blog

quarta-feira, março 26, 2014

FC Porto - SL Benfica: 1-0

Infelizmente no SL Benfica continua-se a não perceber a importância destes jogos.

Assim se desperdiça uma excelente oportunidade de "matar" o principal adversário e temos um deja vu de épocas anteriores onde o Benfica é incapaz de se impôr no Dragão. Desta vez com um 433 mais coeso, Luis Castro conseguiu controlar totalmente o Benfica e empurrá-lo para trás. Marcou cedo e teve oportunidades para aumentar a vantagem. Lá em cima percebe-se a importância destes jogos, na Luz não. Os jogadores do Porto disputam cada jogada como se fosse a mais decisiva e isso colocou uma enorme pressão aos nossos jogadores e Amorim e Fejsa foram impotentes para travar o meio campo azul.

No decorrer da segunda parte o Porto abrandou o ritmo mas o Benfica foi incapaz de responder com a mesma pressão que sofreu. Que me lembre só uma oportunidade de golo digna desse nome e uma série de passes falhados muito por culpa da forte pressão portista. E em contra ataque podiam ter arrumado a eliminatória. Felizmente também falharam no último passe.

O árbitro falhou estrondosamente ao não expulsar Fernando por aquela entrada assassina sobre Fejsa mas não terá visto uma vez que durante o resto do jogo fez uma bela exibição. Mas era um lance que mudava o rumo do jogo temos que o dizer.

Peço desculpa por não me alongar muito mas estou muito desiludido. Queria mais, muito mais. Infelizmente muitos não percebem a importância deste jogo e desta eliminatória e isso deixa-me triste porque, mais uma vez, se desperdiçam oportunidades. É um jogo a duas mãos, dia 16 de Abril temos o jogo decisivo e teremos, então, tempo para analisar com pormenor tudo o que se passou. Espero que o façamos já a pensar nos bilhetes para o Jamor.


21 comentários:

luis disse...

O FCP entrou bem é verdade mas depois o jogo foi sempre equilibrado, onde qualquer equioa podia ter marcado.

Tivemos a do remate do Fejsa, do Markovic e mais uma ou outra que falhou o último passe.

Mas estou contigo: não temos quem explique a importância que este tipo de jogos tem.

Ainda temos a segunda mão e temos tudo para sair por cima, contudo. Vamos esperar então.

A equipa de vencer em Braga e depois na Luz contra o Rio Ave. Até podemos chegar à segunda mão já mais à vontade. Ou não :)

Antonio Vieira disse...

Enfim o que dizer? Maia do mesmo e mais de jj.. Nem com uma equipa fortíssima nos conseguimos impor naquele amtro! Inqualificável..

mpcp disse...

fernando e herrera deviam ser os 2 expulsos, 2 entradas assassinas

Anónimo disse...

entao nao percebo o melhor benfica dos ultimos 30 anos nao consegue ganhar ao pior porto dos ultimos 10 anos ke palhaçada dos melhores teinadores do mundo so se for no mundo da deliquencia treinador fanfarrao e labrego sem prestart pra nada so desejo k eprcas tudo pra ver se finalmente es despedido do slb

Anónimo disse...

ò Pedro...ainda faltam 90 minutos, não vale a pena estar a fazer uma tempestade num copo de água.

Anónimo disse...

Equipa fortíssima!

Será que não reparaste que não entraram no onze, 5 daqueles jogadores com mais ritmo de jogo no Benfica.
Oblac
Siqueira
Enzo Perez
Gaitan
Marcovic
Lima

Por sinal entre eles estão alguns dos melhores jogadores do plantel.
Pode ser que no dia 16 de Abril já joguem os que estão em melhor forma se o campeonato estiver definitivamente resolvido.

Morgado disse...

Jogamos muito mal e não entendo como não explicaram que contra um porto agressivo como o de hoje não se pode trocar a bola na defesa como estivemos a fazer. Era sempre a perder bolas... Mas verdade seja dita... o porto estava cheio de força. Notou-se que andou a guardar-se toda a época para este jogo... :)

Pedro Ribeiro disse...

Eram decisões difíceis.

Pôr os titulares poderia significar uma desconfiança em relação aos outros, desmoralizando-os; poderia, ainda, ser entendido como medo pelo adversário, o que justificaria a mudança. (Claro que estas poupanças podem ser lidas como medo do braga...)

Se os titulares tivessem perdido o jogo, embora tenha ficado a ideia de que os corruptos estavam ao alcance, teriam sofrido mais o impacto mental e físico da derrota.

Não critico tanto a rotatividade, mas sim a estratégia: André Gomes deveria ter sido titular e Cardozo deveria ter ficado no banco, pois Rodrigo nem conseguiu aproveitar com a sua velocidade as costas da defesa dos corruptos, que jogou avançada sobretudo na primeira parte, como tardou a auxiliar o meio-campo, desgastando-se muito. A rotatividade foi igual ao jogo em Londres, mas não a estratégia.

Para pôr a coisa em perspetiva, com villas-boas os corruptos deixaram alguns titulares de fora na primeira mão da taça e sofreram com isso também naquele jogo do dragão. E não foi por o termos ganho que o sistema quebrou.

O tempo dirá se foi boa opção, se bem que agora parece ter sido uma oportunidade perdida.

Todos nós gostaríamos de ver os melhores em cada jogo, mas a verdade é que o passado nos mostra que um pouco de glória hoje pode comprometer um campeonato amanhã. E, neste aspecto, a nomeação de Proença terá condicionado - um pouco, muito? - as escolhas.


Abraço

Anónimo disse...

É isso. Acho que este jogo era claramente para ganhar, e podíamos tê-lo feito. É o porto mais fraco dos últimos anos. Verdade que tivemos sorte em não termos levado o 2-0, mas entrámos com um 11 mal escolhido. Entregámos o meio-campo, como sempre. Cardozo e Salvio não têm ainda ritmo, e a equipa ressentiu-se. Substituições tardias. Não gosto do 1-0 nestas eliminatórias a 2 mãos, é um resultado traiçoeiro. Mas enfim, pode ser que o treinador tenha aprendido que em jogos decisivos como estes não se pode fazer "gestão" ou "poupanças". Têm que jogar os melhores e os que estão em melhores condições. Também eu estou muito desiludido, mas agora temos que olhar em frente. Temos um jogo na Luz para dar a volta.

Abraço,

J.

José Ramalhete disse...

Enfim diz-se aqui que um treinador de equipas B superou um dos melhores do mundo. Acho que é mais um complexo do JJ ao jogar em casa do Amo, só consegue transmitir cagaço aos jogadores.

joão carlos disse...

mais do mesmo ele leva a equipa a um determinado patamar mas depois é incapaz de ultrapassar a barreira seguinte, mais uma vez arrogante ao achar que a equipa esta tão bem e tão forte que nem precisa de alterar a tactica.
o jejum é um carroceiro na maneira como trata os jogadores, alem de quando ganha o mérito é dele quando perde a culpa é de todos menos dele, mas isto tem um custo quando ele precisa que os jogadores de-em a pele em campo contra quem o tem humilhado eles não dão.

M disse...

Bom, estou mais calmo, depois de ano passado expectativas baixaram portanto....podíamos ter jogado a todo o gás para arrumar o Porto, temos equipa mais do que capaz para o fazer....e depois teríamos equipa a meio gás para Braga.....e depois para Alkmar..... E depois..... E depois....

Cam-pe-o-na-to! Logo se vê, 1 golo não e nada, temos jogo na Luz para resolver já com menos 3 jornadas da liga jogados....

André disse...

Entrada assassina do Fernando e HERREIRA! Pênalti sobre o luisao! O próprio coroado a falar na cmtv!

Anónimo disse...

A verdade é que sem homenagens a eusebios, com penaltis perdoados e jogadas do fcp cortadas por faltas cometidas lá atrás, foi o que se viu.

O fcp teve 4 ou 5 oportunidades claras de golo. E não foram remates a 30 metros, foram jogadores isolados que por algum milagre do artur ou do poste, ou principalmente por azelhice no ultimo passe, não deram em golo.

O pior fcp desde 2005 foi claramente superior ao melhor benfica dos ultimos 20 anos.

Pedro disse...

Sim, desta vez não foi perdoado penalty a Mangala mas Fernando devia ter sido expulso.

Anónimo disse...

Quando uma equipa via este jogo como um jogo de solteiros e casados enquanto que para a outra era o jogo da época, era mais que óbvio qual seria o resultado. Não deixa de ser bom, gerimos esforço e conseguimos obter um resultado invertível numa competição que nem é prioridade.


Foi um jogo perfeito. Uma derrota extremamente importante para os animos acalmarem e os adeptos do pito aos saltos acalmarem.


O jogo importante é no fim de semana.

Anónimo disse...

Não se poupar contra o FCP. São os jogos mais importantes da temporada.
Jesus nunca vai mudar as suas atitudes e o seu modelo táctico preferido, mesmo que isso custe e exponha as fraquezas da equipa frente ao adversário.
A vitória foi justa e o resultado menos mau face a tudo o sucedeu.
A.P.

Anónimo disse...

Assim foi da maneira que finalmente um jogo do benfica não foi abertura de telejornal, e resumo foi feito a despachar. O mais importante foram os 8 detidos agora.

A nossa comunicação social é tão ridícula e previsível.

Benfiquista no Norte disse...


Resultados práticos deste jogo:

1. em termos de golos: 1-0
2. em termos de decisões: 0
3. em termos de lesões +/- graves:

Benfica 0
FCP 3 (Danilo, Mangala, Cigano, 27% da equipa titular)

Dito isto acho que foi importante e certa a gestão feita.

Anónimo disse...

Que eu saiba o TJ é emitido às 20h. Ora, o jogo foi às 21h de quarta, abrir o TJ de quinta com a derrota de Benfica seria informação relevante com toda a certeza....
Por essa altura, talvez os marcianos ainda não tivessem visto o resumo.
a.p.

HLuz disse...

Não questiono a tática em si, atenção!mas há prioridades, e esta merda para nós é mais que prioritário!
Já deu para perceber que teremos de construir-nos como melhor clube de Portugal, flanqueando o trauma.
ok.
É uma tática desta direcção, seja temos é que ser Campeões!
Mas este ano?
E para o outro?
E o próximo?
Não nos esqueçamos contudo que o Glorioso para se embater com equipas da sua craveira (e falo dos 10 do top europeu)onde qualquer resultado é plausível tem de os ir encontrando...um aqui...outro acolá...
Com o fcp não é assim caralho!
Temos agendados 2, 4 a 6 jogos por época com os cabrones caralho...será que vai ser sempre um Benfica com medo da puta da sombra da fruteira?

É isto que questiono! para pena minha, que tenho os putos a crescer aqui no Norte caralho!
Benfica Benfica Benfica