blog

quarta-feira, junho 14, 2006

"Super" Brasil

Ainda bem que os adeptos brasileiros não são tão exigentes como os tugas, deve ser por não terem as vedetas que nós temos ou por não estarem tão habituados como nós a esta sandanças de mundiais e de estarem 72 anos ser perder nos jogos inaugurais...ou então não...

Dos jogos que tenho visto, tirando a Itália, todos os candidatos ao título jogaram francamente mal, apesar de terem ganho, excepto a França que não conseguiu vencer a Suiça. E, curiosamente, em nenhum desses jogos vi os candidatos ao título jogar melhor que Portugal.
O "super" Brasil ontem marcou um golaço e mais nada fez, ao contrário de Portugal, não conseguiu controlar o jogo e esteve sempre até ao fim a correr o risco de sofrer um golo. Que não aconteceu por mera infelicidade(ou falta de jeito) dos avançados croatas.

O Brasil tem um fantástico conjunto de jogadores mas como equipa não funciona e o ataque não tem qualquer tipo de estratégia, é "meter" a bola nos artistas e que eles resolvam.

Ao ver estas potências futebolísticas a apresentarem este paupérrimo futebol mais agradado fico pelo jogo que Portugal fez contra Angola. Não pela qualidade exibicional, obviamente, mas pela maturidade que revelou. A continuar.

PS: Luisão é titular de caras nesta selecção do Brasil. Pelo menos assim não dá tanto nas vistas e os tubarões podem esquecer-se dele...

12 comentários:

Nuno disse...

Tens razão Pedro, de facto este Brasil este ano não tem a mínima hipótese de ser campeão.
É que as vedetas têm que jogar todas, obrigatoriamente.Depois fica pouco espaço para os médio defensivos, onde neste caso, o emerson até dava dó de ver o esforçado médio a correr sozinho atrás da bola.
Os críticos do jogo de Portugal, a esta hora, devem estar a refletir sobre algumas considerações menos felizes que teceram na altura.
Hoje em dia, tal como no campeonato português, já não há equipas onde se entra a ganhar por 5-0.Quem quer ser campeão de alguma coisa tem que suar muito e pavonear-se pouco.
A minha aposta para a final é : Inglaterra x Rep. Checa

João Bizarro disse...

Aquele central Lucio é uma comédia.
E o nº 9? Só se justifica que esteja 70 min em campo por causa dos patrocinios. A jogar com 10 fizeram um figuraço.

Anónimo disse...

Luizao titular????Lucio e Juan sao dez miloes de vezes melhor...

João Bizarro disse...

hiiiiiiiiiiiii. 10 milões!?!?!

isso é muito milão junto.

Anónimo disse...

Tens razão, pá.

Biba o Trafulhas

João Bizarro disse...

Não sei quewm é esse mas....BIBA.

hmocc disse...

É pá, desculpem lá mas a Croácia não é Angola...

Anónimo disse...

Pois então, como Portugal controlou bem o jogo e que o que interessa é ganhar, vamos esperar para ver se, continuando a jogar desta maneira, a vitória no próximo jogo é garantida. Se, azar, azar, não ganharmos o jogo, vamos ver quais são os comentários de todos aqueles até agora têm sido muito comedidos e muito diplomáticos nas análises que têm vindo a fazer.

Pedro disse...

Nem Portugal é o Brasil.

Engraçado essa perspectiva caro anónimo...Uma coisa te garanto será muito mais dificil ganhar o jogo se não controlarmos o mesmo, se não tivermos a posse de bola. Enfim...é q é tão básica esta questão q não faz sentido nenhum a discutir.
Portugal não jogou bem contra a Angola é um facto. Mas Portugal teve a atitude correcta, a atitude de agarrar o jogo, de sermos nós a controlá-lo.
Isso é sinónimo de vitórias? Muitas vezes é.
Outras vezes é preciso algo mais, é preciso q os jogadores não falhem as oportunidades de golo, não falhem passes, não falhem as marcações, q o treinador faça boas susbtituições...enfim.

Mas sem controle de bola é muito dificil lá chegar e estando em vantagem é preferível ter os adversários a correr atráz da bola q está na nossa posse do q o inverso.

Isto é básico...se não percebem isto dediquem-se a outro desporto qqr q não o futebol...

Como já disse a um amigo meu as criticas q farei a Scolari caso não vença o Irão provavelmente serão as mesmas criticas q lh faço pelo jogo contra Angola e durante todo o tempo q é seleccionador de Portugal.

Anónimo disse...

Pois, vamos ver se a jogar daquela maneira conseguimos controlar os outros bem mais fortes. O problema é que até podemos controlar os jogos e perdê-los.

Nuno disse...

Mas alguém acha que , hoje por hoje , o Irão é melhor que Angola? Onde?

Palpito que o próprio México , mais logo , vá ter difuculdades com Angola.Amanhã falamos.

João Bizarro disse...

Cuidado com o Equador.