blog

quinta-feira, março 09, 2006

Rescaldo de Anfield Road


Depois de passada a euforia por mais uma gloriosa noite europeia podemos fazer uma análise mais objectiva da exibição do campeão nacional em Anfield Road.
Ao ver-se privado de Petit, Koeman não tinha muitas alternativas, ou incluía Karagounis no 11 titular ou ccolocava mais uma unidade atacante ao lado de Nuno Gomes. Não sei se Koeman arriscou na táctica que usou ou, simplesmente, percebeu que Karagounis ainda não tem pernas para 90 minutos ao ritmo daquele que seria esperado na noite de ontem. Tinha-o dito antes que gostava de ver o SLB com uma frente de ataque rápida e bastante móvel porque teriamos muitas possibilidades de romper a defesa do Liverpool, perdendo Petit perdiamos força no meio campo mas, ao colocar uma unidade na frente, diziamos "ok...avancem lá que depois nós partimos isto tudo". E foi mais ou menos isso que aconteceu.
Comparando com o jogo com o Manchester United a nossa defesa não esteve tão bem, mas, por outro lado, ao contrário do jogo com o ManU, ontem, desde cedo senti que podíamos ganhar o jogo. O ManU, na Luz, não teve nenhuma ocasião de golo clara, a nossa defesa este, intransponível, ontem verificaram-se algumas falhas que podiam ter sido fatais: Lance do Gerrard que coloca Crouch na cara de Moretto e em dois cantos onde os ingleses conseguiram cabecear com algum à vontade falhando, felizmente, a baliza. Houve ainda dois lances em que os nossos jogadores perderam infantilmente a bola permitindo jogadas perigosas ao Liverpool. Com o ManU nada disto aconteceu. Mas, paralelamente, em Anfield Road quando a nossa equipa tinha a bola nos pés e a fazia circular na frente a defesa do Liverpool era incapaz de suster os nossos ataques. Com isso a equipa ganhou confiança e sentiu que podia conseguir algo mais que o simples defender de resultado.
Enquanto que com o ManU os segundos 45 minutos foram de ansiedade e sofrimento, segurar aquele resultado era o mais importante, ontem o "nervosismo" surgiu, não por causa da eliminatória, mas sim, por eu queria ganhar o jogo. Cheguei a um ponto que se o Liverpool conseguisse marcar um golo seria tão catastrófico como perder a eliminatória, tal era aminha crença em conseguir um resultado positivo. Por isso é que gritei bem alto GOLO quando Miccoli marcou, a eliminatória há muito que estava resolvida, mas a vitória, a história ficou marcada naquele golo.

Mais uma vez a vitória do SLB acenta numa enorme coesão defensiva, todos os defesas, sem excepção estiveram muito bem, não era fácil marcar os avançados do Liverpool mas conseguiram-no muito bem. É impressionante ver como o Léo,com o seu 1.60, ganha lances aos calmeirões ingleses e depois sai como uma flecha para o ataque. Um dos esteios da nossa equipa foi o mal amado Beto. O meio campo do Liverpool é considerado como a melhor zona da equipa, a Beto foi-lhe incumbida a missão de marcar, em todo o terreno, aquele que é, provavelmente, o melhor médio centro do Mundo e Beto conseguiu cumprir a sua tarefa. Se foi perfeito? Não foi. Foi eficaz? Muito. "Apagou" o Gerrard? Sem dúvida. E ainda se conseguiu soltar para ajudar os colegas nalguns ataques. Beto não é um tecnicista, muito longe disso, mas é um "carregador de piano" como há poucos, e naquela tarefa faz o que sabe fazer melhor, destruir o jogo adversário, e dar preciosos segundos à nossa defesa para se compôr e marcar quem tem que marcar. Sem Petit era de um Beto daqueles que o Benfica precisava.

O ataque foi o que se esperava, lançamentos longos para a velocidade dos alas e de Geovanni ficando Nuno Gomes mais atráz para poder fazer as tabelinhas e criar espaços como tão bem sabe fazer. Infelizmente, foi uma noite menos conseguida para o Nuno onde perdeu duas vezes a bola em zona proibida e, também por duas vezes foi pouco lesto a soltar a bola para os colegas que ficavam em posição previligiada para marcar. Mas de resto, em termos de entregae pressão foi o Nuno que nos habituou.
Geovanni e Simão estiveram irrepreensíveis na pressão aos defesas conseguindo vários roubos de bola e revelaram sempre que tinham o alvo bem defenido, a baliza de Reina. A Robert falta-lhe velocidade, mas com a qualidade de passe que tem, começa a ser notório que não precisa correr muito, mas esteve bem quer a atacar quer a fechar o seu flanco.

Koeman parece talhado para estes grandes jogos, a tactica é quase sempre perfeita. Se fosse sempre assim e a nossa Liga estava no papo. Karagounis a entrar na segunda parte começa a ser um trunfo fantástico. A qualidade de jogo do grego é fenomenal, com ele a equipa mantêm solidez defensiva no meio campo mas ganha uma qualidade superior no passe e na "alimentação" do ataque. Segura a bola como poucos e isso é fundamental quando queremos que o tempo passe. Rafa Benitez colocou toda a carne no assador e Koeman respondeu com a entrada de Rocha por Robert subindo Léo para a ala esquerda. Esta substituição deu fisico e altura para a luta defensiva e, curiosamente (ou talvez não), deu mais velocidade ao ataque, explorando ainda mais as brechas na defesa do Liverpool. Mas nem tudo são rosas, foi notória a diferença de qualidade entre Léo e Rocha a defender a ala esquerda, léo tem uma capacidade de antecipação fantástica e pouco espaço dá ao adversário, Rocha dá mais espaço e com isso permite mais centros ou mais tentativas do 1 para 1 que por vezes resultam naquelas faltas parvas que ele comente. Mas Rocha não esteve mal, Léo é que é muito bom.

Miccoli entrou para fazer a festa. Pouco tocou na bola até ao golo...e foi para isso que ele entrou. Para fechar a contagem. Koeman terá dito " vá...vai lá marcar o golito da ordem"

É evidente que todos os benfiquistas estão esperançados em que algo mais aconteça. É natural. Penso que temos algumas hipóteses, caso o sorteio nos seja favoravel. Não quero Barça nem Juve. O Milão tem uma grande equipa mas não é imbatível. Os outros, com ESTE Benfica, tudo é possivel.
O meu desejo? Arsenal!

9 comentários:

Anónimo disse...

Vou discordar mais uma vez ehheeh :)

Penso que o Villareal e o Inter são bem mais acessiveis que o Arsenal. Esta equipa tem uma filosofia de jogo tdo menos britanica...até pq só o Campbell joga regularmente. Se n me ta a escapar mais ng...
Com jogadores rapidos na frente como o Reyes, Ljungberg ou Henry...penso que é tdo aquilo que a defesa do Benfica n gosta. Tdo o que seja rapidez e movimento constante. Agora avançados que joguem mais em cunha no ataque...aí a defesa do Benfica abafa.

Sinceramente...para mim o Arsenal era de evitar. Just my 50 cents...

Pedro disse...

Pode ser q o Henry se lesione
:)

Anónimo disse...

Ai ai, se a trupe Savelha e os amigos do alex te lê, ficas excluído

João Bizarro disse...

Amanhã se saberá. Venha quem vier.
Se tivermos esta atitude já será optimo.

n_sardas disse...

com a vossa caga... aposto no Arsenal ou Villareal

sergio pedro disse...

meus amigos por mim pode vir qualquer um , ja fizemos a nossa parte na liga dos campeoes por isso tudo o que vier daqui para a frente e optimo, concentrem-se agora mas e na liga portuguesa e na taca de portugal , mas tambem vos digo começo a sonhar na ida a Paris.

sergio pedro disse...

e la vamos nos a noucamp, que giro...

Anónimo disse...

são 11 de cada lado, a bola é redonda....e o sonho comanda a vida :)

Boa sorte.

n_sardas disse...

e vão ter uma granda joga em casa