blog

sexta-feira, janeiro 01, 2010

Um Olho À Benfica #32

A minha equipa do ano 2009

Está na moda e é sempre um bom exercício de liberdade criativa. Também gosto de fazer as minhas equipas do ano e aqui e agora vou deter-me sobre os jogadores que mais apreciei em 2009. Garanto que, nestas escolhas, meto o meu benfiquismo na gaveta e tiro do armário a antiga isenção jornalistica, minha companheira inseparável durante mais de vinte anos. É claro que o meu benfiquismo é imediatamente solto, após o final deste texto, para permanecer duradoiro e impante durante o que resta do ano de 2010.

Nilson - É o melhor guarda-redes da Liga. Fantástico. Quando o vejo a defender fico sempre na dúvida se não o conheço de outro sítio. Talvez dos filmes do Quarteto Fantástico. Não será ele o homem elástico? Fabuloso. E aos 34 anos está cada vez melhor e mais longe do fecho de carreira. É o tipo de jogador que adoraria ver no Benfica.

Maxi Pereira - O apelido é vulgar, mas é no nome que se pode encontrar a força deste uruguaio. Sei bem dos súbitos amores que os adeptos do Sporting agora desenvolveram por João Pereira. Mas isso não chega para mudar de ideias. O Maxi é o mais completo lateral da Liga Sagres. E por detrás daquela verruga característica, está um sortido equivalente de força e técnica, sempre em suaves prestações de utilidade.

David Luiz - Já aqui escrevi. Só noto um defeito em David Luiz: o cabelo. Temo, no entanto, que o cabelo esconda toda aquela fantástica aptidão para o futebol. A defender é um autêntico Humberto Coelho, a atacar é o Aimar da primeira fase de construção. Raramente vi num jogador uma sinfonia tão completa de instrumentos para marcar a diferença. É o melhor defesa do campeonato e será um dos melhores do Mundo. E ama o Benfica, o que faz também a diferença. É o senhor 50 milhões de euros.

Daniel Carriço - Experimentem jogar com Polga ao lado e depois digam-se se é fácil? O jovem Carriço tornou o impossível em possibilidade de carreira. Fará uma grande carreira internacional se sair de Portugal no tempo certo. Mais um ou dois anos e Carriço será confrontado entre voar para a excelência ou permanecer em Portugal e no seu actual clube.

Evaldo - É claramente o melhor lateral esquerdo do futebol português. Provavelmente, no futuro, será mais um daqueles brasileiros que terão a oportunidade de lutar pela vitória de um Europeu. Bom jogador, assegura com equilibrio e bom senso o corredor esquerdo. A defender e a atacar. Hello, Jesus, hello Benfica...também há brasileiros bons em Portugal.

Ramires - Para mim é o melhor jogador do campeonato. Grande, grande jogador. Se for verdade que o Benfica pode exercer direito de opção em Janeiro, então deve fazê-lo já. Se for verdade que o Benfica tem, de facto, os seus direitos desportivos, então foi um grande negócio de Luis Filipe Vieira. Dos melhores negócios do presidente do clube, desde que trocou o Alverca pelo Benfica. Coloco-o a trinco, porque joga bem em qualquer lado e porque precisava de espaço para colocar na direita do meio-campo um dos melhores estrangeiros de sempre do nosso futebol.

Lucho Gonzalez - Esse mesmo. Um jogador fabuloso, como fica demonstrado quando alguém ensaia fazer uma comparação entre o FC Porto tri-campeão de Jesualdo e a actual caricatura que passou recentemente pelo estádio da Luz. A ausência de Lucho não explica tudo, mas explica quase tudo. O resto é Lisandro.

Aimar - A sua presença nesta selecção, desde logo, explica-se pelo seguinte motivo: isto pretende ser uma equipa de futebol. E Aimar é futebol. Obrigado Rui Costa.

Izmailov - Se não fossem as lesões, seria, indiscutivelmente, um dos melhores jogadores do campeonato. Um jogador para todos os sistemas, para todos os modelos, para todos os treinadores. Com mais Izmailov no campo e menos na enfermaria, talvez Paulo Bento ainda permanecesse em Alvalade. Um jogador de grande classe.

Lisandro - O melhor avançado do futebol português dos últimos cinco anos. Um jogador que Jesualdo Ferreira quis dispensar e que Carlos Azenha trabalhou, solidariamente, até se transformar numa máquina imparável de golos e rendimento. Mais um jogador que foi descoberto pelo Benfica na Argentina - não posso dizer por quem, para não ferir susceptibilidades - mas que o clube não conseguiu contratar, porque, naquela altura, não havia ainda trinta milhões de euros por ano para gastar no reforço do plantel. É pena, porque teria dado um grande jogador do Benfica.

Cardozo - Claro. O avançado do qual muitos benfiquistas não gostam. E percebo porquê: marca muitos golos e os benfiquistas estão mais habituados aos Karadas, Delibasics, Keirrissons e outros fenómenos de popularidade no Terceiro Anel. É um jogador que admiro pelos golos que marca e porque, em todos os jogos, tem mais do que um adversário para enfrentar. Os defesas contrários e a desconfiança de muita gente, a começar pelos teólogos internos da velocidade no jogo, que sempre asseguraram que o Benfica nunca recuperaria o investimento feito no jogador. Não consigo prever o futuro, mas consigo dizer que o investimento já está pago. O que vier a seguir é lucro. Abençoada a sua contratação. O resto já vocês sabem.

Bom ano de 2010 para todos. Sucesso, saúde e muitas vitórias pessoais e profissionais.

Também para aqueles que gostariam de me enviar sem retorno para Marte, um enorme abraço de compreensão pela natureza humana e pela estupidez sem limites.

Para aquele que me enviou, no Verão de 2009, este sms: «Vais morrer», eu digo. Também tu. Aliás, todos nós. Basta ver que o mundo é cada vez menos um lugar seguro. Para mim e para quem manda destas mensagens idiotas, acreditanto no valor da ameaça anónima sobre a integridade completa do homem.

39 comentários:

CsA disse...

Só falta aí o senhor Javi a trinco, passando Ramires para o lugar de Izmaloiv... sem duvida bom jogador mas em 2009 passou mais tempo na enfermaria do que em campo.

Cumprimentos e bom ano.

Helder disse...

Caro José Marinho:

A minha equipa seria quase igual á sua. Apenas retirava o Izmailov (concordo com tudo o que disse acerca dele) e colocaria o enorme Javi Garcia que para mim é o jogador mais preponderante na equipa do Benfica. Sendo assim colocaria Javi Garcia a trinco e Ramires no lugar de Izmailov. No resto estou 100% de acordo consigo.
É uma pena o Saviola ficar de fora mas leva o prémio de consolação de
ser para mim o 12º jogador.

Gostei da última frase que escreveu em relação ao Evaldo.....elucidativa!


Um Abraço

José Marinho disse...

Não falta não, meu caro. Acho o Javi Garcia um grande jogador, mas não toco neste onze. São os melhores de 2009, na minha opinião, e só isso. É a minha opinião e mantenho-a.

Anónimo disse...

Eu gosto deste 11, e fico feliz por partilhar a mesma opinião do José Marinho. Não tenho mais adjectivos para descrever a qualidade de Ramires, é o melhor jogador do campeonato, PONTO. Este rapaz é sobre-humano e isso ficou patente como recupera duma lesão em tao pouco tempo e dpois parte para uma exbição monstruosa no suposto jogo mais dificil do Benfica até agora. Eu tinha o Cardozo como meu idolo no Benfica, mas agora tenho o Ramires no mm pedestal. Se tudo correr bem ainda acredito ser possivel ver Ramires a ganhar o prémio Ballon d'or, da mesma maneira como o Nedved ( o meu eterno ídolo futebolístico ), que lá chegou duma maneira incrivelmente natural e despercebida, levando uma equipa inteira á final da L.C. "ás cavalitas".

- Nunivs -

CsA disse...

Caro José Marinho respeito a sua opinião, dei apenas a minha.

Em relação ás contratações de inverno que foram feitas, gostaria de saber a sua opinião em relação aos jogadores e se considera que estão a ser colmatas as lacunas no plantel.

Saudações

Anónimo disse...

eish prefiro qualquer defesa central do nosso clube aos dous outros, neste caso Carriço..
e Di Maria este ano.. e saviola..
quanto ao Maxi pereira um lateral lento nunca poderá ser um grande lateral..

p.s um bom ano! e que estejamos todos juntos no marquês

Vasco

Pedro disse...

Não sei o q é q o Carriço fez para merecer tantos elogios. Não ponho em causa a sua qualidade mas ainda não a mostrou. Ainda não mostrou nada para q mereça um nível tão alto de elogios.

Ramires é de facto um jogador fenomenal. Será impossível manter este jogador muito mais tempo no nosso campeonato. Mas Javi Garcia não estar num 11 do ano é totalmente injusto sejam quem for aquele q fizer um 11 de eleição.

Nilson é de facto um belíssimo guarda redes.

JNF disse...

Nílson está há mais de 4 jogos consecutivos sem sofrer golos na Luz. É um bom guarda-redes, o melhor da Liga, talvez.

Carriço? Acho-o muito fraco. Tudo bem, tem o Polga ao lado, mas é fraco. Não o acho muito superior ao Miguel Vítor e está a anos-luz do Luisão.

Desde quando é que Delibasic ou Keirrison foram fenómenos de popularidade no 3º Anel? Já alguma vez esteve no 3º Anel, para dizer uma barbaridade dessas?!

Anónimo disse...

Nilsson
Maxi
Luisão
David Luiz
Evaldo
Javi Garcia
Ramires
Lucho
Alan
Saviola
Lisandro

Jaime disse...

Bela equipa.

Quando diz: "Se for verdade que o Benfica pode exercer direito de opção em Janeiro", por quem foi aventada essa hipótese? E tem fundamento?
A SAD declarou à CMVM a aquisição da totalidade dos direitos desportivos do jogador por 7 milhões e meio de euros. Poderia explicar o que signfica esse hipotético direito de opção? Obrigado

Cumps

Jaime disse...

Concordo com o JNF em relação ao terceiro anel na medida em que me parece despropositado dizer que os dois jogadores foram "fenómenos de popularidade". Além disso, apesar de entender que o conceito "de terceiro anel" é mais abrangente do que o seu sentido literal não concordo com a divisão de Benfiquistas por classes.
Qualquer Benfiquista bem saberá que não há maior Benfiquista do que ele próprio, mas pode - e deve - haver milhões espalhados pelo Mundo que amem o clube tanto como ele.

Delibasic devia ter mostrado mais, teve (muitos) mais minutos do que qualquer avançado proveniente da formação do clube nos últimos anos. Não o fez.
Keirrison falhou até agora.

Cumps

Anónimo disse...

Um mau presságio


Os dirigentes do Benfica, tal como os adeptos e os jogadores, gostam de ganhar? Suponho que sim. Mas gostam ainda mais de comprar jogadores. É uma doença, obsessiva-compulsiva, a que chamam oniomania, de que padecem geralmente as esposas ociosas.

A oniomania atingiu os dirigentes do Benfica com mais força este Natal. Mas é justo reconhecer que o fenómeno não é de agora. Vem do tempo de Manuel Damásio e Artur Jorge. Todos os males começaram aí: nas vagas sucessivas de compras, na desmoralização militante das equipas que prometem. Até hoje, sempre, sem descontinuar. Está a degenerar em doença crónica.

Das duas, três:
A culpa é do Jorge Jesus que pede sempre mais, mais, mais jogadores?
Ou a culpa é dos que facturam a cada compra, boa ou má, que importa, o que conta é a comissão que se recebe?
Ou a culpa é dos bancos, dos Madoff's do futebol, da especulação sem freio e sem controlo, dos Rendeiros, dos Oliveiras e Costa, dos que recebem acções a preços de amigo, tão de amigo que dos cheques de compra não fica rasto, mas fica das vendas opulentas, ao melhor preço?

Não sei. O que sei, porque sou sócio contribuinte e vou ver os jogos, é que:
• o Urreta jogou bem e merecia mais oportunidades, assim como o Júlio César,
• o Weldon foi um mouro de trabalho a última vez que lhe deram uns minutos e era preciso aguentar o resultado,
• o Rúben Amorim já merecia ter sido chamado à selecção, apesar do pouco tempo que o deixam jogar,
• o Carlos Martins das duas vezes que jogou nos últimos meses esteve ao nível do Pablo Aimar,
• o Luís Filipe, apesar de tudo, até jogou razoavelmente bem, quando o deixaram,
• o Roderick Miranda idem, idem,
• o Fábio Coentrão aspas, aspas,
• o Luís Menezes tem pinta e só precisa que acreditem nele,
• um tal Diego de Souza que descartámos a um clube brasileiro foi convocado para a selecção do Brasil,
• o Makukula está farto de marcar golos na Turquia...
• e por aí adiante.

Nenhum é titular do Benfica, nem vai ser tão cedo. E não estou a criticar o JJ pelas equipas que faz alinhar, e muito bem, apenas pelos jogadores a mais, que, seguramente, não pára de exigir. Ou talvez não?

Anda moiro na costa, olá se anda! O Benfica não tem poços de petróleo e não compra jogadores apenas por comprar - não precisávamos que Pinto da Costa no-lo viesse dizer. O que isto me faz lembrar é o primeiro ano de Vale e Azevedo com Graeme Souness à frente do Benfica. Estávamos "quase lá" pelo Natal. Vale e Azevedo substituiu metade da equipa e viemos por aí abaixo. Que não se repita o presságio, mas lá que isto me intriga...

John Billy #37 disse...

Também acho que falta aí o Javi Garcia mas cada qual tem a sua opinião. Basta ver que no onze da década do Sun, não está lá o Roberto Carlos que deve ter sido o melhor defesa esquerdo da história.

João Bizarro disse...

Nilson
Maxi
David Luiz
Luisão
Evaldo
Javi
Ramires
Lucho
Di Maria
Lisando
Cardozo

Só não está o Saviola em vez do Lisandro porque este fez 2 épocas muito boas e o Savi só vai em 1/2 época.

Anónimo disse...

um 11 sem dúvida muito bom, mas ficaram bons jogadores de fora como o Alan e o Liedson. Menções honrosas para Ruben Micael, Nuno Assis e João Tomás(velhadas do caraças já vai com 6 golos!)

José Marinho disse...

Meu caro JNF, lamento não ter sido compreendido, porque, de facto, o que quis dizer é que certos benfiquistas parecem preferir jogadores como o Delibasic ou Karadas a um jogador que marca golos como o Cardozo. Utilizei a ironia e tramei-me, não fui compreendido por todos. Espero que não leve a mal, mas demasiadas vezes, muitos adeptos do Benfica têm aquilo que merecem. E muitos deles - começando por pessoas do Benfica - não merecem o Cardozo. Merecem o Karadas. Espero ter sido mais esclarecedor agora.

Natálio Santos disse...

Caros benfiquistas já vale tudo...
círculos de amizades...??? círculos de interesses...???
vejam e ouçam...

http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/NoticiasDesporto/2009/12/jesualdo-reafirma-confianca-na-equipa-mas-admite-reforco-do-plantel-em-janeiro31-12-2009-213710.htm

José Marinho disse...

Meu caro CsA, e gostaria que soubesse que respeito profundamente a sua opinião, até porque me custou bastante deixar de fora o Javi Garcia. Como sabe, fui um dos que defendeu a sua contratação, escrevi neste espaço um post inteiro dedicado à sua contratação, numa altura em que a generalidade dos adeptos do Benfica cavalgava a onda dos adeptos do Real Madrid nos principais fóruns de opinião em Espanha. E tenho quase a certeza de que na minha próxima equipa, lá estará o novo Toni do Benfica. Muitos não se lembrarão de Toni a jogar, mas meu caro, parecem siameses, na bravura, na intensidade, na qualidade e na demonstração da sua utilidade na equipa. Mais recentemente, Jonas Thern foi outros dos jogadores que me encheu as medidas, já depois de Stromberg. O Javi Garcia pertence à mesma linhagem de médios defensivos que fizeram e farão história no Benfica. Podemos agradecer a Jorge Mendes, o empresário que convenceu o presidente do Benfica a avançar para a sua contratação e esteve com ele a definir a contratação em Madrid.

José Marinho disse...

Meu caro CsA, como não pertenço aos teólogos do regime, para quem basta o Benfica contratar um jogador para levar ambas as mãos num aplauso pavloniano, tenho dúvidas em relação a este pagode de contratações, numa altura em que a estabilidade é o bem maior de uma equipa de futebol e do seu plantel.

Parece consensual que a janela de mercado de Inverno é um instrumento ao dispor dos clubes para que se possam corrigir erros de casting, por um lado, e mais abrangentemente, erros de construção do plantel.

Todos concordam comigo que o plantel está estável e a equipa está a ganhar. A golear, a dar espectáculo e à frente do campeonato. O investimento em Janeiro, numa equipa de futebol, deve ser, nestas condições, cirúrgico e não espampanante. Olhando para o plantel do Benfica, onde se detecta uma razoável falha de construção do plantel? Na lateral esquerda da defesa. Pois bem, onde está um novo lateral esquerdo contratado.

Estas contradições deixam-me perplexo. Como igualmente me deixa incomodado este afunilamento da prospecção no Brasil…O FC Porto, quando esteve três anos sem ganhar campeonatos, antes de Mourinho, teve esse problema e quando o percebeu, erradicou-o. O José Mourinho trouxe o regresso à normalidade e ao investimento em jogadores portugueses. Acho que não precisam que vos recorde o que aconteceu em dois anos de Mourinho no FC Porto.

O Benfica e o seu balneário correm esse risco. Os brasileiros são bons jogadores, mas estes colonatos num plantel comportam todos os riscos associados à desagregação colectiva.

Além do mais, em Janeiro, não é a altura ideal para se fazer grandes investimentos no futuro, anunciando-os e criando perturbação no balneário. Muito menos quando esse investimento custa mais de oito milhões de euros e se junta a um investimento inicial, no Verão, de outros vinte e cinco milhões. Há quem ache bem, porque sim, eu acho mal, porque é feito contra ciclo e contra a ideia de estabilidade de um plantel. Especialmente de um plantel que tem tido bom comportamento, que oferece garantias.

Descontando as teorias de que o Benfica está a agitar o mercado para servidão de interesses menos confessáveis, acho que elas revelam o desespero de um presidente que sabe que não tem alternativa à vitória. Depois de um período errático, de mais de oito anos no clube – desportivamente – Luís Filipe Vieira sabe que, neste mandato, ou ganha ou…morre. E a sua tentação é a de eliminar, na medida do possível, os factores de risco. Ao presidente do Benfica só lhe falta comprar o título, mas como isso não é possível, compra jogadores, uns atrás dos outros, porque acha que está a reforçar ainda mais as possibilidades de ser campeão.

Até porque Luís Filipe Vieira pode ter muitos defeitos, mas é uma pessoa que percebe o momento e sobretudo percebe os movimentos internos – no clube e não fora dele – que silenciosamente se vão dando, no sentido de preparar uma eventual sucessão presidencial. Ele sabe que o perigo não vem de fora, vem de dentro, se não ganhar. E para ele não ganhar, não é a solução, é a derrocada final.

É isto que eu acho que está por detrás destas contratações. E de outras que possam seguir-se. E esse é o problema do Benfica, que a agenda de um presidente se sobreponha aos interesses do clube, do plantel e da equipa.

dezazucr disse...

Bom onze: colocaria o Peçanha aí a discutir com o Nilson e trocava o Ismailov pelo Ruben Micael. Lucho e Lisandro foram sem dúvidas dos melhores jogadores que passaram por Portugal nos últimos anos. Mas sendo um onze de 2009 não acho certo incluí-los aí. Até porque em 2009 pouco fizeram, dado que já tinham a cabeça fora do porto. O Lucho passou a época toda a jogar em esforço, fruto de lesão contraída no início da época. O Lisandro então jogava quase sobre protesto, tal o mal estar causado pelo estatuto com que tinha chegado o rodriguez.

Ramirez foi sem dúvida a melhor contratação do Benfica, sendo que Saviola e Javi mordem-lhe os calcanhares.
É um primor ver Saviola de águia ao peito. Sei que nunca te impressionou antes, mas deves confessar agora que é de um talento e uma utilidade extrema, demonstrando todo o seu valor a cada jogo. Um manual em como jogar simples é eficaz. Espero que já tenhas mudado de opinião.
Javi é um poço de força taticamente aplicada. Também ele simples nos processos, também ele 'utilissíssimo' neste Benfica. Outra grande contratação.

Espero que estes brasileiros que chegam tenham qualidade para vingar. Concordo que são muitos brasileiros. Mas não me incomoda assim tanto dado ser estrangeiro. E o Benfica há muito deixou de ser apenas português.
E mais que jogadores portugueses, eu quero é jogadores que tragam qualidade à equipa. Agora vai depender do que trouxerem a mais. Até agora, vendo as contratações de Verão, as menos do agrado dos adeptos até foram os portugueses César Peixoto (não para mim, pois eu até acho-o de uma utilidade extrema) e Luis Filipe.
Já os estrangeiros Saviola, Ramirez e Javi, estão acima de qualquer dúvido.

Vejamos como se saem estes 3, sendo que auguro um excelente futura a este último, o Éder Luis. Falando com amigos meus brasileiro deram-me excelentes indicações, pela técnica, rapidez e principalmente garra com que impões sempre o seu jogo.

dezazucr disse...

Ah... apesar de esperar para ver a qualidade destas contratações, também não concordo com o timing. Eu por mim, neste período de Inverno o Benfica não mexia, não me parece que precise assim tanto. Quanto à questão do lateral esquerdo, não me parece que o Peixoto seja mau como o pintam. Se analisarem os últimos jogos que tem feito, tem sido extremamente consistente. Foi prejudicado pelo facto de não ter feito a pré-época e depois com o azar da lesão. Apesar de não ser muito veloz, é inteligente a jogar e é um jogador com técnica.

Anónimo disse...

N tenho duvidas que o Jose Marinho neste seu ultimo post foca pontos essenciais e coloca o "dedo na ferida".

"Ao presidente do Benfica só lhe falta comprar o título, mas como isso não é possível, compra jogadores, uns atrás dos outros, porque acha que está a reforçar ainda mais as possibilidades de ser campeão."

Sou forçado a perguntar:

Qual é afinal a funçâo do Rui Costa no Benfica?

Apesar destes erros, acho que a qualidade do plantel e o trabalho do treinador vâo fazer do Benfica campeâo,e quem sabe algo mais... com um bocadinho de sorte nos momentos decisivos e nos sorteios da Liga Europa.

Quanto ao 11 de 2009:

Nilson
Maxi
Bruno Alves (por muito que custe :)
David Luis
Evaldo
Javi
Ramires
Lucho
Meireles (Aimar por muito que seja um idolo, n foi regular)
Lisandro
Cardozo

Abraço

Daniel Marques

JOTA ENE ✔ disse...

ººº
Que 2010 te traga: ...

... A segurança do Luisão. A atitude do David Luiz. A força do Javi Garcia. A magia do Aimar. A irreverência do Saviola e, a concretização do Cardozo… É claro… E tudo isto abençoado por Jesus…

http://benficadojota.blogspot.com/
► Espaço de colecionismo do Benfica ◄

Mega-abraço !!

CsA disse...

Concordo com o sr. José Marinho que ainda falta contratar um lateral esquerdo de qualidade, mas discordo do resto.

"Ao presidente do Benfica só lhe falta comprar o título, mas como isso não é possível, compra jogadores, uns atrás dos outros, porque acha que está a reforçar ainda mais as possibilidades de ser campeão."

LVF tal como todos os Benfiquistas quer que o Benfica seja campeão! O resto parece-me uma teoria sem qualquer fundamento. LFV não iria contratar jogadores sem o aval e consentimento de RC e JJ que trabalha diariamente com os jogadores e sabe melhor que ninguém sabe quais os reforços para tornar o plantel mais forte e competitivo. Os reforços de inverno são todos brasileiros é um facto, mas porque será?

1. É sabido que JJ acompanha e conhece muito bem o futebol brasileiro.
2. O mercado brasileiro é atractivo em termos de qualidade/preço, e que permite encontrar "achados" como o David Luiz e Menezes.

"Como igualmente me deixa incomodado este afunilamento da prospecção no Brasil…O FC Porto, quando esteve três anos sem ganhar campeonatos, antes de Mourinho, teve esse problema e quando o percebeu, erradicou-o. "

Parece-me também despropositado comparar a qualidade dos jogadores brasileiros que o FCP possuía nessa altura, com os que nós temos no plantel Luisao, D.Luiz, Ramires e Menezes são incomparaveis a Esquerdinhas, R.Juniores, Penas, CLaytons... Quanto às recentes contratações não posso tecer qualquer comentário pois nunca os vi jogar.

Excerto da entrevista de LFV concedida ao jornal Abola:
"Que política desportiva será seguida no final da época? Muitas vendas? Muitas compras? Ou, ao invés, aposta na continuidade?
LFV: A prestação desportiva da equipa, a consequente valorização da generalidade dos jogadores e as inúmeras abordagens que têm sido feitas levam-me a pensar que será muito difícil manter o actual plantel tal como ele está. Porque assim penso e não sou ingénuo, estamos já a trabalhar para preparar o médio prazo e alguns dos jovens jogadores que estamos a assegurar nesta fase são, exactamente, para começar a preparar o futuro." in Jornal ABola.

Pela primeira vez estamos a preparar o plantel para o médio prazo, pois sabemos muito bem que no final da temporada 1/2/3 jogadores irão sair. Ora vejamos o que nos aconteceu com o Simão, não foi preparada previamente a sua saída e ficámos órfãos na época seguinte. O mesmo se passou agora com o FCP que não preparou a sucessão de Lucho e é o que vê...

Caro anónimo: "Sou forçado a perguntar: Qual é afinal a funçâo do Rui Costa no Benfica? "

A ideia de que RC não tem nenhuma participação nas contratações, no meu entender é falsa e não passam de especulações... Ainda na semana passada vi eu com os meus olhos RC e LVF a entrarem para um Hotel. O que iam la fazer? Não faço ideia. Mas certamente que não iam assistir a uma demonstração da Herbalife.

Agora há que arrumar a casa visto termos um plantel excedentário... O resto como diz o JJ "São peanuts!"

Saudações Gloriosas

Anónimo disse...

Jose Marinho, fala-se que o lateral esquerdo esta praticamente contratado e poderá chegar na próxima semana, sendo que ainda poderá vir mais (!) um médio neste mercado de Janeiro...
Diz-se tambem que Quim vai renovar pelo Benfica.

Confirma estas noticias?


Abraço
Daniel

João Tomaz disse...

Troco o Carriço, o Izmailov e o Aimar pelo Bruno Alves, o Javi Garcia e o Saviola.


Não compreendo como é que, o futebol não ganhando, o perigo virá de dentro...

Baresi disse...

A minha Equipa

Quim

Maxi (a custo)
D.Luiz
Luisão
Peixoto

Javi
Ramires
Aimar
Di Maria

Cardozo
Saviola


A Minha equipa é esta, e o resto é conversa.

José Marinho disse...

Me caro rearviewmirror, a minha equipa é a que está no post. E o resto é benfiquismo puro.

Meu caro CsA, acho que cada um escreve em função do que sabe ou julga saber. O que eu escrevi, fi-lo, em função do que sei, o meu caro, fê-lo em função do que julga saber. São duas formas diferentes de escrever sobre o mesmo tema. Não contesto que o mercado brasileiro seja atractivo, mas é perigoso, quando é levado a um extremo de prospecção, como parece ser o caso. E, de resto, de todo esse investimento no Brasil, o único que dá garantias de um extraordinário retorno é o David Luiz. E mesmo assim, descoberto na Terceira Divisão e todos sabemos por quem...Sobre Ramires, não tenho dúvidas sobre o valor do jogador, tenho as minhas desconfianças em relação ao retorno que pode proporcionar ao Benfica, mas com tempo lá chegaremos a essa confirmação...

José Marinho disse...

Sei muito bem que JJ conhece o mercado brasileiro, como conhece outros. E não discuti no post se os jogadores são contratados com o seu aval ou sem o seu aval. Era o que faltava que o presidente do Benfica contratasse jogadores sem um prévio aval técnico, ou de Rui Costa ou de Jorge Jesus, especialmente do treinador. Também em relação isso, o futuro será determinante para sabermos, um dia, toda a verdade.
Quanto à minha teoria não tem que ter fundamento ou não. Tem o valor das coisas em que acredito e tem sobretudo o valor do conhecimento. Eu não escrevo sobre coisas que não domino, eu escrevo sobre coisas que conheço, ou no limite, como o meu caro, julgo conhecer. Há quem acredite, há quem não acredite. São as regras do jogo. Há quem acredite e reflicta sobre o que escrevo, e até há quem apenas passe a acreditar mais tarde, quando as evidências se sobrepõem à ilusã do seu oposto. Acho que um dia voltaremos a falar deste assunto, e veremos, dos dois, qual de nós vai mudar de opinião.
Sobre os brasileiros do FC Porto, descontando a sua ideia de que eram todos fracos - Esquerdinha tinha lugar neste Benfica, Pena foi o melhor marcador do campeonato com um número de golos que desde Rui Águas nenhum avançado do Benfica conseguiu marcar e talvez se tenha esquecido propositadamente de Deco - o objectivo era discutir o número de brasileiros no plantel, não a sua qualidade. E o que é facto - está comprovado - é que o FC Porto deu-se conta do erro, corrigiu-o e em dois anos foi campeão, venceu a Taça UEFA e a Liga dos Campeões.
Ninguém discute que Vieira quer ser campeão...Aliás, quer e precisa. O que discuto é a decisão de contratar, contratar, contratar. O meu caro refere uma entrevista ao jornal A BOLA. Estou em desvantagem em relação a si. Não li e não vou ler. Não gosto de propaganda, especialmente quando me aparece vestida de jornalismo. Apenas uma nota. Se o presidente pretendeu justificar as contratações de Janeiro com a promessa de acautelar o futuro, então eu digo-lhe o seguinte: o mercado de Janeiro não é um instrumento de aposta no futuro, é um instrumento de correcção do presente. Aliás, para ser verdade o que diz o presidente do Benfica, seria necessário que os jogadores contratados pudessem, no tal futuro, vir a substituir os jogadores que previsivelmente sairão no final da época. Isto é que seria preparar o futuro. E sabe quais são os jogadores que estão mais perto da porta de saída? Eu digo-lhe: David Luiz, Di Maria e Cardozo...Sobre estes três jogadores, os mais valiosos do plantel, há um denonimador comum. Quem tiver memória e não for apenas um radical ayatollah do regime, descobre esse denonimador comum. E agora pergunto-lhe, meu caro CsA, qual destes jogadores que têm mais mercado no Benfica, podem ser substituidos pelos jogadores contratados? Eu ajudo à resposta: NENHUM. E antecipando a sua resposta de que Kardec foi contratado para substituir Cardozo, eu faço uma aposta consigo. Se o Cardozo sair do Benfica, o clube voltará ao mercado para contratar um ponta-de-lança. Se não o fizer, eu encontro-me consigo, faço um print deste post e engulo-o.
E meu caro, quando diz que agora temos de arrumar o plantel, porque está excedentário, mais uma vez, permita-me, está errado. Para um clube que tem um passivo de quase 400 milhões de euros, a primeira obrigação seria a de arrumar a casa e só depois devia contratar. Porque não é de agora que ele está excedentário. Já estava no Verão e assim vai continuar. Porque o Benfica, de há uns anos a esta parte, tem uma enorme dificuldade em colocar os seus jogadores. E vai continuar a tê-las.
Meu caro João, quando finalmente formos almoçar,talvez possa compreender melhor. Um abraço.

pge disse...

Caro José Marinho,

"Há quem acredite e reflicta sobre o que escrevo, e até há quem apenas passe a acreditar mais tarde, quando as evidências se sobrepõem à ilusã do seu oposto" - estamos também a falar de Saviola?

A sua análise ao mercado de inverno peca num facto, no Brasil agora é o equivalente ao nosso mercado de Verão pois os campeonatos começarão em breve.

Se Cardozo sair até acho normal ir-se ao mercado pois quando ele sair e se Jesus ainda estiver no Benfica terá de vir alguem tambem para o lugar de Nuno Gomes...E se o Weldon tem surpreendido pela positiva ainda não se percebeu muito bem se é substituto de Cardozo ou Saviola... No fundo parece-me que alem de aposta em jogadores jovens, Jesus pretende ter jogadores com as mesmas caracteristicas dos que habitualmente jogam.

Não quero com isto tudo dizer que não se deve ter em atenção ao dinheiro que é gasto e á altura em que é gasto com contratações...Mas deixemos os homens trabalhar em paz até Maio, que até agora o trabalho tem sido bom.

Anónimo disse...

-Será o novo defesa esquerdo tambem brasileiro?!

-Por este este caminho teremos um plantel com 40 jogadores, porque nâo estamos a conseguir colocar nem rescindir com nenhum dos "dispensados"...

-No final da epoca, o meu palpite é que vâo sair Di Maria e David Luis(ou Ramires). Nâo acredito muito na saida de Cardozo,a menos que o Benfica o venda ao desbarato e nâo pelo valor da clausula.
Parece-me que de entre David Luis e Ramires, um vai sair de certeza...

-Para a proxima epoca o Benfica tem praticamente garantido Franco Jara...

Daniel

José Marinho disse...

Meu caro Pge, a sua alusão a Saviola peca num facto...eu nunca escrevi que o Saviola não seria útil ao Benfica. O que escrevi e mantenho é que nunca me convenceu como jogador de um altíssimo nível, onde muitos pretendem colocá-lo. É um óptimo jogador para o Benfica e para o nosso campeonato - admito que estou surpreendido com a importância que tem no Benfica e que vou perder a aposta que fiz com José Veiga - mas não chega para jogar num Real Madrid ou Barcelona. É um jogador de nível médio-alto, no mundo, é um jogador de altíssimo nível em Portugal. E claro, já marcou mais do que dez golos, que foi a minha previsão. Agora, que não é, nunca foi e nunca será um jogador que me faça perder a cabeça, não é. Ou melhor, fez-me perder a cabeça, no jogo com o FC Porto, quando marcou o golo que nos deu uma das vitórias mais importantes da época.
O facto de ser início de época no Brasil não modifica o essencial da questão. No mercado de Inverno não se prepara o futuro, corrige-se o presente. E como escreve, e bem, o trabalho, até agora, tem sido bom. Então porquê tantas mexidas?
E por mim, podem continuar a trabalhar em paz, porque o dinheiro não é meu. Se fosse, fazia como os clientes do BPP. Como não é, fico sentado à espera. Entre o sofá e um lugar no estádio, a apoiar a nossa equipa, os nossos jogadores e o nosso treinador. Porque ser Benfica é isto, é ser crítico mas é também nunca virar as costas ao clube. E estar no Marquês, como estaremos todos, entre os finais de Abril e inicios de Maio.

José Marinho disse...

Meu caro Daniel, o lateral-esquerdo é uma necessidade. Aqui sim, acho que se impõe uma intervenção no mercado. E o problema não é a qualidade de César Peixoto, é mesmo a confirmação de que Schaffer não está pronto para o combate. E presumo que deva ser verdade a aquisição. Faria, pelo menos, mais sentido do que outras que foram feitas. Sobre um novo médio, não acredito. E pergunto: para quê? Existem quatro lugares disponíveis e mais de oito opções...Javi Garcia, Airton, Ramires, Ruben Amorim, Fabio Coentrão, Di Maria, Aimar, Carlos Martins, Filipe Meneses e Urreta. Dez jogadores de meio-campo. DEZ. No meio-campo, o Benfica não precisa de mais jogadores, precisa é de menos. Porque ainda há Balboa e até Jorge Ribeiro, lembram-se? A contratação de um médio seria um desperdício e a confirmação total de que o gasto de dinheiro é proporcional à necessidade de ganhar.

pge disse...

Mas aí é que está, o facto de no Brasil ser o equivalente ao nosso mercado de Inverno é que se calhar foi possivel trazê-los agora.
E nada nos garante que no entender do Jesus não se tratam de correcções do presente, até porque ninguém está a ver estas contratações alterarem o 11 base.
No fundo o mercado de Inverno no meu entender é mau porque estando as equipas em competição na Europa, muito dificilmente se contrata cá alguem em grande forma e a bom preço, era isto que pretendia dizer em relação ao Brasil.

Pois o dinheiro que o Benfica gasta eu sinto-o como se fosse meu, o bem e o mal gasto.

Quanto á contratação do def. esq. tenho a opinião que dificilmente virá alguém, pois se não se contratou ninguém nelhor que Schaffer dificilmente irá se arranjar agora, ou lá está terá de vir novamente do mercado sul americano, pois é a sua época de defeso.

Anónimo disse...

“ o nível de Saviola… não chega para jogar num Real Madrid ou Barcelona”


Caríssimo José Marinho,
Será que o nível de Cardozo “chega” para entrar numa destas equipas? Claro que não.
Será que seria titular numa das cinco melhores equipas da liga inglesa? Claro que não.

Sejamos honestos, o Benfica mudou para muito melhor nesta época essencialmente devido à entrada de três jogadores de elevado nível: Javi Garcia, Ramires e Saviola. O resto tem pouca expressão no contexto global.

Anónimo disse...

Os jogadores que o Benfica tem emprestados eram até há bem pouco tempo atrás 24, contra 21 do FC do Porto e 7 do Sporting. Desses 24, apenas 5 ainda estão na Liga Sagres, uma vez que 3 foram dispensados e tiveram de regressar à Luz. A saber, continuam fora, Marc Zoro e Ruben Lima no Vitória de Setúbal, Halliche no Nacional, Walter Moraes no Olhanense e Coelho no Paços de Ferreira. Enquanto que do Belenenses regressaram Felipe Bastos e Freddy Adu, tendo sido dispensado do Vitória de Guimarães, Leandro Silva. Porque será que estes três não convenceram? Será porque se compra só porque sim a ver no que vai dar? Ou será que se compra apenas para agradar a alguns empresários?

CsA disse...

Eu percebi que se referia à quantidade de brasileiros, mas continuo sem perceber como é que o número de jogadores brasileiros, desde que com qualidade e com boa perspectiva de futuro, podem afectar um plantel. Penso que a afirmação que um dia Pedroto fez "1 brasileiro é bom, 2 são demais e 3 são uma escola de samba" não se aplica quando se têm num plantel jogadores como Luisão, D.Luiz e Ramires, e jogadores com boa perspectiva futura como Menezes, Airton e Kardec. Temos é de dar graças por no nosso plantel já existir brasileiros como Everson, Beto, André Luiz, Alcides, Anderson, Paulo Almeida... e muitos destes também com denominador comum.

Se JJ permanecer na próxima época, e se realmente Kardec conseguir-se adaptar e mostrar que pode ser uma opção valida a Cardozo, penso que não iremos contratar nenhum avançado. Neste caso e pondo o cenário de que Cardozo sairá no final da época (acredito mais que saia D.Luiz e DiMaria) apenas se justificaria a contratação de outro avançado se N.Gomes se retirar (como acho que vai ser o caso) ou Weldon tiver guia de marcha.

Como alternativa a D.Luiz já temos Sidnei e M.Vitor... a DiMaria temos Coentrão e Urreta (Eder Luis penso que também pode fazer essa posição)

A verdade é que não tínhamos no plantel alternativas a Javi e Cardozo. Se Airton e Kardec são alternativas validas? Ninguém o saberá por enquanto. Entendo a contratação de Eder Luis caso Keirrison seja enviado de volta e Urreta seja emprestado(sem opção de compra) a um clube onde possa jogar regularmente e mostrar que pode ser realmente uma opção a DiMaria.

Saudações Gloriosas!

José Marinho disse...

Meu caro Pge, continuo a dizer-lhe que não é relevante o facto de estarmos em início de época para se contratar resmas de jogadores brasileiros para o plantel do Benfica. Há mais mercados e se calhar mais fiáveis, que também estão em início de época...Olhe, o argentino, por exemplo. Porém, não insisto nesta discussão, porque o que penso sobre as contratações de Inverno do Benfica está escrito e não mudo uma vírgula ao que escrevi. E apenas o farei, se um dia, a realidade me demonstrar o contrário.
A forma como o dinheiro é gasto preocupa-me, mas não é o meu dinheiro, por isso, a minha preocupação será sempre relativa, até porque os sócios do Benfica terão sempre ao seu dispor os instrumentos necessários para depor uma direcção, se entenderem que o dinheiro está a ser abusivamente mal gasto. Por isso digo, o dinheiro não é meu e por isso não posso ir além da preocupação com a forma como ele é gasto.
Meu caro anónimo, veremos no futuro, onde jogará Cardozo e com que rendimento. Nessa altura, podemos tirar conclusões mais definitivas. Até lá, fica por demonstrar a sua capacidade para jogar a esse nível, enquanto a de Saviola está suficientemente demonstrada. Real Madrid e Barcelona, foram passos atrás na sua carreira. Ponto. E o Benfica, a seguir ao River Plate, foi a melhor coisa que aconteceu ao argentino. São sítios e realidades diferentes. Se mudei de ideias completamente em relação a Saviola? Não. Se dou graças a Deus - ou Jesus não sei - por ele ser jogador do Benfica? Dou.
Caríssimo CsA, para fechar a discussão, reitero o que escrevi. O problema de ter muitos jogadores brasileiros num plantel tem a ver com a quantidade, não com a qualidade. É um facto que está comprovado, por muitos dirigentes, treinadores e até jogadores. Aqui, na China ou noutro sítio qualquer. Só conheço dois sitios onde essa junção descontrolada de jogadores brasileiros no mesmo plantel, não comporta demasiados riscos: no Brasileirão e no Escrete. De resto, por muito que não queira ver os perigos, eles existem. E a qualidade dos jogadores não conta nesta discussão. O que conta é o número de jogadores.
Também gostava de continuar a debater consigo estas questões, mas se recorre a falsidades, para desmentir as minhas referências ao denonimador comum que apontei a algumas das mais bem sucedidas contratações do Benfica dos últimos anos, então será a melhor altura para colocarmos uma pedra em cima do assunto. Porque além do mais, o denominador comum a que ambos nos referirmos nunca teve trinta a quarenta milhões de euros para gastar numa época inteira. Em segundo, porque alguns desses jogadores que o meu caro enunciou, não foram contratados por ele, como já amplamente demonstrei nestes meses que levo de intervenção neste blogue. Em terceiro lugar, podia ter juntado à discussão jogadores como Patric, Keirrisson, Leandro Silva, Sretenovic, Balboa, Andrés não sei das quantas, Zé Rui, Artur Futre, Yannick, Roland Garcia, Anderson Luis, Amoreirinha e tantos e tantos outros. Como sabe, esse é outro denominador comum.
E para terminar, não sei o que fazem o Alcides e o Anderson - o defesa - na sua lista. Foram boas contratações, o Alcides esteve sempre ao nível por exemplo do Sidnei e o Anderson foi um jogador regular e de boa qualidade. E sobre o Alcides, a saída dele do Benfica não teve a ver com desempenho desportiva. É outra história, onde prevaleceu a integridade do jogador, a sua segurança e a da sua familia.
Um abraço e bom ano.

António Pista disse...

Newsletter Semanal #5

Blog Águia de Ouro

Antes de mais, o Águia de Ouro, deseja a todos um Feliz Ano de 2010!
Está para votação o onze da década do Sport Lisboa e Benfica, os melhores jogadores que passaram entre 2000 e 2009 pelo Benfica estão para votação numa táctica de 4-4-2. Vote no onze que pensa que marcou a década do Sport Lisboa e Benfica.

Posts Anteriores:

- O Onze da década
- A Liga Sagres após 14 jornadas...
- Tudo vermelho após o Natal
- Feliz Natal
- Raça de Campeão

http://aguia-de-ouro.blogspot.com