blog

segunda-feira, abril 17, 2006

Dualidade de critérios...

Carlos Brito no final do jogo Boavista-Benfica criticou a dualidade de critérios dos árbitros. De facto esta jornada teve bons exemplos do que é a dualidade de critérios dos arbitros...e dos comentadores da TV.

No jogo Estrela-Sporting Jordão leva amarelo por uma falta sobre Liedson. As imagens não deixam qualquer duvida sobre a justiça da punição. Jordão joga a bola de carrinho, toca na bola, mas, posteriormente toca no pé de Liedson. Falta e amarelo. Os comentadores concordaram.

No jogo Boavista-Benfica Beto leva amarelo por uma entrada mais dura à bola. As imagens não deixam qualquer duvida sobre a justiça da punição. Beto entra com o pé em riste, toca na bola, mas, posteriormente toca no pé do jogador do Boavista. Os comentadores concordaram.

Ambos os lançes foram bem ajuizados. Ambos os lances mereceram a concordância dos comentadores e em ambos os lances os jogadores faltosos tocaram PRIMEIRO na bola.

Curioso constatar a dualidade de critérios quer do árbitro, quer dos comentadores no lance entre Sandro Gaúcho e Nuno Gomes..."tocou primeiro na bola" dizem eles...

4 comentários:

João Bizarro disse...

Essa do Nuno Gomes e do Sandro Gaucho veio-me à memória aquando do corte limpo do Nelson sobre o João Pinto que o árbitro marcou falta.
Disseram os comentadores: O Nelson corta a bola mas posteriormente atinge o adversário, falta nítida.
Curiosamente nessa do Nuno Gomes ninguém teve o mesmo comentário.

Pedro Neto disse...

Pensei precisamente nesse lance do Nuno Gomes qundo o Beto viu o amarelo.

luis disse...

E o pseudo pénalti do Nelson fez-me lembrar uma carga que o Nuno Gomes sofreu quando saltou à bola, no jogo contra o Gil Vicente, na primeira volta. É um lance igual ao de agora, mas agora já todos acham que foi pénalti...

Nuno disse...

Haverá rectroactivos?Dúvido.