blog

quinta-feira, novembro 15, 2007

Porque pimbolim é matraquilho...

E ele estava só a difendê o minino...
Nesta fase de seca (sem competição com a presença do Glorioso) as noticias também são poucas e até os blogs Gloriosos ficam afectados com isso.
Ora como estamos na altura da equipa do Scolari jogar nada melhor do que colocar aqui um post de um blog benfiquista que diz tudo aquilo que eu penso. E como era chato estar a copiar tudo o que este ilustre benfiquista disse e assinar com o meu nome, é mais justo colocar o link para o referido post.

49 comentários:

Americano disse...

Aqui discordo totalmente, e tenho de dar razão a muitos portistas. Não tenho a mínima dúvida que se Deco e Pepe tivessem brilhado no Benfica em vez do Porto, a conversa seria outro. Todos os jogadores que estão lá são portugueses de pleno direito, e formam uma família unida que morrerá em campo por Scolari, e pelas quinas. Tenho o privilégio de conhecer alguma coisa daquele grupo, e garanto-vos, tomara o balneário de qualquer um dos grandes ter aquele espírito. Vamos ganhar os 2 jogos, e vamos voltar a estar numa fase final a levantar bem alto o nome de Portugal. Digo-vos, penso que sofro mais pelo Benfica que pela Selecção, mas poucas vezes me comovi tanto como me aconteceu nas pergerinações para o Marquês de Pombal em 2004, ou principalmente no final do jogo contra a Inglaterra em 2006. O que vi à porta do estádio de Gelsenkirchen arrepiou-me, fez-me vir as lágimras aos olhos: ali no meio de milhares de ingleses arrogantes, poderosos, confiantes, viam-se umas centenas, ou poucos milhares de portugueses aos saltos, em completo delírio, venerando o nosso Portugal.
Como estava estampado no nosso autocarro:
Na janela uma bandeira
No relvado uma nação inteira!

Pedro disse...

"Não tenho a mínima dúvida que se Deco e Pepe tivessem brilhado no Benfica em vez do Porto, a conversa seria outro"

Nem eu. Caía o carmo e a trindade só com a possibilidade de isso acontecer como foi qd se aflorou a hipótese de Isaías ser naturalizado para jogar na Selecção. Mas, para além disso, se esses dois jogadores fossem do SLB, sem a protecção arbitral q tiveram no fcp, as suas limitações viriam ao de cima e nem sequer se colocaria a questão.

Americano disse...

Pedro, isso já é uma análise subjectiva, e se no caso do Pepe até concordo contigo, no caso do Deco já me parece um bocado absurdo, a menos que ele tenha levado essa protecção para a Catalunha, garantindo assim a titularidade indiscutível num dos maiores clubes do mundo. Deco foi protegido pela arbitragem cá, a imprensa portuguesa fez o seu trabalho elevando-o a um dos melhores do mundo, concordo totalmente contigo. Agora após a saída do Rui Costa da Selecção parece-me evidente que ele é um jogador importante e influente naquela equipa, e obviamente é um bom jogador para a realidade do futebol português.

Pedro disse...

"e obviamente é um bom jogador para a realidade do futebol português"

Ora aí está...assim sim.

João Bizarro disse...

Americano, já sei que és fã incondicional do Scolari, por isso é normal que digas o que dizes.

Agora, para mim a selecção NUNCA esteve ao nível do Benfica. Nem antes, muito menos agora.

É obvio que torço para que ganhem e para que estejam nos mundiais e europeus mas já não é a mesma coisa.

Madais, pimbolins e outros cães de caça...

Jorge disse...

Americano isso não é verdade, o Isaías era do benfica e eu e muitos outros benfiquistas foram contra quando se falou na ida dele à selecção.

No último campeonato do mundo ficámos à frente do escrete. Porque raio é que temos que levar com as sobras deles?

O Scolari tem que fazer pela vida e é o emprego dele, além disso tem sempre a desculpa de já ter dado um título ao Brasil. Agora jogadores que cresceram no Brasil e vêm para Portugal já crescidos não percebo. Os gajos não gostam do país deles? Não lhes custaria jogar contra o Brasil e eliminá-lo?

Que a selecção queira meter lá estrangeiros não me incomoda per si, o que me incomoda é esta coisa de um jogador renegar o seu próprio país. Só percebo no caso de países pequenos que nunca chegariam a uma fase final. Sempre permitem aos conterrâneos vibrarem com alguns jogos.

Americano disse...

Jorge, e não te faz confusão um dia o Manuel da Costa jogar contra a França e eliminá-los? É que ele tem pais (ou um deles, não me recordo) portugueses, mas mal sabe falar português, tal como o Daniel Fernandes. E sabes quantos "brasileiros" há na nossa selecção de futsal? E sabes com que idade o Obikwelu veio para Portugal? Há dezenas de casos já em selecções portuguesas, no entanto parece que o único problema é com 2 ex-jogadores do Porto, deve ser coincidência.
João, sim sou fã incondicional do Scolari, mas quando ele sair nada muda para mim, a bandeira continua a ser a nossa, o que me move é o orgulho nacional. Quanto ao Madaíl, goste-se ou não, é graças a ele como responsável máximo da FPF que os portugueses viveram o que viveram na última década em termos de selecções e organização de eventos. Ele não era o Presidente da FPF só no Mundial da Coreia, também o foi nas outras campanhas brilhantes que fizemos, e acima de tudo também o foi quando conseguimos trazer a 3ª maior competição desportiva do mundo para o nosso pequeno país.

João Bizarro disse...

Americano, aviso já que não me choca nada ter um brasileiro que FAÇA A DIFERENÇA.
O Pepe tem 45 min jogados esta época em que foi uma anedota.
O Deco é titular mesmo estando em baixo de forma e não fazendo um crl dentro do campo, joga os 90 min.

O Deco foi um jogador que ao principio não queria ser convocado porque queira ir à canarinha, depois o Scolari "cagou-se" nele e só quando chegou cá é que o chamou, estando já o Deco de pernas abertas para a Selecção Nacional.

Epá, viva o Makulula.

Americano disse...

Claro João, mas eu não estou a dizer que o Pepe deve jogar, o que está em causa para mim é ele ter o direito ou não e isso interferir no apoio que se dá. Eu por questões técnicas também não convocava o Pepe, mas não o deixava de convocar por ser "brasileiro". Quanto ao Deco acho que ele tem lugar claramente na equipa, e acho que nos últimos anos tem sido preponderante na Selecção. Mas isso é tudo "futebolês", para mim o que é importante aqui é a questão da discriminação, e da clubite na selecção, algo que deveria ter acabado com Scolari, mas infelizmente ainda se mantem na mente de muitos portugueses.

Jorge disse...

Não me faz confusão nenhuma o Manuel da Costa, tal como não me confunde o Makukula. São indivíduos com ligações afectivas fortes a mais que um país. Mas mesmo o caso do Obikwelu é diferente. A mim como adepto não me choca que se convoquem estrangeiros. Não percebo é que se convoquem indivíduos que não conseguem sequer ser suplentes pelo país deles.

Mas o que não percebo mesmo é a vontade que eles têm em jogar pelas quinas. Uma selecção de futebol tem uma carga simbólica ao nível de um exército em batalha. Não faço ideia como os brasileiros reagem aos jogadores que jogam pelos outros países mas a mim chamaria de traidor para cima a portugueses que fizessem o mesmo. Se o Pires já me custava a perceber (e o gajo nasceu, cresceu e viveu em França a maior parte da vida) algo como o Pepe ou Deco...

Telmo disse...

Digam o que disserem, mas para mim espero que a selecção comece a perder a partir deste momento.

1 estrangeiro já era difícil engolir, 2 nem pensar.

Eu gostava de ver o limite dos portugueses: 3 estrangeiros? 5 estrangeiros? 11 estrangeiros? Se como dizem, a partir do momento que se naturalizam são portugueses, então jogar 1 ou 11 estrangeiros é sempre aceitável certo? Sendo assim que joguem 11 naturalizados que tal?

E que dizer da convocação do Pepe logo após uma lesão??? Ainda agora veio duma lesão e já tem ritmo de jogo??? Ou será privilégio que não é concedido aos jogadores portugueses?

Chamem-me o que quiserem, mas pra mim a selecção morreu, depois das saídas de Figo e Rui Costa ficaram só os meninos bonitos a sofrer de vedetismo, agora com mais um estrangeiro foi a morte da selecção para mim!

Viva o Benfica e apenas o Benfica!

john billy disse...

podem ter a certeza que vou lá apoiar a selecção (alex, comprei o bilhete na 2ª feira no dragão na bilheteira junta a cosmos!) mas vou assobiar o pepe e o scolari.
já tou farto de ver lá brasileiros! é uma injustiça o pepe ser chamado quando fez 45 minutos durante esta época! só vai porque é brasileiro!

"Vamos ganhar os 2 jogos, e vamos voltar a estar numa fase final a levantar bem alto o nome de Portugal."
bem acho que é o mínimo que se pode pedir...

também estou curioso para ver uma coisa: se o scolari levou 3 jogos de suspensão por dar um muro num jogador, qual será o castigo do binya?

Americano disse...

John, não faz nenhum sentido comparar o gesto de Scolari com o de Bynia, são ambos gestos lamentáveis, mas completamente diferentes. Bynia podia ter acabado com a carreira do jogador escocês, Scolari certamente que não. Já devias conhecer o suficente de Scolari (gostes ou não dele) para saber que vai quem ele acha que pode ajudá-lo, não tem a ver com nacionalidade, cor, clube, nem nenhuma outra carecterística.
Telmo, acho completamente triste alguém dizer que quer que a slecção perca, enfim as palavras ficam para quem as profere.

Telmo disse...

Americano obviamente quero que a selecção portuguesa tenha sucesso, a "minha" selecção portuguesa! O problema é que esta não é a minha selecção portuguesa! Nem a minha nem de nenhum português......

Por outro lado se eu concordar que esta é a minha selecção portuguesa vou estar a concordar com as máfias do futebol português e do fcporto, e Deco e Pepe são mais 2 peões desse tipo de máfias.

Selecção Portuguesa sim que ganhe, selecção luso-brasileira que se lixe.

Americano disse...

Telmo obviamente que não tens nenhum mandato para decidir de quem é a selecção, e deixa-me que te diga, porque acompanhei a vivo e a cores, que esta ainda é a selecção da maioria dos portugueses, na Alemanha a loucura à volta da selecção foi exactamente como em 2004, mas com menos gente, obviamente.

JoaofmSCP disse...

votação do jogador mais irritante da liga bwin em http:\\bolanamesa.blogspot.com

john billy disse...

americano, o problema é que já há demasiados portugueses que não se revê nessa selecção. até os portistas já são contra a chamada do pepe a selecção (claro, já está no real madrid).

em relação a chamada do pepe em si é ridículo fazê-lo sabendo que já não joga desde setembro!! só pode ter a ver com a sua naturalidade!

em relação aos castigos do bynia e do scolari tens que ver duas coisas:
- um deles tem 20 ou 21 anos, quer se afirmar na equipa, joga numa posição propícia a entradas mais ríspidas, devia estar a umas 200 PPM e representava um clube.
- o outro tem 50 ou 60 anos, tem largos anos de experiências, está calmamente sentadinho no banco longe dos jogadores e estava a representar uma nação.

quem achas que deve ser castigado severamente?

Telmo disse...

Isto não tem nada a ver com xenofobia, eu sou o primeiro a defender os emigrantes, mas uma selecção nacional de futebol é diferente, obviamente também há naturalizados nas selecções de basquete e andebol mas há uma diferença, devido à dimensão que essas modalidades têm no nosso país não se trata de naturalizar para beneficiar este ou aquele clube, o interesse é apenas e só desportivo, tratando-se da selecção nacional de futebol, já é mais complicado, pois é com ela que os portugueses se sentem identificados, um jogador para jogar por Portugal devia pedir de joelhos ao país e mesmo assim devia ter que prestar muitas provas de amor à pátria, Obikwelu é um dos casos em que o atleta mostra uma enorme gratidão e amor a Portugal.....algumas semelhanças com Deco ou Pepe? Estes 2 tão-se completamente a cagar se Portugal vai continuar a ganhar quando eles não estiverem na selecção, para eles a selecção portuguesa é só uma oportunidade de jogarem por uma selecção, para eles não importa se é a portuguesa, a espahola ou a inlgesa, mercenários não obrigado.

Para quem aceita Deco e Pepe na selecção uma pergunta: sinceramente aceitam ver Portugal a jogar com 11 jogadores naturalizados?

Americano disse...

John, serão contra? Eu aposto que não, aposto que a maior parte dos portistas presentes no dragão vão aplaudir o Pepe.
Quanto aos castigos, volto a dizer não tem comparação. Scolari teve uma atitude lamentável, mas não perigosa, a de Bynia foi extremamente perigosa. A atitude de Scolari é péssima em termos de "imagem", é desagradável para o "negócio" futebol, a de Bynia podia acabar com a carreira dum jogador. Digo-te claramente, como adepto do Benfica, entre um treinador que em resposta a uma provocação dum jogador nosso lhe desse um estalo, e um jogador que fizesse uma entrada daquelas a um jogador nosso, exigiria um castigo muito mais pesado para o jogador. E o Scolari não estava calmo, tinha acabado de ser roubado vergonhosamente num jogo decisivo, por um árbitro recorrente em arbitragens habilidosas.

Americano disse...

"não se trata de naturalizar para beneficiar este ou aquele clube"

Tens razão Telmo, a FPF deve estar preocupadíssima em beneficiar o Real Madrid. Poupa-me!

john billy disse...

o gesto do scolari só não foi perigoso porque não sabe dar muros! achas mais perigoso um pontapé numa canela ou um muro na cara?
e digo-te que cada vez há menos pessoas a "sentir" a selecção. e já agora vamos ver a recepção ao pepe (imagino se o jogo fosse em lisboa).

Starblade disse...

«O meu avô uma vez comei um bolinho de bacalhau, logo sou português, uai!»

Não concordo em nada de isto ser uma selecção de sobras. Já haver treinadores estrangeiros em selecções nacionais é mau (mas isto é válido para todas as selecções), mas adiante... 1 jogador naturalizado ainda se fecha os olhos; é a EXCEPÇÃO (quem não sabe o que significa que vá ao dicionário), mas agora isto já começa a parecer o refugo da selecção brasileira. "Não tens competência para jogares no Brasil? Vem jogar no Brasil-B; a selecção portuguesa".

Não faço tenções de perder um minuto sequer a ver esta pseudo-selecção portuguesa.

PS- Para o ano escrever-se-à "seleção", à brasileira também e «humidade» passa a ser apenas «umidade».

Merda de país que abre o cú a tudo o que vem lá de fora, especialmente às coisas más. Isto corrido com um varapau ainda era pouco.

Starblade disse...

Em jeito de PS: Temos a selecção portuguesa cheia de brasileiros e o Benfica cheio de andrades. Ao que isto chegou...

João Bizarro disse...

A comparação com outras modalidades não tem nada a ver com isso mas sim com o facto daquilo que os "estrangeiros" podem trazer a essas modalidades.
São modalidades onde não temos muita expressão e se esse jogador for uma mais valia é sempre bem vindo.

Já em relação ao futebol, acho que temos bons valores e até temos dado banhos de bola ao Brasil nos ultimos tempos, pelo que Pepes e outros artistas pouco ou nada acrescentam.

Num meio campo com o Petit, o Manuel Fernandes e o Moutinho não cabe Deco nenhum!
E a prova é o facto de que até agora o Deco jogou bem em 20% dos jogos da Selecção.

Americano disse...

John, é óbvio que a entrada do Binya é muito mais perigosa que o "tapa" do Scolari, não brinques comigo, mas isso já é uma discussão sem grande sentido.
Acredita no que quiseres, do que conheço não há menos gente a sentir a selecção, e estou certo que no próximo verão sentiremos isso. Infelizmente ainda há muita gente que só sente a selecção conforme os jogadores do seu clube que lá estão, mas para esses adeptos, sejam de que clube forem, vejam a Bwin Liga e não liguem à selecção, não fazem falta. Felizmente ainda há milhares de emigrantes que sentem aquela selecção como ninguém, e obviamente em Portugal ainda há muitos "maluquinhos" que seguem esta selecção até à China, se for preciso.

Americano disse...

"E a prova é o facto de que até agora o Deco jogou bem em 20% dos jogos da Selecção."

João isso não é um facto, é uma opinião. Facto é que a Selecção que fez a melhor classificação sénior de sempre, e outra das melhores, teve o Deco sempre presente.

João Bizarro disse...

Pois foi Americano. E até o Ricardo era o guarda-redes.

Feito ainda mais extraordinário.

Mas até a Coreia conseguiu ficar em 3º lugar no mundial organizado por si.

Americano disse...

Pois, mas nós (como deves ter visto) não fomos levados ao colo para conseguir o 2º, e por acaso no Mundial seguinte ficámos em 4º. Para um país que até 2004 tinha 3 participações em Mundiais (2 delas vergonhosas) não me parece mau.

João Bizarro disse...

Nada, sem dúvida.

E se tivéssemos um treinador de campo melhor até poderíamos ter chegado mais longe.

;)

john billy disse...

contra os naturalizados: john billy, joao bizarro, jorge, telmo e starblade
a favor: americano
indeciso: pedro

ainda achas que as pessoas não estão cada vez menos a sentir a selecção? é claro que não vão deixar de apoia-la mas isso não quer dizer que ficam tristes de ver lá estrangeiros de quinas ao peito.

João Bizarro disse...

john billy, sou a favor, desde que façam a diferença.

E digo mais. O RR errou num jogo nunca mais foi convocado, vamos ver quando o Pepe errar.
o Deco então jogou bem os tais 20% dos jogos.

Americano disse...

John, desculpa mas não considero essa amostra minimamente válida, guio-me mais pelos milhares que rumaram à Alemanha e que mantiveram a onda de apoio à Selecção.
João, quando este sair terás outro treinador de campo. Espero que vivas dezenas e dezenas de anos, e espero enganar-me, mas duvido que vejas melhor, por alguma razão não viste em décadas anteriores. E talvez tenhas o azar de ver o mesmo treinador de outro campo a fazer resultados melhores. Olha que os brasileiros já sentiram isso na pele, não tenhas dúvidas que eles e muitos davam o cú e 5 tostões para tê-lo lá. Aliás, na noite da vitória sobre a Inglaterra, tive o prazer de conversar com um simpático casal inglês que me disse com todas as letras: com o vosso seleccionador éramos campeões mundiais. Ouvi isso de ingleses, holandeses, alemães, o que todos mais elogiavam não eram as fintas de Ronaldo, a capacidade de luta do Maniche, a classe de Ricardo Carvalho, elogiavam o grupo fantástico que tínhamos, aquela equipa de guerreiros que lutava até não poder mais. Não tenhas dúvidas que poucos treinadores conseguiriam levar aquela equipa portuguesa à vitória contra a Holanda em Nuremberga, foi só capacidade de motivação e superação que Scolari lhes incutiu que lhes valeu, com outros treinadores de campo é provável que fossemos trucidados. Eu vivi isso tudo, e é essa "sondagem" que me permite ver o quanto os portugueses continuam ao lado desta equipa.

john billy disse...

contra os naturalizados: john billy, joao bizarro, jorge, telmo e starblade
a favor: americano e joao bizarro.
indeciso: pedro

mesmo assim dá 4 contra 2! e se for a outros blogues é capaz de ficar em 20 contra 2.

e já agora joão, se o scolari o convocou e porque pensa que faz a diferença.

john billy disse...

um coisa é estar ao lado da selecção e outra é estar contra as naturalizações.
não gostei de ver o veiga no benfica mas nem por isso deixei de apoiar o glorioso.
não gosto de ver pepe, deco e já agora scolari na selecção mas mesmo assim vou apoia-la porque afinal de contas estão a representar portugal.

Telmo disse...

Americano no mundial de 2004 claro que todos os portugueses tavam com a selecção, eu inclusivé sofri pela selecção, é a tal coisa....1 estrangeiro é a excepção à regra e ainda se engole.....2 estrangeiros......

(3 com o Makukula)

No mundial de 2004 só havia um estrangeiro ainda.

É óbvio que as pessoas aos poucos vão ligando cada vez menos à selecção, dantes as selecções eram o orgulho dos respectivos países e eram quase uma questão de dignidade nacional, hoje em dia são só um grupo de vedetas que pouco se importam com o país pelo qual jogam, como tal porque vão as pessoas preocupar-se com as selecções dos dias de hoje?

Para se jogar por uma selecção é preciso (ou devia ser) ter amor à camisola, é essa a diferença para os clubes, logo porque raio um estrangeiro iria ter amor à camisola de um país que não é o dele? ;)

Americano disse...

Eu juro que não percebo como é que podem querer que uma pessoa que tem o direito até de ser Primeiro Ministro deste país não possa jogar numa Selecção, é uma coisa que deixa estupefacto. Tirando ser Presidente da República pode ter todos os cargos mais importantes do país, mas não pode jogar na nossa Selecção. Enfim, pontos de vista...

Nuno disse...

lolololol, acabei de ler e subscrevo!

Americano disse...

"É óbvio que as pessoas aos poucos vão ligando cada vez menos à selecção"

Telmo, não sei em que mundo vives, sinceramente. Imaginas o quanto é difícil arranjar bilhetes para as fases finais das competições das Selecções (as principais, claro)??? Imaginas a loucura que é à volta dum Mundial ou dum Euro??? Devias, porque houve um em Portugal...

john billy disse...

"Tirando ser Presidente da República pode ter todos os cargos mais importantes do país, mas não pode jogar na nossa Selecção"

esse facto é realmente interessante mas falso. vamos pegar no caso dum jogador estrangeiro (o luisão por exemplo). o homem naturaliza-se português e pode ocupar qualquer cargo importante mas não pode representar a nossa selecção (e sim a brasileira!). reflectem nisso e pensa quais serão os motivos..

Telmo disse...

Uma coisa é aquilo que o povo faz, outra é o que pensam, quantos portugueses não estão neste momento no café a discutir com o amigo e a concordarem que o Pepe não faz nada na selecção e que isto é uma vergonha.....mas depois lá vão todos apoiar a selecção.....

O problema do povo é que pensa nas coisas mas mesmo assim come o que lhe dão.

Como já disse no Euro e no Mundial só havia 1 estrangeiro, por isso não serve de prova para o que digo.

Alguém discorda que as selecção nacionais hoje em dia têm muito menos importância do que antigamente? Hoje as selecção só sobrevivem porque existe uma coisa chamada marketing que faz com que o futebol pareça a coisa mais importante do mundo, dantes não era preciso marketing nem televisões para as pessoas viverem orgulhosas e aufóricas com as selecções, é a (pequena) diferença da actualidade para o antigamente, tirem o marketing e fica o vazio onde dantes estava o orgulho pela selecção, mas isso já é outro assunto....

Americano disse...

John, não pode única e exclusivamente devido a uma determinação da FIFA, não por nenhuma imposição nacional, é muito diferente. E pode ter respresentado uma selecção brasileira jovem, mas caso não tenha jogado na AA, pode optar por outra. Como vês não tem nada a ver com opções nacionais, mas meramente com legislação desportiva internacional.

john billy disse...

eu sei disso americano, mas essa determinação da FIFA tem a ver com quê? não será para acabar com a palhaçada de ver jogadores a trocar de camisolas da selecção como se troca de camisolas de clubes?
achas normal o ronaldinho ou o messi jurar a constituição espanhola só para não ocupar um lugar de não comunitário no clube?

Americano disse...

Pois, mas essa é uma questão lateral, isso vai continuar a acontecer independentemente de jogarem na selecção ou não. E se qualquer trabalhador se pode naturalizar, porque um jogador não havia de o poder fazer? Por isso mantenho, eles têm todos os direitos, PERANTE A LEGISLAÇÃO NACIONAL, excepto um, que os portugueses de nascença têm.

Pedro disse...

Eu sou contra as naturalização à lá deco. Agora gajos q chegam cá putos q querem jogar pela selecção por mim tudo bem.

A questão é simples: Agarramos em 11 "decos" do Brasil, naturalizamo-los, e passam a ser o 11 da Selecção Nacional. Concordam?

abidos disse...

A selecção de futsal, que na Sexta-feira, joga com Portugal, tem 13 Brasileiros naturalizados !!!!!!!

João Bizarro disse...

"Eu sou contra as naturalização à lá deco. Agora gajos q chegam cá putos q querem jogar pela selecção por mim tudo bem."

Concordo com o Pedro.
E temos o exemplo do Makukula que até fala melhor português que o Bruno Alves e o Maniche!!!!!!

john billy disse...

"UEFA suspende Binya por seis jogos
O médio camaronês do Benfica, Augustin Binya, foi hoje suspenso pelo Comité de Disciplina da UEFA por seis jogos, na sequência da sua expulsão no jogo diante do Celtic, disputado no passado dia 6 de Novembro, a contar para a Liga dos Campeões."

como é possivel o binya levar 6 jogos e o socolari levar 3? o camacho é k tem razão: o pecado do binya é ser desconhecido...

Americano disse...

John, para mim não foi surpresa, já te tinha dito que uma coisa não tem comparação com outra. Mas agora também dependerá do "trabalho" do Benfica para reduzir a pena, a FPF soube defender o ser técnico, vamos ver como o nosso clube se safa.

Imb disse...

Bynia-6 jgs por 'quase' partir a perna...
Zidane 3 jgos e cabeceou violentamente a zona toráccica do matarratos, podendo até matá-lo...
cm já li por 'aí',é + grave a do bynia pk quase partia a perna!
se o matarratos lerpasse , n sentia dores..
baah PQP a todos os mamões
i remeber latapy(a vítima foi o actual mister da choupana) and andré caxinas sarrafo