blog

terça-feira, setembro 10, 2013

Ipsis Verbis

Ipsis Verbis - "com as mesmas palavras", "exactamente igual", "sem tirar nem pôr", "tal e qual"

Uma das minhas principais críticas a Jorge Jesus já vem do tempo da dolorosa goleada no Dragão frente ao FCP de Villas Boas e assenta nas mudanças tácticas que o treinador do SL Benfica fez na equipa por causa de Hulk. Tenho escrito muito sobre isso como todos que me acompanham bem o sabem. Hoje, no Record, Vítor Pereira, então adjunto de Villas Boas e actual bi-campeão nacional, comenta esse jogo e a forma como o Benfica de Jesus encara os jogos contra o Porto e parece que fez copy-paste de tudo o que eu digo, desde então, sobre esse jogo. O passar David Luiz para a esquerda, passar Coentrão para médio, tudo por receio de um jogador faz passar a imagem errada para a equipa com consequências nefastas no jogo colectivo. É por demais notório que Jesus muda quando defronta o Porto, muda tacticamente e muda psicológicamente e nunca para melhor.
Vítor Pereira foi um inimigo com atitudes muito típicas do clube que defendeu mas isso não deve invalidar o que ele diz na entrevista. Ele coloca muito bem o dedo na ferida benfiquista e é isso que os benfiquistas deviam ler e analisar, não o mensageiro.
Uma frase é bem esclarecedora " o Porto joga na Luz como joga contra o Paços de Ferreira". E todos nós sabemos que isso é verdade. Nós chegamos ao Porto para o jogo decisivo e somos recebidos com um "ides sofrer que nem cães" e sofremos. Sempre. Entramos com medo e saímos derrotados. Inverter isto passa não só pelo que fazemos no relvado mas também por uma estrutura que, dia a dia, prepare a equipa para esse confronto, cada vez mais decisivo nos títulos nacionais mas, se a equipa sente que tem de mudar, que tem de se proteger, que alterar o seu ADN para enfrentar o seu principal adversário então entra logo a perder.
Os anos passam e não consigo perceber o porquê daquela táctica de Jesus. 

21 comentários:

zorg disse...

>Uma frase é bem esclarecedora " o Porto joga na Luz como joga contra o Paços de Ferreira". E todos nós sabemos que isso é verdade.

Fala por ti! Da minha parte, eu acho que é tudo menos verdade. Acho que o Porto joga de uma forma bastante diferente em casa dos seus adversários mais directos e isso é normal.

Acho que o VP está a ser o que sempre foi: um gajo que até é competente em termos técnicos, mas que não passa de um cagão em termos de comunicação.

Pedro Almeida disse...

Mas joga diferente como?
Muda a tática? Passa do 4-3-3 para o 5-4-1? Muda os jogadores?

Ou o comentário só serviu para chamar cagão ao outro?

DeVante disse...

Verdade é que Jesus faz contra o Porto e outras equipas grandes exactamente o que a larga maioria dos adeptos pedem: escolher jogadores "mais móveis" no ataque e capazes de darem "equilíbrio" à equipa.
Lembro-me perfeitamente dos pedidos de Bruno César na equipa, em detrimento de Gaitán, porque aquele "defendia mais" (o que é falso) e de Rodrigo, no lugar de Cardozo, porque o primeiro era mais "móvel" (o que, não sendo falso, era um opção de merda).
Tudo isto nos custou a saída precoce da Liga dos Campeões na época passada.

Sobre o Vítor Pereira, pena o jornalista não lhe ter perguntado se contra Paços de Ferreira, com o jogo empatado a um se tiraria um médio ofensivo e metia um defesa central...mas lá está, jornalismo da sarjeta!

Carlos Alberto disse...

O porto joga sempre da mesma maneira... verdade: com 14!

Pedro disse...

Zorg, já sei que para ti JJ é imaculado. :)

Pedro, joga diferente pq altera a sua filosofia de jogo, pq muda táctica e/ou jogadores como no caso em questão.

DeVante, não compro essa da "mobilidade" como bem sabes. :)

Sim, o fcp é beneficiado pelas arbitragens. Facto. Não vejo o que isso possa interessar nesta questão.

zorg disse...

Não, Pedro, para ti é que o JJ ainda não é culpado da guerra na Síria, porque o Obama ainda não decidiu se ataca ou não.

O Benfica, o Porto e todas as equipas jogam de forma diferente contra adversários do mesmo nível e é natural que o façam, porque os adversários de maior valor apresentam problemas diferentes para solucionar. Por exemplo, a iniciativa do jogo e o controlo da posse de bola são tarefas muito diferentes quando se joga contra o Gil Vicente, ou contra o Bayer Leverkusen na Luz. A ideia de que jogas da mesma forma, contra todos os adversários é, na minha humilde opinião, conversa para encher chouriço.

Até o Chelsea do Mourinho, que eu sei que é um treinador que tu respeitas muito (e com razão) foi a Manchester jogar sem avançados (para tentar explorar a lentidão da defesa do United, nas palavras do Mourinho) e a dar a iniciativa do jogo ao United.

M disse...

quer-me parecer que na realidade, o problema não é mudar..o problema é que perde sempre quando faz essas mudanças

porque mudar faz parte de estratégia, de adaptações a realidades diferentes, etc...

a questão é que perde, perde bem, perde quando não deve, perde em virtude das mudanças, jogadores parece que estão perdidos e nunca viram/treinaram segundo as alterações efectuadas etc...

João Bizarro disse...

Zorg, deve ser por isso que JJ quase nunca ganha contra o Porto.

Ou será que as alterações que o Porto faz são melhores que as do Benfica?

Expliquem-me que a sério que não percebo.

zorg disse...

Sim, porque o Benfica nos 20 anos anteriores ao JJ era só vitórias contra o Porto. O JJ é que veio estragar esse registo quase imaculado...

Vocês falam como se o Benfica dos 20 anos anteriores fosse o Benfica do tempo do Eusébio. Não é. O Benfica caiu muito, perdeu muito terreno para o porto e, nos últimos anos, tem recuperado alguma coisa. Não o contrário.

Anónimo disse...

V.Pereira, ao contrário do mts "descomentadores" referem, é um bom treinador. Melhor do que Jesus em alguns aspectos.
A conferência de imprensa de V.Pereira antes do Benfica-Estoril devia ser analisada com muita atenção pelos psitacideos oficiais do SLB,ao invés de afirmações absurdas de João Gabriel, ou os insultos gratuitos de J.E.Moniz ao ex-treinador do FCP, chamando-o "tolinho",fortalecendo, deste modo, a vontade do adversário em ganhar o jogo. Aliás, do ponto de vista psicológico e de comunicação o Benfica está a anos luz do FCP.
Antes desses encontros, o SLB, através do seu treinador, dirigentes e outros, parece fazer gala em acicatar mais o propósito de triunfo do oponente.
a.p

Pedro disse...

Zorg, explica-me a táctica dos 5-0 e depois falamos.

Mourinho mexe para vencer e não por medo do adversário. E como vence tantas vezes tem alguma tolerância nas invenções.

O passado pode não ser imaculado contra o fcp mas nunca o plantel disponível a um treinador do SLB foi tão forte e tão capaz de vencer o rival.

Anónimo disse...

Zorg
O Benfica precisa de voltar a ganhar campeonatos de forma continuada e não apenas de maneira ocasional. Jesus e Vieira talvez sirvam para fazer cócegas ao FCP, mas não dão para mais e isso não chega, é pouco e ridículo.
a.p.

Nelson Carreira disse...

As mudanças do Benfica treinado pelo JJ quando joga contra o porto resumem-se a este velho ditado português "quanto mais te baixas, mais se te vê o cu!" e com os resultados que todos conhecemos!

Saudações Benfiquistas!

M disse...

"Sim, porque o Benfica nos 20 anos anteriores ao JJ era só vitórias contra o Porto. O JJ é que veio estragar esse registo quase imaculado..."

não veio estragar nada caro Zorg, tem é a obrigação de melhorar essa merda de registo, especialmente com os meios à disposição...

zorg disse...

Ó Pedro, só não perde quem não vai a jogo. O Real Madrid do Mourinho não levou 5-0 do Barça do Guardiola? Se calhar usou a mesma táctica do Jesus. Agora, isso faz do Mourinho um mau treinador, ou um treinador que vá para os jogos com medo dos adversários, ou whatever? Claro que não!

Essa história do plantel ser o melhor tem muito que se lhe diga. O Benfica continua a ser a SEGUNDA equipa mais valiosa em Portugal. Só o Alex Sandro custou mais dinheiro do que o quarteto defensivo titular do Benfica do ano passado. Se até pode ser verdade que o Befnica tem um plantel melhor do que am anos anteriores, também é verdade que não disputa o campeoanto sozinho.

E, já agora, o JJ também terá algum mérito nessa qualidade crescente do plantel, ou não?

Pedro disse...

Nem por isso...as escolhas dele normalmente não dão grande coisa. Por outro lado, as escolhas de Rui Costa...

Mas já sei...imaculado. Enfim. :)

V. Branco disse...

Pronto, venha o vitor pereira, que o gajo é que percebe disto. quem não se lembra do hino ao futebol de ataque que foi o jogo do porto na Luz???!!! Nem sabem como marcaram 2 golos (obrigada Artur, só defenderam e mesmo em casa onde é tiveram a tla iniciativa, o jogar para ganhar??
Porra pá, se joga com 2 avançados é porque é suicida e tem a mania de jogar de peito aberto, se não é porque tem medo e blá, blá, blá.
Ganhar o euromilhoes ao sábado é bem mais fácil!! Livra!
vitor pereira não conseguiu foi descobrir o segredo para conseguir ir longe na Europa, ao contrário do basófias que não percebe nada disto!

Pedro disse...

Ninguém está a defender a qualidade de Vítor Pereira nem a dizer que é um bom ou mau treinador mas acho que ser bi campeão é melhorzito do que "ir longe" na Europa...

Mania dos benfiquistas de acharem que só se joga ao ataque se se jogar com dois avançados. E não saímos disto.

rsa disse...

Pedro até compro algumas das tuas ideias mas ser campeão pelo fcp hoje em dia não prova nada...

Para mim além da parte mental vamos sempre com medo e resignação ao dragão e até nos como adeptos não acreditamos.
Depois sem duvida que o facto de o Benfica jogar apenas com 2 médios significa que em encontros com maior exigência ou ficamos expostos ao risco ou altera-se a estratégia,JJ já optou pelas duas quer contra o fcp quer na Liga dos Campeões infelizmente para ele e para o Benfica os resultados não foram os melhores .

Mas para mim sobretudo com o fcp falta caracter falta coragem falta a mística da vitoria mas o problema é antigo repara que mesmo antes década de 70 anos 80 as vitorias na casa deles são escassas o problema é que agora até na Luz trememos....

Pedro disse...

rsa, mas ninguem diz que ser campeão no fcp prova o que quer que seja. E o resto do teu texto vai de encontro ao que eu digo.

hazinheira disse...

FCPorto investigado na emissao "Cash Investigation", acerca dos negocios do futebol:

http://www.france2.fr/emission/cash-investigation/diffusion-du-11-09-2013-22h15