esse nunca assume culpas, só méritos nos êxitos. Será que desta vez os benfiquistas vão-se deixar enganar novamente?

Sim, passámos do céu ao inferno em menos de 6 meses. Há imensas respostas para o porquê de tal situação. Esta ida a Angola podia servir para juntar todos à mesa e resolver qualquer assunto que esteja por resolver, para todos esclarecerem os seus pontos de vista e se criar uma união real e que todos procurem conquistar o que ainda estiver ao nosso alcance para ser conquistado. Se tal conversa existiu não sei mas acredito que temos todas as condições para sairmos do Inferno rapidamente, basta querer, bastar não repetir erros, basta existir união.

Ninguem mais que os benfiquistas quer vencer por isso acho que a melhor mensagem que podíamos dar a todos os responsáveis do clube era encher a Luz contra a Naval, são apenas 65 mil lugares, uma gota de água no enorme oceano que é a família benfiquista. Encher o estádio, mostrar que não toleramos jogos como o que fizemos no Dragão mas ao mesmo tempo mostrar que queremos vitórias, que queremos união, que somos campeões.

22 comentários:

Luís A. disse...

qual Inferno? o Inferno só se for o da Luz. Agora vir com posts sobre o treinador para quê? Perde o Jogo do Porto e ja ha polémicas é? Tambem não gostei nada do desempenho do JJ no dragay...mas andar a alimentar ...falsas questões criadas e empoladas pelos merdia...parece-me descabido. mas isto sou eu :)

Anónimo disse...

Vamos lançar um boicote ao jornal "A Bola", enquanto o Miguel Sousa Tavares lá escrever.
Divulguem pf

Pedro disse...

O post é mesmo para isso, para arrefecer um pouco as polémicas. É um facto q Jesus passou a ser criticado, passou de maior ídolo a pedir-se a sua saída. Isto é um facto. Daí ter passado do céu ao inferno. O post pretende dizer q a culpa não é toda dela, q há quem tenha maiores culpas e está a usar a imprensa para passar o peso da situação para Jesus.

Mário Lopes disse...

Mas quem é que fala numa hipotética saída do JJ além dos Media que precisam de vender, ou de um ou outro patético anónimo-corrupto-lagarto que por aqui passe(?)!

Até porque na eventualidade disso ter algum cabimento, não há treinador algum livre e melhor que o JJ e que ao menos conheça a nossa Liga... Isso seria simplesmente o maior erro de gestão da era Vieirista. E ele já conta com alguns...

Que atrocidade!!!

Pedro disse...

Mário, por essa blogoesfera muitos benfiquistas já defendem claramente nessa opção.

Boicte à Bola, ao Record e ao Jogo já dura, da minha parte, à vários anos...

Anónimo disse...

"Já aqui tinha vertido umas lágrimas pelo (meu) Benfica. Eu, que sou um mero simpatizante (desde o berço), e que vejo hoje fundamentalismo de sócios frescos, que nunca percebi que gostassem de futebol. O que me preocupa não é (só) a equipa jogar mal. O que me preocupa não é só a fragilidade, a mavieza, o castelo de cartas da formação principal. O que me preocupa não é só a evidente falta de banco, que faz tremer os adeptos sempre que é necessária uma substituição. O que me preocupa não é só a perda de cabeça de veteranos e jovens. O que me preocupa não é estarmos a meio da época, e a equipa ainda andar a recuperar de mazelas. O que me preocupa não é a falta de promoção de mais jovens valores nacionais, sobretudo quando as estrelas de fora são páldas, demasiado pálidas.
O que me preocupa mesmo é a cegueira dos que arranjam desculpas para este estado de coisas, ou a irresponsabiliddae dos que atribuem os nossos males a conspirações externas.
Para curar a doença, é olhar para ela".

Nuno Rogeiro
Sábado

Jorge de Gaia disse...

Por muito más que tenham sido as contratações a equipa é melhor que Académica e Guimarães que têm mais golos marcados do que nós. O Benfica tem 13 golos marcados em 10 jornadas.
Aí a culpa é toda do Jesus, também sou contra demissões de treinadores campeões mas tal como reconheço mérito ao Jesus pela época anterior também não tenho dúvidas que o que se passa esta época é culpa dele.

As cinco jornadas anteriores davam-me alguma esperança, os jogos contra o Lyon e contra os andrades tiraram-ma.

JNF disse...

Jesus tem sido um dos principais culpados pelos vários erros desta época. Desde erros de casting na contratação de jogadores até erros na abordagem aos jogos e escolha do 11. No entanto se há alguém no Benfica capaz de ganhar e voltar a ganhar esse alguém é Jesus!

VHugo disse...

Só um grande clube como o Benfica consegue ter este misto de sentimentos!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/11/voltamos-ao-passado.html

Mário Lopes disse...

Pedro, sem comentário então... Acho que não passam de tolos ou (insisto) infiltrados para destabilizar ainda mais...

É um facto Jorge de Gaia, mas a académica não se tem que preocupar com a Champions, além disso, tem como treinador o Jorge Costa que pode vir a ser treinador do Porto e tal como o Paciência no ano anterior, se calhar tem padrinhos a protegê-lo... Adiante... Vejam a época do Braguinha este ano à custa da Champions...

Isto que citei pode não ser desculpa para tudo. Mas é eventualmente mais uma da vasta lista de razões da má prestação do Benfica esta época...

David De Oliveira disse...

Durante toda a pre-epoca conforme ia sabendo das movimentações, contrataçoes e planificação da mesma sentia um grande incomodidade, contrastava informações e tentava não acreditar nas más noticias e confiar na gestao que estava a ser feita desde a época anterior, mas aquele malestar estava lá. Depois do jogo da supertaça continuei a enganarme a mim mesmo. Depois do ultimo domingo por muito que queira acreditar que foi só um jogo não consigo... Señores, isto é a mesma historia de sempre. Agora percebo a 100% o que é a famosa estrutura. Para mim a paciência e a tolerância com o Sr. Luis Filipe Vieira acabou. Está comprovado que este Sr. cuando toma conta do futebol o resultado é sempre desastroso. Os pilares do sucesso do ano passado foram construídos com a gestão de Rui Costa só o treinador é que falhou, mas falhou a partir daquele pênalti sobre o Lisandro poix poix mas isso são outras contas. O grande problema do Benfica neste momento é a VAIDADE, típico de Portugueses é esta vaidade do LFV e agora de Jorge Jesus que ficou bem demonstrada no passado fim de semana ao não reconhecer os erros cometidos. Fico danado com esta atitude típica do Portugues, ganha-se qualquer coisinha e já pensamos que somos os maiores!!! Entre esta vaidade e a incompetência de LFV na gestão do futebol temos o resultado que temos. Já chega de que todos os presidentes se aproveitem do clube para interesses pessoais. Em apenas 3 decisoes se pode explicar o desatre nesta época cuando tínhamos tudo para ferir de morte o sistema.
1 – Ter 5 milhões para comprar um avançado de 19 anos para depois emprestar e não ter 6 para comprar Wesley (Sabendo desde há um ano que Ramires não ficaria não ter procurado substituto com antecipação).
2- Emprestar Urreta para ficar sem extremos no plantel y descubrir que Gaitan não é extremo depois de o comprar (isto é o que dizem pq por alguma coisa andaram atrás do James).
3- Apoiar Fernando Gomes para a liga sem condições, isto é, deixando lá Vitor Pereira, a Irma do F. Couto e mandando embora R. Costa (isto cabe na cabeça de alñgum Benfiquista!!!) (O resultado disto foi mostrado nas primeiras 4 jornadas)
Isto para não falar no negocio Roberto tendo o Benfica 25% do passe de Reyes y ainda nos estarem a dever 2 milhoes do passe do Dani!!!
Para mim o responsável é só um e é o mesmo que se diz o único responsável pelo sucesso do ano pasado. A minha paciência esgotou

Miguel Lopes disse...

A época ainda não acabou, eu não me rendo! Temos muito para ganhar ainda. Recuperar 8 pontos ao Porto, nas próximas 15 jornadas também não é impossível, são duas derrotas e um empate e chegam ao jogo da Luz com dois de avanço e com 5 jornadas para acabar a temporada. Vêm aí muitos jogos, muitas lesões e castigos e desgaste, não podemos esmorecer, temos de acreditar!

Mr. Shankly disse...

"Deve Jesus sair? Só um doido pode considerar essa hipótese nesta altura."

Bom resumo. Agora é andar em frente e recuperar pontos. Não deve dar para sermos campeões, mas em condições normais somos segundos e podemos apostar nas outras competições. Jesus é, em condições normais, treinador para muitos anos. Se Vieira o despede, pode contar com a derrota nas próximas eleições.

Pedro disse...

Excelente texto do Trainmaniac do blog Chamagloriosa :

"Muitos se interrogam do porquê de Jesus não assumir minimamente os seus erros esta época, que têm sido bastantes, de facto. Podemos ser simplistas e pensar que a personalidade arrogante do treinador justifica tudo. Perde na Liga dos Campeões, no palco onde mais se queria mostrar, e não fala de erros de preparação ou de falta de competitividade do plantel à disposição para os desafios europeus. É goleado no Dragão e não assume o erro de ter posto o Benfica preocupado essencialmente com um jogador.

Afinal, Jesus será assim tão arrogante e burro, a ponto de não ver problemas no seu próprio trabalho? Meus amigos, esqueçam completamente essa ideia. Jesus não é parvo, e para atingir os fins escolhe por vezes meios pouco compreensíveis.

Jesus é apenas mais um nome na longa lista de grandes amizades de Vieira que rapidamente caem por terra. Dos jantares luxuosos com Pinto da Costa, aos empreendimentos com António Salvador, passando pela associação a Vítor Santos, à relação umbilical com José Veiga, passando pelas férias que passava com José Antonio Camacho e à estima que tinha por Fernando Santos, também os telefonemas às três da manhã com Jorge Jesus acabaram. Os motivos são os mesmos de sempre. Vieira é pouco confiável, é prepotente, não respeita o espaço de acção e decisão de outros, e os seus famosos golpes de asa normalmente atingem quem está mais próximo de si.

Depois da pré-época desastrosa que tivemos, com uma acção no mercado que de tão trágica nem consigo dizer que foi incompetência, Jesus e Vieira entraram numa guerra fria. Dos jogadores que saíram e que não foram substituídos, aos empréstimos autorizados com condições que acabaram por não ser cumpridas, à falta de pagamento de prémios aos jogadores do seu balneário, passando por renovações prometidas a elementos chave do plantel que ainda hoje estão por efectivar, acrescentando ainda falsas notícias postas a correr pela direcção no balneário em relação a remunerações de recém-chegados e que tanto celeuma provocaram a dada altura. Tudo isto ao mesmo tempo que Vieira papagueava em público que este é o plantel mais caro de sempre, que deve alcançar grandes objectivos, gastando quase 10 milhões de Euros em jogadores que nem nunca haviam jogado nos séniores enquanto dizia à boca cheia que não havia dinheiro para jogadores do Santos.

continua...

Pedro disse...

continuação...

"Jesus percebeu perfeitamente o que se passou. A incompetência ou vontade de Vieira em garantir que o Benfica não caminha para o sucesso durável retiraram a Jesus muitas possibilidades de se afirmar em definitivo na cena internacional. E este, que não gosta destas brincadeiras, observa com atenção e preocupa-se em salvar a pele.

Os silêncios de Jesus mais não são do que a resposta a um presidente desbocado, autoritário e incompetente. E com o seu mau feitio, ainda piora a situação, escolhendo conscientemente o trilho da arrogância, tanto no discurso como em campo, montando uma equipa que não tem o nível que tinha no ano passado de uma forma ainda mais ambiciosa que no ano passado. Basta lembrar a forma aberta e suicidária como jogámos em Lyon, por exemplo. Ao fim e ao cabo, Jesus sabe que tem mais dois anos de contrato, pagos a peso de ouro, e que se Vieira o quiser despedir, não será propriamente o fim do mundo. Pelo contrário, será o Benfica a perder um técnico que já deu mostras do seu valor e garantidamente capaz de ter êxito mesmo em estruturas frágeis como a do Benfica, não ficando muito beliscada a imagem do técnico por causa desta época, visto que o crédito obtido em épocas anteriores assegurar-lhe-á certamente um bom desafio no período pós-Benfica.

Por isso não se espantem se continuar o discurso continuar igual. Culpas de maus resultados não serão assumidas por Jesus, uma vez que quem primeiro as devia assumir, está calado que nem um rato, escondido entre bacocas frases de bajulação a um regime sanguinário como o que existe em Angola. As culpas não serão assumidas por Jesus, pois pediu experiência, pediu Quaresma, pediu Guardado, pediu Wesley e Elias, e no final apenas apareceram Alípio e Rodrigo. Porque foi informado da deslocação indesejada a Angola já com tudo marcado e acertado com o governo angolano, sem hipótese de propor outra data ou de dar o seu aval. Porque um balneário pacífico que havia, foi posto a ferro e fogo pelo mercado carnavalesco que Vieira patrocinou, enquanto andava a caminho de empreendimentos seus no Brasil e em Angola, algumas dessas vezes pago com dinheiro do Benfica. E porque, em abono da verdade, já percebeu que a prioridade agora deve ser o de salvar a sua pele. Porque a máquina propagandista de Vieira está bem oleada... vejam-se as minuciosas e convenientes fugas de informação que têm surgido nos jornais, vejam-se as crónicas das habituais canetas de aluguer do senhor presidente.

Numa época em que foi pedido aos adeptos que deixassem de apoiar o Benfica fora de casa, numa época em que o futebol do Benfica sofreu um blackout quase total, do treinador continuaremos a ter uma postura alinhada com o seu contexto: o silêncio."

Helder disse...

Jesus jamais pode ser despedido do Benfica!! Isso seria a ruina total do Benfica. JJ é o único competente no seio daquele grupo....!!

Antonio disse...

Olhem para as contas, olhem para as contas ...

José Marinho disse...

Pedro, de forma deliberada, tenho andando afastado de comentar no blogue, porque perdi a paciência para aturar alguns benfiquistas que gostam de se entreter com minudências em vez de olhar para o verdadeiro problema do Benfica. Saio do meu ocasional silêncio, apenas para bater palmas ao texto que o Pedro replicou aqui. Há benfiquistas lúcidos que não se deixam enganar pela propaganda, que conseguem ver além dela. Discutir Jesus, nesta altura, é reforçar Vieira. Esse é o problema do Benfica, agora que se dilui o efeito Jesus, emerge, de novo, o Benfica de Vieira. Errático, fanfarrão e prepotente. Havia e há muito mais para dizer, mas o melhor é continuar calado, escutando o que tenho de escutar, com a esperança de que um dia, o Benfica se livre de um dos períodos desportivamente mais negros da sua história. E, nessa altura, aí sim, será conhecida toda a verdade dos mandatos consecutivos do actual presidente do Benfica. E pronto, agora, a tropa presidencialista pode aqui vir chamar-me abutre.

Miguel Lopes disse...

Marinho, não sou da tropa presidencialista e tu conheces-me bem mas tenho que dizer isto: é uma coincidência do caraças que quando as coisas correm bem e esmagamos tudo e todos, o mérito é de todos menos de Vieira. Agora, que passamos um período mais difícil, já existe um verdadeiro problema do Benfica. Não me identifico com Vieira nem com o seu estilo mas sei reconhecer que tem uma obra ímpar ao nível patrimonial e das modalidades, e ao nível desportivo do futebol, se hoje somos campeões indiscutíveis, é porque foi o Vieira que insistiu em contratar Jesus!
Saibamos agora dar mérito aos nossos adversários. O Porto de hoje é consequência de décadas de corrupção impune mas tem uma grande equipa e tem provavelmente um dos melhores jogadores a actuar na Europa. Saibamos estar e dificultar a vida ao porto e não correr a destruir tudo só porque não estamos em primeiro e a esmagar. O vaginaldo não vai estar sempre nesta forma e se tiver, é comprado sem apelo nem agravo.
A hora de fazer balanços é no fim e não no princípio.

famalicãobenfica disse...

Reconheço no jesus grandes qualidades como treinador, como homem não o conheço mas como adepto do Benfica não me agrada determinadas atitudes do jesus relativamente ao clube da corrupção.
-Porque açeitou o convite de pinto da costa para ir para a tribuna na final da taça ?
-Será que e só de mim ou ninguem se apercebeu que aquela jogada do porto foi só para esturquir mais dinheiro ao slb,ou não estivesse o vilas boas contratado desde janeiro.
-já alguma vez viram esse senhor a reagir a uma provocação vinda da cupula ,nenhuma .
-Aquela mudança na equipa no dragão cheirou-me a prepositado,pois ja se tinha visto no ano antrior com o liverpol o que tinha dado.
-veremos onde esse senhor vai parar depois de sair da luz.

saudações benfiquistas

Pedro disse...

Marinho, compreendo a desilusão mas não consigo estar sem cá vir debater o Glorioso. É mais forte q eu. :)

Helder disse...

famalicãoBenfica:

Se JJ se aguentar até ao fim da época no Benfica vai ser um milagre. Vieira vai tratar de virar tudo contra o JJ. Foi assim com Fernando Santos, com Camacho, com Trapp........

Depois de JJ sair não irá demorar muito a entar no Dragão. É certinho e direitinho. É tudo uma questão de tempo (curto). É mais uns anos a penar.....á custa de Vieira!