blog

segunda-feira, outubro 05, 2009

Paços Ferreira - SL Benfica: 1-3

A devida resposta após a derrota na Grécia.

Os benfiquistas que não se deixem enganar pelas palavras que se irão ouvir durante a semana sobre esta importantíssima vitória do Benfica no difícil terreno da Mata Real. No final das contas estes serão apenas mais três pontos, mas esta vitória do Glorioso representa muito mais que isso, representa uma resposta clara e inequívoca da extraordinária qualidade que esta equipa tem e faz questão de demonstrar.

A derrota em Atenas abriu a porta a que pseudo comentadores tivessem a oportunidade de por em causa todo o trajecto do Benfica ao longo desta época e isso era mais um motivo para aumentar a importância deste jogo. É sempre importante vencer após uma derrota, era importante vencer para não deixar fugir o primeiro lugar, era importante vencer para afastar qualquer possibilidade de aparecerem alguns fantasmas do passado, era importante vencer para mostrar que a equipa consegue responder após um aperto. E a equipa respondeu de forma categórica. Privada do seu maestro e de dois jogadores fundamentais no 11 do Benfica actual a equipa não vacilou, bem pelo contrário, deu uma mostra de raça, de querer, de luta e de qualidade que qualquer treinador do mundo deseja ter e qualquer adepto do mundo delicia-se ao ver. Carlos Martins não é Pablo Aimar mas pegou na batuta sem medos e fez 45 minutos de elevada categoria que permitiu ao Benfica manter a dinâmica de jogo que tão bons frutos dá esta época. E cedo o Benfica abriu o "cofre" da vitória em mais um belo e importante golo de David Luiz. A pressão e velocidade do Benfica eram tais que foi apenas uma questão de tempo até surgirem o segundo e terceiro golos dando a tranquilidade necessária à equipa na ida para o intervalo. Com a chuva que começou a cair, com o resultado confortável e com a saída de Carlos Martins a equipa baixou claramente de ritmo na segunda parte permitindo ao Paços ter a bola e aproximar-se da nossa baliza. Infelizmente o Benfica não "acordou" a tempo e sofremos um golo, justo para o Paços, mas irritante para as nossas cores. Jesus mexeu na equipa e esta acordou de novo para o jogo e voltou a pressionar e a ter bola. Passamos a controlar o jogo e em contra-ataques rápidos podíamos ter feio mais um golo que seria justo pela exibição na primeira parte mas injusto pela resposta que o Paços deu na segunda.

Depois de Atenas tinha curiosidade em ver com a equipa respondia neste jogo e fiquei satisfeito, muito satisfeito. A equipa mostrou claramente que sentiu a derrota na Grécia e quis mostrar que aquilo foi um mero percalço. Todos estiveram muito bem rubricando 45 minutos de uma qualidade que nenhuma equipa em Portugal consegue igualar. E sem Pablo Aimar e Di Maria, atenção. A defesa impecável, o meio campo dono e senhor do jogo e os avançados sempre em movimento e em solicitações constantes um ao outro. Carlos Martins, como disse acima, esteve muito bem e Cardozo, tão criticado por alguns, voltou a encher o pé marcando um golaço mas, mais que isso, foram inúmeros os lances que criou para Saviola e outros colegas. Os centrais estão imbatíveis mas a exibição de David Luiz na segunda parte foi qualquer coisa de fantástico, dobrando sempre o seu colega Shaffer e cortando quase todos os lances e, só por mero azar não conseguiu cortar o lance do golo do Paços. Quim muito bem quando solicitado e Coentrão a provar que o Benfica não sente a falta de um jogador como Di Maria. Saviola, Javi Garcia, Amorim, Ramires não sabem jogar mal e com um grupo destes os benfiquistas bem podem estar satisfeitos.

E é assim que se impede qualquer tentativa do árbitro tentar inventar. E ele bem tentou. O amarelo ao Quim é um escândalo quando sabemo bem o que eles permitem de anti jogo aos nossos adversários na Luz, um penalty claríssimo sobre Cardozo que só não marca quem não quer (e mais, pelos menos, duas entradas bem duras sobre Tacuara que ficaram sem qualquer sanção). Os únicos lances perigosos do Paços na primeira parte nascem de foras de jogo não assinalados e após o golito dos da casa o árbitro começou a assinalar falta a todas as recuperações de bola do Glorioso mas com a dupla de centrais a jogar assim não será tarefa fácil para merecerem a fruta encomendada. Vá lá que não amarelou o Ramires por aquele carrinho ao calcanhar...

Implacável o rolo compressor benfiquista com mais uma enchente nas bancadas de público vibrante, alegre, em total comunhão com a equipa e onde apenas uma coisa os move: o amor ao Benfica. Esta é a nossa arma e mais ninguem tem igual.

Volto a referir a importância destes três pontos conquistados pelo Benfica numa altura em que o campeonato volta a parar o que será bom para algum refrescamento físico de alguns jogadores. Grande Benfica, grandes adeptos, grande vitória.

Benfica até debaixo d'água!!!!

26 comentários:

Saloio disse...

Enquanto o Cardozo vestir de vermelho festejo os seus golos da mesma forma (esfuziante) como festejo os do Carlos Martins ou do David Luiz.

Grande exibição na primeira parte, três grandes golos e uma quebra de ritmo aceitável na segunda parte.

De assinalar apenas um buraco negro no jogo de hoje: preocupa-me a falta de alternativas para o lugar de defesa esquerdo.

Para além do golo Cardozo esteve bem mais participativo no jogo de hoje. Exibição positiva, sem deslumbramentos de qualquer espécie.

Daniel disse...

Não concordo com a tua análise à 2ª parte do David Luiz. Além de ter falhado no golo do paços ainda cometeu 2 ou 3 erros que poderiam ser perigosos. Ás vezes tem cada paragem cerebral...

Grande golo do Cardozo!!

alpha disse...

O que me deixa preocupado é que esta equipa vai baixar de forma quando a pré época acabar, e ai vamos perder jogos atrás de jogos e depois voltamos aos mesmos tempos.... Ou não! :)

Faça sol ou faça chuva, nós estamos la sempre. Quem leva o Benfica ao colo são os adeptos, é lindo.

Mais uma achega pro facto de ser mais uma vitoria ganha com o cai-sempre a arrancar ali 3 penaltis hilariantes.
Que se passa hoje comigo? Tenho de deixar de ler aquelas baboseiras do corrupto flatulento.. Desculpem..

Unknown disse...

escolheste para ultima frase o que escolhi para titulo do meu post...

Chama Imensa disse...

O que mais me impressiona é a noção de que o Benfica não treme. Já não é aquele Benfica trapalhão que põe qualquer adepto de nervos em franja. Toma lá 3 golos que eu já nunca mais deixo de vencer este jogo.

Javi Garcia é enorme. Ver um jogo do Benfica parece ouvir música e jogar Tetris ao mesmo tempo no portátil. A música é dada pela orquestra dos jogadores e o Tetris é contar quantas bolas recupera o Javi por jogo. A sério...diverte-me essa contagem.

Cardozo hoje fez um jogo como há muito não via dele. Talvez mesmo o melhor jogo dele com a nossa camisola. Golão, grande passe para o Saviola ser derrubado, capacidade anormal de um individuo com 1.90 metros de fazer tabelinhas ao primeiro toque...mas sobretudo a constante de vencer as bolas disputadas e a maior velocidade que apresenta. Maravilha.

PS: Pedro a elogiar o Quim. Muito raro mas de assinalar pela positiva. O Nosso guardião hoje esteve muito bem e parece-me que a maior segurança da defesa está a aumentar-lhe a confiança. Acaboaram-se os 5 golos sofridos num jogo.

Gostei muito desta vitória. Muito de acordo contigo quando falas da imensa importância desta vitória.

Benfica até debaixo de água...a música do momento que in

lj disse...

Nao partilho da analise feita a segunda parte de David Luiz. O que lhe sobra em fulgor e entusiasmo ainda lhe falta em inteligencia, frieza e posicionamento. As vezes da a sensacao que joga mais para si que para a equipa - isto e, mais pela espectacularidade dos lances em que se envlve que pela eficacia. Nao e por acaso que, apesar de dar bastante nas vistas ofensivamente e defensivamente, tem tido responsabilidade na maioria dos golos sofridos. No entanto, e claro que se trata de um defesa com um potencial invulgar, bastante novo e a precisar de minutos e calo para melhorar nos aspectos que ainda falha.

www.thebutterflyislate.blogspot.com

lj disse...

Nao partilho da analise feita a segunda parte de David Luiz. O que lhe sobra em fulgor e entusiasmo ainda lhe falta em inteligencia, frieza e posicionamento. As vezes da a sensacao que joga mais para si que para a equipa - isto e, mais pela espectacularidade dos lances em que se envlve que pela eficacia. Nao e por acaso que, apesar de dar bastante nas vistas ofensivamente e defensivamente, tem tido responsabilidade na maioria dos golos sofridos. No entanto, e claro que se trata de um defesa com um potencial invulgar, bastante novo e a precisar de minutos e calo para melhorar nos aspectos que ainda falha.

www.thebutterflyislate.blogspot.com

Aguiazita disse...

Caro Saloio não consigo evitar e digo isto mesmo antes de comentar o post:
Oxalá que continues semana após semana a "cascar" no Tacuara e que ele responda semana após semana com pelo menos um golo.

Zita

Pedro disse...

Amigos os vossos comentários não estão esquecidos. Há um problema no Blogger com a aprovação dos comentários e por isso eles encontram-se em "stand by". Qd o Blogger resolver o assunto os comentários serão "libertados".

Anónimo disse...

Pedro: acabas por focar o mais importante. A vitória e os tres pontos, num momento em que até nós, benfiquistas, poderiamos ter algumas dúvidas sobre a capacidade de reaccao da equipa á derrota de Atenas.

Desta parte gostei, e bastante. Entrada a matar, aproveitamento de oportunidades de golo e vitória garantida no primeiro tempo.

Contudo, é preciso corrigir muita coisa ainda. Defensivamente nao estivemos assim tao bem. O Pacos nao marcou dois ou tres por que nao calhou.

A equipa teve dificuldades na segunda parte porque relaxou em demasia e nao foi capaz de controlar a bola.

Saloio: enquanto nao entenderes que o Cardozo nao é para deslumbrar, nao vais perceber o jogador que ele é. E no dia que o Cardozo te deslumbre, vais dizer que nao é elegante. E depois de ser elegante, vais dizer que jogava melhor se vestisse fato-macaco. O Cardozo nao tem problema nenhum, já tu parece que tens.

Bom bom era o Hassan, foda-se.

João Bizarro disse...

Boa 1ª parte e uma 2ª menos conseguida!
Mas o que interessa são os 3 pontos, é isso que nos dará o título.

Pedro Villa disse...

Uma primeira parte que foi um regalo. Troca de bola rápida, velocidade, pressão após perda da mesma e eficácia materializada com 3 grandes golos.

INTERVALO. Para meu espanto vi um score de 0-3... Pensava eu na altura que seria apenas 0-2 (0,5 + 1 + 0,5). Esclarecam-me sff, os golos de bola parada afinal não valem só meio golo(?)!...

Começa a 2ª parte, desta vez não cheirava a goleada. O abrandamento era natural e se calhar até se exigia. O terreno tornou-se pesado, MARTINS saiu lesionado e fiquei surpreendido com a atitude do PAÇOS que me parece de elogiar. Mesmo com 3 secas, não pareceram muito desanimados. O campo não estava pra correrias, há viagens e seleccões pelo meio. Não vale a pena arriscar lesões quando se ganha por 3.

No golo do Paços o AMORIM escorrega, gostava de ver um lance sem este precalço...

O BENFICA fez o que se lhe exigia e passou. Sinceramente gostei deste SLB.

Pedro disse...

David Luiz no lance do golo do Paços foi o único q conseguiu ter agilidade e rins para responder à perda de bola de Ramires e tentar cortar o lance que só não conseguiu por manifesto azar mesmo assim o suficiente para tirar a bola do alcance do jogador do Paços para rematar à baliza. Depois a queda de Amorim permitiu a Maikon ficar sozinho.

Unknown disse...

O que se pode dizer mais sobre o jogo? Eu estive lá, em Paços, ontem e assisti ao jogo, e é caso para repetir o canto incessante de ontem: Benfica até debaixo de água (literalmente). No que toca ao jogo em si, assisti a uma grande exbição do Benfica. No Estádio a percepção é outra e há certos lances que parecem mais claros, outros pela sua rapidez são bem mais difíceis de julgar. Em relação ao penalti sobre o Cardozo, esse é claríssimo. Quanto ao golo do Paços, surgiu de uma infelicidade pos um dos nossos defensores, o Amorim, que escorregou (lá está a chuva a causar dano) falhando o "alívio da bola. No que toca a exibições devo apenas notar que não me pareceu que Ramires estivesse muito bem enquadrado no jogo. Mas foi uma impressão minha e toda a gente tem direito ao seu dia não. Outro dos grandes problemas da segunda parte foi a impraticabilidade da área do Paços Ferreira, dava para "chafurdar" na água em algumas partes do rectángulo. Felizmente, mais uma vez o Benfica mostrou que joga um futebol superior, e tenham cuidado os críticos ao abrirem a boca, pois podem não gostar da resposta, pois Jesus está connosco.

vose jeiga disse...

O Benfica entrou com pé na tábua e é assim que tem que ser.

Se o Benfica conseguir marcar primeiro tem 95% de hipotese de vencer os jogos.

O que mais me agrada no Benfica de Jesus é que a mentalidade do correr atrás do prejuízo acabou.

Na segunda parte só controlamos o jogo a partir dos 75'min. Fomos incapazaes de sair com a bola jogável e abusamos do pontapé para a frente.

Apesar de não ir à bola com o Quim, reconheço que ontem esteve bem.

Grandes golos principalmente o do Cardozo...uma Bomba com força e colocação.

John Wakefield disse...

entao saloio? nao desejas rever a tua avaliação ao Cardozo? o tipo é um avançado com uma classe...

Helder disse...

Felizmente enganei-me redondamente em relação ao prognóstico para este jogo.
É lindo ver o Benfica entrar com aquela atitude e resolver o jogo ainda na primeira parte. Este é o Benfica que todos nós queremos!!! Os corruptos já estavam a esfregar as mãos á espera que o Benfica falhasse mas tiveram que engolir em seco mais esta vitória clarinha como a água do Benfica. Carrega Benfica!!!

Já leram mais uma "bela" tirada do porco mor? Ele disse que o principal adversário do porto no campeonato é o braga e não o Benfica.......lol Este homem anda mesmo cheio de medo.....e muito nervoso com este Benfica......


PS: Pedro, a última frase do post é divinal......

Saloio disse...

Não John, não vou rever a minha avaliação ao Cardozo. Já aqui foi dito que a prestação do paraguaio no jogo de ontem foi das mais conseguidas até agora com a camisola do Benfica e eu corroboro esse juízo. Para o seu êxito pessoal muito contribuiu a fraca oposição da defesa do Paços. Cardozo costuma encaixar muito bem nas marcações que lhe movem e pouco ou nada faz para se libertar delas. Mas isso é outro capítulo que não quero agora abrir. O importante é que continue a marcar pelo Benfica. Quanto a ser um avançado de classe, isso é outra coisa para desenvolvermos numa outra altura. Mas desde já digo que discordo.

José Vieira disse...

Estes 3 pontos são ainda mais saborosos por todos os condicionalismos que rodearam a partida (e já escalpelizados no post)e, essencialmente, por nesta jornada termos ganho num terreno onde o clube corrupto conseguiu empatar (com muita fruta à mistura) nos últimos minutos e o clube invejoso ter empatado em casa com uma equipa a quem já aplicámos chapa 4.
Talvez agora se tenha acabado de vez a infâmia daqueles que diziam só ganharmos a equipas frágeis.

Apanhados disse...

O treinador do Paços que o Benfica não foi superior, porque marcou de canto, de longe e de livre. Da próxima que diga com antecedência que tipo de golo quer sofrer!!!
De Penalty?
Carrega BENFICA!!!!!

Arquitecto disse...

Eu estive no Estádio e tive a felicidade de estar precisamente atrás da baliza onde marcamos os três golos e aconteceu aquele pequeno desastre no segundo tempo. Contudo, deixo algumas notas, de visão um pouco mais cépticas:

SEGUNDA PARTE PERIGOSA
O que aconteceu na segunda parte não é admissível. Que os adversários pressionem e tentem contrariar-nos, tudo bem, é a missão deles. Mas nós não podemos permitir que sejamos empurrados, tanto tempo para cima da nossa grande-área. Os motivos são conhecidos - terreno pesado, saída do Martins, jogo na última quinta-feira, adversário que "gosta" de nos chatear -, mas falharam-se passes a mais e quase não existiram saídas para o ataque durante grande parte do segundo tempo. E o que sentimos na bancada foi que um lance de qualidade ou de sorte do Paços que desse o 3-2, ia tornar o resto do jogo terrível e pôr em perigo os três pontos. Também não podemos recorrer ao pontapé para a frente e, diga-se, a partir de uma certa altura, as reposições do Quim saíram cada vez piores.

CARDOZO
Antes de me pronunciar, vou afirmar que, no actual plantel, se eu fosse treinador, o Cardozo jogava sempre. Analiso os pontas de lança de forma simples: estão lá para marcar golos, se o fazem, são indiscutíveis. Contudo, e isso aconteceu-me sempre que o vi jogar ao vivo, fico exasperado: faz remates às vezes inacreditáveis, tem imensa dificuldade de desmarcação na zona de tiro, que é onde interessa que ele esteja e é péssimo a procurar espaços onde deve estar o maior período de tempo que é, repito, dentro da grande-área. Mas ele que me cale todos os jogos, com golos. Nunca quero ter razão quando as minhas opiniões sobre o Benfica são negativas!

ÁRBITRO
Confesso que não tenho possibilidade de ver o Benfica ao vivo muitas vezes. E por isso não sei se o caso de ontem foi uma excepção, ou se os erros dos árbitros contra nós são sempre tão evidentes. Ontem, cada vez que um jogador nosso caía no meio campo de ataque, raramente era falta; na situação contrária, qualquer toque em pacenses dava falta. É também assim que se empurra uma equipa para a defesa, como sabemos. É estranho? Já não é, pois não?...

Anónimo disse...

Ora aqui está um comentário muito bem “arquitectado”!!!

Baresi disse...

Foi só impressão minha ou na segunda parte do jogo do Benfica pareceu-me ver o campo ligeiramente inclinado pelo sr de preto...

CARREGA BENFICA!!!

www.averdadedaliga.blogspot.com

Calvin disse...

Fomos Cardozos, isto é, fomos Grandes..

Anónimo disse...

“O grande adversário do Porto é o Braga, não é o Benfica”
Pinto da Costa



Velho parvalhão de larga venta
admirador insano do 'bronco e azzurro',
doutor na asneira, na ciência burro,
com cachaço curto, que no ombro assenta

No chiqueiro ao Domingo se apresenta
berra da pocilga, um espantoso urro
é aclamado pelos andrades num sussurro
e o dique das asneiras arrebenta

E todos nós mofamos de seus brados
pois conhecemos bem este bandido
um jarreta andrade, dos mais quadrados

Morcão, o que dizes, não faz sentido!
Sempre me fazes lembrar por meus pecados,
as trapaças de alguém que andou fugido.

João Bizarro disse...

O velho Bufas desta vez acertou! Não sei porquê a furia!!!

Ele disse que o adversário era o Braga e com razão. A luta pelo 2º lugar vai ser renhida.