blog

terça-feira, junho 27, 2006

Algumas notas

Muitos não gostam de falar delas, dizem que devemos apenas falar de futebol, eu, pelo contrário, prefiro dissecá-las até à exaustão porque são elas que determinam quem são os vencedores, cada vez mais do que o futebol jogado. As arbitragens pois claro. Este Mundial está a ser cheio de casos, de arbitragens incompetentes, de arbitragens com influência directa nos resultados. E se isso acontece na competição mais importante de futebol do mundo o que acontecerá nos campeonatos nacionais de cada país? Pois...acontecem Apitos Dourados e Calciocaos.

No Benfica, depois de Katsoranis, fala-se de outro jogador grego, continuando assim os jornais a explorar o filão grego em virtude de ser um mercado que Fernando Santos "conhece" bem. É uma práctica habitual dos treinadores quando mudam de clube e de país contratarem sempre jogadores do campeonato onde estavam. Compreende-se o porquê apesar de não ter ainda a certeza se isso tem resultados positivos.

Miccoli continua na agenda do Glorioso. É sem dúvida um nome que qualquer benfiquista deseja ver para o ano no plantel do SLB mas, a falta de fundos do clube, obriga a esperar pelo futuro da Juventus (espero que apodreça na segunda divisão) e pela libertação a custo zero do jogador ficando assim com margem de manobra para o alto ordenado de Miccoli. Aguardemos.

6 comentários:

João Bizarro disse...

1. Felizmente só ontem houve uma arbitragem com influencia directa no resultado. Já existiram erros graves mas fez-se justiça no final e as equipas prejudicadas acabaram por ganhar. Ontem não, e o Hiddink provou do veneno que o levou às meias-finais há 4 anos. Mas a Australia não tinha culpa disso e não merecia cair assim.

2. Um grego (se for bom) é bom, 2 é suficiente, 3 é demais. Além disso o Fernando Santos não é grego.

3.Sem dinheiro não há bons jogadores, sem bons jogadores não há titulos, sem titulos não entra dinheiro... e ai por diante.

Nuno disse...

Lá vai o bom do F Santos ter de ser obrigado a não cumprir aquilo que queria, que seria começar a época a 3 de Julho com o plantel definido.Nada que não se adivinhasse ou se estivesse à espera.Só quem não conhece o passado recente é que acreditaria que o plantel estaria definido a 3 de Julho e nesse aspecto o F Santos já foi aldrabado.Faço votos para que não seja mais aldrabado esta época.

P.S: mais gregos não, por melhor e mais baratos que sejam.O que é demais não presta.Já chega.

Pedro disse...

Nunca o seria...até pq a saída do Simão só deverá ser confirmada após o mundial. E existe a expectativa do Petit poder tb sair. Principalmente depois do jogo com a Inglaterra....

João Bizarro disse...

O presidente disse que só saia 1. Acredito nele. :-)))

A sair o Petit que venha o Mascherano para o seu lugar.
E já agora o Tevez para o lugar do Simão.

Não é pedir muito, pois não?

antitripa disse...

Convém lembrar só que apesar de o árbitro ter atirado a austrália borda fora, a itália jogou 45 minutos com 10 sendo o vermelho um mero exagero do senhor espanhol. De qualquer forma até fico satisfeito com o "pedido de desculpa" da arbitragem à itália pelo 2002, pena tenho que fosse umn pedido tão directo....

dezazucr disse...

Mas olha que quando esteve cá Camacho fartaram-se de falar em jogadores espanhóis: treta, não veio nenhum. Com Trappatoni a mesma coisa com os italianos. Quantos vieram? nenhum. Com o Koeman foi avançados holandeses: nenhum novamente. Agora com o Santinho, já veio um grego e acredito que já não vem mais nenhum.

E eu acredito que o Katsouranis é bom. Um médio defensivo campeão europeu e com uma média de 8 golos por época (melhor que os nossos avançados) não pode ser mau.