blog

terça-feira, março 25, 2014

Muito mais que uma eliminatória

Amanhã o SL Benfica desloca-se ao estádio do Dragão para a primeira mão das meias finais da Taça de Portugal. É com algum espanto e preocupação que assisto que para muitos benfiquistas este jogo não é muito importante porque as atenções devem, segundo esses benfiquistas, estar centradas no campeonato.

Todos nós queremos ser campeões e esse tem que ser, sempre, o objectivo principal do Benfica mas nunca, nunca mesmo, deve o clube abdicar de tentar conquistar as outras competições, principalmente as internas. E, depois, há o contexto. E o actual contexto é demasiado favorável para o SLB abdicar seja do que for.

Não é só o facto de estarmos com uma confortável distância pontual para com o segundo classificado é, também, o facto de estarmos muito fortes e o adversário estar fraco. E oportunidades destas não podemos desperdiçar. O clube corrupto tem sido o nosso principal adversário nestes últimos anos, tem sido o clube que tem tido a hegemonia em campo nas últimas décadas mas, finalmente, sente-se um final de ciclo a pairar naquelas bandas e o Benfica tem a oportunidade ideal para dar um forte contributo para esse fim de ciclo. No passado o clube corrupto não desperdiçou nenhuma oportunidade em nos vergar nos momentos em que estávamos frágeis. Basta recordar as humilhações sofridas no ano de Villas Boas em que sem apelo nem agravo eles não abrandaram um segundo e fizeram questão de pressionar ainda mais a ferida exposta. É isso que o SLB agora tem que fazer. Está em jogo muito mais que uma eliminatória da Taça, está em jogo a próxima época. Uma vitória dos corruptos quase que lhes garante a Taça de Portugal e a sensação que esta péssima época não é assim tão péssima mas apenas o habitual percalço a cada 3/4 títulos. Entrarão na próxima época muito mais tranquilos. Mas se o Benfica vergá-los a uma derrota e eliminação será um duro golpe num já debilitado grupo. Com as dificuldades financeiras que se antevêem para aquelas bandas e com a herança psicológica das derrotas sofridas (e, espera-se, das nossas conquistas) eles entrarão na próxima época com muita pressão e mau ambiente.

O contexto levou a que o Benfica tenha uma oportunidade de ouro para abrir uma ferida na "super" estrutura. É por isso que o Benfica não pode pensar só no campeonato, a Taça de Portugal é para ganhar. E bem!

12 comentários:

João Laranjeira disse...

Nem Mais!

Este jogo deve ser encarado, como devia ter sido encarada a supertaça contra o porto do villas-boas... e não foi!

A hegemonia passa por ai

abraço

As Papoilas do Biscaia disse...

Concordo em absoluto.

rsa disse...

Claro que sim eliminar o fcp é prioritário e se possível vencer amanha no dragão...
Depois do jogo de quarta ainda teremos mais pelo menos 3 jogos com o fcp e terão que ser jogos para ganhar sempre e se possível por goleada :) eles estão feridos e cabe ao Benfica por mais sal na ferida temos uma grande oportunidade para marcar território e iniciar o fim do reinado do pintinho...

Miguel B disse...

mais uma vez está na hora de mostrar-mos a nossa fibra, mas infelizmente é nestes momentos que falhamos sempre,mais uma vez esta na hora, será que é desta ou eles fazem das tripas coração e voltam a humilhar-nos? veremos todos sonhamos mas depende da equipa.
Carrega Benfica

Antonio disse...

Eu percebo a vossa opinião mas, para mm, não podemos perder o foco no campeonato. Essa conversa de ganhar tudo é para quem está habituado a ganhar, o que, nos últimos anos, não é o nosso caso.

Espero que JJ não arrisque um milimetro neste jogo e que se preserve para domingo que é isso que interessa.

Além disso, depois do que se viu com o Belenenses, penso que podemos fazer um excelente resultado com uma equipa tipo jogo com o Tottenham e poupando, ainda, o Garay.

João Bizarro disse...

Quem é que garante que poupando e perdendo amanhã, ganharemos em Braga?

Deixem-se de tretas, é pra fazer um bom resultado amanhã (que serve para moralizar, um mau resultado pode ter efeito contrário) e ganhar em Braga.

Pedro Silva disse...

Proença em Braga para apitar o jogo que pode para mim decidir o campeonato, ganhando este jogo o benfica é campeão, outro resultado vai levantar os fantasmas do passado. Incrível como este arbitro apita sempre jogos importantes do benfica e sempre fora. Ai Ai já começo a temer o pior...dois jogos importantes para o futuro da época do benfica e se correm mal não sei não...

Pedro disse...

É por termos medo (perfeitamente compreensível) da nomeação do Proença é que o jogo de amanhã é muito importante.

SLB4EVER disse...

Isso é tudo muito bonito mas primeiro quero o campeonato, e antes da das taças internas ainda prefiro a liga Europa!

Claro que é jogar para ganhar mas mais importante será o jogo em Braga, por isso neste alguma rotação recomenda-se assim como fazr um jogo inteligente, os carroçeiros vão entrar com tudo por isso não podemos fazer o jogo deles não nos pondo a jeito para castigos e lesões.

Por falar em Braga vamos levar com o falso (a cmeçar pelos dentes!) arauto nº1 dos corruptos, o proença, esse jogo é fundamental ganhar porque despachando o mais rápido possível o campeonato podemos mudar o foco para as outras cometições, é claro que o sabujo vendido é uma armadilha que não é nova por isso não vai ser fácil e vacilando nesse jogo os roubos de igreja vão-se intensificar.

Benfiquista no Norte disse...


E então, não haverá maior humilhação para o FCP, depois de terem poupado vários titulares frente ao Belém, do que perderem contra nós com uma equipa formada pelas nossas "segundas" (Ruben, Sule, Djuricic, Salvio, Cardozo etc etc?

Ps: e a nomeação do Proença já me deixou mal disposto.

Anónimo disse...

Concordo. Uma competição oficial como a Taça de Portugal tem de ser para ganhar, sempre. E já para não falar dos factores motivacionais decorrentes de um bom resultado, para além de tudo o que referes no teu post. Vai ser um jogo muito difícil, mas de modo algum podemos abdicar de ir à luta.

Abraço,
J.

HLuz disse...

Camaradas, atestem na Psiquiatria actual a forma de ultrapassar fobias:
Encarar o trauma (não pelos cornos que esses, neste caso, são como os do veado, generalistas)mas firmemente nos olhos e estocá-lo com a precisão que tanto conhecemos no ferro do Benfica,profundamente no coração a arfar.
Somos Benfica e eles uma besta.
Somos Nós ou eles.
"Que Jesus nos aguante!"
Estive lá no momento K, e logo lá estarei!
Carrega Benfica!