blog

segunda-feira, março 17, 2014

Nacional - SL Benfica: 2-4

Faltam 5 vitórias.

Que grande jogo do SL Benfica na Choupana esta noite. Que grande jogo do Glorioso. Há muito tempo que pedia um Benfica assim, adulto, pragmático, coeso, concentrado. Depois a qualidade individual deste lote de jogadores faz o resto, provoca a diferença e garante as vitórias. Terá, finalmente, Jorge Jesus percebido como se ganham campeonatos? Como se passa da nota artística para a nota vencedora? Espero bem que sim. Os sinais são muito positivos, este Benfica encanta, não por ser um rolo compressor mas por ser uma fabulosa equipa de futebol.

O onze apresentado por Jorge Jesus foi o esperado sendo as únicas dúvidas, nesta fase, quais os laterais que jogam. Hoje foram Maxi e Siqueira. Começar o jogo com um penalty contra que origina amarelo ao patrão da defesa era um teste decisivo para a força mental e colectiva dos nossos jogadores e é difícil pedir melhor. Depois do jogão em Londres a equipa não se escondeu, não quebrou, bem pelo contrário, arregaçou as mangas e foi à procura do golo. E foi com toda a naturalidade que demos a volta ao resultado e chegámos ao intervalo com uma justíssima vantagem de dois golos. Na segunda parte entrou o Benfica adulto, controlador, gerindo a vantagem mas de forma inteligente. Estava encantado. Obviamente que do outro lado estava uma boa equipa que não desistiu e conseguiu reduzir para 2-3 mas não foi por ter assumido o controlo do jogo, não senti isso. Podia, é verdade, ter chegado ao empate mas também o Benfica podia ter resolvido o jogo mais cedo por Gaitan, por exemplo.

Excelente jogo colectivo. Palavra de apreço para Amorim com mais um enorme jogão. Que falta fizeste a este plantel quando andaste por Braga... Lima e Rodrigo a acertarem nas redes novamente. Siqueira aos poucos a convencer-me da sua qualidade como lateral esquerdo. Oblak a revelar algum nervosismo que ainda não tinhamos visto, calma puto.

O que dizer da arbitragem? Manuel Mota ameaçado de morte caso o Benfica vencesse na Madeira. Aos 5 minutos assinala aquele penalty. Luisão não tem o braço aberto e a bola bate-lhe na parte de cima do braço, junto ao ombro, num local onde é impossível ao jogador evitar o contacto. Não há aumento da área de acção do corpo. Não é penalty. E logo amarelo. Depois não se mostra amarelo ao jogador que empurra, ostensivamente, Rodrigo. Por menos, muito menos, Fernando foi expulso em Alvalade. Dois erros claros em prejuízo do SL Benfica que, felizmente, fruto de uma exibição fabulosa, não tiveram impacto no resultado final. Agora deixem lá a família do homem em paz, ele bem tentou.

Está perto mas ainda falta muito. Não sei se os jogadores festejaram esta vitória mas deviam festejar. Uma grande vitória, totalmente merecida, num contexto muito complicado. Não seria euforia mas sim alegria. Percebam a diferença.

Agora venham de lá os Spurs novamente para Cardozo e Sálvio terem mais minutos nas pernas.

7 comentários:

jzz disse...

Excelente crónica, concordo com tudo.

Da Velha Guarda disse...

Concordo. Vitória do colectivo.
Chamada de atenção para os golos de Garay, tecnicamente perfeitos.

Anónimo disse...

Pedro,

Belo post. Inteiramente de acordo. Grande orgulho na capacidade de luta do Benfica, de crença na vitória. Vamos com calma, jogo a jogo, como dizes. Nada decidido, mas era muito importante ganhar este jogo.

Abraço,
J.

luis disse...

Não concordo com tudo mas com o essencial: muito Benfica, em especial na primeira parte, o que é sempre bom sinal.

O árbitro foi simplesmente deplorável,

Antonio Vieira disse...

Calma, pésinhos bem assentes na terra.. Até porque ainda vamos a braga e não será fácil, mas claro este Benfica não teme ninguém, e ganhando em braga ai sim podemos practicamente fazer a festa antecipada e fazer este país vir a baixo como em 2009/2010 :) carrega Benfica :)

Golos Nacional Benfica disse...

Para o campeonato faltam 5 finais, espero que continuem a jogar assim que dificilmente irão perder.
Força BENFICA!

Anónimo disse...

Festa antecipada?? Mas não se aprendeu nada nos últimos anos? Os piores inimigos do Benfica nesta altura poderão ser os adeptos, que já se sentem campões (tal como o ano passado) e esse há risco grande de o excesso de confiança passar para os jogadores. Campeões só quando tivermos vantagem para o 2º superior aos pontos que estão jogo.