blog

sábado, setembro 23, 2006

Desalento

É assim que me sinto depois do resultado de ontem.
Como foi possível controlar 91 min o jogo e depois consentir o empate.
Gosto muito do Leo mas o que ele fez é inadmissível. Para além de não estar em forma ainda faz uma destas.

Confesso que não gostava do Quim, mas neste momento está a transmitir confiança e talvez na melhor forma desde que chegou ao Benfica.
Mas para mim o melhor foi Paulo Jorge. Que grande exibição, quer a atacar quer a defender.

Agora levantem a cabeça e ganhem já ao Manchester que é o mínimo exigido.

7 comentários:

Adepto Fanático disse...

Bonito foi ver o Paulo Sousa ter uma entrada tão ou mais dura que a do Manú no Bessa, o árbitro a 1 metro nem falta marcou (o jogador já tinha amarelo).
Bonito foi ver o Mangualde cortar lance individual do Paulo Jorge a ir para a área e o árbitro rir-se quando o Paulo Jorge lhe relembrou que era o 2º amarelo...

Empate daqueles que está atravessado na garganta. As exibições estão a melhor mas o que contam são os resultados!

João Bizarro disse...

Alguém se lembra qual foi o ultimo jogo que ganhamos com o BOI Lucilio no instrumento apitador?

Adepto Fanático disse...

o Arguido Boi sff

Nuno disse...

O Léo tem que voltar a ser o profissional exemplar que foi a época passada, senão deixa de ser útil ao SLB.E para isso existe o Miguelito.Tivemos azar nítido neste jogo pois 2 bolas ao poste que poderiam ter arrumado o jogo...quem não marca, sofre,foi o que nos aconteceu, mas a sorte não quis nada connosco.
Presto a minha homenagem ao Paulo Jorge que está a demonstrar a fibra que é necessária para vestir aquela camisola.Destes venham todos.O Anderson esta época também me parece desajeitado e trapalhão, coisa que não era, o que não deixa de ser estranho e logo agora que o Ricardo Rocha diz mal à vida à conta de uma arreliadora lesão que veio mesmo na pior altura.Enfim, melhores dias virão, mas o empenho é que não pode faltar.VIVA O BENFICA.

Nuno disse...

Aquele Lucílio Baptista e o seu lagartismo ferrenho já começam a enojar quem assiste a um jogo apitado por este arguido do apito dourado, mas como vergonha é coisa que não habita neste país, contínuamos com estas arbitragens, umas mais manhosas outras mais descaradas e os corruptos e arguidos nos sítos do poder onde sempre estiveram sem que haja nada nem ninguém que os tire de lá.

João Bizarro disse...

A supreender-me pela negativa estão o Anderson e o Leo. E a indisciplina, claro.
Pela positiva estou surpreendido com o Quim.

Pena o Nuno Assis ter tido de sair.
2 substituições foram gastas estupidamente.

Pedro Neto disse...

O Léo acaba expulso de forma patética - nunca vi nada assim no FCP, já no Dragão o tinha expulsado de forma risível - quando há um entrada assassina para vermelho directo sobre o Katsouranis que nem sequer dá falta.

A arbitragem não foi menos vergonhosa que a postura de Fernando Santos. Assim é dificil!